História Pretty Reckless - Capítulo 68


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber
Personagens Chaz Somers, Demi Lovato, Justin Bieber, Katy Perry, Taylor Lautner, Taylor Swift
Tags Colegial, Festas, Justin Bieber, Romance
Visualizações 518
Palavras 1.698
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Escolar, Esporte, Famí­lia, Festa, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


"Eu sempre vi as meninas correndo atrás de mim
Mas elas realmente não sabem como eu sou
Eu sou engraçado, talentoso e estúpido"
-I Am Your Man, Justin Bieber

Capítulo 68 - Confusões


Fomos para a areia perto do mar e demos um espaço para podermos jogar. Ficamos jogando por cerca de 10 minutos e Justin olhava para o meu lado cerca de 56534225464756543 vezes por minuto.

-O que foi? -Falei rebatendo a bolinha.

-Sobre o que? -Ele disse.

-Você fica olhando pro meu lado. -Falei.

-Cada homem que passa desce o olhar pra sua bunda. -Ele falou bravo.

-Eu falei pra você sobre esse biquíni. -Falei.

-MAS EU ESTOU AQUI, ELES NÃO ESTÃO VENDO? -Justin falou nervoso, assim que olhou para um homem que passou.

-Eles não se importam com isso. -Falei.

-E aí gata. -Um cara falou ao passar por mim, tá ele era bem gato, não tinha como não olhar.

-VOCÊ É LOUCO, CARA? -Justin falou indo pra perto do cara. Pode ser em qualquer língua, mas Justin sabia que o cara falou algo.

-Essa criança é seu namorado? -O cara burro.

-É, porra. -Falei indo até eles, em português.

-Ah, você não é gringa, claro. -Ele falou sorrindo.

-O QUE TÁ ACONTECENDO? -Justin falou.

-Justin, calma! -Falei entrando na frente e o afastando.

-O que ele falou?

-Se você era meu namorado.

-E antes disso?

-Me cantou..

-EU VOU QUEBRAR SUA CARA. -Justin falou pro cara, tentando me tirar do caminho.

-PARA! -Falei o afastando mais.

-Vai por o shorts. -Ele ordenou. -Agora.

-Vai se controlar? -Falei e o cara foi embora assustado.

-Se você colocar a merda do shorts, sim. -Ele disse rude. Não vou brigar com ele, fui pra cadeira e coloquei o shorts.

Me virei para ver Justin e ele tinha sumido, só havia as raquetes e as bolinhas no chão..

MEU NAMORADO SUMIU! NUM PAIS QUE ELE NÃO SABE NADA! PORQUE ESSE MOLEQUE FAZ ISSO??????????????? AAAAAAAAAAAAAAAAH FILHA DE UMA PATTTTIE BOA E AMÁVEL! E AGORA? SAIO DAQUI? VOU ATRÁS? ATRÁS DA ONDE?

Fiquei olhando pelo mar onde tinhamos ido. Procurei na lanchonete e nada, dei umas andadas e a única coisa foi: salva-vidas.

-Moço, você viu um homem, 18 anos, bonito, bem branco, tem tanquinho formado, shorts azul e preto, ahhhn, cabelo no tom castanho claro, ele não é daqui.. -Falei tentando dar o máximo de informações.

-Ele era magro? E alto? -O cara falou dando uma olhada pelo binóculo.

-Sim! Assim mesmo! -Falei.

-Ele entrou no mar. -O cara falou dando um sorriso.

-Ah Graças a Deus! Ele não é daqui, fiquei com medo dele se perder. Obrigado. -Falei e ele assentiu. Voltei pra minha canga e me sequei, passando mais protetor em seguida. 

Eu realmente não via Justin. Eu estava com um pouco de sono, mas se dormisse, ia ficar um camarão! A praia tinha ficado mais cheia e eu estava preocupada com Justin. Quando ele foi buscar água, com um baldinho, parecia uma criança e duas vadias já apareceram, imagina ele por ai sozinho????? Finalmente o avistei, saindo do mar e vindo até mim.

Levantei e fui a seu encontro.

-Podia ter me avisado que ia sumir! -Falei.

-Desculpa, eu só fui mergulhar. -Ele falou e foi pra canga. Voltei pra lá também e ele estava deitado, com a mão no rosto e a barriga pra cima. Peguei uma toalha e fui seca-lo.

-O que você tem? -Falei passando a toalha por seu abdômen.

-Nada. -Ele murmurou. Ficamos em silêncio e eu joguei a toalha de volta na cadeira. -Desculpa, eu to irritado.

-Ei, -Falei tirando a mão de seus olhos. -Eu sou sua. -Falei e o beijei. Ele retribuiu se sentando e me colocando em seu colo.

-Eu te amo. -Ele falou cessando o beijo.

-Eu te amo. -Falei sorrindo. -Quer ir embora? Tem mais coisa pra se fazer por aí. -Falei.

-A gente pode ficar se você quiser.

-Tudo bem se a gente for. -Falei.

-Então vamos. -Ele falou e eu o senti mais aliviado. Levantamos da canga, a guardei na minha bolsa enquanto Justin ia devolver as cadeiras e o guarda-sol. Joguei os lixos no cesto de lixo e agradeci o casal.

-Vamos? -Jus falou quando voltou.

-Vamos no chuveirão primeiro. -Falei e ele assentiu, me seguindo até o local. Justin entrou primeiro e se lavou, pedi pra ele segurar as coisas e se enxugar enquanto eu me lavava. Decidimos que iriamos para algum shopping, assim mesmo, com o biquíni por baixo da roupa que viemos.

-Compensa alugar um carro? -Ele perguntou quando atravessamos a rua.

-Então amor, tem ônibus, que eu não farei isso com você, e tem táxi, que é caro. -Falei.

-Então? Vamos alugar um? -Ele perguntou.

-Podemos. -Falei. -Espera, vem. -Falei avistando uma agência de cambio e fomos até lá. Consegui tirar dinheiro da minha conta e trocar para real. Justin tirou uma quantia e então entramos em um táxi, que nos levou para um shopping. Pagamos e entramos no tal shopping.

-Legal. -Ele falou sorrindo.

-Porque? -Falei intrigada.

-Só achei legal, minha pequena. -Ele disse passando o braço entorno de minha cintura.

-Quer comer alguma coisa? -Perguntei.

-Sorvete. -Ele falou. Sorri e fomos até um dos McDonalds e pegamos 2 McFlurry. Depois fomos para uma loja de roupas. Peguei vários shorts e blusinhas, e fui para o provador.

-Não demora. -Jus falou sentando no banquinho de espera.

-Eu nunca demoro! -Falei entrando no provador. De 5 shorts, 2 ficaram muito curtos. Separei eles para devolver. E de 6 blusas, 2 ficaram estranhas. Demorei 30 min. para experimentar tudo isso. Devolvi as peças pra moça e Justin estava cochilando no banco. Fui até ele e ri, o cutucando.

-Amor!

-Ahhh, oi. -Ele disse abrindo os olhos.

-Você tava cochilando?

-Você demorou muito! -Ele falou levantando. -Ficou bom, amor? -Ele falou se referindo as peças.

-Sim, vamos pegar algum biquíni. -Falei indo até a seção. Justin se sentou novamente e coloquei as roupas em seu colo.

-Esse?-Falei pegando um biquíni azul .

-Pequeno. -Ele falou e eu devolvi.

-Esse? -Vermelho.

-Olha o tamanho disso, Jay. -Jus reclamou e eu coloquei na prateleira.

-Assim? -Falei pegando um marrom.

-Cor feia.

-Esse? -Mostrei.

-E em cima? -Ele disse e mostrei. -Realçará demais seus seios.

-Assim? -Mostrei.

-Bom.. -Joguei em cima dele.

-Tcharan? -Mostrei outro. 

-Lindo vai. -Ele sorriu.

-Já está bom. -Falei indo até ele e fomos pro caixa.

Saímos da loja e Justin queria porque queria comer brigadeiro de novo. Fomos então atrás de algum lugar que vendesse brigadeiro, e realmente, achamos. Era uma loja SÓ de brigadeiros! Perfeita não? Justin comeu cerca de uns 5 brigadeiros. Grandes! Mas eu também.

-Quero mais. -Ele falou pra mim.

-Nada disso, tá bom. -Falei.

-Mas eu gosto. -Ele falou enjoadinho.

-Amor, você pode passar mal.

-Mas bebê. -Ele falou com cara de criança.

-Só mais um! -Falei levantando.

-Eba! -Ele gritou. Ri e fui pedir mais um brigadeiro.

A tarde passou rapidamente, porque ficamos vendo cada loja do shopping e Justin comprava algo em todas elas. "Guardar lembranças daqui" ele falava. Quando saímos do shopping, já escurecia, e por causa do horário de verão, eram 8 horas ainda. Pegamos um táxi e fomos para o apartamento.

-A gente vai sair de novo. -Justin falou quando abri a porta.

-Pra onde??? -Perguntei.

-Jantar, em um restaurante, eu já reservei. -Ele disse me abraçando pela cintura.

-Ahhn que delícia. -Falei lhe beijando. Suas mãos já tiravam minha blusa e eu a dele.

-Vamos pro banho. -Ele disse e piscou, me levando para o banheiro. Segundos depois eu já estava só de biquíni e Justin só com sua sunga. E que sunga.. O despi completamente e ele fez o mesmo, e interrompeu o beijo, ligando o registro da banheira.

-Hmm que romântico você, João. -Falei rindo.

-Claro, implicante. -Ele falou e jogou um dos sabonetes liquido dentro da banheira e também sais. -Vai ficar ai? -Ele falou entrando e se deitando.

-Espera. -Falei saindo do banheiro e indo pra mala. Peguei algumas camisinhas e voltei pro banheiro. -Eu sou precavida. -Falei entrando na banheira. Sentei em seu abdômen, fazendo Justin se sentar um pouco também. Ele tirou a mão da água e passou por meu corpo, me fazendo arrepiar. Ele a molhou novamente e passou a mão em meu rosto. Fiz o mesmo nele e tomei seus lábios, o colocando nos meus. Suas mãos encaixaram em minha cintura, tentando afasta-la para mais pra baixo. Senti minha intimidade em cima de seu membro. Justin desceu o beijo para meu pescoço, fazendo um percurso de beijo até meus seios, onde ele os abocanhou. Minhas mãos puxavam seu cabelo. Ele parou o que estava fazendo e percebi que a banheira iria transbordar.

-DESLIGA! -Gritei.

-Calma! Não tá querendo parar! -Ele falou tentando fechar o registro.

-AAAAAh. Desliga essa porra Justin! -Gritei.

-NÃO TÁ INDO AMOR! -Ele disse tentando fechar.

-TÁ GIRANDO PRO LADO ERRADO, SUA ANTA! -Falei girando pro outro lado e foi diminuindo. Ele começou a rir. -Animal.

-Foi mal amor. -Ele falou rindo. -Cadê?

-O que? -Falei.

-A camisinha.. -Ele falou como se fosse óbvio.

-Ahhh tá. -Falei pegando o pacotinho e ri. Ele abriu e colocou em seu membro, completamente ereto. Fiquei olhando.

-Amor... -Justin falou e eu o olhei. -Hipnotizou?

-Aham. -Falei sem graça e ele riu, me beijando em seguida. Dessa vez, ele me levantou pela cintura, fazendo seu membro me penetrar. Era meio difícil de se mexer dentro dessa banheira, mas era bom, a água dava uma sensação gostosa. Justin arranhava minha coxa enquanto seus lábios estavam em meu pescoço. Gemiamos bem alto até. Ficamos naquele vai e vem até Justin amolecer dentro de mim e eu me satisfazer também.

-Eu fico cada vez mais viciado em você. -Justin sussurrou em meu ouvido. Sorri e me levantei.

-Vamos terminar? -Falei.

-Que fogo em? -Ele falou levantando.

-Estou falando do banho Justin! -Falei.

-Ahhh que pena.. -Ele falou e fomos pro box, terminar o banho. Que foi um tanto rápido. Depois, voltamos pro quarto e nos trocamos. Eu coloquei isso, e Justin estava assim.

-Amor, depois de amanha, vamos pra SP, né? -Ele falou.

-Sim, por mim, sim. -Falei sorrindo. Eu queria ir pra lá de novo.

-Tá.. Pronta? -Ele falou.

-Sim. -Falei e fomos pra fora do apartamento, de mãos dadas. Descemos e pedimos por um táxi na recepção. Cerca de 5 minutos depois, o táxi chegou.


Notas Finais


ai :c último capitulo amanhã? :,c
ok né :/
me digam o que acharam :3 é importante para mim <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...