História Primavera - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Sugamin, Taekook, Vkook, Yaoi, Yoonmin
Visualizações 39
Palavras 377
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishounen, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Famí­lia, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 1 - Prólogo


Quanto tempo mais

    Terá de cair a neve

Para os dias de primavera chegarem ?



 

                           19 de janeiro, 9:47



 

Eu amo o inverno.

Porém, dias de primavera são simplesmente agradáveis.

É calmo, sereno, nem tão frio, nem tão quente. Do jeito que eu gostava das coisas.

Levanto de minha cama, vou até a janela. Flocos de neves estão caindo calmamente lá fora.

Dou um longo suspiro.

Uma lágrima escapa sem permissão de meu olho esquerdo.

 

Ela adorava tudo isso.

As coisas mais pequenas, até as grandes. As mais normais, até as mais peculiares.

Ela tinha amor por tudo.

 

Até nele.

Ele, que visivelmente só habitava ódio em seu coração.

 

Ele que a maltratava mesmo estando com feridas.

Feridas que não se fechavam.

 

Meu pai apenas via minha mãe morrendo, naquele pequeno quarto empoeirado e sem vida, enquanto o câncer se espalhava por seu pulmão.

 

Mas ele não é o único culpado.

Eu não pude fazer nada para ajudá-la na época. Eu era tão novo, tão inútil. Só chorava.

 

Quando minha mãe morreu, uma parte de mim morreu junto. Tudo ao meu redor passou de ruim para terrível.

 

Meu pai só me espancava, e me usava como empregado.

 

Até que eu fugi de casa.  

 

 

                                 1 de janeiro, 6:30

 

O alarme dispara tocando  aquela musiquinha irritante - que eu não entendo o porquê de ter colocado - do PPAP. Levanto da cama murmurando uns palavrões aleatórios, e pego meu celular vendo as horas.

 

Puta que pariu de quatro na banheira.

 

Era 6:30 e eu tinha que fazer cosplay de flash, se eu não quisesse chegar atrasado no primeiro dia de aula.

 

Levanto da cama de supetão e acabo escorregando no lençol, me fazendo cair de cara no chão.

 

Ah, hoje vai ser um ótimo dia.



 

                                  1 de janeiro, 7:14

 

Consigo chegar na escola a tempo do portão não fechar.

Normalmente eu odeio andar rápido, mas nesse momento eu não tinha muita escolha. Olho no mural minha sala, e corro para mesma, porém sou impedido quando um retardado esbarra em mim, me fazendo cair de bunda no chão.

 

O mundo tá conspirando contra mim, segunda vez que eu caio hoje, mas que porra.

 

-QUAL O SE... - Eu travo, quando olho para o baixinho a minha frente.  



                  Uau, que gato.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...