História Primary Teacher - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Bottom!jimin, Kookv, Minjoon, Namin, Rapmin, Sope, Sugahope, Taegguk, Taekook, Top!namjoon, Vkook, Yoonseok
Visualizações 533
Palavras 996
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Droubble, Ecchi, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Shonen-Ai, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Pansexualidade, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Editado: 22/04/17

Capítulo 1 - Beautiful eye smile


KIM NAMJOON

Eu sou um bom amigo, afinal, sempre dou bons conselhos - por mais confusos e demorados que sejam -, não ligo quando reclamam de minhas manias e fico calado - quase - todas as vezes, cuido do filho de Jeongguk e Taehyung quando eles precisam sair para ter uma "conversa de adulto" sem interrupções em um "lugar de adulto", cuido de Hoseok quando sua alergia ataca, ouço Yoongi xingar meio mundo quando chega em casa, provo as experiências de SeokJin na cozinha e cuido do animal de estimação de cada um - isto inclui o filho de Taegguk - quando eles saem de casa e esquecem de deixar comida e água.

Mas tudo isso é em vão.

Eu estar saíndo de um dia cansativo da faculdade e indo em direção à uma escola primária às seis horas de uma sexta-feira é prova disso.

Taehyung me ligou no meio de uma prova importante perguntando se eu não podia buscar Cheng na escola, já que Jeongguk estava passando mal.

Passando mal? Tenho certeza que eles estavam tendo uma rapidinha no banheiro e quando se deram conta tinham esquecido de seu filho, então, nada mais fácil do que pedir à Kim Namjoon, certo?

Eu tenho culpa nisso, afinal sou bonzinho demais e solteiro.

Se eu tivesse um namorado ou uma namorada, podia dizer que estávamos ocupados ou que ele precisava de mim para algo e se eu fosse menos bonzinho, podia dizer que eu faço tudo por eles e que isso está passando dos limites.

Mas além de bonzinho e solteiro, eu sou trouxa.

Tenho certeza que se eles pedissem à Yoongi, o mais velho iria mandá-los para algum lugar bem distante - Para não dizer que ele os mandaria para puta que pariu - e fazer um discurso sobre com eles precisam ter responsabilidade com o chinês-mirim que eles passaram meses preenchendo papeladas e recebendo assistentes sociais para adotar, caso recorressem ao namorado de Yoongi hyung, nosso digníssimo amigo Jung Hoseok, ele iria apenas rir e mudar o assunto, como sempre fazia quando alguém pedia algo que ele não queria fazer, se pedissem à Jin hyung ele iria, mas este sempre está colado com seu namorado, Hunchul, e ninguém gosta dele ou o acha boa influência.

Resumindo tudo, Kim Namjoon não namora e é interrompido no meio de uma prova só para terminar de demolir suas notas, tem que buscar criancinhas chinesas na escola primária e não tem carro, ou seja, Kim Namjoon só se fode.

Suspiro com as mãos nos bolsos de meu casaco e passo pelo portão em direção ao pequeno prédio à alguns passos de distância, entro no mesmo e me deparo com uma sala de espera, que estaria vazia se não fosse pelo pequeno chinês, Cheng está sentado balançando seus pézinhos que não alcançavam o chão e um formato triste nos lábios.

"Tio Namjuva chegou" Digo e o pequeno levanta seu rosto.

"Péssima piada, vamos logo" Ele levanta da cadeira e joga sua lancheira nas costas.

"Eu vivi vinte e três anos de minha vida para ver um fedelho de cinco anos debochar de minhas piadas" Falo incrédulo e pego sua mochila de rodinhas.

Iria me virar para ir embora junto do pigmeu chinês mas aquele cara de cabelos rosas me chamou atenção assim que passou pela porta que ligava à sala de espera ao corredor, ele abriu um sorriso na minha direção assim que me viu.

Ele me conhece!

Ele me conhece?

Por que ele está andando até aqui?

Quem é ele?

Eu vou passar mal!

"Olá" Ele diz e eu posso ouvir sua voz, que por sinal era bela "Sou Park Jimin, professor do Cheng, o senhor deve ser o marido de Taehyung."

"Ah não, graças a De... Não sou, sou só um amigo da família" Sorrio amarelo percebendo a merda que ia falar.

"Meus pais também não são muito bons da cabeça, aí eles são amigos" O pequeno comenta e eu sinto vontade de enrolar sua boca com silver tape.

Não negava os pais que tinha.

"Sou Kim Namjoon" Digo ao garoto e ele sorri.

"Ah sim, nunca vi o tal Jeongguk" Ele se justifica "Acho que já ouvi falar de você, eu e Taehyung costumamos conversar bastante."

"Espero que não tenha ouvido nada demais"

"Só que você quebra as coisas facilmente e seus amigos têm medo de você chegar perto deles"

"Ainda não sei como eles me deixam ficar perto dessa criança" Digo e Jimin ri, só assim percebo que ele tem um belo eye smile que o deixa mais atraente e incrívelmente fofo.

"É normal, também sou assim só que... Estou tentando te ajudar, mas não consigo" 

"Deixa isso pra lá" Falo e abaixo minha cabeça sem graça.

Ele é bem gato.

O que eu faço?

Estamos flertando?

"Sabe, Taehyung-ssi também me disse que você está solteiro e é um cara legal" Jimin diz jogando um verde.

Definitivamente estamos flertando.

"Obrigado..."

"Não tem de que... Bem, tenho que arrumar minhas coisas e ir para meu apartamento, como moro sozinho, não tenho quem arrumar as coisas para mim e preciso fazer isso" Ele diz bem humorado e eu só consigo sorrir como um idiota olhando para ele "Até mais, NamJoon-ssi"

"Até" Digo isso com uma voz abestada e me viro de costas, começo a andar com Cheng ao meu lado, até que sinto uma coragem inesperada e torno a ficar de frente para o homem de cabelos rosas "Jimin, você quer-"

"Amanhã às oito"

"Eu te busco aonde?" Pergunto tentando conter minha surpresa.

"Me dê seu celular e ponho meu número" Jimin diz e eu estou um pouco estático, ele precisa me olhar como se dissesse "então?" para que eu pegue meu celular e o entregue, quando dou o o aparelho em suas mãos percebo o quão fofas elas são.

"Prontinho, me ligue ou mande uma mensagem assim que chegar e combinamos melhor nossa saída" 

"Ok, Jimin, até amanhã"

"Até, NamJoon" Ele responde um um sorriso nos lábios.

 


Notas Finais


Annyeonghaseyo ^^
Então, espero que tenha ficado tudo certinho e que vocês tenham entendido o plot, vamos lá aos avisos inciais:
1. Vai ser uma fanfic pequena, não esperem muitos capítulos.
2. Eu sou muito apaixonada por esse ship, gosto de namjin e tudo mais, só que sei lá, minjoon aaa
3. Estou aberta à sugestões e críticas.
4. Não esperem drama e ação dessa fanfic, ela é fluffy e está aí pra você que gosta de romance e lemon, se quiser putaria e ação leia the stripper, se quiser drama e mistério What Comes With Winter...
5. Eu não tô muito certa de que não vá rolar um mpreg futuramente... Isso depende de vocês, não vou fazer algo que não agrade à todos.
6. Acho que é só isso sahushsuahsuh
Enfim, espero que gostem e me acompanhem nesse novo projeto <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...