História Princess and Bad Boy - Capítulo 63


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fairy Tail
Personagens Aries, Bickslow, Cana Alberona, Capricórnio, Crux (Kurukkusu), Elfman Strauss, Erza Scarlet, Freed Justine, Gajeel Redfox, Gildartz, Gray Fullbuster, Igneel, Jellal Fernandes, Jude Heartfilia, Juvia Lockser, Laxus Dreyar, Layla Heartfilia, Levy McGarden, Lisanna Strauss, Lucy Heartfilia, Lyon Vastia, Makarov Dreyar, Mavis Vermilion, Meredy, Michelle Lobster, Mirajane Strauss, Natsu Dragneel, Personagens Originais, Rogue Cheney, Silver Fullbuster, Sting Eucliffe, Ur, Virgo, Wendy Marvell, Yukino Aguria
Tags Nalu Gruvia Gale Jerza
Visualizações 304
Palavras 915
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Escolar, Romance e Novela
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Estou de volta! Espero que gostem do capítulo. Boa Leitura 😘

Capítulo 63 - Capítulo 63


Durante os dias que ficaram na casa, a Lucy e o Natsu aproveitaram bastante o momento a dois, mas tudo que é bom dura pouco. Três dias depois o Natsu e a Lucy já estavam dentro do carro novamente, voltando para Magnólia.
Longas e cansativas horas depois o Natsu estacionou o carro de frente para a casa da Lucy, que deu um selinho no Natsu e saiu do carro e entrou em casa.
Assim que ela abriu a porta jogou a mochila em um canto da sala e foi direto tomar um banho, quando saiu do banheiro sei celular começou a tocar, ela pegou e viu no visor que era a Juvia lhe ligando.
ON:
-Oi, Juvia.
-Lucy, como vai sua viajem?
-Ela estava ótima, mas eu já cheguei em casa.
-Sério?
-Claro.
-Perfeito. Eu e as meninas estamos indo aí. Chegamos em dez minutos. Tchau.
-Tchau.
OFF
Quase dez minutos depois, a campainha tocou e a Lucy se levantou do sofá e foi atender a porta, assim que ela abriu a porta as garotas quase pularam na loira querendo informações sobre o que aconteceu nesses três dias.
-Pode contar, Lu-chan.-A Levy perguntou.
-O que vocês aprontaram?-A Erza perguntou.
-Calma, meninas. Entrem primeiro.-A Lucy falou.
As garotas entraram e se sentaram algumas no sofá e outras no chão, a Lucy se sentou no chão e olhou suas amigas que estavam ansiando por respostas.
-O Natsu me levou em uma casa de campo.-A Lucy começou.-Foi muito divertido, descobri coisas muito interessantes sobre a sua infância e tal.
-Mas rolou alguma coisa? -A Mirajane perguntou.
-Rolou sim.
-O que?-A Miku perguntou.
-Bem...Eu e o Natsu transamos, melhor dizendo fizemos amor.
-Aí! -A Levy deu um grito eufórico.-O Natsu tirou sua virgindade, Lu-chan.
-É foi. Mas não precisam ficar eufóricas.
-Conta, como foi.-A Lisanna perguntou sorrindo.
-Foi maravilhoso, o Natsu ele foi muito carinhoso comigo.
-Mas vocês usaram preservativos, certo?-A Mira perguntou.
-Usamos sim. O Natsu tinha levado alguns com ele.
-Então ele já imaginava que isso ia acontecer. -A Miku falou animada.
-É eu acho que sim. Mas o que aconteceu com vocês, enquanto eu estiver fora?
-Nada de mais.
-Aconteceu muita coisa, sim.-A Juvia falou sorrindo.-A Miku conheceu um garoto.
-Não conheci nada.
-Quem é, em Miku?
-Ninguém em especial.
-Mentirosa.-A Levy falou. -O nome do menino é Kaito. E a Miku está gostando dele.
-Não estou não. Esse garoto é insuportavelmente chato.
-Eu aposto que você gosta dele, por esse mesmo motivo.-A Lucy falou sorrindo.
-Mas não é só eu, que tô com problema com garotos não. Não é mesmo Erza?
-E-Eu nada.-A Erza falou rubra.
-Conta pra, Lucy vai, Erza.- A Mirajane falou sorrindo.
-Tá bom.-A Erza falou.-Eu e o Jelall nos beijamos.
-E como foi?-A Lucy perguntou curiosa.
-Eu tinha ido na confeitaria com o Jelall, quando estávamos vindo embora começou a chover e bem o clima estava romântico e a gente acabou se beijando.
-Que fofo. Então vocês estão juntos?
-Não. O Jelall pediu um tempo pra pensar sobre o que aconteceu.
-Não se preocupa, Erza eu tenho certeza que vocês vão ficar juntos.
-Não sei. Mas se ele decidir ficar comigo, eu vou ficar muito feliz.
-Sabemos que sim.-A Levy falou.
As garotas ficaram conversando animadamente, como elas passaram esses dias que foram cheios de emoções para cada uma delas.
Na casa do Natsu o mesmo estava sentado no sofá, conversando com o seu pai, sobre o que aconteceu na casa de campo e Igneel ouviu tudo que seu filho dizia, assim que o rosado terminou de contar o Igneel deu um sorriso e bagunçou os cabelos do Natsu.
-Pai.-O Natsu reclamou.- Para com isso, droga.
-Meu filho cresceu tanto.-O Igneel falou.-Você está mesmo apaixonado pela Lucy, em. Mas você usou preservativos, né filho?
-Usei sim.
-Que bom, eu sou muito novo pra ser avô.
-Só você mesmo pai. Mas a Eiko e a Yumie não deviam estar aqui?
-Elas vão chegar em menos de uma hora.
-Entendi. Eu vou tomar um banho, estou morrendo de cansaço.
-As chaves.
-Aqui.
O Natsu jogou as chaves do carro pro Igneel, que pegou. O rosado subiu no seu quarto e entrou no banheiro, tomou um banho relaxante, quando saiu do banheiro ele viu a Eiko sentada na mesa onde ficava seu computador, brincando de boneca e a Yumie sentada na sua cama lendo um livro.
-O que estão fazendo?-O Natsu perguntou.
-Esperando você. -As duas falaram juntas.
-E não podiam, esperar lá na sala?
-Não.-A Eiko falou.- O Tio Igneel estava todo sorridente, e quando a gente perguntou o que aconteceu, ele falou que é coisa de adulto.
-Você sabe o que aconteceu, Natsu?-A Yumie perguntou.
-Se meu pai disse que é coisa de adulto, eu não posso contar para as crianças.
-Que chato, Natsu-san.-A Eiko falou fazendo biquinho.-Você bem que podia contar, eu e a Yumie-nee não contamos pra ninguém.
-Nada disso. Talvez quando vocês crescerem eu conto. Mas só depois dos 18 anos.
-Não vale. A Yumie-nee faz dezoito anos, primeiro.
-Não se preocupa, Eiko. Quando o Natsu me contar eu te conto.
-Viu Natsu-san, a Yumie-nee é boazinha.
-Quero ver se ela vai ser boazinha, quando descobrir.-O Natsu falou.
-O que quer dizer com isso, Natsu?-A Yumie perguntou.
-Nada não. Agora vão pra sala, eu preciso me trocar.
-Nos já estamos indo.-A Eiko falou.
As duas saíram do quarto do Natsu, o rosado deu um sorriso ao se imaginar conversando com as duas primas sobre sexo.
-É isso vai demorar.


Notas Finais


Até o próximo capítulo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...