História Princesa Híbrida - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias The Originals
Personagens Elijah Mikaelson, Esther Mikaelson, Freya Mikaelson, Genevieve, Hayley Marshall, Hope Mikaelson, Klaus Mikaelson, Kol Mikaelson, Mikael Mikaelson, Rebekah Mikaelson
Tags Barbara Palvin, Damon Salvatore, Elena, Hope Mikaelson, Jensen Ackles, Niklaus, Rebekah Mikaelson, Sophie, Stefan Salvatore, The Originals, Zayn Malik
Visualizações 41
Palavras 1.085
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Boa leitura :)

Capítulo 12 - Dez.


Hope

Sai de perto daqueles malucos e fui procurar algo pra beber.Passei pela piscina,e quase cheguei ao mini bar.Eu disse quase,porque uma mão desconhecida tampou minha boca e me puxou com força pra floresta.

Ah meu poupe,outro sequestro ? Esse povo não cansa ?

Chutei o infleliz que me prendeu,mas alguma coisa me fez ficar molenga,parecia que eu estava drogada.Esperneei,mas não tinha efeito algum.

- Fica quieta,Mikaelson.Ou eu acabo com sua raça bem aqui !

Falou uma voz conhecida,e eu arregalei os olhos quando a mão saiu de minha boca.

- Mas que porra...

E não pude terminar de falar,uma agulha foi enfiada no meu braço.E de repente eu estava em chamas,meus ossos queimavam,pareciam que iam desgrudar da pele.

Respirei fundo e mordi a boca pra não gritar.

- Por...que ?

Perguntei fraquinho,e só recebi uma risada debochada.

- Porque é meu dever consertar o erro dele !

Levei um chute, e tentei reagir mas a dor era forte demais.

- Hope! Magrela cadê você?

O silêncio da floresta foi cortado por um grito,fazendo eu me virar e tentar correr.

- Sther ! Sther,socorro !

Fui pega pelos cabelos e arrastada em meio as folhagens,me debatendo o máximo que podia mesmo com a dor.

- Sther !

- Cala a boca,vadia !

Recebi um murro,e depois só me lembro de uma dor insuportável no pescoço,um grito...e o grito foi meu.

                   -----------

Sther

- Merda,merda,merda !

Eu corri desesperada pra mansão,passei pela piscina e fui direto falar com Sophie.Porque ?

Bem,Rebekah estava bêbada e desmaiada,Kol sumiu e Zayn estava se recuperando,de jeito nenhum vou colocá - lo nisso.

- Tinker bel,vem aqui !

Puxei a maluca pelo cotovelo e arrastei até o banheiro fedido.Nojento,mas era a única opção no momento.

- Eca,Sther ! O que quer nesse banheiro imundo ? Olha,você é gostosa e tudo mais mas acho que Fynn não gosta de divi...

Tapei a boca da baixinha antes que ela falasse mais merda por causa da cachaça.E suspeito eu que falaria mesmo se estivesse sóbria,mas esse não era o momento.

- Hope sumiu,Sophie ! Ela gritou,tipo...gritou ! Hope não grita,e temos que procurá-la !

Ela arregalou os olhos,e tirou minha mão da sua boca.

- Mas que...como sabe ? Temos que procurar Rebekah,eo Niklaus...ai meu Deus minha amiga !

E começou a andar pra lá e pra cá desesperada.A peguei pelos ombros e sacudi o suficiente pra ela voltar pra realidade.

- Não é hora de desespero,Soph.Niklaus não está em New Orleans e Bekah está desmaiada na piscina,só restou nós duas pra cuidar daquela pentelha imã de sequestros !

Ela piscou algumas vezes,e pareceu voltar pra terra.Pareceu,porque suspeito que ela seja de um mundo paralelo colorido,chamado sophielândia.

- Tudo bem,precisamos recrutar o Fynn e o Zayn.Vi eles perto...

- Ah não,aquele otário não vai ! E muito menos o Zayn.

Interrompi a maluca,antes que ela quisesse chamar o exército.

- Você não esta dizendo que só nós duas iremos atrás da Hope,está ?

Dei de ombros e assenti.Não era lá muita coisa,mas eu sabia que Sophie era poderosa o suficiente pra dizimar uma cidade em dois,ou três segundos.E pra mim isso era o suficiente.

Ela sorriu maliciosa e deu aqueles pulinhos irritantes.Fala sério,eu não tenho paciência !

- Precisamos de armas,do meu grimório e de uma garrafa de vodca...

- Pra que diabos você quer vodca,Sophie ?

Perguntei desconfiada e ela suspirou.

- Preciso estar devidamente chapada quando encontrar a Hope e ver o estado dela.

            -----------------------

Sophie e eu saimos do banheiro,fomos pegar as bugigangas dela e eu passei na cozinha,pra pegar a bendita garrafa de vodca.Abri a geladeira e quando fechei e olhei pro lado,quis morrer.Ou matar.

- A morena quer chapar ? Tem uma vodca melhor que essa no meu carro...que você destruiu,criatura abominável !

Eu ignorei totalmente,não tenho tempo pro Fynn e as idiotices dele.Quando passei da porta da cozinha o otário parou na minha frente.Qual é a do Damon de transformar pessoas com QI abaixo de zero,em vampiros ?

- Opa ! Onde vai com essa garrafa ?

- Pra néda...

- Néda ?

- Néda sua conta,sai da frente imbecil !

O deixei com aquela cara de surpresa extremamente falsa,e fui de encontro a Sophie que estava me esperando na entrada da floresta.

Eu vou salvar a Hope,nem que pra isso eu mesma tenha que morrer.

 

 Sophie

Entrei na floresta,com Sther logo atrás de mim.Estava escuro mas eu não tenho medo,então continuei a andar no meio das árvores secas.Confeso que me animei com irmos só nós duas atrás da Hope,mas com Fynn e Zayn seria bem mais fácil.Mas tudo bem,eu sei que Sther quer proteger tudo e todos,do jeito torto dela,mas quer.

Sther é meio louca e desbocada,tem uma muralha em volta dela que é impossível quebrar.Ao menos Zayn e Hope conseguem...e eu acho que estou entrando na lista.E o Fynn...ele claramente tem tendências suicidas,mas consegue derrubar a muralha de Sther,a deixando louca de raiva,mas consegue.

Acho que entendo esse lado anti social de Sther. Não sei muito sobre o passado dela,mas sei que não foi algo bom.Fico triste por ela não ter tido a sorte que eu tive.

Eu fui criada com Damon e Stefan,e francamente eles não são bons exemplos a serem seguidos e uma garotinha criada por dois vampiros não resultaria em algo bom,eu iria acabar uma reclusa sem senso de moda e modos.Por isso Hope,Rebekah e Mel foram de extrema importância na minha infância,na minha vida.São a minha família,e eu faria de tudo por eles,até entrar numa floresta com uma garrafa de vodca nas mãos e um grimório na outra.

Paramos na frente da clareira,e Sther passou na frente rastreando o cheiro da Hope,ou de quem quer que esteja com ela.

E então ouvimos uma música do Guns and Roses tocando atrás de uma árvore.Sther respirou fundo,acho que contei dez vezes,se não mais,quando a figura de cortuno e a maior cara lisa da história saiu detrás da árvore.

- Opa,foi mal aê.Mas eu não podia deixar as madames sairem sozinhas numa floresta escura e desconhecida.Até poderia,mas tenho amor a minha vida.

Fynn disse com as mãos para o alto,com aquele sorrisinho ridículo dele.Sther voou no pescoço dele,o enforcando.E eu corri pra salvar o infeliz,precisamos dele vivo por enquanto.

- Vocês se matam de amores depois.Temos que procurar a Hope !

Falei afastando Sther do pescoço dele.Ela me olhou e suspirou me lançando um olhar matador.Pelo menos ela parou de tentar cometer assassinato.

- Eu não sei que caralhos você faz aqui,mas você vai embora.Agora !

Sther apontou o dedo na cara de Fynn,que a olhou debochado e rindo.

- Não vou !

- Vai sim !

- Você não manda em mim,morena.

- Morena é o raio que o parta.Vai se fo...

Eu virei as costas e sai andando,deixando os dois pra trás se amando.

Se eles não vão procurar minha amiga,eu vou.Até no inferno !




Notas Finais


Comeenteeem !


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...