História Princesa Blossblom. - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias A Mansão Foster Para Amigos Imaginários, Demashitaa! PowerPuff Girls Z, Fullmetal Alchemist, Hi Hi Puffy AmiYumi, O Laboratório De Dexter, Samurai Jack
Personagens Alphonse Elric, Kaoru Matsubara (Powered Buttercup), Mac, Miyako Goutokuji (Rolling Bubbles), Momoko Akatsutsumi (Hyper Blossom)
Tags Demashitaa! Powerpuff Girls Z, Fullmetal Alchemist, Ppgz, Samurai Jack, Shounen
Exibições 21
Palavras 965
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Ecchi, Fantasia, Ficção, Luta, Magia, Romance e Novela, Shounen, Violência
Avisos: Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Desculpe a demora, estava bastante ocupado.

Mas, recapitulando o ultimo capítulo:
"Heitor – Quarto dos guerreiros?

Blossblom – Ok, vamos dormir no castelo de Townsville hoje e amanhã agente parti.

Bubbles – Oba, festa do Pijama.

Butter – Festa do pijama?"
A imagem e de Beta e Alpha.

Capítulo 5 - A historia nunca contada.


Fanfic / Fanfiction Princesa Blossblom. - Capítulo 5 - A historia nunca contada.

No quarto dos guerreiros.

Heitor ON.

Brrr.... Que frio, parece até que to naquele lugar que minha mãe vive dizendo, acho que era Brackham... Brackma.... BRACKMAN, sim esse lugar, e o pior, ter que dormir no chão e com esse tanto de homens, não tem nenhuma mulher aqui, apenas homens... POR QUE ISSO REI?

Guerreiro – Que foi garoto? Não gostou da hospedaria?

Heitor – Um pouco – Falei meio sem jeito.

Guerreiro – Você se acostuma – falou ele com um sorriso.

Heitor – Nossa, não sabia que os guerreiros tinham que ficar assim, dormir no feno e comer o resto da comida da realeza.

Guerreiro – Isso e para fazer com que a gente cresça sabendo o essencial de sobrevivência, principalmente crianças como você.

Heitor – É... Acho que não deveria ter saído de casa, por que eu fiz isso?

Logo depois comecei a chorar muito, quase enchi o feno que estava em cima de água, mas, o guerreiro tento-me consolar.

Guerreiro – Sabe garoto, você podia está pior que isso – falou tirando as lagrimas dos meus olhos.

Heitor – Como assim pior?

Guerreiro – Já ouviu falar dos Percys?

Heitor – Não.

Guerreiro – Eles são gente que sequestram as crianças e fazem experimentos nelas.

Heitor – Experimentos?

Guerreiro – Agora isso só posso te falar em segredo, venha comigo.

Ele se levantou e eu segui ele.

Heitor – Há peraí, qual seu nome?

Guerreiro – Meu nome é Kinbley.

Heitor OFF

Enquanto isso no quarto real.

Eu e a Bubbles estávamos brincando de guerra de travesseiros e a Butter estava só concentrada olhando a janela bem pensativa, queria saber no que ela estava pensando.

Quando formos dormir Bubbles disse uma coisa.

Bubbles – Sabe, nunca tive uma noite tão divertida.

Bossblom – Nunca?

Bubbles – Nunquinha.

Butter – Está bem.

Bubbles – Há, antes de dormirem, querem ver uma coisa?

Bossblom – Ok.

Butter – Tanto faz.

Então a Bubbles pegou um cetro perto dela e soprou ele.

Bossblom – Bolhas?

Butter – Sim, isso e um técnica de magia passada de gerações pela família Armstrong.

Bossblom – Uau.

Butter – É, interessante.

Bossblom – Então, sua família pode usar magia?

Bubbles balançou a cabeça alegando que sim.

Bubbles – Até meu pai usa magia, a magia dele e de transforma pedras em qualquer coisa, até mesmo em balas de revolver.

Butter – Oi? – Falou Butter confusa.

Bubbles deu uma risadinha.

Bossblom – Agora meninas vamos dormir que está tarde.

Butter e Bubbles – Ok.

Bubbles – Boa noite amigas.

Bossblom – Boa noite amiga – Falei sorrindo.

Enquanto isso no quarto dos guerreiros.

Kinbley – Então garoto, vou te contar tudo sobre os Percys.

Heitor ON

Nos dois estávamos num lugar escuro e sem ninguém por perto, o que será que ele vai me contar.

Kinbley – Garoto, os Percys têm como objetivo usar magia para o mal, eles têm algum objetivo, eu não sei qual é esse objetivo, só sei que é bastante perigoso.

Heitor – Quem são eles?

Kinbley – Eu não conheço o líder deles, mas conheço os integrantes.

Heitor – Pode me falar.

Kinbley:

Marie – A Percy da Inveja;

Winsdom -- O Percy da Maldição;

Brave – O Percy da Ganancia;

Barasia – A Percy da Luxuria;

Leona – A Percy da Miseria;

Growth – O Percy da Gula;

Beta e Alpha – Os Percys da Mentira;

Deedee – A Percy da Preguiça;

E Kira – O Percy da Ira.

Kinbley – Essa é a família Percy atualmente.

Heitor – Como assim atualmente?

Kinbley – Eles ainda pretendem por mais.

Heitor – MAIS! – Falou Heitor assustado.

Kinbley – Sim, mas, eles já até capturaram uma menina para ser a Percy do Orgulho, em breve eles faram o ritual de transformação.

Uma menina, essa menina seria a.... DAISY!

Heitor – Desculpe senhor Kinbley, está tarde e amanhã tenho que acordar cedo então até mais.

Kinbley – Tchau, então minha missão está completa... Só que não muhahahaha muhahahahaha.

Heitor OFF

Então amanheceu

Bossblom – Oi Heitor, como foi sua noite?

Então Heitor veio, se segurou na minha saia e disse...

Heitor – Nada boa.

Bubbles – Calma garotinho vai passar, ainda mais que vou com vocês.

Butter e Bossblom – OQUE!!!

Bubbles – Sim, já conversei com o meu pai, eu vou com vocês.

Butter – Você está maluca é? Como a gente vai te levar, e muito perigoso.

Rei Armstrong – Minha filha, como você cresceu, passou tão rápido, agora quer sair com suas amigas numa aventura mortal, que orgulho tenho de você – Falou ele... ahm... chorando?

Bubbles – Oh papai, você e minha inspiração, eu te amo muito, vou sentir sua falta.

Então o rei rasga a camisa.

Rei Armstrong – Filha aceite esse singelo abraço de agradecimento.

Bubbles – Sim papai.

Butter – Que estranho.

Bossblom – Também concordo.

Falamos as duas com cara de sem entender nada do que estava acontecendo.

Heitor – Bossblom vamos logo tenho que te contar uma coisa.

Bossblom – Vamos meninas.

Nos afastando.

Rei Armstrong – Tchau filha.

Bubbles – Tchau pai.

Butter – Por que não dissemos não a ela – Falou sussurrando.

Bossblom – 1: Gostei dela e não queria decepciona-la, 2: Ela será de grande ajuda para nós.

Então nos afastando mais ainda quase nem dando mais para ver o castelo, então, lembrei do que o Heitor queria me falar.

Bossblom – Então Heitor, o que você queria me falar?

Heitor – Bem...

Ele ia falar quando foi interrompido por dois vultos que passaram entre nós.

Bubbles – O que foi isso? Senti algo na minha bunda quase puxando minha calcinha.

Butter – Eu também senti... QUEM FEZ ISSO? – Falou ela cheia de raiva.

Bossblom – Eu também senti – Eu estava com raiva, mas não queria demonstrar isso.

X1 – O que as meninas fazem no meio da floresta?

Butter – QUEM DISSE ISSO?

Heitor – Meninas, nosso dinheiro foi roubado.

Bubbles – Nossa comida também.

Butter e Bossblom – O QUE!!! – Falamos com raiva.

X1 – Há qual é princesa, deixa um pouco para gente também.

X2 – Desculpe meu irmão, ele tem uma tara por mulheres e ele revirou a calcinha de vocês.

Butter – ONDE VOCÊS ESTAM?

X1 – Aqui em cima estressadinha hehehe – riu com sarcasmo.

Continua no próximo capitulo...


Notas Finais


Espero que gostem.

Comente se querem mais.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...