História Princess and Bad Boy - Capítulo 72


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fairy Tail
Personagens Aries, Bickslow, Cana Alberona, Capricórnio, Crux (Kurukkusu), Elfman Strauss, Erza Scarlet, Freed Justine, Gajeel Redfox, Gildartz, Gray Fullbuster, Igneel, Jellal Fernandes, Jude Heartfilia, Juvia Lockser, Laxus Dreyar, Layla Heartfilia, Levy McGarden, Lisanna Strauss, Lucy Heartfilia, Lyon Vastia, Makarov Dreyar, Mavis Vermilion, Meredy, Michelle Lobster, Mirajane Strauss, Natsu Dragneel, Personagens Originais, Rogue Cheney, Silver Fullbuster, Sting Eucliffe, Ur, Virgo, Wendy Marvell, Yukino Aguria
Exibições 81
Palavras 1.814
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Escolar, Romance e Novela
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Estou de volta! Espero que gostem do capítulo de hoje, muito obrigada a todos que comentaram nos capítulos anteriores. Boa Leitura 😘

Capítulo 72 - Capítulo 71


Lucy P.O.V ON:
O sinal do término das aulas tocou e eu comecei a arrumar meu material, organizei tudo dentro da mochila e me levantei, o Natsu saiu comigo da sala de aula e fomos andando até a saída no portão eu vi a Levy e o Gajeel aos beijos.
-Credo, vão para um quarto se pegar.-Eu falei rindo.
A Levy se soltou do Gajeel e mostrou a língua pra mim e percebi que ela estava corada.
-Fica quieta, Lu-chan.-A Levy falou.- Você não pode falar nada.
-Tá eu nem vou discutir com você.
Dei tchau para os dois e saímos do colégio, o Natsu não falava nada nem uma palavrinha sequer e isso me dava a impressão de que tinha algum coisa errada.
-Aconteceu alguma coisa?-Eu perguntei olhando pra frente.
-Não. Mas eu estava pensando, Luce você quer ir no baile de formatura?
-Sim, eu quero.
Ele ficou em silêncio e logo percebi que esse era o motivo dele estar estranho o baile de formatura, eu sei que o Natsu não gosta muito de festas ou de sair em lugares muito lotados de gente, mas é o baile de formatura não teremos a oportunidades de ir em um assim. Olhei de canto pra ele e vi que ele estava com as mãos dentro do bolso da frente da calça e olhava para o lado.
-Natsu, você não quer ir no baile né?- Eu perguntei já sabendo a resposta.
-Eu não tenho animo pra isso, se quer saber.-O Natsu falou.-Espero que não se importe.
-Tudo bem.-Eu falei baixinho. - Eu posso ir sozinha.
-Você está pensando em ir sozinha?
-Estou. Se você não quer ir eu quero.
-Luce, você não pode ir sozinha.
-É claro que eu posso. Se você quiser pode vir comigo.
Comecei a apressar o passo até em casa, abri a porta e entrei fui até o banheiro e tomei um banho um pouco demorado, quando sai vesti uma blusa de alcinha e uma saia, prendi meus cabelos em um rabo de cavalo e fui até a cozinha preparar o meu almoço, assim que terminei me sentei a mesa e comecei a comer.
Lavei a louça do almoço e peguei minha bolsa e sai de casa e fui andando até a loja do Senhor Igneel, andava calmamente pelas ruas. Eu sei que o Natsu não gosta de bailes, festas ou qualquer coisa parecida, mas custa ir no baile de formatura comigo? Não custa nada, ir nem que fosse só por uma hora ou até mesmo trinta minutos.
-Lucy!-Ouvi uma voz familiar me chamar.
Me virei e vi a Kagura segurando duas sacolas, ela se aproximou de mim com um sorriso.
-Oi Kagura-san.- Eu falei.-O que está fazendo?
-Compras.-Ela falou.-O Rogue me convidou para o baile de formatura do seu colégio.
-Ele te convidou?
-Foi. No começo, eu não queria ir. Mas depois eu mudei de idéia.
-Entendo. Boa sorte então.
-O que houve? Sabe apesar de não conversamos há um tempo, nós ainda somos amigas.
-Não é nada, só que o Natsu não quer ir no baile comigo. Mas eu quero ir e disse pra ele que eu vou nem se for sem ele.
-Talvez ele mude de idéia.
-Duvido. Ele é muito teimoso.
-Conheço alguém assim. Mas você vai ver vai dar tudo certo. E a onde você está indo?
-Trabalhar, aliás eu vou chegar atrasada se não me apressar.
-Vou com você.
Começamos a andar em direção da loja, conversamos o caminho todo senti saudades de ter conversas assim com a Kagura, chegamos em frente da loja.
-Nos vemos por aí.- A Kagura falou. - E se precisar é só me ligar.
-Pode deixar.
Me despedi dela e entrei na loja e vi a Eiko no balcão pintando algum desenho, ela estava super concentrada no desenho e eu me aproximei devagar e dei um beijo estalado na sua bochecha, ela me olhou assustada e depois deu um sorriso.
- Oi Lucy-san.-Ela falou.- Olha o meu desenho.
Ela me mostrou o seu desenho e vi um unicórnio, pelo menos era o que parecia. Sorri pra ela.
-É muito lindo Eiko-chan. - Eu falei.- Cadê a sua irmã?
-Ela foi na livraria com o Natsu-san, ela queria comprar alguns livros.
-E por que não foi junto?
-Eu fiquei aqui te esperando. Será que a gente pode ir tomar sorvete?
-Eu tenho que trabalhar, mas a gente pode ir quando meu horário terminar.
-Tá bom. Então vou ficar aqui com você.
Me coloquei atrás do balcão e a Eiko continuou desenhando, as pessoas entravam e saiam da loja hoje o movimento estava cheio. Já se passava das 17h40 quando o Natsu e a Yumie entraram na loja com vários livros, a Yumie veio até mim com um sorriso nos lábios
-Oi Lucy.-Ela me falou.
-Oi Yumie-chan.
-Yumie-nee.-A Eiko chamou a irmã. - A Lucy-san vai me levar pra tomar sorvete, quer ir junto? Você também Natsu-san?
-Eu quero sim.- A Yumie falou.
-Pode ser.-O Natsu falou olhando para o outro lado.
O Natsu entrou em uma porta que levava até a sua casa, a Yumie se sentou do lado de Eiko e começou a ler um dos livros que havia comprado, durante alguns minutos ficamos a três em completo silêncio até a Eiko quebrá-lo.
-Lucy-san, você sabe o que o Natsu-san tem?-A Eiko perguntou me olhando.
-Não sei. Por quê?
-Ele está estranho desde que chegou do colégio. -A Yumie disse ainda concentrada em seu livro. - Quando eu perguntei pra ele, o mesmo falou que não era nada demais.
-Vocês brigaram?-A Eiko perguntou.
-Não diria briga e sim uma pequena discussão.-Eu falei baixinho.
-E sobre o que foi?
-Não acha que você é muito criança, para saber isso?
-Pode ser.
A porta da loja se abriu e a Levy apareceu toda sorridente e se aproximou de mim, que olhava com curiosidade o sorriso dela.
-O que te deixou tão feliz assim?- Eu perguntei.
-Adivinha.-Ela falou quase pulando.
-O Gajeel-san te pediu em casamento.- A Eiko falou entrando na conversa.
-Não é isso.- A Levy falou balançando a cabeça negativamente.- Fui aceita na faculdade de Mermaid Heel, na área de medicina.
-Aquela que fica em Clover? E que é só para garotas?
-Essa mesma, fui aceita e passei com as melhores notas.
-Isso é ótimo. Precisamos comemorar.
-E vamos. Vamos jantar no 8island, o Natsu pode ir junto.
-Vou chamá-lo, mas duvido que ele vá.
-Vocês brigaram?
-Não. Nós discutimos é diferente.
-Sobre o que, foi essa discussão?
-O baile, ele não quer ir, mas eu quero. - Soltei um suspiro.- E eu disse que iria mesmo se fosse sem ele.
-Não precisava de tanto, talvez ele não goste de bailes.
-Mesmo assim, eu quero muito ir ele poderia entender.
-E você poderia entender ele. Desse jeito vocês não vão se resolver nunca. Eu preciso ir avisar a Erza agora, até o jantar.
A Levy saiu da loja e eu comecei a olhar para as duas garotinhas ao meu lado que prestavam atenção em seu desenho e em seu livro, voltei a olhar pra frente.
-Ele é assim mesmo.-Ouvi a Eiko falar.- Nunca foi de ir em festas ou bailes. Tenho certeza de que ele vai no baile com você.
-Mas você deveria entender o lado dele, também. -A Yumie disse.
-Eu sei, mas não é fácil.
O meu horario de trabalho terminou e o Natsu apareceu na loja, as meninas organizaram as suas coisas e saímos da loja e fomos andando até a sorveteria, a Eiko pulava animadamente e conversava e ria junto da Yumie, eu e o Natsu estávamos em silêncio não sabia o que falar sabia que se dissesse algo não ia dar certo e eu não queria brigar.
-A Levy convidou a gente pra ir no 8island hoje.- Eu falei olhando pra frente.
-Tem um motivo pra esse convite?-Ele perguntou.
-Ela passou na faculdade Mermaid Heel.
-Entendi. Então vamos, ela é sua amiga e quer comemorar.
-Se você não quiser ir não precisa.
-Eu vou sim.
Ficamos em silêncio e continuamos andando, assim que chegamos na sorveteria fomos até o balcão onde havia uma moça de cabelos castanhos curtos e olhos pretos.
-Olá.- A moça falou sorrindo.- Qual sabor vão querer?
-Chocolate.-A Eiko falou sorrindo animada.
-Maracujá.- A Yumie pediu.
-Morango.-Eu falei sorrindo.
-Menta.-O Natsu falou.
Ela fez nossos pedidos e logo nos entregou, assim que pegamos nossos sorvetes nos sentamos em uma mesa, a Eiko a minha frente e a Yumie ao seu lado e o Natsu ao meu lado.
-Lucy-san você já decidiu para qual faculdade você vai?- A Eiko perguntou se lambuzando de sorvete.
-Estou pensando em ir para Lamia Scale.-Eu falei dando uma colherada no meu sorvete.
-Onde fica?-A Yumie perguntou.
-Freesia.
-É um pouco longe. Não se importa com isso Natsu-san? Quanto tempo de viagem até Acalypha?
-7 horas.- Eu respondi olhando para a janela.
-É muito longe!-A Yumie falou surpresa.- Vocês quase não vão se ver.
-Não é verdade Yumie-chan, podemos nos ver de final de semana isso não será problema.
-Não vai falar nada Natsu-san?
O Natsu ergueu a cabeça e olhou para as suas primas, ele estava sério mal havia falado. Deve estar bravo comigo.
-Não tenho nada pra falar, Yumie.- Ele disse seco.
-Quanta grosseria.- A Eiko falou.- Você diz isso como se não ligasse pra Lucy-san.
-Tudo bem, Eiko-chan.- Eu falei forçando um sorriso.- Eu preciso ir, não posso me atrasar para o jantar.
Me levantei e tirei o dinheiro da bolsa e coloquei na mesa, o Natsu segurou meu pulso e eu olhei pra ele.
-Não se preocupa, vai chegar a tempo.-O Natsu falou.- Yumie e Eiko querem ir no parque aqui em frente.
-Vem com a gente, Lucy-san. Por favor!-A Eiko falou sorrindo.
-Tá bom.- Eu disse em um tom de voz baixo.- Eu vou com vocês no parque.
O Natsu pagou os sorvetes e fomos até o parque em frente, onde as meninas foram brincar nos brinquedos do local, me sentei ao lado do Natsu embaixo de uma árvore ele estava de olhos fechados e parecia calmo, olhei para as meninas que brincavam felizes.
-Eu gosto de vê-las sorrindo assim.- Eu falei baixinho.
-E elas gostam de ver o seu sorriso.- O Natsu falou ainda de olhos fechados.- E eu também.
Ficamos um tempo em silêncio e era o que mais me incomodava, não gostava de ficar em um silêncio tão tenso assim.
-Você gosta bastante delas.- O Natsu falou.- Parecem até irmãs.
-Elas são muito fofas e gentis, adoro muito elas.
-Eu tenho certeza de que elas também te adoram.
-Lucy-san!-Ouvi a Eiko me chamar.- Vem brincar com a gente!
-Já vou!- Eu falei.
Me levantei e fui até as duas para brincarmos, elas corriam de mim e eu tentava pegá-las sorrindo, elas gritavam de alegria o que me deixava feliz e animada, parecia que eu tinha voltado a ser criança.
Lucy P.O.V OFF


Notas Finais


Até o próximo capítulo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...