História Princesa de Gotham - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Esquadrão Suicida
Personagens Harleen Frances Quinzel / Harley Quinn (Arlequina)
Tags Arlequina, Coringa, Filha
Exibições 79
Palavras 872
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Crossover, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Mistério, Policial, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 5 - Atração Perigosa


Fanfic / Fanfiction Princesa de Gotham - Capítulo 5 - Atração Perigosa


Passado um tempo de festa, Coringa e Arlequina decidem ir embora. Já passava das duas da manhã quando Mandy e seus amigos saem da boate em direção a suas respectivas casas, cada um segue por um caminho, deixando um por um à própria sorte nas ruas escuras de Gotham.
No caminho, passando por um beco escuro e estreito a caminho de casa, Mandy sente que está sendo seguida, não demonstra reação até a pessoa colocar a mão em seu ombro, fazendo com que Mandy pegue a pessoa pela mão e torça a mesma fazendo a pessoa, seja lá quem for gemer e se ajoelhar no chão de dor.
- Já tinham me dito que seu reflexo é bom, mas isso é incrível! - A voz era de um garoto. Era rouca e doce, e Mandy se perdeu naquele timbre por alguns instantes, mas logo voltou a si.
- Quem é você? E por que está me seguindo? - Mandy diz torcendo cada vez mais a mão do garoto.
- Seu pai não te contou que o maior inimigo dele também teve um filho? E aposto que também não disse pra você tomar cuidado nos becos escuros dessa cidade...- diz o garoto colocando a face na luz, mostrando seus olhos verdes e seu cabelo perfeitamente arrumado, caramba, como aquele meni
o era bonito, tão bonito que Mandy se perde em seus olhos, novamente voltando em alguns instantes.
- V-você é filho do morcego? - Ela gagueja um pouco, ainda atordoada com a beleza dele, nenhum garoto havia feito ela se sentir daquele jeito.
- Sou...e ta gaguejando por que? Te deixo nervosa? - ele ri um pouco se aproximando mais dela, mas para ao sentir ela chutar entre suas pernas.
- Se afasta de mim! - a garota diz após se defender, mesmo que ela não quisesse fazer isso.
- Ai garota!!  - o garoto diz se ajoelhando novamente.
- Bichona! - Mandy zomba dele rindo - Ae, só por curiosidade...Qual seu nome? Bem, você deve saber o meu...
- Sei sim palhacinha... - diz ele zombando dela em retribuição.
- Quer outro chute no saco? - Mandy ameaça e ele levanta as mãos em forma de rendição.
- Não, desculpa...- diz rindo- Mandy...- completa - Meu nome é Harry...- estica a mão e Mandy a encara por 2 segundos voltando a olhar pra cara dele, o deixando sem graça e o fazendo recolher a mão - Bom...satisfação, por que prazer vem depois...- diz e ri, fazendo Mandy rir levemente. 
- E eu achava que as piadas do meu pai eram ruins...você está pedindo pra apanhar né? Deve adorar...
- Achei que seu senso de humor fosse maior palhacinha...ops, perdão, Mandy...- diz rindo e ameaça passar a mão no rosto da garota que segura a mesma e vira o braço do garoto pra trás o ajoelhando no chão. - Não sou suas vagabundas, não toca em mim garoto!
- Au...bravinha...- ri e Mandy o solta dando as costas, o garoto levanta e se vira pra ela a puxando pelo braço e colando seus corpos. Ele meio que imobiliza Mandy a fazendo ser incapaz de se mover. - Sabia que eu adoro as bravinhas?
- Ah jura?! - Mandy da uma cabeçada na testa dele o fazendo a soltar ficando um pouco tonto.
- Isso só me faz querer mais você...
- Seu pai sabe o que você anda fazendo?! Deve ser muito legal pra ele ter um filho que quer ficar com a filha do maior inimigo dele!
- Ele não sabe onde esiou e o que estou fazendo, não devo mais satisfação à ele a 4 anos! 
- E por que?
- Já passei dos dezoito gatinha...
- E você  acha que isso vai fazer eu querer ficar com você? Se enxerga...E desculpa ser curiosa, por que me quer tanto?
- Tenho te observado a um tempo...não que eu goste de você, mas sei lá, me despertou um desejo, você é misteriosa, me faz querer desvendar você...
Mandy começa a ter uma crise de risos.
- Ta rindo por que?
- Por que isso foi a coisa mais patética que eu ouvi! - Mandy responde ainda rindo, o que faz o garoto fechar a cara.
- Aposto que o patético aqui beija muito melhor que todos os outros garotos que você ja beijou...ou será que você ainda não beijou ninguém?
- Ah vai se fuder! Claro que eu ja beijei, e muito!
- Aposto que beija mal! - Harry diz rindo.
- Arr...Claro que não!
- Por que não prova?? - Harry provoca.
- Se tivesse um homem aqui, quem sabe...- Mandy provoca de volta e Harry fica mais irritado, a puxa pela cintura e a beija à força. A garota se debate como se quisesse sair dali, mas a verdade é que ela não queria estar em nenhum outro lugar, ela não conhecia o garoto, nunca o tinha visto, mas também nunca tinha visto um menino mais bonito e atraente que ele em toda cidade de Gotham, depois qualquer coisa jogava na cara dele que ele estava caidinho por ela e não sucegou enquanto não teve o seu tão sonhado beijo. Após pensar isso, Mandy se entrega ao beijo o retribuindo. 
 


Notas Finais


Demorei, mas postei!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...