História Pretty Reckless - Capítulo 35


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber
Personagens Chaz Somers, Demi Lovato, Justin Bieber, Katy Perry, Taylor Lautner, Taylor Swift
Tags Colegial, Festas, Justin Bieber, Romance
Visualizações 719
Palavras 1.846
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Escolar, Esporte, Famí­lia, Festa, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


"Esse beijo é algo que não posso resistir
Seus lábios são inegáveis
Esse beijo é algo que não posso arriscar"
-This Kiss, Carly Rae Jepsen

Capítulo 35 - Vadia!


-OW OW OW, suruba no meu carro não. -Taylor falou.

-Taylor, ela sentar no meu colo não é suruba. -Justin falou revirando os olhos.

-Eu sento então. -Demi falou se levantando de seu lugar.

-Demetria Devonne Lovato. Você encosta essa bunda no colo do meu namorado que você fica sem bunda pro resto da vida. -Falei brava.

-NAAAAAAAAAAAAAAAAAAS que ciumentinha você. -Demi falou.

-Ow caralho, senta logo Jamie. -Caio falou.

-Ai cala a boca seu gay. -Falei e sentei no colo do Justin. Ele agarrou minha coxa, me ajeitando.

-Justin, se controla ai em véi. -Caio falou rindo.

-Cala a boca, véi, cala a boca. -Justin falou rindo também.

 

Quando descemos do carro, no estacionamento do colégio, Stephy veio até nós.

-Oi delicia canadense. -Ela disse passando a unha no abdômen do Justin, que tirou sua mão FILHA DE UMA PUTA. DESGRAÇADA. VAI PASSAR A MÃO NA BARRIGA DO SEU CACHORRO VADIA.

-Para de fazer isso e de chama-lo assim. -Falei.

-Calada. -Ela disse e se virou a Justin. -Não quer passar lá em casa, mais tarde? -AH NÃO ELA NÃO FALOU ISSO. FILHA DE UMA PUTA. FECHEI OS OLHOS E RESPIREI FUNDO.

-Não, obrigada pelo convite. -Justin falou sem sorrir e pegou em minha mão.

-Ah então vai ser agora mesmo. -Ela falou e beijou Justin, BEIJOU BEI-JOU. AAAAAH NÃO

-VADIA! -Gritei jogando minha mochila no chão e arrancando aquela loira da boca do Justin. -FILHA DA PUTA! -Gritei dando um tapa na cara dela.

-Ai, desgraçada! -Ela gemeu.

-NÃO OUSE, NEM TENTE NUNCA MAIS TOCAR NO MEU NAMORADO OUVIU? -Gritei a tacando no chão e comecei a socar seu rosto. Justin tentava me fazer parar mas eu o ignorava. Caio chegou e me puxou.

-Ei, ei calma! -Ele falou me afastando daquela vaca.

-Mano, você viu o que ela fez? Vadia. -Falei tentando respirar.

-Amor, calma. Respira. -Justin falou.

-Eu vi, eu tava falando com os meninos e vi ela beijando o Justin. -Caio falou.

-Você me ouviu não é mesmo? -Falei olhando pra loira falsificada que tentava levantar.

-Você tá fudida, vadia. -Ela falou levantando.

-Isso, vai chorar pro diretor, ele vai amar saber das suas bebidas dentro do armário. -Falei.

-Infeliz. -Ela falou virando as costas a mim.

-Pronto, abrir o bico ela não abre. -Falei.

-MAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAANO, SE FOI FODA! -Katy falou fazendo high five comigo.

-Tonta. -Falei rindo um pouco.

-Não sabia desse seu lado valentona. -Justin falou me abraçando pela cintura. -E seu lado ciumento possesivo. -Ele sorriu.

-Ain bobão. Ela te beijou véi. -Falei sem admitir meu lado ciumenta.

-HAHAAHAHAHAHAHAHAHHA A boca dela tá mais inchada que boca de puta. -Demi falou rindo.

-HAUSH. -Ri. -Surtei véi, só pensei em bater nela

-HAHAHA, você é retardada véi, o que ela fez antes de beijar ele? -Taylor falou.

-Chamou ele pra ir na casa dela mais tarde, ele falou que não e ela beijou ele, véi. véi. -Falei enquanto íamos para os armários.

-AAAff que vadia mano. -Katy falou. Justin pegou seus livros e esperou eu pegar os meus. Fechei a porta do armário e ele me olhava.

-O que foi, Jus? -Falei envergonhada.

-Você é tão linda.. -Ele falou se aproximando de mim.

-Valeu. -Falei e olhei pra baixo, com vergonha.. Ele segurou meu queixo, me fazendo olhar em seus olhos.

-Não fica com vergonha de mim. -Ele falou bem próximo de minha boca.

-Não fiquei com vergonha.. Não de você.. -Falei. Ele me beijou. Depois do beijo fomos em silêncio pra sala. Justin só sorriu.

-Porque não para de sorrir? -Perguntei sentando em sua mesa.

-Estou assim desde quando você me disse sim. -Ele falou. Olhei pra baixo, sorrindo. Ele pegou meu queixo -novamente, porque ele era um doce- se aproximando de mim e me beijou. Quando nos separamos, Taylor estava lá, nos olhando.

-Menina, me mata de susto não, véi! -Falei

-Mimimi chata. -Ela falou e colocou o material na carteira.

-Heeey Jamie! -Josh disse vindo até mim e Justin.

-Oi Josh, tudo bem? -Falei o cumprimentando. Justin segurava minha cintura, eu estava sentada na carteira.

-Tudo e com você? E aí Justin? -Ele falou.

-De boa. -Falei.

-E aí cara. -Justin disse sem entusiasmo.

-Hey casal! -Chaz disse se apoiando em nossos ombros e saindo.

-Espera. São um casal agora? -Josh perguntou um tanto surpreso.

-Sim, algo contra? -Justin falou um tanto bravo.

-Jus. -Falei. 

-Nada contra, só que.. -Josh hesitou. Justin me desabraçou  e cruzou os braços.

-"Só que" o que? -Justin falou.

-Ela merece alguém melhor. -Ele falou dando de ombros.

-Você cala a boca e não ouse a falar de mim tá ouvindo? -Justin falou nervoso, apontando o dedo pra Josh. Eu entrei em sua frente.

-Amor calma, não se preocupe, as pessoas jogam pedras nas coisas que brilham. -Falei segurando seu rosto. Ele sorriu torto e respirou fundo. Virei para Josh. -E você, eu já quebrei a cara de uma hoje, não vai querer que eu quebre a sua também né? -Falei.

-Não véi, to de boa, mas porque me pegou sábado? -Ele falou com as mãos na cintura e lambeu o lábio, sorrindo.

-Número 1: Eu tinha uma aposta a vencer. Número 2: Eu tinha um limite minimo de pegar os caras, e número 3: eu queria fazer ciúmes pro Justin. -AAAAAAAAAAAAAAHHHHHH

FALEI DEMAIS NAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAO!!!!!!!!!!!!!

-Me usou? -Ele perguntou um pouco bravo.

-Mais ou menos. -Falei. Não era mentira, eu estava com um pouco de vontade de pega-lo.

-Aff. -Ele disse e foi embora da sala.

-Cara chato. -Justin falou o observando ir embora da sala. Caio entrou nos perguntando;

-O que aconteceu com o Josh, véi, ele queria passar por cima de mim. -Ele falou espantado.

-Bom, acho que foi porque ele descobriu que eu e Justin estamos namorando. -Falei.

-WOW, que idiota, depois eu converso com ele.. -Caio falou.

 

O sinal bateu e fui pro meu lugar que era completamente longe de Justin. No intervalo, foi quando nos encontramos novamente e ficamos conversando sobre nada na arquibancada.

 

-Almoça comigo? -Justin falou na saída.

-Aonde, Sr. Bieber? -Falei.

-Na minha casa. -Ele falou e eu abri a porta de meu carro.

-Ok. Vamos, só que você tem que me ajudar, não sei onde fica sua casa. -Falei rindo depois.

-Tudo bem, eu te ajudo. -Ele falou rindo. -Pega a estrada principal e depois entra segunda a esquerda, segue em frente e vira na sétima rua.

-Opa, calma aí gatinho, só lembro de pegar a estrada principal. -Falei sorrindo e liguei o GPS 

-Lerda, lerda. -Ele falou me zombando. Em 10 minutos estávamos na porta de sua casa, não que eu corresse muito, mas era relativamente perto. É bonita, e grande. -Bonita?

-Linda. -Falei e ele me guiou pra dentro da casa.

-Seja bem vinda. -Ele disse me abraçando por trás.

-Sua casa é linda Jus. -Falei observando.

-Obrigada, amor. Hm.. Você que vai cozinhar viu! -Ele disse rindo, subindo uma escada. Fui atrás dele, folgado!

-Jus? -Falei. Havia um corredor e umas 4 portas, 5.

-Aqui, 2ª a sua direita. -Ele falou e fui. Seu quarto é lindo, é branco e azul, vários tons diferentes de azul, nas paredes, havia um tipo de papel de parede, do Maple Leafs, um time de hóquei canadense.

 -Vem cá. -Ele falou dando uma batidinha ao seu lado. Sorri e fui até ele, deitei ao seu lado e ele me abraçou.

-Foi difícil sair do Canadá? -Perguntei.

-Mais ou menos, sabe, eu sinto falta da minha outra casa e das coisas de lá, dos lugares de lá. Mas aqui com certeza é melhor, bem aqui, ao seu lado. -Fiquei envergonhada e ele me abraçou mais forte.

-Jus, eu não sei o que vou fazer de almoço, véi. -Eu falei.

-Hmmm, faz macarrão com almondegas e molho de tomate? -Ele falou. Me virei pra ele sorrindo.

-HAAHAHAH, comidinha de criança essa.. -Falei rindo.

-Para de ser chata! Eu gosto muito! -Ele disse sorrindo. Massageei seus cabelos e ele fechou os olhos.

-O que foi? -Falei.

-Só estou rezando para isso não ser um sonho. -Ele falou sorrindo.

-Não é bebê, acredite. -Falei, em seguida, o beijei. -Posso ficar descalça? -Falei.

-Claro que pode. Pode até ficar... -Ele falou mordendo o lábio inferior.

-Justin, nem começa! -O alertei.

-Desculpa bebê. -Ele falou sorrindo.

-Vamos descer, estou com fome. -Falei e levantei, tirando meu tênis.

-Tá bom, só vou me trocar e desço. -Ele falou levantando também. Dei um selinho nele e desci. Fui até a cozinha, era grande, procurei por panelas e peguei duas, por sorte, havia uma carne moída no freezer, coloquei no microondas e Justin apareceu.

-Ei existe uma coisa chamada camisa na minha terra. -Falei olhando pra ele, sem camisa.

-HAHAHAHAHAHAHAHA, pode passar a mão, eu deixo. -Ele falou se aproximando de mim, rindo.

-Larga de ser convencido e vem me ajudar a fazer a comida. -Falei.

-Aiii que mulher chata. -Ele disse e foi até o armário.

-Mimimimimi. -Resmunguei.

-Boba. -Ele sussurrou me abraçando por trás, enquanto eu fazia as bolinhas com a carne moida. -É legal? -Ele perguntou depois de um tempo, me observando.

-O que? -Falei.

-Fazer bolinhas com carne moída. -Ele falou.

-HAAHAHAHHAHAHAHA, que inútil essa sua pergunta. É legal, vem fazer. -Falei pegando um pedaço de carne, ele me soltou e ficou ao meu lado. -Toma. -Falei colocando a carne na mão dele.

-Bleeergh é estranho. -Ele disse fazendo uma careta, amassando a carne.

-HAHAHAHAHA, faz direito Justin, você que vai comer. -Falei.

-Amor, é meio nojento.. -Ele falou.

-Ai criança, é normal! -Falei pegando da mão dele a bolinha e colocando na panela com molho.

-Eu consegui fazer, e ficou melhor que a sua. -Ele falou mostrando a língua, sorrindo.

-Não ficou não, ficou feia! -Falei mostrando a língua também.

-Não ficou, chata! -Ele falou.

-Eu vou passar carne no seu cabelo.. Vem cá! -Falei me aproximando dele, mostrando as mãos.

-Não, não! No meu cabelo não! -Ele falou dando passos pra trás, eu sorri e me aproximei mais. -AAAAAAH. -Ele gritou correndo. Fui atrás dele, indo pra uma parte externa da casa, na piscina. Começamos a contornar a borda da piscina, correndo, eu rindo muito.

-JAMIE NÃÃÃO POR FAVOR! -Ele gritou. O alcancei e ele segurou minhas mãos, estávamos na bera a piscina. -Para, nao faz isso.

-Juuuuus, tem ainda bastante carne aqui. -Falei. Ele segurava meus braços, deu uma olhada pra piscina e voltou a me olhar.

-Não faz isso, amor! É sério bebê! -Ele disse.

-Justin.. -Cantarolei esticando as mãos, ele impulsionou me segurando e caimos os dois na piscina. Voltei a superfície e ele também, ambos sorrindo.

-Pronto, não tem mais agora! -Ele disse se aproximando.

-Agora tem dois idiotas molhados. -Falei passando minhas mãos por seu pescoço.

-E uma idiota que não tem roupa reserva. -Ele disse sorrindo. Puuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuutz tinha me esquecido disso.

-Droga! -Falei. Ele sorriu malicioso e me beijou. -Vamos, tem que terminar o almoço. -Falei.

-Ta bom. -Ele falou pegando minha mão e guiando até as escadas. Na porta para entrar em casa ele me impediu.

-Que foi?

-Você vai ter que tirar a roupa. -Ele falou sorrindo, vitorioso.


Notas Finais


*u* clichesinho basico e briga açsdlalskdçalskd
<3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...