História Principe Sinne - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Jimin, Yoongi
Exibições 12
Palavras 1.145
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção, Romance e Novela, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


>^-^<

HY MY LOVES

mais um capítulo , espero que gostem ..
nome do capítulo é orgulho e preconceito ... okay..

( gente as postagem ainda não vão ter dia certo por enquanto ... sorry )

DESCULPA OS ERRO FIQUEI COM PREGUIÇA DE REVISAR ..
e sorry o capítulo pequeno.. vou lhes recompensar no próximo..
>^-^<
BOA LEITURA
>^-^<

Capítulo 3 - Prinde and Prejudice!!


 

Min Yoongi estava nesse exato momento num campo minado, qualquer movimento brusco seja ele o mais irrelevante que fosse, toda a sala de jantar iria pelos ares. Ninguém tocará na comida, mesmo estando com a cara bem apetitosa. O clima do almoço estava bem pesado, a carranca de um dos reis – vulgo kim Nanjoom - que estava ali presente era assassino e cortante, mais afiada que faca de qualquer açoguero. O pobre Min tinha a certeza que se o olhar matasse, com certeza estaria mortinho da silva pelo olhar que recebia.

 

_ Meu filho, pelo amor de deus. Me diz que isso tudo é mais uma das suas brincadeira. _ suplicou o rei Kim Soekjin de traços suáveis e delicados. De fato, estava ali o motivo do seu principezinho mimado ser deslumbrante, puxará a beleza do rei de cabelos loiros, pensava o Min.

_ Mas será possível?! _ Jimin bate com o punho na mesa irritado _ Será que isso aqui é brincadeira ?_ aponta para a própria barriga.

 

Todos a mesa direciona o olhar para a volumosa barriga do príncipe, que antes estava sentado e tendo o ventre que estava sendo acariciada pelo príncipe mais novo, que tinha uma expressão animada com a barriga do irmão mais velho.

Os pais do príncipe não desviava o olhar do ventre do filho mais velho, e ficaram vidrado quando o mesmo levantou a camisa deixando a mostra o ventre volumoso e acariciando o próprio. Os mais velhos de todos o olhava com a expressão em seus rotos de apreensão e pensativos, já o Kim mais novo tinha a expressão de alegria de ser tio de com toda certeza de um serzinho lindo e fofo assim como o irmão que tanto admirava. Já o Min, olhava o príncipe com um sorriso no rosto, acompanhava vidrado na mão do Jimin acariciando o próprio ventre. Passou pela sua cabeça positiva que o príncipe poderia no futuro próximo amar essa princesinha que ainda vai nascer.

 

_ Meu filho. Como isso foi acontecer? _ respondeu o rei Nanjoom desviando os olhos da barriga do filho e direcionando para os seus olhos.

 

Jimin olhou Min de canto de olhos como se falasse agora é como você. Oque o Min entendeu perfeitamente, ele limpou a garganta se levantou de onde estava sentada e se posicionou atrás do príncipe, que se assustou um pouco com o ato do outro e principalmente quando o mesmo posicionou suas duas mão em sua barriga acariciando. O Min jamais perderia a chance de tocar naquele corpo perfeito que tanto desejava em possuir por completo, e qualquer coisa que acontecesse para saciar seu desejo do corpo do outro era valido para ele.

 

_ Sogrão, acho que você não precisa de umas aulinha educativo ou algo do tipo. Mas, se exigi tanto eu posso lhe explicar tudo com detalhes sem omitir nada que ocorreu no dia que foi concebida nossa princesinha. _ disse Min com um certo deboche no tom de voz. Oque gerou em dois reis com os olhos arregalados de boca aberta com a audácia daquele plebeu a vossa frente. Já os príncipes estava se divertindo com as caras e bocas dos pais, o mais novo reprimia o riso e o mais velho levou suas mãos até a própria barriga por cima das do Min e sorrio vitorioso. Já o Min começou a repensar se foi bom ter aceitado aquela proposta, ao ver a cara de indecifrável do rei Kim Nanjoom olhando para si em uma maneira assombrosa .

Se passaram uns bons minutos o olhas penetrante do rei Kim sobre o Min, que não se moveu nem um segundo se quer ou mudou sua expressão. Mas logo depois o Rei levanta batendo ambas as mãos em cima da mesa, esbanjando irritação e indignação daquele ser repugnante a sua frente.

 

_ COMO OUSA FALAR ASSIM COMIGO PLEBEU IMUNDO! _ esbraveja Nanjoom em direção ao Min, que continua com a mesma expressão de deboche em sua face assim como o sorriso brincalhão que habita seus lábios. _ EU POSSO MUITO BEM MANDAR TE DECAPITAR AGORA MESMO POR ESSA AFRONTA. _ todo exaltado indo em direção ao homem que desonrou seu filhinho. Pelo menos era isso que passava pela sua cabeça quente sem raciocinar direito. O rei sem pensar nas consequência nenhuma de seus atos, afastou brutalmente o príncipe do Min, e pegou o mesmo pela gola da camisa que usava e logo em seguida desferiu dois socos certeiros em sua face branca e delicada. _ GUARDAS!! _ gritou e no mesmo instantes dois guardas enormes comparado pelo tamanho da estatura mediana do Min, apareceram prontamente para seguir as ordens do rei. _ LEVEM ESSE IMUNDO DA MINHA FRENTE E JOGA ELE NO CALABOUÇO QUE DEPOIS EU ....

 

O rei não pode terminar de fala, pois no mesmo instantes todos que estava naquele comodo escultaram o grito do príncipe mais novo. E ao olha na direção em que os olhos do mais novo olhava, perceberam que da forma que a brutalidade do rei ao tirar o filho mais velho de perto do Min, causo na queda do príncipe e que o mesmo caiu com tamanho impacto ao chão e se encontrava sangrando. Na mesma hora em que o Min viu seu príncipe mimado daquele jeito no chão segurando a barriga, se soutou das mão do grandalhão do rei que ainda o segurava e foi socorrer o príncipe. Min se abaixou e com todo cuidado e carinho pegou o pequeno corpo em seu colo dando logo em seguida um beijo em sua testa, olhou para trás na direção do príncipe mais novo .

 

_ Onde fica a enfermaria dessa joça que o meu príncipe chama de lar?? _ perguntou com toda a raiva que esta o possuindo ao ver seu príncipe de nariz em pé naquela situação.

_ Eu o levo lá . _ disse o Kim mais novo indo em na direção do Min . _ Vamos rápido. _ o chamou já com a mão na maçaneta da grande porta da sala de jantar.

_ Aonde você pensa que vai? _ perguntou o rei Nanjoom já um pouco mais calmo por ver seu filho naquelas condições.

_ Eu vou cuidar do meu príncipe e da minha princesinha antes que aconteça algo com os dois . _ disse o Min saindo sem despedir ou pedir licença.

 

Deixando para trás um rei com o coração nas mãos por causa do filho e do seu futuro neto ou neta. E um outro rei soltando fogo pelas narinas pela ousadia do plebeu que gosta te desafiar sua autoridade como rei. Fazendo assim seu orgulho ultrapassar sua preocupação com seu filho.

 

 

O Homem Modesto Tem Tudo a Ganhar e o

 Orgulhoso Tudo a Perder: É que a Modéstia Tem Sempre a Ver Com a

Generosidade e o Orgulho Com o  Preconceito e a Inveja.

                                            Antoine Rivarol

 


Notas Finais


>^-^<

espero que tenham gostado ..
até a próxima ..
kiss loves.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...