História Pretty Reckless - Capítulo 51


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber
Personagens Chaz Somers, Demi Lovato, Justin Bieber, Katy Perry, Taylor Lautner, Taylor Swift
Tags Colegial, Festas, Justin Bieber, Romance
Visualizações 566
Palavras 1.605
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Escolar, Esporte, Famí­lia, Festa, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


"Você é tudo que eu preciso
Deixe-me dar tudo de mim
Juntos nesta véspera de Natal"
-Christmas Eve, Justin Bieber

Capítulo 51 - Planos


Viramos a cabeça na hora e era Ryan, graças a Deus.

-Escutando nossa conversa, Ryan? -Tay falou.

-É, mas Demi que assunto é esse? -Ele falou retomando ao assunto.

-Não te interessa, vaza. -Ela falou.

-Vou sair espalhando isso. -Ele falou.

-Sai, eu espalho um monte de coisa sobre você. -Demi ameaçou.

-Idiota. -Ele falou passando entre nós e pulou na piscina também.

-Aff, babaca! -Demi falou. Jazzy veio correndo até mim e se jogou em meus braços.

-Oi minha princesa. -Falei a colocando em meu colo.

-Oi. -Ela falou. -Dem olha o meu maiô. -Ela falou mostrando as lantejoulas rosas para Demi.

-Awwwn que lindo. Quer nadar Jazzy? -Ela falou.

-Quer? A gente te leva. -Falei.

-Weee, vamos! -Katy falou levantando. -Eu trouxe colchão, vou lá pegar.

-Eu não quelo morrer. -Jazzy falou preocupada.

-Eu vou te segurar, Jazzy, você não sabe nadar? -Falei levantando com ela no colo.

-Só em piscina pequenininha. -Ela falou fofa.

-Awwn. -Falei. -Tá com fome? -Perguntei indo pra escadinha novamente. As meninas vieram também.

-To. -Ela falou sorrindo. -Não me cai! -Ela falou percebendo que eu desci um degrau.

-Não vou, Jazzy. -Falei sorrindo e entrando na piscina. Só encostava da cintura pra baixo de Jazzy. Justin veio nadando até nós.

-Boo boo. -Jazzy falou esticando as mãozinhas para o irmão, que a pegou no colo.

-Quer que eu te solto? -Justin perguntou.

-NÃÃÃÃÃO! -Jazzy gritou. Katy chegou com o colchão o colocando na piscina, Justin colocou Jazzy em cima e ficamos empurrando ela. Jax também queria e Justin o colocou também.

Passamos o dia todo na piscina e comendo, as crianças se divertiam muito. Todos foram embora, inclusive minha mãe, que trouxe algumas coisas pra mim. Estávamos só eu e Justin no sofá, assistindo a um filme que passava na televisão, enquanto Justin brincava com meu cabelo.

-Ei, meu gatinho, vamos subir? Estou ficando com sono... -Falei.

-Vamos sim amor, estou também. -Ele falou e levantamos. Subimos em silêncio para não acordar ninguém e fomos para o quarto, me troquei, escovei os dentes e deitei na cama dele, Jus levantou e foi fazer o mesmo. Passado alguns minutos ele se deitou ao meu lado.

-Boa noite amor. -Ele falou me dando um selinho longo.

-Boa noite meu amor. -Falei. Ele tirou a bermuda e apagou a luz. -Vai dormir assim? -Perguntei quando o senti agarrar minha cintura.

-Vou, não posso? -Ele falou.

-Pode, mas não desça assim amanha. -Falei.

-Pode deixar, gata. -Ele falou.

-Boa noite baby. -Falei e senti minhas pálpebras pesarem.

 

[...]

 

-Jay... Jay... -Senti alguém falar e abri os olhos. Era Jazzy.

-Oi Jazzy. -Falei sentando na cama.

-Posso domir com vocês? Eu perdi o sono.. -Ela falou manhosinha. Olhei no relógio e eram 00:45.

-Claro que sim Jazzy, vem. -Falei a pegando no colo. -Amor. -Cutuquei Justin. -Amor. -O sacodi. -Justin! -O chacoalhei. -AMOR! -Falei o jogando pro lado.

-OI! -Ele falou assustado.

-Vai mais pro lado, bebê. A Jazzy quer dormir aqui. -Falei calma.

-Ta bom, vem cá maninha. -Ele falou indo mais pro lado. Coloquei Jazzy e ela se deitou, com o ursinho dela.

-Boo boo, canta? -Ela falou.

-Canto. -Ele falou e começou a cantar uma canção de ninar, que fez eu mesma dormir.

 

[...]

 

Acordei com Justin dando leves beijinhos em minha orelha e massageando meu cabelo.

-Bom dia bebe. -Falei me virando pra ele.

-Boa dia amor! -Ele falou me dando um selinho. -Jazzy tá dormindo ainda.

-Tá em cima dela? -Falei sentando na cama.

-Não, claro que não. -Ele falou e se sentou em meu colo, segurando em meu rosto e me beijou, pressionando seu corpo contra o meu, fazendo-me deitar. Minhas mãos percorriam suas costas, dando leves arranhões na mesma. Ele parou o beijo e ameaçou tirar a cueca.

-O que pensa estar fazendo? -Falei.

-Você sabe, Jay. -Ele falou.

-Sua irmã de 4 anos de idade está dormindo ao nosso lado e você querendo transar? -Falei.

-É, qual o problema? Ela está dormindo, amor. -Ele falou avançando em minha boca novamente.

-Seus pais estão aqui e eles não sabem que somos sexualmente ativos. -Falei.

-E daí amor? Eu estou excitado, fiquei muito tempo sem você. -Ele falou. -Você não quer? É isso né? -Ele falou mordendo o lábio inferior, um pouquinho triste.

-Eu quero, acredite, sinto sua falta também. -Falei.

-Tá, tudo bem vai. -Ele falou se deitando ao meu lado.

-Não fica frio comigo. -Falei virando-me pra ele.

-Não estou, amor. -Ele falou. É.. Sexo é e parece que sempre será um 'problema' difícil de ser lidado.

-Tudo bem. -Falei e levantei, indo até minha mala e peguei uma roupa e fui pro banheiro, tomei um banho relaxante mas não muito demorado. Quando sai de lá, Justin estava trocado já, com uma camisa polo, uma bermuda e seu inseparável supra.

-Awn, porque tá arrumado desse jeito? -Eu falei indo guardar meu pijama.

-Vamos sair, amor. -Ele falou vindo até mim.

-Para onde? -Perguntei.

-Golfe. Meu pai gosta e eu também. -Ele falou.

-Hmm, programinha de pai e filho? -Perguntei.

-Não sei, meu pai falou e eu estou te chamando. -Ele falou.

-Acho que é só vocês dois. -Falei.

-Ahn? -Ouvimos uma 3 ª voz. -Que dois? -Jazzy falou esfregando o olho.

-Bom dia Jazzy falei indo até ela e a dando um beijo.

-Bom dia maninha. -Justin fez o mesmo. -Eu e o papai. -Justin falou. -Mas amor, parece que ele chamou os pais de todo mundo, inclusive das meninas.

-Opa, então é programão de homem né? -Falei e peguei Jazzy no colo. -Está com fome?

-To. -Jazzy falou.

-Pelo que parece sim, amor. -Justin falou se referindo ao golfe.

-Vamos descer, tenho que falar com Jeremy. -Falei saindo do quarto. -Bom dia. -Falei entrando na cozinha.

-Bom dia querida. -Pattie falou me cumprimentando.

-Bom dia Jay. -Jeremy falou.

-Sr. Bieber, é só golfe né? -Falei sentando e colocando Jazzy em cima de mim.

-Hmm, sim.. Porque teria algo a mais? Oi filha. -Ele falou não me compreendendo.

-Sei lá, uma esticada a uma boate com strippers..Não sei.. -Falei pegando um morango.

-HAHAHAHAHAHAHAHAHHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHHAHAHAHAHAHAHA. -Jeremy riu muito, ficando vermelho e Justin o acompanhou.

-HAHAHAHHAHAHAHAHA, eu não deixo não, Jay. -Pattie falou.

-O que é stiper? -Jazzy falou.

-Dançarinas, Jazzy. -Falei.

-HAHAHHAHA, que isso, amor! Eu não iria! -Justin falou sentando ao meu lado.

-Filho, isso foi gay. -Jeremy falou bebendo um gole de seu suco.

-Não pai! HAHAHAHAHAHAHAHHAHAHA, eu já tenho minha garota. -Jus falou me olhando e sorriu torto.

-Apaixonado... Mas não se preocupe, não vai rolar strippers não. -Jeremy falou. -Só jogadoras. -Ele falou sorrindo e Justin riu e desviou o olhar.

-JUSTIN DREW BIEBER! -Falei entre os dentes.

-HAHAHAHAHAHA, amor ele tá brincando! -Justin falou

-Você que sabe. -Falei.

-Eu não vou olhar pra nem uma garota. -Ele falou segurando em meu rosto.

-Me promete? -Falei baixo.

-Prometo. -Ele falou sorrindo para mim. Toquei delicadamente seus lábios.

-Vamos comer. -Falei voltando a frente, comendo as torradas que Pattie tinha me servido e o suco de laranja. Jeremy pegou Jazzy e a alimentou. Depois do café, fui ajudar Pattie, mas a empregada chegou e Pattie me mandou ir. Dizendo que ela, Jeremy e os dois iriam sair antes dos homens irem pro golfe.

Fui pra sala e Justin estava sentado no sofá, sozinho, assistindo TV. Fui até ele e me sentei em seu lado.

-Porque tá sozinho? -Falei.

-Minha namorada me deixou alone... -Ele falou com cara de cachorro abandonado.

-Awwww eu fui ajudar sua mamãe. -Falei passando a mão em seu rosto.

-Você é chata. -Ele falou mirando a TV.

-O que posso fazer para compensar isso? -Falei em seu ouvido, dando leves mordiscadas em sua orelha.

-Nada... -Ele falou e eu avancei em seus lábios. Ele retribuía o beijo, mas não me tocava..

-Ei, vai ficar frio comigo? -Falei.

-Vou, você me abandonou. -Ele falou.. Carente.

-Te abandonei? -Falei passando a mão em seu abdômen.

-Abandonou-me. -Ele falou dando de ombros. -Não te quero.

-Quer jogar? A gente joga. -Falei séria, levantando. Fechei a porta, fechando a cortina da mesma e ele cruzou os braços, com cara de tédio.

-O que vai fazer? -Ele falou quando eu me aproximei.

-Caladinho.. -Falei colocando o dedo indicador em sua boca, enquanto me sentava em seu colo. Ele mordeu o lábio inferior e eu o mordi, puxando-o de leve, começando um beijo, fazendo ele se deitar. Arranquei a camiseta de seu corpo, ele me olhou sorrindo e colocou a mão na nuca, ainda se recusando a me tocar. Semi cerrei meus olhos e desta vez, arranquei a minha camiseta. Ele só arregalou os olhos sorrindo safado e não fez nada. Menino idiota. Eu não vou fazer nada com ele. Eu também sei jogar.

Fiquei apoiada e tirei delicadamente meu sutiã. Me deitei em cima dele e voltei a beija-lo. Seus braços não estavam em torno de meu corpo, e eu realmente estava ficando sem paciência. Eu namoro com gay? Não. Então porque não me agarra feito um homem? Porque tá de doce. Droga.

-Diz que não me quer agora. -Falei em seu ouvido, enquanto eu passava minhas unhas por seu abdômen.

-Não... Quero.. -Ele falou dificilmente.

-Ok né. -Falei percebendo-o bem excitado. Levantei e coloquei meu sutiã.

-Ei! Desistiu? -Ele falou se sentando.

-Você não me quer... -Falei dando uma de vítima.

-Quero. -Ele falou e se levantou, vindo até mim. Ele segurou em minha cintura e aproximou os lábios, mas eu desviei. -Ei.

-O que? -Falei.

-Eu te quero. -Ele falou.

-E eu sei jogar. -Falei sorrindo e sai da sala.

-Jamie. Volta aqui. Você me excitou! -Ele falou vindo atrás de mim.


Notas Finais


eeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeei suas lindas :33333
espero que estejam gostando <3
obrigada pelos coments e os comentários <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...