História Prisioneiro de um Vampiro. - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink, Got7
Personagens Jackson, Jennie, J-hope, Jimin, Jin, Jinyoung, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V, Youngjae
Tags Taekook Namjin
Visualizações 56
Palavras 1.908
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Lemon, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Violência, Yaoi
Avisos: Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Desculpas pela demora ^^

Boa leitura♥

Capítulo 10 - ◇Dez◇


Fanfic / Fanfiction Prisioneiro de um Vampiro. - Capítulo 10 - ◇Dez◇


Ver ele me chamar pelo nome fez meu coração aquecer. 



-Taehyung precisamos conversar.


          ◇◇◇◇◇◇◇◇◇◇◇◇◇



Taehyung me olha por alguns minutos e fala. 


-Vem caçador, vamos sair um pouco e você me fala o que 'tá havendo. 


Levanto da cama e o sigo. Após uns minutos andando, paramos em frente a um lago. O sol estava se pondo deixando o lago com um belo brilho. 



-Pode começar caçador. 


Olho para Taehyung vendo o escorado em uma árvore e olhando o pôr do sol, meu coração começou a acelerar. 


-É...bom eu...é -eu estava tão nervoso que não conseguia forma uma frase. 


-Da pra parar de gaguejar caçador. 


-Você já amou? -ele me olha com uma sobrancelha levantada. 


-O que?


Eu não vou dizer que estou apaixonado por ele antes de saber que ele sente o mesmo. 


-Você já amou? -repito. 


-Por que essa pergunta? Eu sei que estamos um pouco próximos, mais isso não te da o direito de saber sobre minha vida. 


-Sabe Taehyung -sento e olho para o lago- Todo esse tempo que passei aprisionado na sua casa, eu percebi que você não é tão mal assim. 


-E por que acha isso? -ele senta ao meu lado.


-Eu não sei, só acho. 


Ele me olha e sorri soprado. Ficamos em silêncio só assistindo o lago agora ganhando o brilho da lua.


Fico pensando nesse tempo que passei com ele, o dia que nos encontramos na floresta, o dia em que ele fez vários cortes em meu corpo. Os dias que ele me estuprou, e os dias em que comecei a gostar de tudo isso. 


Meus pais devem estar desapontados comigo, por estar apaixonado pelo assassino deles. 


Lembro que Taehyung disse que ele é assim por causa do amor, será que se eu amar ele, sua personalidade mudará?


-Você acredita no amor? -faço essa pergunta no intuito de fazer-lo abrir seu coração. 


-Não.


-Por que você não acredita no amor?


-Porque o amor machuca Jngkook. 


-E se eu te disser que te amo? -ele me olha espantado. 


Eu não culpo sua reação, nem eu sei como tive coragem de falar isso.


-Como pode amar um monstro?


Após sua pergunta eu não sabia o que responder. Ele está certo, eu o chamei de monstro várias vezes e agora estou apaixonado por ele. 


Ficamos em silêncio mais uma vez olhando a lua cheia que subia para o topo do céu.



-Por que você não me conta um pouco sobre você? Namjoon disse que você tem bons motivos para ser assim. 


-Você não vai desistir de saber da minha vida né?


-Não. 


Seus olhos percorrem todo o meu rosto e para em meus olhos, ele fita o mesmo e diz.


-Tudo bem. 


Ele solta um suspiro fitando o lago à nossa frente e começa a falar. 


-Eu, Namjoon e meus pais morávamos em uma vila onde éramos protegidos por lobos, lobisomens como queria chamar. Eles nos protegiam de tudo, e em troca fazíamos alguns trabalhos na vila. Mesmo em meio a tantos perigos, éramos felizes. Só tinha uma coisa que éramos proibido, ver a transformação dos lobos. 


-Por que? 


-Posso continuar?


-Desculpa. 


-Como não éramos lobos como os outros, o líder deles proibia a gente disso. Na época eu era uma pessoa curiosa demais, eu sempre tive vontade de ver as pessoas da vila se transformando e quando decidi fazer isso as coisas não saíram como eu imaginava. 


Ele para por um instante, talvez ele estivesse lembrando do dia.


-O que houve nesse dia?


Ele solta um suspiro cansado.


-Eu convenci o Namjoon de irmos ver como era essa transformação, ele hesitou um pouco mais acabou aceitando. Saímos escondidos de nossos pais, e fomos até o ponto de encontro dos lobos. Ficamos em uma árvore, até todos se transformarem. A idéia era ir sem que ninguém soubesse, mas ao retornamos pra casa ficamos de cara com um lobo, Namjoon tentou me tranquilizar e eu acabei estragando tudo. Eu corri com medo e o lobo acabou nos seguindo e matando Namjoon. 


Me espanto com suas palavras. 


-Como assim? E como ele sobreviveu? 


-Minha mãe, ela era uma bruxa muita poderosa e nem sabíamos, quando ela me encontrou na floresta vendo o corpo de Namjoon sem vida, ela fez um ritual de sangue o que resultou na minha transformação em vampiro.


-Sua mãe lhe transformou em vampiro? Como ela teve coragem?


-Foi preciso Jungkook, ou ela fazia isso ou morriamos. 


-E você aceitou tudo isso numa boa?


-Claro que não, eu... -ele me olha- Depois que virei vampiro eu fiquei com muita raiva, eu matei muitas pessoas da vila, eu não ligava mais pra nada. Depois com alguns meses transformado, meus pais foram mortos de formas cruéis, forma que talvez nem eu tivesse coragem...


-Se você não quer contar tudo bem.


-Bom, depois que mataram meus pais eu desliguei minha humanidade de vez, eu não me importei em deixar uma trilha de corpos sem vida por onde eu passava, foi ai que comecei a criar vários de mim, eu transformava as pessoas sem piedade alguma. Mas teve uma época onde Namjoon conseguiu me controlar, na verdade ele contribuiu para que eu voltasse a ter um pouco de humanidade. 


-E o que ele fez para você voltar a ser mais...humano? -ele da um pequeno sorriso olhando a grande lua cheia a nossa frente. 


-Ele me fez conhecer uma pessoa. 


-Como assim?


-Eu me apaixonei caçador.


Meu peito doeu ouvir essas palavras. 


-Isso lhe ajudou em que?


-Me ajudou a ver como eu era um mostro, me ajudou a ser melhor. Ele era uma pessoa linda, ele...


-Espera você se apaixonou por um homem?


-Sim, por um homem. Voltando, ele me ajudou bastante a ser quem eu era antes de ser vampiro, o Taehyung alegre, brincalhão, divertido, romântico. Vivíamos em harmonia, mesmo ele sabendo que eu era vampiro. -uma pontada de ciúmes se fez presente em mim- Era maravilhoso viver com ele, mas tudo que é bom acaba. 


-Ele te deixou? 


Eu não estava nem com vergonha de fazer perguntas, eu queria saber tudo ao máximo sobre ele.


-Sim, mais não me deixar por não me amar, ou por que se apaixonou por outro. 

-E o que houve?


-Ele pediu para ser transformado em vampiro, ele disse que queria viver ao meu lado pra sempre, eu fiquei tão feliz com isso, eu iria passar o resto da vida com o amor da minha vida, mas... -ele pra e eu o incentivo. 


-Mas...


-Mas quando eu fiz o que ele pediu, seu corpo não reagiu muito bem com toda a transformação, ele não conseguia se alimentar de sangue humano nem de animais, sem alimentação eu vi seu corpo secar aos poucos, vi o amor da minha vida morrer na minha frente sem poder fazer nada. Quando ele morreu eu me senti completamente culpado, e eu voltei a ser o vampiro sem coração, sem piedade, eu desliguei minha humanidade para não sentir dor Jungkook. 


Ele me fita e eu retribuo, ficamos nos encarando. 


-Você tem medo de sentir dor?


-Tenho Jungkook.


-E você ainda está com sua humanidade desligada?


-Estou. 


Fito sua boca.


-E você não pretende ligá-la novamente? -começo a chegar perto de seu rosto o vendo recuar. 


-Não. 


-Por que?


-Porque se eu ligá-la novamente eu teria que me apaixonar e isso não vai acontecer. 


Chego perto de seu rosto, fazendo o deitar no chão e ficando por cima.


-Tem certeza?


-Tenho. 


-Se eu te beijar agora você não vai sentir nada?


-Não. 


Ele sempre tem a resposta na ponta da língua. Vamos ver até onde ele aguenta. 


Vou até sua orelha deixando uma lambida e uma mordida, logo sussurrando. 


-Pois acho que você vai. 


Volto a fitar seu rosto sentindo uma vontade tremenda de beija-lo. Não aguento mais e colo meus lábios nos dele. 


Nunca senti textura tão macia. 


Movo meus lábios pedindo permissão para me deliciar com seu gosto, ele nega na primeira tentativa, agora peço permissão com minha língua e ele cede. 


Nossas línguas se tocam me deixando arrepiado, elas dançam em sincronia, percorro minha língua em toda a extensão de sua boca. 



-Por que fez isso? -Taehyung me empurra separando nossos lábios, fica de pé e me fita com um olhar mortal. -Por que fez isso caçador? -dessa vez ele grita. 


-Vai dizer que não gostou? -levanto e fico há pouco centímetros dele.


-Não, eu não gostei!


-Ah fala sério Taehyung, por que negar?


-Me responda, por que fez isso?


-Porque me apaixonei por você, por isso lhe beijei, por isso quis saber sobre sua vida. -grito e vejo sua cara de espanto. 


-Você não pode se apaixonar por mim.


-E por que não? Por que você matou várias pessoas inocentes no passado? Ou por que você matou meus pais?


Ele arregala os olhos. 


-Como soube disso?


-Quando você transformou Jimin, eu me lembrei do seu rosto no dia que matou eles. 


-Viu mais um motivo para não se apaixonar por mim. 


-Fala isso pro meu coração. 


-Jngkook escuta, você deve estar confuso, se quiser eu te libero. Pronto você volta pra sua vidinha de caçador e esquece que eu existo ok?


-Eu não vou embora! 


-Shh! -ele coloca um dedo na boca pedindo silêncio. 


-Não vou calar a boca, você vai me escutar. 


-Shh Jungkook!


-Eu não...


Não termino minha frase por que ele tampa minha boca com sua mão, ele fica atrás de mim.


-Fica quieto, acho que não estamos sozinhos aqui. 


-Eu não vejo nada. -digo olhando ao redor. 


-Droga! Jungkook você tem que ir agora pra casa. 


-O que? Porque?


-Como pude esquecer que hoje é lua cheia! Você é idiota Taehyung! -ele bate sua própria mão na testa. 


Eu não estava entendo o que ele quis dizer. 


-Jungkook vá pra casa, avise Namjoon que chego já. 


-Eu não vou a lugar nenhum sem você. Me diz o que 'tá havendo?


-Tarde demais. 


Taehyung olhava para um ponto atrás de mim, viro e olho na direção e me surpreendo com a visão. 


-Meu Deus, isso é um lobisomem?


Pergunto ao ver o enorme animal à minha frente, eu nunca vi um assim, cara à cara, é assustador. 


-Fique quieto Jungkook. 


O animal nos olhava com ódio nos olhos. Em um ato rápido o animal vem em nossa direção, Taehyung me empurra e ataca o lobo fazendo o cair. 


-Vá Jungkook, eu cuido dele!


-Mas...


-Vá Jungkook!


Não falo nada e começo a correr rumo a casa de Taehyung. Eu estava prestes a chegar, mais sou impedido por um lobo à minha frente. O animal estava com a boca suja de sangue, eu estava rezando para não ser o lobo que estava com Taehyung. 


O lobo que estava de costas vira pra mim e me fita, engulo em seco com medo do que pode vir a acontecer. Eu estou sozinho, sem arma, e sem ninguém, o que vou fazer. 


Começo a andar pra trás sendo seguido pelo lobo, a cada passo meu ele avançava, até que ele avança demais, me escolho no chão na tentativa de me proteger. Espero o impacto do ataque, mais só escuto um barulho de algo se chocando na árvore. 


Tiro meu braço dos olhos, e vejo Yoongi segurar o pescoço do lobo e quebrando o mesmo. Ele joga o corpo de lado e vem em minha direção estendendo sua mão, pego a mesma e me levanto. 


-Você 'ta bem?


-Estou, obrigado. 


-Onde está Taehyung?


-Não sei, ele ficou lutando com outro lobo em frente ao lago. 


-Bom temos que ir antes que apareça outro lobo. -diz me puxando. 


-Espera e se machucarem ele?


-Não vão, agora vamos!


Yoongi me puxa mais uma vez me levando para a casa do Taehyung. Chegando fui direto para seu quarto, deixando todos sem respostas do meu "passeio" com Taehyung. 


Eu só quero que ele volte bem.


Notas Finais


Espero que a história do Tae não tenha ficado confusa, qualquer coisa perguntem.

Beijos e até o próximo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...