História Prisioneiro de um Vampiro. - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink, Got7
Personagens Jackson, Jennie, J-hope, Jimin, Jin, Jinyoung, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V, Youngjae
Tags Taekook Namjin
Visualizações 76
Palavras 1.461
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Lemon, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Violência, Yaoi
Avisos: Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Demorei como sempre kkkk

Me desculpem mesmo ♥

Boa leitura ♡♥

Capítulo 11 - ◇Onze◇



Yoongi me puxa mais uma vez e me levando para a casa do Taehyung. Chegando fui direto para seu quarto, deixando todos sem respostas do meu "passeio" com Taehyung. 


Eu só quero que ele volte bem.


       ◇◇◇◇◇◇◇◇◇◇◇◇




Já estou com as pernas doendo de tanto andar de um lado para o outro. Desde que Yoongi me tirou da floresta, eu não consigo parar com tanta preocupação. Estávamos todos na sala esperando Taehyung aparecer, depois de passar um bom tempo no quarto decide ir até a sala e falar como foi minha conversa com Taehyung. 


Namjoon ficou feliz por seu irmão abrir seu coração e falar um pouco de sua vida pra mim. Eu fiquei feliz por saber que fui o único a conseguir isso.


-Não sei pra que se preocupar tanto Jungkook, por mim ele nem voltava. 


Jimin fala e o olho com raiva. Sei que ele não gosta do Taehyung por que ele o transformou em vampiro, mas ele devia aceitar o que sinto por Taehyung. 


-Eu me preocupo por que gosto dele, e para de ser tão...


-Tão o que? Eu não sei como você consegue gostar de um mostro como Taehyung. 


-Você ouviu o que eu disse Jimin, você prestou atenção, ele é assim por motivos bem óbvios. -falo em tom alto. 


-Me poupe Jungkook. 


Eu iria rebater, mas Namjoon nos interrompe. 


-Já chega vocês dois! Jungkook sei que você está preocupado, todos estamos -ele olha pro Jimin- Menos ele, mas você não pode descontar sua preocupação nos outros. E Jimin sei que você não gosta do meu irmão, mas não precisa ficar demonstrando a cada cinco minuto.


-Tudo bem, eu me calo. -ele levanta do sofá e me olha- Mas te digo uma coisa Jungkook, esse seu amor por Taehyung vai acabar com nossa amizade. -diz e sai.



Abaixo a cabeça e penso no que ele disse. Jimin está certo, eu estou me afastando dele, eu me irrito facilmente quando ele fala mal de Taehyung, mas eu não posso simplesmente guardar esse amor que cresce a cada dia. 



Meus pensamentos são interrompidos pela porta que abre com um estrondo, todos olhamos e vemos Taehyung todo cheio de sangue pelo corpo, levanto do sofá e vou até ele.


-Meu Deus! Taehyung você 'tá bem? O que aconteceu? Por que você chegou só agora? Por que vo....


-Jungkook eu posso respirar, pra que tanta pergunta. 


-Desculpa.


Dou espaço para ele entrar, ele não fala com ninguém e vai para seu quarto, eu não iria segui-lo, mais Namjoon pediu e disse que talvez ele me falaria porque chegou naquele estado, concordo e vou para o quarto de Taehyung. 


Entro e escuto o barulho da água do chuveiro caindo, sento na cama e espero ele sair. Depois de dez minutos ele sai só de boxe e enxugando seus cabelos com uma toalha, melhor cena que eu poderia ver agora. 



-Já está aqui? -ele diz ao me ver.


-Quero saber como você 'tá. Te machucaram?


-Não Jungkook, eu estou ótimo. Só isso?


-Você é um ingrato sabia. Eu estava quase arrancando os cabelos preocupado e você nem liga. 


-Não pedi para se preocupar. 


-Eu me preocupo por gostar de você. 


-Eu também não mandei você se apaixonar. 


Me irrito com suas palavras, levanto da cama para sair, mas antes que faça tal ato ele segura meu pulso e me chama. 


-Espera Jungkook. 


-Que foi? Vai esfregar na minha cara que sou um idiota por se apaixonar por você, se for nem precisa o Jimin já faz isso. 


Ele me olha por uns instantes e depois me beija. Eu fiquei sem reação, e por impulso me afasto. 


-Por que me beijou?


-Shh Jungkook, só sinta o que vou fazer agora, não pergunte por que, só sinta. 


Antes de responder ele cola novamente seus lábios nos meus, fecho os olhos e lhe dou passagem para sentir o que ele iria me proporciona. 


Uma de suas mãos vai até minha nunca puxando os fios de meus cabelos levemente, a outra apertava minha cintura, tudo isso com delicadeza, nem parece aquele Taehyung que me estuprou. 


Levo minhas mãos a sua nuca colando nossos corpos, sentir a língua de Taehyung era uma sensação única. Me afasto para recuperar meu fôlego, ele olha em meus olhos e começa a puxar minha camisa, ergo meus braços para facilitar seu trabalho. Ele joga-a longe e passa seus longos dedos em meu abdômen, chega no cós da minha calça desabotoando a mesma, tudo sem tirar os olhos dos meus. 


Já sem roupas, os dois, ele me deita na cama ficando entre minhas pernas, pega meu membro deslizando sua mão na extensão dele, deixo um arfa sair com seu toque. Ele me beija com mais intensidade sem parar de movimentar sua mão. 


-Taehyung eu vou gozar. -digo entre o beijo. 


Ele para os movimentos com a mão e começa a chupar meu pênis fazendo o encostar em sua garganta, mais três sugadas me desmanchei em sua boca. Estou ofegante, com o corpo suado e vendo Taehyung lamber seus lábios sentido os últimos resquícios de meu gozo, era tudo que eu sempre quis. 


Ele abaixa sua cabeça e posiciona sua boca em minha entrada deixando a bem lubrificada, ele tira sua boca e colocar seu membro me penetrando lentamente. 


Ele inicia seus movimentos lentamente, deixando um arfa sair de sua boca a cada investida sua. Seus movimentos começam a ficar mais intensos acertando minha próstata, os pingos de seu suor caiam em cima de mim se misturando aos meus. Eu já estava duro novamente. 


-Se toque pra mim Jungkook, quero ouvir seus gemidos de prazer.


Pego meu pênis e começo a me masturba na velocidade de suas estocadas, soltando gemidos do prazer que ele me proporcionava, que ele estava me fazendo sentir. 


-Ahh...hmm ah Taehyung -gemo seu nome me desmanchando.Logo sinto seu líquido dentro de mim.


Ele deita ao meu lado me virando para encará-lo.


-O que aconteceu aqui? -pergunto ainda recuperando meu fôlego. 


-Aconteceu uma demonstração de amor. 


-Como?


-Jungkook eu quero que preste atenção no que vou falar ok? 


Faço sim com a cabeça. 


-Eu quero antes de tudo te pedir desculpas por tudo que fiz com você, pelos dias que lhe torturei, os dias que te estuprei.


-Não precisa se desculpar. 


-Não fale nada, apenas me escute. Quando você confessou que estava apaixonado por mim eu fiquei feliz com isso, mas não podemos ficar juntos tenho muitos inimigos, você é humano e eu um vampiro, e não peça para ser transformado por que não irei fazer isso, agora olhe em meus olhos e escute o que tenho a dizer -seus olhos estavam com lágrimas- Eu te amo e vou te amar pra sempre, eu queria muito que você vivesse ao meu lado pelo resto da vida, mais não posso estragar sua vida lhe transformando, eu te amo demais para fazer tal coisa. Eu só quero que seja feliz. Mas você deve esquecer que me conhece, você deve esquecer de tudo desde do dia que nos encontramos, eu te amo muito Jungkook, sempre estarei perto de você mesmo não sabendo. Agora você dormirá e esquecerá que um dia se apaixonou por mim.



E tudo fica escuro. 




.............





Acordo com dor por todo meu corpo. Parece até que lutei contra cem vampiros ao mesmo tempo. Abro meus olhos por conta da luz que entra pela janela de meu quarto, me sento na cama e me estico mas sentir mais dor. 


-Que diabos eu fiz ontem pra 'tá tão dolorido? -pergunto pra mim mesmo. 



Levanto da cama e vou para o banheiro, mas cara meu cu dava doendo. Será que fui estuprado e não lembro? Não, se isso tivesse acontecido eu não estaria na minha cama e vestido. 


Deixo minha dor de lado e tomo um banho, termino visto uma roupa qualquer e sigo para a cozinha, mas não estava sentindo cheiro de café. 


Jimin não acordou ainda?


Antes de ir pra cozinha vou até seu quarto, mais nada. Vou até a cozinha e nada. 


-Onde ele 'tá?


Pego uma maçã e saio para tentar encontrar Jimin, mas assim que coloco meu pé fora o encontro sentado na varanda. 


-Por que está aqui?


-Oh você acordou -ele sorri- Como está?


-Um pouco dolorido, mas por que você 'tá aqui e por que não fez o café?


-Ah nada -ele coça sua nuca.


Jimin 'tá estranho. 


-Então vamos que estou com fome. 


Entro novamente em casa, mais Jimin fica na porta me olhando. 


-Não vai entrar?


-Vou já. 


-Vamos Jimin entre logo.


Eu estava me irritando com essa sua estranheza. Ele coloca um pé pra ver se conseguia entrar. 


-Jimin você 'tá bem mesmo?


-Claro, estou ótimo. Vamos. 


Voltamos para a cozinha, ele prepara meu café mas não come. Depois de comer fomos ajeitar algumas estacas, ainda temos que capturar o vampiro que fugiu daqui se não me engano o nome dele é Yoongi. 




Vou pegá-lo e desta vez ele não escapa. 












Notas Finais


O que acharam do capítulo?

Pra quem assistiu a série The Vampire Diaries e lembra da cena onde o Damon se declara para a Elena mais faz ela esquecer, foi nessa cena que me inspirei para escrever. Como eu falei, a fic terá coisas relacionadas a série.


Comentem se quiserem.

Beijos e até o próximo, se der amanhã ^^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...