História Prey - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Got7
Personagens BamBam, Jackson, JB, Jinyoung, Mark, Personagens Originais, Youngjae, Yugyeom
Tags Bambam, Got7, Jackson, Jinyoung, Mark, The Nbhd, Youngjae, Yugbam, Yugyeom
Visualizações 1
Palavras 1.353
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Essa historia é totalmente fictícia;
Se passa por volta dos anos de 1850;
NÃO tenho nenhuma intenção de insentivar qualquer coisa que aconteça na fanfic, algumas coisas eu estou usando apenas para retratar o período em que a historia se passa.

Espero que gostem, essa é minha primeira fanfic.

Boa leitura

Capítulo 1 - Yugyeom, o melhor irmão do mundo


Fanfic / Fanfiction Prey - Capítulo 1 - Yugyeom, o melhor irmão do mundo

Já era tarde e como sempre a insônia me fazia companhia, eu andava em direção ao jardim da minha casa, gostava de ficar lá sentindo o vento frio bater no meu rosto em quanto estava num balanço e observava um canteiro de flores que um amigo avia plantado pra mim quando éramos mais novos, já fazia um tem que eu não o via.

- Filha o que faz aí? Já é tarde e amanhã terá um jantar muito importante para seu futuro.

- Importante só se for pra você e o papai né.

- Não fale assim nós só estamos fazendo isso para o bem do seu futuro.

- Vocês só estão fazendo isso pelo dinheiro! - falei indignada pois sabia que era verdade.

- Não fale isso, só queremos que tenha um bom futuro e seja feliz.

- Se vocês querem que eu seja feliz então me deixe fazer minhas próprias escolhas!

- Escolhas? - ela riu irônica - acha que eu escolhi casar com seu pai? Nós já decidimos você vai casar com o general Tuan.

- Só porque aconteceu com você aí você quer que eu também passe pela mesma coisa? Eu não quero me casar agora e ainda mais com uma pessoa que nem ao menos conheço.

- Você não tem querer e o jantar de amanhã vai ser para isso, para vocês se conhecerem.

- Por favor cancele isso eu não quero me casar agora.

- Não vamos continuar com essa discursão, você vai sim casar com o general. Agora entre e vá para seu quarto você precisa ter uma boa aparência amanhã.

- Aishi!- eu comercei a andar e a cada passo era como se meus pés afundasse no chão de tanta raiva que eu sentia e minha lagrimas começaram a escorrer pelo meu rosto.

Eu andava pelo corredor em direção ao meu quarto avistei meu irmão mais velho escorado na porta do meu quarto, eu aprecei meus passos em direção a ele e o abracei forte

- Yugyeom eu não quero me casar!- falei soluçando pois meu choro aumentava ainda mais.

- Calma - ele abriu a porta do meu quarto e me levou até a minha cama me pondo sentada nela - você precisa se acalmar- ele passava as mãos pelo meu rosto tentando enxugar as lagrima que não parava de cair.

- Eu não quero me casar, eu não quero! - eu chorava ainda mais

- Eu também não quero que você se case, eu tentei convencer nossos pais mas não deu certo, me desculpe.- ele parecia triste

- Não precisa se desculpar, eu sei que tudo isso é culpa deles, eles só estão interessados no dinheiro. Não pensam nem ao menos como eu me sinto com isso.

- Eu sei, tenho raiva deles por isso. Mas você precisa se acalmar se não vai acabar entrando em estado de choque.- ele falou se levantando - vou preparar um banho quente pra você, já volto.- eu mexi minha cabeça positivamente.

Quando ele terminou de preparar foi até mim pegou minha mão e me guiou até o meu banheiro, eu ainda continuava chorando, ele começou a tirar o laço do meu vestido e a desbotoar os botões das costas, o vestido caiu sobre meus pés deixando meu corpo exposto e ele me ajudou a entrar na banheira.

- Enquanto você toma banho eu vou na cozinha pegar algo pra você comer, tudo bem? - ele perguntou com um sorriso leve

- Eu não estou com fome. - falei um pouco mais calma

- Tem certeza que não quer comer? - ele se abaixou para ficar mais perto de mim e acariciou meu rosto

- Sim. - mergulhei meu rosto na água ficando alguns minutos debaixo, depois subi novamente.

- Sinto muito por está acontecendo isso com você.

- Não sinta você não tem culpa de nada, quem deveria sentir era nossos pais - falei com minhas mãos deslizando sobre seu rosto macio que estava com uma aparência triste. - pega minha toalha para mim ?

- Sim - ele se levantou pegou a toalha e estendeu na minha frente para me enxugar.

- Vou pegar algo para comer. - ele falou saindo do banheiro e em seguida do meu quarto.

Eu já estava vestida quando ele voltou com um prato com pão,geleia de morango e um copo de suco.

- Eu disse que não estou com fome.

- E eu falei que era para você? - ele deu um sorriso e se sentou do meu lado me entregando o copo de suco

- Vou beber porque eu não quero que você beba- ele sorriu e colocou o pão com geleia na minha boca. - não sou bebê. - falei com a boca cheia

- É sim - ele falou apertando minhas bochechas

- Não sou, você que é - apertei as bochechas dele

- Eu sou mais velho que você - ele esticou a mão com outro pão para eu comer

- Não quero mais.- falei rejeitando o pão e entreguei o copo para ele.

- Está bem então. - ele se levantou e saiu do quarto.

Me deitei na cama e eu já estava cochilando quando sinto o Yugyeom me dando um beijo na bochecha

- Tenha uma boa noite.

- Fica por favor - falei segurando sua mão para que ele não fosse

- Tudo bem - ele se deitou na cama comigo e evolveu um de seus braços pelas minhas costas e eu deitei a cabeça em seu ombro.

- Obrigada.

Com o Yugyeom do meu lado me sentia melhor, ele sempre era doce e carinhoso comigo, estava sempre cuidando de mim bem mais que meus próprios pais e ele sem duvidas era a pessoa mais importante pra mim e isso era mais umas das coisas pelo qual eu não quero me casar, eu perderia o contato diário com o Yugyeom, eu não o teria do meu lado sempre que precisasse, eu me destruía toda por dentro só de pensar nisso.

***

O dia amanheceu e logo começou os preparativos para o jantar, minha mãe não saia do meu pé me ajeitando e falando o que deveria ou não fazer e eu não suportava isso.

As horas foram se aproximando do jantar e minha mãe me fez vestir um vestido bem extravagante preto que tinha um decote nos seios. Eu estava sentada na minha cama tentando respirar com aquele vestido quando o Yugyeom apareceu

- Estou ridícula não estou?

- Está linda como sempre - ele sentou do meu lado

- Estar parecendo que estou desesperada para me casar logo com esse vestido e toda essa maquiagem, eu odeio isso.

- Ei, eu vou estar do seu lado o tempo todo pra te ajudar.

- Eu não sei o que seria de mim nessa casa sem você, Yugyeom.

- Eu sei que você não viveria sem mim - falou fazendo um biquinho mínimo e depois sorrindo

- Pior que é verdade - dei um leve sorriso

- Vamos não seja tão dramática - ele falou me sacudindo na tentativa de me animar

- Não estou sendo dramática. Nesse jantar vão estar negociando meu casamento como se eu fosse um objeto qualquer e... - fui interrompida por uma das mulheres que trabalha para minha mãe, ela chegou no quarto avisando que a família Tuan avia chegado e depois saiu - ai Yug eu não quero...

- Calma, eu vou estar com você o tempo todo e outra você não vai se casar hoje então até lá ainda podemos da um jeito. - eu assenti com a cabeça e ele se levantou e fez sinal para que eu me levantasse também passei meu braço pelo braço dele e começamos a andar em direção a sala onde todos estavam.

Eu estava com raiva, nervosa e desconfortável por toda essa situação que meus pais estavam me fazendo passar, minha vontade era de fugir dali com o Yugyeom pra sempre mas eu sabia que meu pai mandaria soldados atrás da gente e eu não queria que o Yugyeom abrisse mão das coisas que ele gosta por minha causa.


Notas Finais


Obrigado por ler até aqui.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...