História Pretty Reckless - Capítulo 41


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber
Personagens Chaz Somers, Demi Lovato, Justin Bieber, Katy Perry, Taylor Lautner, Taylor Swift
Tags Colegial, Festas, Justin Bieber, Romance
Visualizações 652
Palavras 1.969
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Escolar, Esporte, Famí­lia, Festa, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


"Por você, eu teria feito qualquer coisa
E eu não posso acreditar,nós não estamos juntos
E eu quero jogar com calma,mas estou perdendo você"
-Baby, Justin Bieber featuring Ludacris

Capítulo 41 - Medo


-YES! Vamos causar! -Katy falou comemorando. Taylor foi pro colégio e entramos pela portaria normal, justificando que teríamos que pegar um documento. Fomos quietas até o campo, só que não eram eles que estavam treinando. Nos escondemos atrás de uma árvore.

-Man, eu vou matar um certo canadense! -Falei.

-Shhhiu, Jamie, calma. -Katy falou. Nenhum dos meninos estavam a vista, só as lideres de torcida, treinando em campo.

-OLHA OLHA OLHA! -Falei apontando pro vestiário. TODOS os jogadores sairam do vestiário, sem camisa, indo se sentar na arquibancada. -EU VOU LÁ. -Falei quase saindo de trás da árvore.

-Volta aqui! -Tay falou me puxando. Voltei com o puxão dela e fiquei observando, eles estavam rindo, olhando para as vadias -que assim que os viram, começaram a rebolar mais- e sorrindo. INCLUSIVE Justin Drew Bieber. Meu sangue subiu, minha vontade de dar um tapa marcado naquelas bochechas aumentou.

-Qual o plano? -Perguntei respirando fundo.

-Quer aparecer de surpresa no vestiário? -Katy perguntou.

-Acha bom? -Perguntei também.

-Hm, estou tentando pensar em algo mais maléfico. -Demi falou.

-Capar todos eles? -Tay falou. ESSA TAYLOR SÓ FALTA UMA PLACA ESCRITA "DOIDA"

-Não véi, sou eu que uso o do Justin. -Falei. Elas riram.

-Tive uma idéia. Mas tem que ser muito bolada! -Demi falou sorrindo maléficamente... Ela contou o plano e fomos coloca-lo em ação. Demos a volta na escola, para ficarmos atrás do vestiário. Demi não veio, foi colocar o carro em outro lugar, e depois chegou. Taylor ficou abaixada, atrás da arquibancada, de frente para os meninos, só que do outro lado. As lideres de torcida saíram do campo e foram pro vestiário feminino.

 

Justin ON

 

Estávamos de boa, curtindo o vento, depois de ter treinado bastante, quando, do nada, vejo a Taylor do outro lado da arquibancada.

-Gente, o que a Taylor está fazendo aqui? -Falei apontando e olhei pra eles.

-Que Taylor? -Caio perguntou e eu apontei. ELA NÃO ESTAVA MAIS LÁ AH MEU DEUS.

-Ela estava lá, eu juro. -Falei.

-Cara, você está vendo coisa! -Finn falou.

-Vamos se arrumar vai. -Caio falou e fomos. Quando entramos no vestiário, estava com as luzes apagadas e todos os armário abertos, com as coisas jogadas. AH MEU DEUS QUE MEDO!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

-Quem fez isso? -Josh perguntou.

-Man, olha só. -Mike falou e uma porta se bateu.

-Legal, o que está acontecendo aqui? -Perguntei.

-Não sei, cara, isso tá estranho! -Caio falou. Outra porta se bateu. Véi, estou com medo! Ouvi alguma coisa lá fora.

-Ouviram? Vamos! -Falei saindo do vestiário. Fomos até o campo, os capacetes estavam todos no chão. -Gente, o que está acontecendo???????????????

-Justin, vai ver como está o vestiário. -Josh falou.

-Está bem. -Cara, estou com medo, sério. Fui indo devagar, entrei devagar, fui até o final e ouvi a porta fechando, ai Jesus. Não vou olhar pra trás, olha Justin, não olha! Olha! Me virei devagar e vi a Jamie, ou uma imagem ou ilusão dela, mas estava vestida de líder de torcida um pouco rasgada, com uma maquiagem bem borrada nos olhos e se aproximava de mim.

-AMOR? AMOR É VOCÊ? ISSO É REAL? AI MEU DEUS DO CÉU ME SALVA. -Falei rapidamente e nervoso. Ela se aproximava, com passos lentos e arrastando o sapato.

Fechei os olhos. Abri e essa coisa estava mais perto, fiquei com muito medo. -VOCÊ NÃO É REAL, NÃO É, NÃO É! -Falei fechando os olhos e cruzando os dedos.

-Justin Bieber. -A coisa falou com uma voz rouca. AI MEU DEUS DO CÉU, NÃO ESTÁ PASSANDO MAIS NADA, NEM AR!!!!!!!!!! SOCORRO!!!!!!!!!!!!! ELA DEU UM TAPA NA MINHA CARA!

É ISSO MESMO? -FILHO DA PUTA! -Ela falou me empurrando, é, é a minha Jamie, graças a Deus.

-Ai o que eu fiz? -Falei.

-Ficou -Ela me deu um soco. -Olhando -Outro soco. -Para -outro soco. -As putas! -Ela terminou com os socos.

-Ai amor, dói! -Falei. Os meninos entraram.

-Jamie? -Mike falou e ela se virou pra porta. -AI JESUS ABENÇOADO, QUE MEDO!

-Você é retardada véi? Cade as outras tontas? -Caio falou.

-Fica na sua bíceps. -Ela falou. -Coloca agora a sua blusa. -Ela falou virando pra mim. Procurei minha blusa e coloquei.

-Espera, vocês que fizeram tudo isso? -Josh falou.

-Foi, obrigada, obrigada, somos fodas. -Ela falou se olhando no espelho e começou a lavar o rosto, as outras 3 entraram.

 

Justin OFF.

 

A cara do Justin quando ele me viu foi a melhor...

-Mano, porque fizeram isso? -Finn perguntou.

-Não pergunte pra mim. -Katy falou se sentando na pia.

-Cala a boca, Katy. -Falei e terminei de lavar o rosto. -Esteja em minha casa em 10 minutos. -Falei pra Justin e fui embora. As meninas sairam também e fomos pra minha casa.

-IUAHSDIHAISDHIASHDAISUHDAISHDAISDUA, vocês precisavam ter visto a cara do Justin quando ele me viu, foi a melhor coisa! -Falei rindo e descendo do carro.

-Coitado véi, você estava muito feia! -Katy falou. Depois elas foram embora e Justin chegou.

-Amor? -Eu estava em meu quarto e ouvi sua voz.

-No quarto. -Falei e depois de instantes ele entrou.

-Ficou brava comigo? -Ele falou se sentando.

-Muito. -Falei.

-A gente só estava relaxando. -Ele disse.

-Olhando para as líderes de torcida e ainda por cima, sem camisa. -Falei fechando a revista que eu estava lendo.

-Desculpa bebê, eu nem me toquei. -Ele falou e eu revirei os olhos.

-Percebi né. -Falei.

-Nossa mano, você é bem chata! Eu não estava fazendo nada de mais! Não estava prestando nem atenção nelas, mano! Eu só estava lá de boa, descansando, você que chegou achando que eu estava olhando para elas, fica com esse ciuminho possessivo. -Ele falou e eu fiquei quieta, voltando a abrir a revista. -Desculpa. -Justin falou e eu permanecia quieta.

-Cala a sua boca, tá legal? Estava sim olhando, eu vi! E ciuminho possessivo é o caralho, você sabe muito bem que eu não gosto de nenhuma ali, e você vai e faz isso. -Falei levantando e indo pro banheiro. AH PA PUTA QUE PARIU, FOLGADO! Ele bateu na porta me chamando mas eu tomei um banho, acho que fiquei uns 50 min debaixo do chuveiro. Quando sai ele estava sentado na minha cama, lendo a revista. Fui pro closet e me troquei. Quando sai do mesmo, Justin colocou a revista do lado e me olhou.

-Desculpa, não devia ter falado daquele jeito com você, amor. -Ele falou.

-É, só que falou, e ainda chamou minha proteção de "ciuminho possessivo". -Falei.

-Me desculpa, eu estava bravo, sei lá. -Ele falou com carinha de cachorro abandonado.

-Desculpa ter te mandado calar a boca. -Falei indo para perto dele.

-Desculpo. Você me desculpa? -Ele falou levantando e segurou em minha cintura.

-Desculpo. -Falei, ele sorriu e me beijou.

-Você me assustou demais hoje! -Ele falou me colocando na cama.

-Era a minha intenção. -Falei sorrindo e me ajeitando.

-Amor, posso falar uma coisa? -Ele falou.

-Pode.. -Disse.

-Estou com fome. -Ele falou meio envergonhado. Eu ri.

-Vem bebê, vem comer. -Falei levantando. Fomos até a cozinha e eu preparei taco para nós, enquanto assava, fomos para sala.

-Vai querer assistir alguma coisa amor? -Perguntei.

-Não, se você quiser... -Ele falou se sentando no sofá.

-Não quero. -Falei sentando ao seu lado. Ele ficou me observando, até tomar iniciativa e me beijar. Me deitei no sofá e ele ficou por cima de mim. Eu tirei sua camisa e comecei a arranhar de leve suas costas. Ele tentou abrir o botão do meu shorts mas eu não deixei. Ele tentou mais uma vez e parou o beijo.

-Porque não véi?

-Porque não, amor. -Falei.

-Ok, ok. Nem queria mesmo. -Ele falou se sentando.

-Ah é? OK então, Sr. Bieber. -Falei levantando e indo pra cozinha.

-Não estou brincando. -Ele falou indo atrás de mim.

-HAHAHA, o problema é seu, meu querido. -Falei tirando os tacos do forno.

-Chata! -Ele falou mostrando a língua. Eu dei risada e coloquei os tacos na mesa.

-Pronto, gordo, come. -Falei sentando e pegando um. Eu amo taco.

-Estão ótimos, amor. -Ele falou mastigando.

-Eu sei. -Falei sorrindo.

-Exibida... -Ele falou revirando os olhos. Sorri. Depois que acabamos, subimos para o meu quarto. Me deitei na cama, alcancei minha mochila e rapidamente fiz a lição de química. Justin ficou me olhando, sem falar nada.

-O que foi? -Falei guardando o caderno e o livro.

-Você é linda. -Ele falou e se jogou em cima de mim.

-Goooooooooooooordo. -Falei o jogando no chão.

-Ai cassete! Doeu véi. -Ele falou ainda no chão. Me joguei em cima dele, rindo. -Aiiii gorda!

-Você é gordo. -Falei me apoiei no chão. Ele segurou em minhas coxas e me beijou. Parei e levantei, voltando pra cama.

-Porque fica dando uma de difícil? -Ele perguntou deitando ao meu lado.

-Não fico não. -Falei.

-Ei, pessoinhas, cheguei. -Minha mãe falou entrando no quarto.

-Oi Nina. -Justin falou.

-Oi mãe. -Falei

-Como foi hoje? -Ela perguntou.

-Ótimo. -Falei.

-Ok, se estiverem com fome a gente sai. -Ela falou.

-Acabamos de comer tacos. -Falei.

-Folgados. OK. -Minha mãe falou e saiu.

-Fica dando uma de difícil sim, não me deixa nem tirar seu shorts. -Ele falou retomando o assunto.

-Porque eu sabia que estava na hora dela chegar. -Falei.

-Sei... Fui tão mal assim? -Ele falou meio sério.

-HAHAHAHAH, você? Foi? Mal? -Falei levantando e fechando a porta. -Você é o cara mais gostoso do mundo. -Falei me engatinhando na cama, até chegar a ele.

-Sei lá, o Caio até falou comigo mas... Não sei, quer dizer, a primeira vez pode ser frustrante. -Ele falou.

-A minha primeira vez foi frustrante, Jus. O cara era horrível, estava horrível, ele me machucou até, e isso porque nem era tão grande quanto o seu. -Falei e ele riu.

-Mas, você, tipo, se, ain amor, que vergonha de perguntar isso. -Ele falou se escondendo debaixo do travesseiro.

-Se eu me satisfiz? -Eu falei sem querer usar o termo "gozei".

-É. -Ele falou saindo do travesseiro.

-Bom, até ontem eu achava que sim, mas com você eu descobri o que é chegar no ápice. -Falei mordendo meu lábio. Ele voltou a se esconder em baixo do travesseiro, sorrindo sapeca. -USHDUI

Juuuuuuuuuuuuuuuuuuuuus, seu bobo. -Falei fazendo cócegas nele.

-Sério mesmo? -Ele falou sorrindo.

-Sério mesmo. -Falei.

-E sua segunda vez? Se satisfez? -Ele falou e eu ri de lado.

-Não lembro. -Falei.

-Como assim? -Ele falou e eu sorri envergonhada, isso não é coisa que eu faça mais.

-Eu transei bêbada. -Falei. Ele me olhou incrédulo. -Mas eu posso me justificar!

-UAU! Já ficou bêbada quantas vezes?

-Essa foi a segunda. A justificativa foi assim: A Demi terminou com o ex dela, aí a gente organizou uma festa, 20 caras e só nós quatro.. -Falei sorrindo sapeca.

-Nossa Jamie Coleen! Bom saber do seu passado! -Ele falou.- Era alguém da escola? -Ele falou

-Não IASHSDIAHDIHAS, os caras eram estilo gogo boy sabe? Gostoso, tanquinho formado, só de cueca box passando pela gente, bumbum cheinho. -Falei.

-Ei ei ei, o único bumbum cheinho pro qual você tem que olhar é o meu. -Ele falou.

-E que bumbum hein. -Falei observando sua linda e fofa bunda.

-Para! -Ele falou envergonhado.

-Você que falou para eu olhar. -Falei. -Delícia. -Falei mordendo os lábios.

-Minha delícia. -Ele falou piscando.

-Então... Aí, a gente com raiva com o ex dela, porque ele chifrou a Demi, que pegou ele no flagra, ai começamos a beber, a beber, a pegar cada um diferente, e só me lembro de ir pro quarto de visitas da Demi. E de manhã, acordar de ressaca e um cara do meu lado, dormindo. -Falei.

-Que coisa linda.. -Ele falou negando com a cabeça. -Nem pense em ficar mais bêbada hein. -Ele falou.

-Eu sei nego, não bebo não, foi só aquele dia.. -Falei. -E a sua primeira vez, bebê? -Falei sorrindo.


Notas Finais


gostaram? ahahahha
obrigada pelos comentários e todos os favoritos <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...