História Pretty Reckless - Capítulo 55


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber
Personagens Chaz Somers, Demi Lovato, Justin Bieber, Katy Perry, Taylor Lautner, Taylor Swift
Tags Colegial, Festas, Justin Bieber, Romance
Visualizações 585
Palavras 2.356
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Escolar, Esporte, Famí­lia, Festa, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


"Você me diz que isso é para o melhor,
Então me diga por que eu estou em lágrimas?
Você esta tão longe, e eu somente preciso de você aqui"
-Down to Earth, Justin Bieber

Capítulo 55 - Vish


Voltamos a onde o pessoal estava e eles já estavam afim de ir embora. E assim fizemos. Fomos para a casa e arrumamos o que tinha para arrumar, nos arrumamos e fomos. Justin foi dirigindo e na metade do caminho, capotei em seu colo. Tay e Katy foram atrás. Acordei com Justin me chamando. Levantei de seu colo preguiçosamente. Ele já tinha deixado as meninas em casa.

-Vem cá vem. -Ele falou esticando seus braços em torno de mim. Me aconcheguei em seu abraço. Nos separamos e entramos em casa, indo direto para o quarto. -Toma um banho comigo, gata? -Ele falou tirando a blusa e percebi alguns arranhões meus em suas costas.

-Claro. -Falei sorrindo e tirando a minha blusa. -Hãm... Tem alguns arranhões ai. -Falei

-Hahahahha, selvagem.. -Ele falou me agarrando.

-Não sou nao! -Falei.

-É sim! Muito selvagem. -Ele falou e acho que eu corei.

-Hahahahahah, vamos? -Ele falou me arrastando.

-Sim pequetucho. -Falei sorrindo.

-AAh chata! -Ele falou reclamando e entramos no banheiro. Tirei minha roupa por completo e entramos no chuveiro. -Já disse que eu amo o seu corpo?

-Já. -Falei com um sorriso de lado, também observando seu corpitcho. -Está esperando que eu te elogie também? -Falei.

-Ahhhnn... Não... Mas se quiser... -Ele falou agarrando minha cintura, me colocando de baixo do chuveiro morno.

-Eu amo seu corpo. Entre o Caio e o resto dos jogadores eu prefiro você. -Falei.

-Gostei de ouvir isso, realmente gostei. -Ele falou dando um sorrisão. Terminamos o banho sem nada de safadezas, só beijos. Coloquei um pijama leve, uma blusa de alcinha e um shorts, bem micro, tipo calcinha box. -Quer ver algum filme? -Ele falou bagunçando seu cabelo.

-Quero. Tom e Jerry. -Falei o lembrando de sua piadinha idiota. Ele veio até mim e me agarrou, fazendo irmos para a cama. Me deitei ao seu lado, me aninhando ao seu tórax.

-Quer ver qual, amor? -Ele falou.

-Escolhe ai. -Falei dando de ombros. Ele selecionou algum pela TV e eu não liguei, estava ocupada demais me viciando em seu perfume. Até eu ouvir o nome: Batman e o Cavaleiro das Trevas.

-Tira. -Falei levantando de seu tórax.

-Você que falou para eu escolher! -Ele falou.

-Mas eu não gosto desse. Tira. -Repeti e ele tirou.

-Então escolhe logo, mocinha. -Ele falou ficando por cima de mim.

-Bob Esponja, o filme. -Falei sorrindo. Ele saiu de cima de mim e colocou. Voltei a minha posição e durante o filme rolavam alguns beijos, algumas caricias mas nada de sexo. Desligamos o filme e eu levantei para escovar os dentes e ele veio também. -Está me seguindo, canadense?

-Não, desculpa se não posso querer ficar perto da minha namorada. -Ele falou dramatizando.

-Awwwn tá carente o canadense, tá? -Falei alisando sua bochecha.

-Estou. -Ele falou parecendo um cachorrinho sem dono. Sorri torto e escovei os dentes e fui me deitar, antes dele. Apaguei a luz e deitei. -Amor? Amor? Cade você? -Ele falou meio que com medo. Me segurei para não rir. -Para amor, não estou brincando. -Eu não posso perder essa. Levantei sem fazer barulho e fui até a porta do banheiro, fechando-a, com um pouco de força. -AMOR? PARA! -Fui até sua escrivaninha e derrubei os lápis no chão. -PARA PARA POR FAVOR! -Ahhhhh que dó *o*. Fui indo atrás dele e

o abracei. -Você é uma idiota! -Ele falou.

-Hahahahahahaha medrosão! -Falei indo até o abajur e o acendendo.

-Eu não achei graça. -Ele falou com cara de tédio e se deitou.

-Awwwn que bico lindo. -Falei me deitando por cima dele. -Eu te amo.

-Eu também te amo, minha chata que me dá susto. -Ele falou segurando em minha cintura, a pressionando para baixo. Dei inicio ao beijo, que terminou quando ele ia começar a tirar minha blusa. Me deitei ao seu lado, novamente em seu tórax. Ele ficou alisando meu cabelo. Alguém bateu na porta. Vish! Se for a Pattie eu to fudida, olha o tamanho do meu shorts.

-Quem será? -Falei levantando e colocando um shorts maior. Abri a porta e era Jazzy. -Oi princesa! -Falei e ela entrou.

-Posso dormir com vocês? -Ela falou.

-Pode sim. -Falei e Justin me olhou tipo: a gente ainda ia transar. Ri e coloquei Jazzy na cama. -Não vamos mais. -Falei pra ele, que entendeu o recado.

-Estraga prazeres, literalmente. -Ele falou pra mim enquanto arrumava Jazzy. Sorri e me deitei.

-Eu acodei vocês? -Ela falou.

-Não, a gente tava indo dormir. -Jus falou.

-Ahhh. Posso fazer uma coisa? -Ela falou.

-Aham, maninha. -Jus falou e Jazzy pegou a coberta e nos cobriu. Os três. Até a cabeça.

-Poque não aconteceu nada? -Ela falou depois de 1 minuto. DROGA CAIO!!

-Ah... Aconteceu o que Jazzy? -Justin perguntou e eu estava com medo da resposta dela.

-Seki... Esqueci o nome. Mas o tio Caio me falou que você não pecisava mais. -Ela falou! DANADA! KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK E AGORA? Ficamos eu e Justin mudos.

-Ahn Jazzy... -Tentei falar.

-É que... -Justin tentou também.

-Ahhh não fuciona poque ele disse que tem que ter duas pessoa, não treis. -Ela falou nos descobrindo e sentou no colo de Justin e saiu da cama.

-Como a gente se vira? -Sussurrei

-Não faço ideia. -Ele sussurrou.

-Se cubram! -Jazzy falou. Nos entre olhamos e nos cobrimos, fazer o que. -Aconteceu alguma coisa? -Ela falou.

-Não Jazzy.. Vem cá. -Justin falou. -Isso que o Caio te falou acontece entre um casal que se ama, sabe, é complicado explicar.

-Jazzy, é uma coisa natural, mas nem eu nem Justin podemos te ensinar porque você vai descobrir isso sozinha, na hora certa.

-Ahhh... -Ela falou e bocejou. -To com sono.. -Ela falou.

-Vamos dormir. -Falei acariciando seu cabelo e dormi.

 

Acordei primeiro que os dois e levantei, me troquei e desci. Pattie já estava de pé, fazendo o café.

-Bom dia Pattie. -Falei.

-Bom dia, Jay, dormiu bem? -Ela falou.

-Sim, o resto da noite sim.. -Falei.

-Aconteceu alguma coisa? Ahn... Com você e o Justin? -Ela falou.

-Não, não. Foi a Jazzy. Caio falou pra Jazzy que sexo se fazia quando duas pessoas se cobriam, Pattie. Essa menina não foi lá, fazer a gente se cobrir? -Falei.

-OH Meu Deus! E vocês dois? -Ela falou.

-Bom, eu quase morri de vergonha, mas nos cobrimos. Vou matar aquele menino. E tivemos que falar que isso ela vai descobrir com o tempo... Ela é muito esperta! -Falei.

-É. Essa é a fase de perguntar tudo! -Ela falou.

-Sim.. Quer ajuda por aqui? -Falei.

-Bom, na verdade, eu agradeceria se você cortasse as frutas, querida. -Ela falou.

-Não hesite em me pedir as coisas, Pattie, gosto de me sentir útil. -Falei pegando as frutas e as lavando.

-Obrigada querida. -Ela falou com um sorriso aconchegador. Fui descascando as frutas e colocando em vasilhas, estávamos ouvindo rádio com música dos anos 90'. -Hmm, Jay, querida, posso te perguntar uma coisa? -Ela falou.... AI QUE MEDO! Me certifiquei que ela não estava com nenhuma faca ou objeto cortante na mão e respondi:

-Claro.

-Se não estiver confortável em responder, tudo bem... Você e Justin bem, já tiveram relações sexuais? -E a pergunta óbvia que ela ia me fazer foi feita. Processei a melhor forma de responder e a mais inteligente foi:

-Sim. -Falei com um nó na garganta.

-Mas, quer dizer, tudo bem, por mim, tranquilo. Vocês usam preservativos? -A segunda pergunta óbvia também foi feita.

-Claro Pattie, nós temos consciência. -Falei e pude ouvir ela soltando o ar, aliviada.

-Ainda bem querida, eu tive ele muito nova e não quero que isso aconteça com você. -Ela falou.

-É, eu também não quero. -Falei.

-Bom dia mãe, bom dia minha princesa. -Justin falou me dando um beijo na bochecha enquanto eu colocava as vasilhas na mesa. Ele cumprimentou a mãe e se sentou, comendo um morango. -Estavam falando sobre o que? -Justin falou mordendo o morango.

-Gravidez precoce. -Pattie falou e Justin meio que engasgou, tossindo. 

-Opa, o que foi filhão? -Jeremy falou aparecendo e indo falar com o filho. -Bom dia Pattie, bom dia Jamie. Tá bem ai, filho? -Ele falou. Retribui seu bom dia.

-To bem sim pai. -Justin falou e me olhou. Sentei ao seu lado.

-Jeremy, vem aqui um instante. -Pattie falou e eles foram para a piscina.

-Amor, porque estavam conversando sobre gravidez precoce? -Ele falou já prevendo minha resposta.

-Contei pra sua mãe que já tivemos relações sexuais. -Falei e ele riu.

-Queria ter visto a sua cara. -Ele falou. -Amor, eles vão vir conversar com a gente, sabe disso?

-Sei.. -Falei e a porta se abriu. Eles vieram até nós, Jeremy estava sério. OH GOD O.O Até ele vir e fazer um toque com Justin, sorrindo.

-Haha, meu filhão! -Jeremy falou e eu me segurei para não gargalhar. -Jay, sua mãe sabe? -Ele perguntou piscando para mim.

-Bom, ela deve imaginar, mas não contamos não. -Falei. Ambos sentaram em nossa frente.

-Filho, você vai fazer isso. -Pattie falou e Jeremy concordou.

-Não quero morrer! -Justin falou. -Isso é necessário? -Ele falou morrendo de medo.

-Assuma seus atos, filho. -Jeremy falou. -Qual é! Fazer faz mas na hora de enfrentar a mãe dela corre feito um bebezão.

-Ok, ok, eu falo. -Justin falou.

-E vocês, tenham cuidado, por favor, Jay, se ele teimar em não colocar, o obrigue ou pare na hora. Isso não é brincadeira. -Pattie falou e Justin riu.

-Mãe, não se preocupe, eu não esqueço e não sou retardado de não colocar e ela me lembra também. -Justin falou.

-E sabe vocês não precisam ficar envergonhados nem coisa assim, só se proteger. E se quiser que eu compro, eu compro. -Jeremy falou.

-Só cuidado essa semana, as crianças estão aqui e não seria muito legal elas ouvirem alguma coisa. -Pattie falou e eu e Justin rimos.

-Na verdade pai, eu me sinto mais homem indo na farmácia comprar. -Justin falou sorrindo. Revirei os olhos.

-Isso ai filhão! -Jeremy falou e nós 4 rimos. -Os tempos da mão acabaram. -Jeremy falou e eu gargalhei, assim como Justin. -E pelo menos você, não é gay!

-Hahahaha, pai, eu não sou gay. Definitivamente não. Sou Jay? -Ele falou e os três olharam para mim.

-Não, não é. -Falei mordendo o lábio inferior e fitando o chão. Eles riram.

-Vocês dois tem escola! -Pattie falou vendo o relógio. 7:20!!!!

-Droga! -Falei levantando. -Vem mula! -Falei e Justin correu atrás de mim. Subimos correndo e pegamos nossas mochilas.

-Nós fizemos mesmo isso? -Justin falou.

-Acho que sim, bom, pode ser um sonho. -Falei.

-Não é. Eu me belisquei faz uns 5 minutos. -Ele falou e descemos.

-Então é verdade Jus. -Falei sorrindo.

-Que medo... O que você acha que a sua mãe vai falar, amor? -Ele falou e passamos pela cozinha. -Tchau mãe, tchau pai, a gente come na escola.

-Tchau Pattie, tchau Jeremy. -Falei.

-Comam crianças, tchau até de tarde. -Pattie falou.

-Tchau bebês, juizo. -Jeremy falou e fomos correndo para a garagem. Abri seu carro e já entrei para dirigir.

-O que pensa que vai fazer? -Ele falou.

-Hmm Dirigir! -Falei.

-Não, o meu carro, eu dirijo. -Ele falou e eu o olhei incrédula.

-Entra aqui agora. -Falei.

-Eu vou dirigir. -Ele falou.

-Entra. -Eu falei ameaçadora e ele entrou.

-Troca de lugar comigo. -Ele falou e eu liguei o carro. -Jay é sério! -Tirei o carro da garagem e nem dei bola pra ele. -Para de ser teimosa!

-Para você de criancice, se não eu bato essa porra de carro. -Falei sorrindo cínica.

-Você que é uma criança. -Ele falou e eu fingi não ouvir. Acho que ele levaria uma multa por excesso de velocidade.. Mas depois eu pago. Estacionei o carro e ele não desceu. Mandei um beijo no ar e entrei na escola. Minutos depois já o senti atrás de mim.

-Eu te odeio. -Ele falou entrando na sala e indo para seu lugar. Sentei no meu e o sinal tocou logo em seguida.

 

[...]

 

Pegamos os lanches e fomos para as arquibancadas. A trupe toda.

-Nossa família está bem grande. -Tay falou.

-Taylor, estamos falando de comida!-Katy falou.

-Vish... TPM. -Demi falou e recebeu um tapão de Katy. Ri e percebi Justin vindo até nós. Ele tinha ficado pra trás.

-Hey minha garota. -Ele falou sentando do meu lado.

-Oi. -Falei indiferente.

-Desculpa pelo show, mas eu gosto de dirigir. -Ele falou.

-Tá bom. -Falei sorrindo torto, fitando o campo. Ele suspirou pesado e me puxou pela cintura, me aninhando em seu peito

-E eu não te odeio. -Ele falou sorrindo leve.

-Eu sei.. -Falei sorrindo também.

-Vocês são muito melosos. -Chaz falou.

-Ah solteiro, cala a boca que eu sei que você quer isso também. -Justin falou.

-Cala a boca. -Chaz rebateu.

 

[...]

 

O resto do dia na escola foi tranquilo, até eu dizer para Justin que minha mãe estava nos esperando para almoçar com ela.

-Eu não vou! -Ele falou pela 135674534321524635746847536452 vez dentro do carro.

-Vai sim! No máximo ela vai falar pra você ter cuidado. -Falei rindo.

-Sua mãe é brincalhona.. Mas não sei! -Ele falou morrendo de medo.

-Cala essa linda boquinha e relaxa. -Falei e vi que chegamos. -Vamos.

-Ai caralho.. -Ele falou quando passamos pela porta e avistamos minha mãe.

-Fica quieto, para de tremer! -Falei e fomos até ela, que levantou e nos cumprimentou.

-Ainda bem que chegaram, eu estou com fome. -Minha mãe falou sorrindo.

-Eu também. O Justin que ficou enrolando. -Falei.

-Você que ficou conversando com a Demi. -Ele falou e o garçom veio falar conosco, o mesmo daquele dia... Soltei uma risada baixa e desejei nunca ter pedido seu telefone.

-Boa tarde. -Ele falou educado e minha pediu o que iriamos comer. Justin fez questão de entrelaçar nossos dedos e colocar nossas mãos em cima da mesa.

-Pattie me disse que vocês queriam falar comigo, era só ir lá em casa de noite, mas ela falou que vocês iam querer com as crianças, e não tem nenhum problema agora pra

mim, você sabe filha. -Ela começou a tagarelar. -Mas Justin me parece nervoso e isso só me diz que você vai ser mãe. -Ela falou.


Notas Finais


çsladjaçksjda e ai meninas?? como acham que a mãe dela vai reagir?? asdajsldjalsd
FELIZ DIA DOS NAMORADOS PRA VCS <3
Eu tenho um relacionamento com o mesmo cara a 4 anos, vcs devem conhecer ele, um tal de Justin sabem? então :33333
askdjalkdjlajdlkajsdjalskjd
ah mds, amanhã é quimica.....
fudeu legal :D
bom, até amanha minhas lindas <3 amo vcs :3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...