História Prinplup e Raichu:O amor unido pelo gelo - Capítulo 24


Escrita por: ~

Visualizações 101
Palavras 1.934
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Fantasia, Ficção, Fluffy, Hentai, Lemon, Luta, Magia, Mecha, Mistério, Misticismo, Musical (Songfic), Orange, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shounen, Slash, Sobrenatural, Super Power, Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Necrofilia, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá,não nos vemos desde que os dinossauros existiam!
Desculpa pela demora a postar o capítulo,estive um pouco ocupado nesses últimos dias e acabou não dando tempo de postar e fazer textão aqui e nas notas finais...
Bem,mas essa é a continuação nada continuada,mas teremos uma conclusão noi capítulo seguinte.
Eu deixei esse capítulo um pouco mais curto,mas terá bastante conteúdo importante para entender a história de cada um dos personagens e terá mais personagens à aparecer!(Já que não deu para botar todos aqui nesse capítulo)
Tenham uma boa leitura!

Capítulo 24 - Novos ares,novos locais,novos problemas Pt.2


  Prinpup estava na sala de aula esperando a aula se iniciar,já que estava quase na hora.Ele estava lendo um livro e estava apenas com seu caderno e caneta para fazer anotações.Raichu ainda estava procurando a sala pelos corredores com caderno e caneta sob os braços correndo e dando leves paradas pelas portas vendo qual sala era e depois voltando à correr.Quilava estava indo para sua sala juntamente com o Croconaw.

Demais alunos também estavam pelas salas e nos corredores a conversar.A escola estava movimentada,cheia de velhas e novas amizades.Haviam diferentes Pokémons de vários tipos,preenchendo cada canto da escola,por mais grande que ela seja.

Raichu consegue achar a sala depois de uns segundos procurando.Quilava e Croconaw entram na sala onde deveriam ficar e Quilava senta com Croconaw logo atrás dele.

Então o sinal toca e entra o professor entra nas salas depois de percorrerem o corredor.Na sala onde Prinplup estava,entraum Abomasnow de aparência muito séria que fez os alunos tremerem tanto de medo quanto de frio que trazia apenas um livro fazendo a sala ficar gélida para Pokémons frágeis à mesma.Então o Abomasnow disse com um sorriso:

-Não fiquem assim,jovens.Eu não sou tão sério assim como imaginam!-Ele souta risos pelas caras de assustados que os alunos estavam,exceto por Prinplup.-Meu nome é Abomasnow e vou lhes dar uma aua de biologia,onde vocês se cursaram,apesar de ter várias outras aulas de outras matérias básicas que vão ter que fazer,então vamos começar com a chamada.

Na sala onde Raichu acabou de entrar,entra uma Mawile muito simpática e carregando um laptop então ela disse no mesmo sorriso:

-Sou a professora de tecnologia de vocês.Comigo,prenderão sobre funcionalidades básicas de uma máquina e coisas nem tão tão básicas assim também.-Mawile dá um risinho de leve.-Então,se me irritarem demais,vocês serão engolidos por isso.-Mawile aponta para as mandíbulas em sua cabeça que eram enormes.

Raichu apenas estremece escondendo-se de leve por trás de um livro de tecnologias e montagem de computador que Prinplup havia lhe dado.Mawile,ao ver a reação de Raichu,corre até ele com um enorme sorriso amigável estampado no rosto junto com olhos brilhantes feito um metal muito bem polido.

-Esse é o Tecnology master sistem ultra?!?Esse é um livro muito caro e é o melhor de todos!!-Mawile olha para o livro de Raichu.-Onde arranjou um?!?

-Meu...amigo me deu.-Raichu responde com um pouco de medo da tal.

-Kyyaaaaaaaaahhhh!!!Aposto que vai ser o melhor aluno que já tive.-Mawile junta as mãos fechadas para frente da boca com o sorriso amigável.

-Ahh...também acredito nisso.-Raichu dá um sorriso tímido.

-Bem,então vamos começar a aula!!-Mawile volta para sua mesa e liga o leptop.

Quilava e Croconaw estavam conversando na sala e então chega um professor inesperado que fez Quilava dar um grito,soltar suas chamas e tampar a boca rapidamente para o não se espalhar.

-O que foi Quil?-Croconaw tampa os ouvidos.

Quilava aponta para o professor e Croconaw olha para o tal.Era o Dewgong.Croconaw fica boquiaberto.

-Não acredito que ele vai ser nosso professor!!!-Quilava olha para Croconaw com mais desespero que timidez.

-Também não acredito nisso Quil...mas aceita que dói menos.-Croconaw dá uns tapas no ombro de Quilava para consolá-lo.

Dewgong trazia uns livros e papéis na escrivaninha e olha para a classe dizendo:

-Então turma,eu sou Dewgong,o seu professor de anatomia e os darei uma simples atividade.-Dewgong percebe o olhar de surpresa de vários alunos e então disse.-Eu sei que sou familiar para muitos,já que sou salva-vidas nas férias,mas acredito que vi um aluno aqui mais vezes aqui...né,Quilava?

Quilava estremece e cora de leve tampando seu rosto com o livro e anatomia que Prinplup havia encomendado para ele.Dewgong deu uma folha tamanho A3 onde havia o detalhe completo do corpo de um Dewgong.Quilava apenas se escora no braço em cima da folha,tampando seu rosto com a pata e com uma enorme vontade de chorar.

No intervalo das aulas,Machop estava com Nuzleaf caminhando pelos corredores.Os alunos que o viam,olhavam cochichando algo para os amigos que voltaram os olhares também,voltando à conversar logo depois.O quarteto estranhava isso e então se aproximaram dos tais.

-E aí,nos vimos novamente!-Raichu parecia um pouco nervoso ao cumprimentar os tais.

-Ah,olá!-Machop disse um pouco cansado.

-Oi,desculpa não me apresentar,eu sou Nuzleaf,prazer em conhecê-los.-Disse o maior.

-Prinplup,o prazer é meu.-Disse Prinplup.

-Eu sou Raichu.-Raichu se apresenta.

-Sou Quilava,também é um prazer em conhecê-lo.-Disse o tal.

-Prazer em conhecê-lo também,sou Croconaw.-Croconaw acena.

-Bem,indo direto ao assunto,por que as pessoas aqui te olham e parece que és polêmica?Se não quiser responder,ou se for um assunto desconfortável,podemos parar por aqui.

-Não...tudo bem.-Macchop parecia triste ao dizer isso.-É que faz muito tempo que ocorreu um incidente onde eu estudava...eu me estourei e...acabei…-Machop parecia que ia chorar.Estava apertando os punhose seus lábios se pressionavam com força.-Todos que estavam em volta...morreram.(Eles não fizeram nada...ELES DEVIAM PAGAR PELOS SEUS PECADOS…)

Raichu parecia aterrorizado,Quilava e Croconaw ficam boquiabertos,Prinplup apenas pega nos ombros dele e olha fixamente para os olhos do Machop e diz:

-Eu sei que isso foi terrível,,,eu sei que isso não foi nem um pouco legal da sua parte...sei que todos sofreram com isso...sua força é incrível,sua força é para proteger àqueles que mais é precioso para ti...esse é o verdadeiro significado de ser forte e eu sei que você é capaz de usá-la assim.

Machop começou à chorar olhando para Prinplup.Nuzleaf bota dua mão na cabeça de Machop e dá um sorriso.Machop olha para Nuzleaf e o abraça chorando.Nuzleaf fica um pouco corado na hora,mas acolhe o talem seuabraço.Prinplup olha para os demais atrás dele,os três estavam lacrimejando.

-O que foi pessoal?-Prinplup olha para todos.

-Foi muito lindo o que disse,Prinplup.-Raichu tenta limpar as lágrimas.

-Ah…-Prinplup volta o olhar para os dois abraçados.

O abraço permaneceu um pouco até Machop se recuperar.Então,quando o intervalo acabou,eles foram para as salas onde deveriam ir.

No ar oceânico de outra região,o sol batia forte,as ondas quebram sobre a areia baixa,a relva balançava ao refrescante e forte vento do local.Vários Wingulls e Pelippers sobrevoavam a cidade,se via poucos moradores rondando pelas ruas da cidade.Ivysaur estava enfim na cidade Lilycove,onde estava procurando um novo emprego.Então foi direto ao grande e famoso Shopping de Lilycove.

Ao adentrar no shopping,Ivysaur viu uma placa que anunciava uma vaga de emprego numa cafeteria.Após a entrevista de emprego,Ivysaur saiu do local e foi esperar no recém reformado Cove Lily Motel sem saber que olhares o espionava.

Na Faculdade,Raichu estava olhando pela janela.Estava olhando com tédio as quadras dali com um pouco de tédio vendo um Absol dando treinamento de corrida para os alunos.

-Senhor Raichu?Está prestando atenção na aula?-Perguntou Aggron,o professor de metalurgia.

-Ah,desculpe,estou um pouco distraído hoje.-Raichu respondeu aparentemente triste.

-Está passando mal?-Aggron parecia um pouco preocupado.

-Não,estou bem,só acho que não dormi direito...estava ancioso demais.-Raichu dá um sorriso.

Aggron volta à dar aula.Raichu se volta para a aula ainda desanimado.

Prinplup estava uma sala onde davapara ver Raichu.Prinplup estava prestando atenção na aula,deu uma breve olhada para Raichu e voltou à prestar atenção na aula.

Quando acabaram as aulas,Raichu e Prinplup foram para seus quartos assim como Quilava e Croconaw.Raichu estava com a mesma cara desde que Prinplup o viu.Percebendo isso,Prinplup dá um abraço nele.Raichu se assusta inicialmente e cora,mas se conforta no abraço de Prinplup.

-Me conta porque está assim.-Disse Prinplup se deitando com ele.

-É que...estava sentindo sua falta…-Raichu diz um pouco triste.

-Não precisa sentir...estarei contigo sempre nos antes das aulas,nos intervalos e depois das aulas.-Prinplup apenas aperta ainda mais Raichu.

-Te amo…-Disse Raichu um pouco mais animado.

-Também…-Prinplup se deita com o tal.

No dia seguinte,de madrugada,Prinplup acorda com Raichu em seus braços.Raichu dormia profundamente,então Prinplup se levanta e vai se banhar e ao sair ,decidiu deixar Raichu dormindo ali e foi ver o quarto onde Quilava estava com uma pequena fenda na parede que ele descobriu quando estava organizando suas coisas.O quarto de Quilava ainda estava ceso,o que deu para perceber quando Prinplup saiu do banho,Croconaw estava despido em baixo de Quilava que também estava despido e então começaram à se masturbarem se beijando intensamente.Raichu acorda e vê Prinplup e vai na direção dele,começa a falar,mas é interrompido pela asa do tal que tampou sua boca.Prinplup olha para Raichu e aponta para a fenda.Raichu,curioso,olhou pela fenda e ao ver a cena,corou.Prinplup escreveu num papel e começou à colocar na fenda,fazendo o papel atravessar a parede com um grafite que tinha.Quilava e Croconaw viram o objeto caindo e foram olhar o que era e ao desdobrar o papel,visaram a seguinte mensagem:

Estou vendo tudo.

Quilava corou e deu o papel para Croconaw que estava sem entender e depois o tal também corou.Quilava e Croconaw se vestiram rapidamente e apagaram a luz.

No dia seguinte,quando o quarteto ia voltando para os dormitórios logo depois das aulas,ouviram um estrondo se ouviu um pouco distante e os quatro foram conferir o que era.Ao chegarem,viram uma multidão onde estava uns escombros no local e Machop passou pelo quarteto correndo e chorando e ao verem os escombros,lá estava Nuzleaf na frente de uma Belossom e ambos estavam machucados,porém Nuzleaf estava mais ainda,com sangue escorrendo pela sua boca e então um Dewott de uma coloração diferente apareceu e colocou ambos em macas com a ajuda de outros Pokémons ali.

Prinplup e os demais foram à enfermaria onde Nuzleaf foi atendido e seus ferimentos enfaixados.Precisou aplicar soro e anticoagulantes no tal por conta dos ferimentos internos.

(…)

Nuzleaf havia recuperado a consciência numa maca da enfermaria da escola.Ele tentou se levantar,porém foi impedido por uma imensa dor de seus ferimentos e então deita novamente e então o Dewott que o socorreu chega perto timidamente dizendo numa voz baixa,mas que deu para Nuzleaf ouvir:

-Desculpa,mas é que...você tem que ficar repousando aqui por cerca de 5 dias.

-Tsc...OK,mas pode pegar minha camisa?-Nuzleaf estava sem a camisa desde que ele havia sido atendido.

-Ah...tudo bem.-Dewott busca a camisa do tal e a entrega.

-Espera,vista para mim?...é que não consigo levantar um dos braços…-Nuzleaf suplica.

Dewort cora de leve,aperta os lábios e excita um pouco para ajudá-lo,mas acaba cedendo pela necessidade do tal e ajuda o tal a vestir a camisa.

Nuzleaf ficou na cama fazendo os trabalhos que os professores passavam ali mesmo na parte da manhã,mas a noite ele saiu sem deixar rastros e foi correndo até seu quarto onde estava Machop chorando em sua cama.Os olhos de Nuzleaf brilhavam branco com a luz da lua cheia que batia no chão,iluminando o quarto.

-Vá embora…-Uma voz triste vinha de Machop.

-Você sabe que eu não vou e que não adianta insistir.

-Por favor...eu não quero te machucar novamente…-Machop chorava tentava esconder as lágrimas fracassadamente.

-Machop eu te conheço muito bem…

-ME CONHECE O SUFICIENTE PARA SABER QUE SOU UM MONSTRO!!-Machop interrompe Nuzleaf num alteração de voz e levanta do tronco.

-Então somos dois…-Nuzleaf sorriu se tombando na direção do tal segurando suas mãos.

Numa distração de Machop,ele notou que o olho direito de Nuzleaf estava brilhando preto muito obscuramente que parecia que aquilo ia o engolir por inteiro,apenas a pupila mal dilatada estava branca e Machop mal pôde vislumbrar tal terror e Nuzleaf fecha os olhos abraçado o tal e dando um beijo em sua boca uma fração de segundo.Machop ficou paralisado por uns momentos,mas abraçou o tal e retribuiu o beijo.

Enquanto isso,na enfermaria,Dewott estava fazendo uma pequena revisão noturna para ver se estava tudo nos seus devidos lugares por ordem da enfermeira Audino.Então,quando Dewott foi olhar o lugar de Nuzleaf estava vazio,não excitou em ficar procurando a escola inteira.Quando chegou no dormitório do tal,viu Machop nos braços de Nuzleaf.Machop estava dormindo e Nuzleaf,ao perceber Dewott fez sinal de silêncio.Dewott apenas saiu da porta e voltou a enfermaria lacrimejando.


Notas Finais


Acabei de pensar em um lemon octáduplo...to rindo à pakas retardadamente...
Bem,pecebemos que Dewoot tem uman certa caída pelo Nuzleaf,mas isso foi esmagado,estraçalhado,triturado,destroçado,fuzilado,metralhado,amassado,arregassado e cuspido pelo Machop. (Eu culpo o Lula,a Dilma e o Temer)
Estou pensando em dois progetos de fanfics:Uma original e outra de FNaF.
O que acham de mais lemon feito por mim?
Ah...e para quem é escritor e lê essa fanfic,eu desafio a fazer 2000 palavras em lemon nu e puro.
Até o próximo capítulo ou nos vemos nos comentários!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...