História Prisioneira dos desejos - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hanabi Hyuuga, Hinata Hyuuga, Hyuuga Hiashi, Ino Yamanaka, Karin, Naruto Uzumaki, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha, Shikamaru Nara, Temari, TenTen Mitsashi, Tsunade Senju
Tags Naruhina Hentai
Exibições 98
Palavras 3.644
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Espero que gostem!!! Arigato por todos os comentários e os favoritos de vocês! Fiquei muito feliz! Boa leitura!!!
XD
*-* ❤

Capítulo 3 - Seguindo conselhos


Hinata abria seus olhos preguiçosamente, sentiu que estava sendo segurada por um braço forte, que estava em volta de sua cintura. Imediatamente ela se lembrou dos acontecimentos da noite anterior, ela era prisioneira de Naruto por dois meses.

Lentamente ela se soltou do braço e se virou para o loiro que dormia tranquilamente. Como ele era bonito, Hinata pensava enquanto o observava, queria tanto poder acordar com ele todas as manhãs do resto da vida dela. Faria de tudo por ele, mas sabia que isso não seria possível, Naruto não gostava dela e ele poderia conseguir qualquer garota em Konoha.

Naruto abriu os olhos, sentindo que era observado, viu Hinata com o olhar perdido, notava a tristeza no olhar da Hyuuga, achou que fosse pela vingança que ele estava fazendo, aquilo o fez se sentir um pouco culpado, afinal Hinata sempre o tratou bem, na verdade todas as pessoas ela tratava muito bem, sempre atenciosa e simpática, não conseguia entender por que ela havia falado àquelas palavras que o magoaram tanto. Quem sabe teve algum motivo de ela falar aquilo, e ele estava disposto a descobrir de qualquer forma.

— Hinata. –chamou acordando a Hyuuga de seus pensamentos.

— Naruto-kun. –disse o olhando séria. –Vou preparar seu café da manhã e não demoro. –falou se levantando e saindo do quarto.

— “O que será que você esconde Hinata.” – pensou ele com muitas dúvidas.

Hinata preparou o rámen e trouxe para Naruto que se deliciou com o prato preferido. 

Realmente Hinata cozinhava muito bem, Naruto não sabia qual ramen era melhor, se o do Ichiraku ou o dela.

A Hyuuga foi para o banho enquanto Naruto estava comendo. Pensava que não seriam fáceis os dois meses que passaria com o loiro, teria que agüentar a vingança dele e esconder os sentimentos que sentia.

 Suspirou irritada, como aquilo podia ter acontecido, só queria esquecer Naruto, mas ficou mais próxima dele, só que invés de amor ele sentia raiva por ela.

— Por que isso foi acontecer justo comigo. –falou triste. –“Queria tanto que me amasse Naruto-kun, eu te faria feliz.” –pensava triste. “Mas você nunca vai olhar pra mim, com tantas garotas correndo pra cima de você.”

Logo a lembrança da conversa que teve com Hiashi quando saiu do prédio da Hokage veio na sua mente.


Flash Back


— Otousan por que eu tenho que ir nessa missão? –perguntava irritada.

— Hinata foi um pedido da Hokage, não podíamos recusar.

— Mas o senhor já tinha recusado, e eu estou treinando para assumir as responsabilidades do clã, não é bom me ausentar por dois meses. –falava tentando convencê-lo a desistir de mandá-la na missão.

— Os dois meses te farão bem, será um ótimo descanso para antes de assumir o clã, além do mais é sua chance minha filha. –falou animado.

— Chance? Chance do que?

— De conquistar o melhor partido de Konoha.

— Otousan. –falou indignada. –Você só está me mandando ir nessa missão por que o Naruto-kun vai.

— Hai Hinata, não perca essa chance. –falava enquanto caminhavam pela rua.

— Esqueça otousan, não tem como eu conseguir conquistar o Naruto-kun. –falou desanimada.

— Por que diz isso? –perguntou sem entender. –Hinata você é linda, vários rapazes da vila já vieram pedir sua mão em casamento.

— Nani? O senhor não...

— Não aceitei nenhum pedido, pois eu sei de quem você gosta. –disse vendo Hinata ficar vermelha.

— Como o senhor sabe?

— Ter quase morrido para tentar salvá-lo é um bom indicativo, sem falar do jeito que você o olha.

— Hum, mas ele não gosta de mim.

— Tenho certeza que você vai conquistá-lo. –falava a animando.

— Otousan. – disse ela suspirando pesado. –A várias garotas se atirando pra cima do Naruto-kun o tempo todo, ele nem me nota.

— Eu sei que ele é bem disputado, mas você vai ficar dois meses com ele sozinha, sem nenhuma garota se atirando pra cima dele é o momento perfeito.

— eu fiz uma coisa horrível para o Naruto-kun, queria afastar ele de mim, não tenho mais chances de ficar junto dele.

— Por que queria afastá-lo? –perguntou Hiashi sem entender.

— Queria acabar de uma vez com as minhas esperanças que tenho dele sentir algo a mais por mim, sei que é só uma ilusão e preciso seguir com minha vida. –disse triste.

Hiashi olhou a filha triste, parecia que ela sofria realmente por aquele amor não correspondido.

— Tenho certeza que ele vai te perdoar seja o que você tiver feito, ele é um bom rapaz. –falou vendo a entrada do clã Hyuuga, por onde ele e Hinata passaram, cumprimentando os guardas no portão.

—  Não tenho tanta certeza disso. –disse ela pensativa.

— Hinata vamos ao meu escritório, para conversar. –falou se dirigindo ao escritório sendo seguido pela filha mais velha.

— O que quer conversar otousan? –perguntou se sentando no chão em frente à Hiashi.

— Vou lhe dar algumas dicas para conquistar o Naruto. –disse sorrindo.

— Nani?! Não é necessário. –falou rapidamente. Não queria ouvir dicas de seu otousan de como conquistar um homem.

— Eu sei que não sou bom em dar bons conselhos, por isso quando mandei fazer a lista com os melhores partidos de Konoha, deixei alguém encarregado de estudar cada um para te dar conselhos que te ajudem.

— Alguém encarregado? –perguntou apreensiva, por que os Hyuugas precisavam ser desse jeito tão organizado?

— Hai. –disse olhando para porta que se abriu dando passagem para uma garota muito parecida com Hinata, olhos  perolados, cabelos lisos compridos castanhos. Media 1,60m de altura, com 15 anos, com curvas bem feitas, vestia um kimono curto branco com o símbolo dos Hyuuga.

— Hanabi. –disse apavorada, a irmã mais nova sabia ser pior que Ino quando o assunto era garotos. – Otousan não é necessário.

— Esqueça. –falou Hanabi se sentando ao lado da irmã mais velha. –Já fiz a pesquisa e você vai me ouvir até o fim.

— M- mas você é muito nova para me dar esse tipo de conselho.

— Sou cinco anos mais nova que você e já tenho com certeza muita mais experiência que você.

— Hanabi eu não preciso ouvir isso. – pigarreou Hiashi constrangido, apesar de saber que Hanabi já teve pelo menos uns cinco namorados e agora o atual era o neto do Sandaime, Sarutobi Konohamaru.

— Hai, hai otousan. — disse Hanabi  sorrindo, mas quando olhou para Hinata ficou séria. – Me responda nee-chan você pelo menos já beijou na boca?

— Nani? 

— responda logo nee-chan.

— B- bem u- uma v- vez K- Kiba-kun me d- deu u- um s- selinho. –disse vermelha de vergonha.

— E o que você fez? –perguntou Hiashi  mal humorado.

— Acertei um juuken nele por ter sido tão atrevido.

— Essa é minha filha. — respondeu seu pai orgulhoso. 

— O caso é mais sério do que eu imaginava. –suspirou Hanabi. –Quem você vai tentar conquistar Hinata?

— Ninguém.

— Uzumaki Naruto. Ela vai ficar dois meses sozinha num sitio com ele. — disse Hiashi.

— Isso é ótimo. –disse a irmã  animada. – o Konohamaru-kun me deu muitas informações sobre o Naruto.

— Já disse que não estou tentando conquistar ninguém, e não quero ouvir suas dicas Hanabi. – falou Hinata irritada.

— Bem nee-chan, o Naruto não é muito inteligente então você deve demonstrar mesmo que está interessada nele. – falou olhando para a irmã que estava indignada por ter sido ignorada.

— Mas não seja muito atirada. — disse Hiashi.

— Quando estiver com ele, não use estas roupas largas que sempre está vestindo. — hanabi continuou.

— Mas nada que seja curto demais. — reclamou Hiashi.

Hinata: " Gota."

— Seja provocante e de vez em quando de algumas indiretas pra ele, mas que faça o entender o que quer. —disse Hanabi.

— Não seja muito direta e nem  tão provocante. — Hiashi interviu.

—  E quando ele estiver interessado o rejeite, isso vai deixar ele louco para te ter.

— Como assim ter Hinata? –perguntou Hiashi nervoso.

— Você quer que ela o conquiste não é outousan? — perguntou Hanabi irritada com o pai.

— Mas não precisamos chegar a extremos.

—  “Kami-sama os dois querem me enlouquecer.” –pensava Hinata zangada.

— nee-chan presta atenção,  Naruto gosta bastante de ramen, mas faça outras coisas também, impressione-o na cozinha, já que você cozinha tão bem. –disse hanabi confiante.

— Hai, conquiste-o pelo estomago. –Hiashi concordou feliz aprovando a essa dica de Hanabi.

— Algo mais que eu possa fazer? Quem sabe andar com uma placa dizendo “Eu te amo Naruto”. –respondeu Hinata sarcástica.

— Isso não funcionaria Hinata. –falou hanabi desaprovando. – E nesses dois meses que estiver com ele, seja confiante para mostrar que você cresceu. E nada de se sentir inferior como você sempre faz, afinal é muito mais bonita que aquela tábua da Sakura ou do que a oferecida da Yamanaka.

— Isso mesmo, você é linda minha filha.

—  E deve sim usar um pouco da sua beleza  para conquistar o Naruto.

— Eu não posso fazer isso Hanabi. 

— E por que não? –perguntou vendo Hinata suspirar pesado e sair em direção ao quarto.


Fim Flash Back


— E por que não? –perguntou para si mesma. –“Afinal eu posso ter alguma chance, mesmo que poucas, pelo menos  eu vou saber que fiz tudo que podia para ter ele ao meu lado.” –pensava sorrindo.

Naruto estava estranhando a demora de Hinata no banho, afinal ela estava mais de uma hora no chuveiro.

— Hinata você está bem? Não está tentando se matar ai dentro está?

— Já estou saindo Naruto-kun. –disse enrolada na toalha. –Você pode sair do quarto para eu me vestir? – perguntava de dentro do banheiro.

— Hai vou esperar na sala. –Respondeu ele saindo do quarto. –“O que eu vou fazer nesses dois meses, além da minha vingança é claro.” –pensava Naruto se sentando no sofá. –“Droga. Não posso treinar e estou longe das garotas de Konoha. Sem divertimento.” –pensava entediado. –“Apesar de Hinata estar aqui comigo e ser muito linda, mas eu disse que não a forçaria a nada, então vou cumprir minha palavra.”

Naruto observava a sala da casa, possuía dois sofás um de três e outro de dois lugares, ambos azuis escuros, uma estante encostada na parede com uma televisão e um DVD, pode notar que tinham alguns filmes na estante, isso ajudaria a passar o tempo, um tapete azul com um desenho do símbolo de Konoha no centro, estava no meio da sala.

O loiro ainda observava o lugar  quando seus olhos fitaram a entrada da sala e vira uma deusa  parada olhando-o.

— H- H- Hinata. –falou observando a morena estático, ela vestia uma camisola branca, que ia até suas coxas,  a camisola era um pouco transparente e ele pode ver a lingerie também branca que Hinata vestia, ela estava com os cabelos soltos e úmidos.

— Algum problema Naruto-kun? –perguntou inocente e se aproximando de Naruto. –Não gostou da camisola? Se quiser posso trocá-la. –disse sorrindo. –“Não acredito que estou fazendo isso.” –pensava envergonhada. –“Mas é pra conquistá-lo, então tenho que vencer minha timidez.” –pensava decidida.

— Não precisa trocar não, você está ótima. –Disse babando pela morena. –“Cara, a Hinata é muito gostosa.”

— Que bom que gostou. –disse sorrindo e se sentando no sofá. –Naruto-kun...

— Hai? – perguntou se sentando  com os olhos grudados em Hinata.

— Sei que você pediu ramen pro almoço, mas posso fazer outra coisa?

— Mas eu quero ramen. –disse emburrado.

— Se comer ramen demais pode ficar doente, precisa comer outros tipos de comida.

— Como se você se importasse se eu fico doente ou não. –disse olhando para a morena que adotou uma expressão triste, o que deixou Naruto carregado de dúvidas.

— B- bem... eu só queria que você experimentasse outras receitas que eu sei fazer, tenho certeza que vai gostar. – falava um pouco triste pelas palavras do loiro. –Mas se você quer ramen eu faço.

— Não, tudo bem pode fazer outros tipos de comida. –falou vendo Hinata sorrir. –Hinata.

— Hum?

— Naquele dia que você me disse aquelas coisas, você estava... bem de TPM? – perguntou um pouco constrangido.

Hinata estranhou a pergunta de Naruto, mas a respondeu.

— Não Naruto-kun.

— Havia brigado com seu otousan, ou alguém do seu clã te chamou de fracassada?

— Não, nenhum dos dois, mas por que você está perguntando isso?

— Você não é de ficar falando coisas que magoam as pessoas Hinata, nunca foi. –disse tentando imaginar qual o motivo de Hinata ter dito aquilo.

— Você tem razão, e o que eu disse era tudo mentira naruto-kun. –disse séria surpreendendo o loiro.

— Se era mentira, por que disse? –perguntou sem entender a Hyuuga.

— Eu já te disse. –falou suspirando pesado. –Achava que estava fazendo a coisa certa, mas eu estava errada, sei que te magoei muito e vou te recompensar enquanto estivermos aqui. –disse piscando para Naruto que na hora olhou para o corpo da morena.

— Como assim me recompensar? –perguntou com a mão no nariz sentindo que dependendo do que Hinata dissesse logo teria uma hemorragia nasal.

Hinata riu timidamente e olhou para Naruto que ainda estava com a mão no nariz.

— No que você pensou Naruto-kun? –perguntou ainda rindo.

— Em nada Hinata. –falou com o rosto vermelho. –Não pense que eu vou desistir da minha vingança, aposto que está falando que o que disse era mentira para eu pegar leve com você, mas pode esquecer. –falou sério.

— Estou falando a verdade, mas se quiser continuar com sua vingança, tudo bem. –disse dando de ombros.

— Bem, se você me falar o verdadeiro motivo de ter me dito aquilo, quem sabe eu possa te perdoar.

— Não vou falar Naruto-kun.

— Então vou continuar com minha vingança. –disse sorrindo e sentando no mesmo sofá que Hinata com um sorriso malicioso. –Realmente você ficou linda nessa camisola. –falou colocando a mão em cima da coxa de Hinata enquanto sorria malicioso para ela.

— Arigatou. –disse vermelha, mas sorrindo, o que surpreendeu a Naruto, que esperava a ver gritando com ele por ter sido tão ousado.

— Você está bem Hinata?

— Hai, por que não estaria?

— Está um pouco estranha. –disse a olhando. –Isso não te incomoda? –perguntou apertando a coxa de Hinata que deu um pequeno pulo de susto.

— N- não, afinal você disse que não me forçaria a nada. –disse sorrindo novamente e aproximando o rosto do de Naruto, que ficou extático. Hinata beijou o rosto dele demoradamente, quando se separou pode ver a cara de espanto de Naruto. –Eu sei que você sempre cumpre suas promessas.

— H- hai eu cumpro. –disse sentindo falta dos lábios de Hinata na sua pele. Ele olhava tentado para a boca da Hyuuga querendo sentir o gosto dos lábios dela.

Hinata percebeu o olhar dele e ficou feliz, parece que havia despertado o interesse do Uzumaki, apesar dela estar quase morrendo de vergonha, mas não era tão difícil seguir os conselhos de Hanabi como ela pensava.

Hinata aproximou sua boca da de Naruto com um sorriso provocante, mas desviou no ultimo momento, deixando o loiro decepcionado, mas ela apoiou a cabeça no ombro dele, e sussurrou no ouvido de Naruto que sentiu o corpo todo responder.

— Vou começar a fazer o almoço, tenho certeza que vai gostar. –disse começando a se afastar.

— “Ela só pode estar brincando comigo, me atiçou e agora está saindo fora, mas nem pensar.” –pensou segurando Hinata e rapidamente a deitando no sofá e ficando por cima dela. 

–Não brinque comigo Hinata. –falou passando os lábios pelo pescoço dela.

— Do que você está falando Naruto-kun? –perguntou inocente.

— Eu não sou baka, estou vendo que está tentando me provocar, só não sei o motivo. –falou pensativo.

— Não estou tentando te provocar. –falou o empurrando delicadamente, Naruto saiu de cima dela e a encarou.

— Então o que está fazendo me beijando no rosto desse jeito, e essa camisola é transparente, consigo ver suas roupas íntimas. Parece que quer que eu perca o controle.

— Eu sei que não vai perder o controle. –disse sorrindo. –Mas eu posso colocar um vestido se a camisola te incomoda tanto.

— Já estou te entendendo. –disse sorrindo. –Está me provocando por que sabe que eu não vou fazer nada, e para eu não cair em tentação mandaria você colocar outra roupa. –falou se sentindo muito inteligente. –Não é isso?

— Não, eu só mencionei colocar outra roupa por que você parece, digamos incomodado com essa que eu estou vestindo. –disse se levantando. –Mas não me importo em continuar vestindo apenas minhas camisolas, afinal é parte da sua vingança naruto-kun. –falou dando de ombros. –Vou fazer o almoço.

Naruto observou à morena sair da sala e ir para a cozinha.

— Ela está aprontando alguma. –disse sério. –Mas eu não imaginava que ela fosse tão bonita e provocante. –falou  sorrindo. –“Não posso forçá-la a nada, mas se ela quiser é outra história, apesar de eu achar que ela só está fazendo isso para me provocar pois pensa que não vai se entregar a mim. Mas eu também sei provocar Hinatinha.” –pensou sorrindo e se dirigindo ao quarto.

Estava quase na hora do almoço e Hinata havia preparado arroz, sushi, sashimi e panquecas de cará (prato japonês, onde as panquecas são feitas com ovos, legumes e cará). Ela estava distraída e não notou quando Naruto entrou na cozinha, ele vestia uma bermuda preta e uma regata laranja.

— Parece que você caprichou hinatinha. –disse chamando a atenção da morena, que parou para admirar o corpo definido do loiro. –Ei Hinata, está me ouvindo?

— H- hai. –disse voltando a sua atenção para o rosto de Naruto. –Quero mostrar pra você que não é somente ramen que é bom.

— Está bem. –disse se sentando a mesa, Hinata se sentou junto dele e ambos começaram a comer o banquete. – Hinata você conseguiu me provar, nunca comi algo tão bom quanto ramen, mas você conseguiu, deixou até os vegetais gostosos.

— A muitos outros pratos que eu sei preparar. –disse sorrindo. –Quero que você experimente todos.

— Hai, hai.-falou sorrindo. –Quem se casar com você vai ter muita sorte, terá a melhor comida de toda Konoha sempre.

— Isso vai depender de quem vai ser o meu marido.

— Como assim?

—  Cozinhar desse jeito dá trabalho e eu só me esforçaria assim para alguém especial para mim.

Naruto não entendeu muito bem, mas pareceu que Hinata insinuou que ele era especial para ela, afinal ela teve muito trabalho para fazer toda aquela comida e ainda disse que queria que ele experimentasse outros pratos que ela sabia fazer.

Hinata se levantou e começou a lavar a louça, ela estava de costas para Naruto que permanecia sentado a olhando.

— Hinata.

—  Hum? –disse sem se virar.

— Hã, eu sou especial pra você? –perguntou vendo Hinata virar o rosto e sorrir.

— O que você acha? –perguntou voltando a olhar para a louça.

— Sinceramente estou confuso. –falou se colocando de pé e indo até Hinata a virando para ele. –Me fale a verdade, não importa qual seja eu desisto da vingança e te deixo em paz nesse tempo que estivermos aqui.

— Naruto-kun. –falou o olhando séria. –Eu não quero falar.

— Por quê? –perguntou segurando nos ombros de Hinata. –O que está escondendo?

— Não é nada importante. –falou sorrindo, queria esconder o verdadeiro motivo de ter tratado Naruto tão mal, ele poderia ficar com pena dela e isso ela não queria, pretendia o conquistar, mesmo achando difícil e se ele sentisse pena dela, iria atrapalhar bastante, pois ele poderia querer ficar com ela por saber como ela sofreu nos últimos quatro anos.

— Hinata. –falou irritado. –Você quem sabe, mas vou fazer você falar de qualquer jeito. –disse saindo da cozinha e indo para o seu quarto.

— "Não vou falar Naruto-kun."

Hinata foi para seu quarto descansar, pois ainda estava cansada do dia anterior. Naruto havia a feito correr por horas, quase sem descanso e depois a noite a deixou muita nervosa com a historia de vingança, além dela não poder usar seu chakra por causa dos braceletes.

Ela estava deitada na cama, quando começou a observar os dois braceletes. Eram de prata e um desenho que simbolizava o país da neve se encontrava neles, realmente eram muito bonitos, mas perigosos, deixaram ela totalmente desprotegida, sem seu chakra e doujutsu.

— HINATA.

Hinata se levantou de sobressalto ao ouvir o berro de Naruto, foi ver o que ele queria pelo que notou, ele estava no quarto dele.

— Naruto-kun. –chamou do lado de fora da porta.

— Entre Hinata. –falou vendo a morena entrar no quarto.

Hinata assim que entrou ficou sem ar, pois viu Naruto enrolado somente com uma toalha na cintura, com o peitoral a mostra e com algumas gotas de água sobre a pele dele.

— Eu estava no banho. –falou fazendo Hinata o olhar. –Quero uma massagem. –disse sorrindo provocante. –É um dos meus desejos.

— H- hai. –disse vendo Naruto sentar na cama, ela se ajoelhou na cama e começou a massagear as costas do loiro, sentindo suas mãos tremerem pelo contato.

— Está nervosa Hinatinha?

— N- não.

— Então por que está tremendo. –disse segurando uma das mãos da Hyuuga e a beijando, passou a língua por  entre os dedos da Hyuuga para provocá-la, a morena estremeceu, se segurando no loiro com a outra mão. –Não pare a massagem Hinata, está ficando bom.

— Hai Naruto-kun. – falou sussurrando no ouvido do loiro. –Deite-se de bruços. –ordenou e Naruto atendeu.

Quando o loiro deitou-se sentiu o peso da Hyuuga que havia se sentado em cima dele, começando a massageá-lo nas costas, fazendo movimentos delicados com as mãos. Naruto sentiu as mãos macias de Hinata sobre sua pele e logo o corpo dela recostado no dele, sentiu os beijos dela sobre suas costas.

— Hinata. –disse se virando e deixando Hinata por baixo dele. –Não me provoque.

— Naruto-kun. –disse vermelha. –Me beija. –pediu surpreendendo a Naruto, mas ele também queria.

— Quer um beijo meu? –perguntou roçando os lábios no rosto da Hyuuga.  

— Hai, por favor me beija. –pediu com o rosto vermelho, vendo Naruto se aproximar e selar seus lábios.


------√



Notas Finais


Hinata seguiu os conselhos de Hanabi, acho que a coisa está ficando quente não?! XD...*)
Bjinhuss.❤❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...