História Princesa pop - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Drama Romance
Exibições 3
Palavras 735
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 10 ANOS
Gêneros: Escolar, Famí­lia, Musical (Songfic), Romance e Novela

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi pessoal espero que gostem...
Lembre-se que isso é história aleatória e que passa em um outro universo paralelo ao nosso,bjs...

Capítulo 3 - Capitulo 3


Fanfic / Fanfiction Princesa pop - Capítulo 3 - Capitulo 3

Capítulo 3

(Aline) Lya, pelo amor de Deus! Aceite logo a roupa que seu pai quer dar! Não é como se você nunca tivesse vestido como uma bonequinha... Aliás, pelo que me lembro, você adorava usar vestidinhos, e foi só depois de vim para cá que passou a usar calças meio rasgadas e blusas escuras. Espero que ninguém pense que isso foi influência minha!

Eu balancei a cabeça e olhei para minha tia, sem acreditar que ela ainda não tinha percebido problema.

(Merlya) Vai ser na sexta-feira -respondi, apontando para o calendário. Havia um círculo vermelho em volta da data.

(Aline) Você pode desmarcar um dia de trabalho.-ela deu de ombros-o Rafa arruma alguém para te substituir.

(Merlya) Tia, você não entende? Ninguém pode me substituir. Essa festa está marcada há dois séculos e meio, eu já estava montando a set list que pediram. Falaram para eu alternar músicas atuais com canções da Disney! Parece que aniversariante tem mania de princesa... Ou algo assim.

O final da frase saiu com a voz minguada. Corri para pegar minha agenda e verificar o endereço do local. Em seguida, peguei o convite que meu pai tinha enviado e que, por milagre, eu não tinha jogado no lixo imediatamente. Abrir sob o olhar atento de minha tia.

(Aline) Não acredito...- ela falou, meio rindo- é a mesma festa? Você vai tocar na mesma festa de 15 anos das Bruxinhas?

(Merlya) o que eu vou fazer? Ninguém pode me substituir, está muito em cima da hora. Mas, se eu for, vão me reconhecer, E aí o meu pai vai dar um jeito de impedir que eu continue trabalhando. Eu Estou perdida de qualquer jeito!

A minha tia só Balançou a cabeça e pegou o telefone. Tinha sido namorado dela, o Rafa, que havia arrumado aquele trabalho para mim. Poucos dias após a viagem da minha mãe (quando eu não tirava os fones de ouvido, para fugir da realidade), ele pediu para ver que tipo de som eu estava escutando. O Rafa foi passando faixa por faixa é, ao final, falou que eu tinha um excelente gosto musical. Ele era DJ e tinha uma empresa de som que trabalhava em festas, e perguntou se eu gostaria de aprender a mixar as músicas e fazer set list. Aceitei na hora, Afinal Aquilo me distrairia. No final das contas, a distração virou um hobby.

(Aline) Rafa, tem alguém para substituir a Merlya na festa de sexta? Ela tem um compromisso e não vai poder ir.

(Aline) entendo...-Mas será que ela não poderia passar as músicas para você mesmo tocar?A Merlya realmente tem um compromisso nessa sexta...

Sentei na frente dela ansiosa para entender o que estava rolando depois de se despedir ela desligou como a cara super contrariada

(Aline) ele não vai poder te substituir, pois vai fazer o som de um casamento,e outros DJs da empresa também já estão ocupados, inclusive quem vai assumir a música depois que você foi embora é uma banda. O Rafa só topou fazer essa festa pelo fato de o contrato especificamente que seria apenas até meia-noite porque você disse que podia. 

(Merlya)  isso é fiquei sabendo há! Não é banda e grupo

(Aline) O que ?

(Merlya) Você falou banda e não são é um grupo BTS

(Aline) Há Lya você tá é preculpada com isso?

(Merlya) Não!

Fiquei olhando para ela sem dizer mais nada por um tempo ela se sentou à mesa e começou a tamborilar os dedos de repente olhou para mim como se tivesse a solução para todos os problemas do mundo. 

(Aline) Já sei!-ela tá se levantou-a festa é a fantasia não é? Então você vai à caráter?

(Lya) Tia, você não entendeu-falei desanimada-quem tem que ir fantasiada de princesa e a Merlya porquê meu pai exigiu. Como DJ tenho que estar lá apenas a trabalho! E o trabalho consiste só em colocar música e mais músicas para as princesas e os príncipes dançarem. Eu não sou da nobreza, faço parte da plebe e vou para trabalhar

(Aline) mas em nenhum lugar está escrito que você não pode ir de fantasia. Eles vão achar legal,afinal, até a DJ vai estar no clima da festa! Vou arrumar uma roupa de bobo da corte para você, que esconda todo seu rosto...-franze a testa mas antes que reclamasse ela continuou: -Não se preocupe não vai ser um bobo da corte tradicional. Você vai ficar bonita, vou arrumar uma máscara veneziana que tampa o seu rosto inteiro, exceto os olhos.Ninguém vai saber que é você!



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...