História Primeira Vez – Jeon Jungkook (One-shot Jungkook Hot) - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jungkook
Tags Bangtan Boys, Bts, Jeon Jungkook, Jjk, Kookie, One-shot
Visualizações 567
Palavras 1.308
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Hentai, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Espero que gostem e boa leitura! 😘

Capítulo 1 - Capítulo Único.


Fanfic / Fanfiction Primeira Vez – Jeon Jungkook (One-shot Jungkook Hot) - Capítulo 1 - Capítulo Único.

Primeira Vez.

Sensações tão intensas quanto as do nosso primeiro beijo, era tudo o que me dominava naquele momento. As mãos habilidosas de Jungkook arrastavam-se pela minha pele, arrepiando cada centímetro do meu corpo de uma forma que somente ele conseguia.

– Está gostando? – Sua voz doce perguntou, arrancando um gemido manhoso da minha parte como resposta. – Nem fomos tão longe assim...

Os lábios de Jungkook desceram pelo meu pescoço, passando pelo meu colo, seios, barriga, parando pouco abaixo do meu umbigo, onde ele mordeu com certa força, fazendo-me gemer arrastado, agarrando seus fios escuros e puxando-os firmemente.

– Kookie... – Mordi meus lábios em aprovação quando ele colocou minha calcinha de lado, soprando minha intimidade.

– Você gosta disso? – Sua respiração quente chocava-se contra minha região íntima, deixando meu corpo cada vez mais quente e necessitado.

Jungkook, vendo que eu não diria nada, mordeu minha coxa com firmeza, arrancando mais um gemido rouco de mim, que acabou se prolongando no instante em que senti seus lábios contra a minha intimidade.

Sem conseguir lutar contra aquilo, simplesmente deixei que a sensação me consumisse, Jungkook sabia exatamente o que fazer para arrancar gemidos roucos de mim, movendo seus lábios freneticamente contra a minha região sensível, me deixando cada vez mais entregue e perdida em meio as suas carícias.

Suas mãos subiram pelas minhas pernas, acariciando e apertando, deixando leves beijos em minha virilha e descendo um pouco mais, beijando toda a extensão do interior da minha coxa, subindo novamente e voltando a deliciar-se na minha intimidade.

– Jungkook, eu te odeio. – Apertei o lençol entre meus dedos, sentindo sua língua aprofundar-se em meu interior.

– Você me ama, eu sei. – Riu divertido, afastando seus lábios e dando espaço para seus dedos, que, com toda a certeza, fariam um trabalho maravilhoso.

Jungkook movia seus dedos calmamente, torcendo-os ao retirá-los de mim, voltando um pouco mais rápido, repetindo o processo vezes seguidas.

– Está bom? – Fez uma expressão inocente. – Se você não me disser, eu não vou saber.

Em cada gemido, em cada centímetro do meu corpo aquecendo-se, Jungkook entendeu a resposta, forçando seus dedos um pouco mais profundo, o que me fez arquear as costas e gemer alto.

Ele subiu seu corpo, olhando em meus olhos enquanto deixava seus dedos brincarem como bem entendiam mais embaixo.

– Eu... – Mordi meus lábios com força, sentindo um discreto gosto de sangue invadir meu paladar. – Eu...

Aumentando um pouco seu ritmo, Jungkook encarou meu rosto, avaliando cada reação minha aos seus toques. Sem conseguir aguentar por mais tempo, senti o orgasmo me atingir com força, jogando minha cabeça para trás e me contorcendo, ficando levemente corada ao sentir meu líquido escorrer e melar os dedos de Jungkook.

Meu corpo estava tremulo, eu me sentia acabada, sinceramente. Usei o que me restava de força para empurrar Jungkook, sentando sobre seu colo e apoiando meus braços em seu peitoral.

Ele arrastou suas mãos pelas minhas coxas, suspendendo um pouco seu tronco e retirando sua camiseta, o que me deu total visão para seu abs pouco musculoso, porém, definido.

Abaixei meus lábios até sua barriga, mordendo e lambendo algumas vezes, direcionando minhas mãos até o zíper de sua calça, abrindo-o e tentando abaixar o incômodo tecido, sem sucesso, já que Jungkook estava deitado comigo por cima.

– Quer ajuda? – Sorriu, forçando meu corpo para cima, de forma que eu me ajoelhasse, dando espaço para que ele se remexesse e abaixasse sua calça juntamente com a cueca.

Meus lábios desceram pela sua barriga, arranhei suas coxas algumas vezes antes de me aproximar do seu membro, tocando-o e movimentando minha mão sobre o local. Jungkook jogou a cabeça para trás, afastando seus lábios e deixando um som rouco escapar.

Aproximei meus lábios de seu membro, porém Jungkook me parou, prendendo minha cabeça entre suas mãos e puxando-me para cima.

– Você não vai fazer isso, é nojento para você. – Acariciou minha bochecha.

– E- Eu quero... – Corei, fazendo Jungkook me encarar por alguns instantes.

Sem esperar pela resposta, voltei a beijá-lo, movendo minha mão sobre seu membro mais uma vez. Jungkook fechou os olhos com força, mordendo meu lábio inferior e apertando minha cintura.

Ele estava quase perdendo o controle.

Desci os beijos pelo seu pescoço, aumentando o ritmo. Minhas bochechas enrubescerão no momento em que senti o pré-gozo de Jungkook molhar meus dedos.

– Agora não... – Jungkook puxou minha mão, fazendo com que eu parasse com os movimentos.

Ele me deitou sobre os travesseiros, esticando seu braço até a pequena cômoda, abrindo a gaveta e pegando um pacotinho dourado. Devidamente protegido, ele entrelaçou seus dedos aos meus, apoiando seu corpo sobre o meu e deixando parte de seu peso cair sobre mim.

O contato entre nossa pele fazia-me arrepiar, senti a cabeça de seu membro roçar em minha intimidade e a contrai, recebendo um selinho demorado de Jungkook em resposta.

- Relaxe. – Sorriu, deslizando suavemente para dentro de mim.

A dor era horrível, senti-lo dentro de mim era um desconforto enorme. Jungkook arfou, beijando a minha testa e puxando minhas mãos para cima, mantendo-as acima da minha cabeça, ainda entrelaçadas com as dele.

Assenti, dando sinal para ele se mover, talvez me arrependendo imediatamente ao sentir a dor piorar.

Gemi baixo, o que fez Jungkook descer sua mão direita até o meu clitóris, na intenção de me distrair da dor, fazendo movimentos circulares naquele ponto tão sensível.

A dor se tornou prazerosa, fazendo espasmos espalharem-se pelo meu corpo, gemi manhosa, soltando minha outra mão e apertando-as em seus ombros.

Entendendo aquilo como uma permissão, Jungkook intensificou os movimentos, segurando firmemente em minha cintura com uma das mãos, enquanto ainda me acariciava com a outra, tornando tudo ainda mais gostoso.

A dor era quase imperceptível, tudo o que eu poderia fazer era gemer, gemer porque ele fazia movimentos tão prazerosos, que tudo o que ocupava a minha mente naquele momento era o quanto Jungkook era sexy e sedutor.

Seus cabelos estavam grudados em sua testa, seus lábios avermelhados devido as fortes mordidas. Jungkook estava mais lindo do que nunca.

Num movimento rápido, ele girou nossos corpos, deitando na cama e me deixando sobre seu colo. Jungkook mordeu seus lábios, sorrindo para mim e acariciando minha cintura. Assenti, sabendo o que teria de fazer.

Depositei meu peso sobre ele, sentindo-o entrar novamente. Tombei minha cabeça para trás, apoiando meus braços em seu peito e rebolando, logo subindo minhas mãos para meu rosto, cobrindo minha expressão de vergonha.

– Você é tão linda... – Jungkook riu, apertando minha coxa e ajudando nos movimentos, remexendo-se por baixo de mim.

Deitei sobre ele, gemendo baixinho em seu ouvido. Kookie me apertou contra seu corpo, mantendo suas mãos em minhas costas.

– Eu... – Suspirei.

– Tudo bem... – Ele mal disse, ajudando meus movimentos a se aprofundarem. Não demorou para que eu voltasse a gemer alto, sentindo as ondas de calor percorrerem meu corpo.

Com tudo, Jungkook ainda estava perto, e eu estava disposta a fazê-lo gozar.

Sai de seu colo, me ajoelhando sobre a cama e tocando em seu membro, retirando o preservativo. Jungkook pareceu confuso, até jogar a cabeça para trás, não contendo um gemido alto ao sentir meus lábios envolvendo-o.

– Eu... eu vou... – Advertiu, tentando me afastar, porém eu insisti, arranhando suas coxas enquanto chupava seu membro.

Logo senti um pequeno jato em minha boca, fechei meus olhos com força, engolindo o conteúdo e sentindo um gosto estranhamente doce descer pela minha garganta. Afastei-me de Jungkook, limpando minha boca com as costas da mão e observando-o enquanto ele tentava se recompor.

– É ruim... não precisava engolir... – Jungkook estava constrangido, puxando meu braço para que eu me deitasse ao seu lado, com minha cabeça em seu peito.

Com algumas carícias em meu cabelo, sorri involuntariamente com tudo aquilo, eu era sortuda por ter Jungkook.

– Durma... – Sussurrou, deixando um beijo em minha testa.

A maior prova de amor que existe, eu era dele e ele era meu... para sempre.


Notas Finais


Essa one-shot já foi escrita tem um tempinho (na verdade, foi a minha primeira), então me desculpem se não estiver tão boa. 😢

Beijinhos no coração e até a próxima! 😚😚

Perfil: @souldrawings_

One-shot com o J-Hope: https://spiritfanfics.com/historia/minha-esperanca-jung-hoseok-one-shot-j-hope-hot-9908017.
One-shot com o Suga: https://spiritfanfics.com/historia/playboy-min-yoongi-one-shot-suga-hot-9900678.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...