História Prisioner... (Imagine Park Jimin BTS) - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Imagine Park Jimin, Prisioner
Visualizações 664
Palavras 1.413
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), Hentai, Lemon, Luta, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


OIIIE Spiiiirits!!!
Finalmente voltei... depois de ANOS e ANOS (Mitira, não demorei tanto assim, né?)
Voltei com um bombástico capítulo de Prisioner... essa fic que vocês tanto amam ^.^
BOM, TEM UMA SURPRESINHA NAS NOTAS FINAIS, CASO QUEIRAM VER, OK?
Vamo pro cap!

~~ Kisses!

Capítulo 4 - 04 - Shelter...


Fanfic / Fanfiction Prisioner... (Imagine Park Jimin BTS) - Capítulo 4 - 04 - Shelter...

Música Recomendada para o capítulo: Blood Sweat & Tears - Piano cover.

Capítulo 04 - Abrigo...

A garota tampava os olhos, em uma tentativa de não ouvir o som de vários disparos que eram dados, ela ficou com medo, nunca havia visto uma arma em sua vida e pretendia continuar realizando esse seu desejo.

-- PARA! -- Ouviu um grito que aparentava estar longe, a garota franziu o cenho, logo caminhando para onde o barulho de correntes e tiros parecia aumentar.

Observou um galpão abandonado no meio da floresta onde se encontrava e ficou cada vez mais confusa, seu lado medroso gritava feito louco para ela não adentrar aquele local sombrio, porém a mesma desobedeceu, logo caminhando em passos rápidos até poder ver em uma fresta do enorme portão do local, oquê se passava.

-- PARA! POR FAVOR!! -- Gritou uma voz e a garota arregalou os olhos no mesmo instante.

Jimin?

-- Eu disse para me obedecer... -- Ouviu uma voz grave, acompanhada de um baque, logo Jimin caiu no chão com machucados cobrindo praticamente toda a extensão de seu corpo.

-- A-Appa... -- Sussurrou ele e o homem depositou o pé direito sobre sua barriga, com uma certa raiva. -- E-Eu fiz oquê pude... a-a culpa não é minha... -- Jimin mal conseguia piscar os próprios olhos, pois os mesmos se encontravam totalmente roxos e doloridos, em apenas um mínimo gesto a dor poderia piorar cada vez mais.

-- Por favor... -- Suplicou de olhos fechados.

-- Ela não poderia ter fugido, você me desapontou Jimin... -- Park queria que as palavras que saíssem da boca de seu Appa fosse um "filho" ou talvez "Não se preocupe", porém o mesmo sabia como era o seu verdadeiro Pai, e que nunca mudaria.

-- Eu vou achá-la... -- As lágrimas começaram á descer pelos olhos doloridos do garoto, ele sentia todos os seus músculos arderem, estava cansado de ser tão fraco.

-- Você me obrigou á isso, Park.  -- O senhor Park disse um tanto desapontado com o filho, logo pegando sua revólver e o barulho da arma sendo recarregada ecoou pelo local, fazendo Jimin gritar no mesmo instante.

-- NÃO! NÃO FAÇA ISSO, POR FAVOR! -- Gritou apavorado, fazendo o homem soltar uma gargalhada. -- E-Eu vou cuidar disso, eu lhe prometo, senhor.

-- Se fosse mesmo meu filho, saberia que não tenho piedade de ninguém. -- Apontou a arma na cabeça do garoto, que chorava baixinho.

________________ arregalou os olhos ao ver tal cena, ela imediatamente quis ficar na frente de Jimin, para poder salvá-lo. Era incrível como na frente do próprio pai Jimin poderia ser tão diferente, não aquele rapaz que se achava o rico e era grosseiro consigo, ele era frágil na frente de seu próprio pai, e o coração da garota amolecia assim que via aquela cena torturante.

A garota tentou adentrar no local, porém não conseguia, pois a porta estava trancada, oque a permitia somente observar pela pequena brecha.

-- E-Eu irei fazer tudo certo... eu prometo, senhor. -- Jimin já estava completamente rendido, ele não queria morrer, não daquela forma.

-- Adeus, Jimin. -- O homem apertou o gatilho e Jimin caiu imediatamente no chão, com uma enorme poça de sangue á sua volta.

-- JIMIN! NÃO! -- Gritou a garota, logo tentando abrir a bendita porta, a empurrando, socando, de todas as maneiras.

Ela imediatamente caiu no chão e se pôs a chorar, ela sabia que o garoto havia sido mal com a mesma, mas ela nunca desejaria que acontecesse o mesmo com ele.

-- J-Jimin... -- Chorava baixinho, e logo ouviu o barulho da porta sendo destrancada, e foi imediatamente correndo na direção de Jimin.

Viu que todo o corpo do garoto se encontrava machucado, os enormes roxos em seus olhos, cortes em sua boca, hematomas em seus braços e pernas.

-- J-Jimin... -- Chorava ela, enquanto acariciava os cabelos do mais velho, que estava com os olhos fechados.

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

A garota imediatamente acordou assustada, observando em volta e vendo que estava apenas no quarto de Jin, ela estava suada e com os cabelos todos desarrumados.

-- F-Foi só um sonho... -- Murmurou sozinha, olhando para o lado e se deparando com Jin dormindo sereno em outra cama.

-- Jimin... -- Murmurou baixo, notando que seus olhos estavam cheios de lágrimas.

Aquele pesadelo havia balado _______________, ela nunca havia tido um sonho tão horrível como aquele, e isso deixou-a assustada.

Ela imediatamente resolveu levantar, pois não iria mais conseguir dormir pensando na cena de Jimin com os olhos arroxeados e com um tiro em sua cabeça.

Ela levanta calmamente e vai em passos lentos até a cozinha, sem fazer barulho.

-- _____________? -- Levou um susto ao ouvir a voz de Jungkook, que deu um sorrisinho pela reação da garota.

-- Que susto Kook, não faça isso! -- Colocou a mão no coração e o garoto riu baixo, assentindo. -- Oquê está fazendo aqui á essa hora? -- Franziu o cenho.

-- Está na hora de eu ir ajudar minha mãe na casa do... senhor Park... -- Murmurou baixo.

-- É-É sério? Q-Que horas são? -- Ficou em pânico, não acreditando que havia acordado tão cedo.

-- São exatamente... -- Olhou em seu relógio de pulso -- 08:10 da manhã.

-- Meu deus! Eu vou voltar pra cama!! -- Exclamou surpresa, indo na direção do quarto novamente, mas parou ao ouvir a voz de Jungkook.

-- Porquê acordou tão cedo? -- Ele a encarou confuso.

-- Não consegui dormir... apenas isso. -- Mentiu, não queria contar sobre o pesadelo que teve com Park.

-- Ok, vá descansar então. -- Sorriu.

-- Jungkook... -- _______________ se virou e o mais velho fez o mesmo, olhando a garota. -- Obrigada por me deixar ficar aqui com você e seus amigos... -- Jeon sorriu.

-- Aqui será seu abrigo por enquanto, fique tranquila, estará salva. -- _______________  assentiu e foi imediatamente para o quarto, se jogando na cama e tentando dormir.

 

-- ELA OQUÊ? -- Park gritou, fazendo a empregada arregalar os olhos.

-- S-Sim senhor... ela não está no quarto... e em lugar nenhum. -- A empregada falou nervosa, Park começou á jogar as xícaras de café na parede, quebrando-as, de tanta raiva.

-- S-Senhor... se acalme... -- A empregada arregalou os olhos, tentando acalmá-lo.

-- ME DEIXE EM PAZ, PORRA! -- Berrou Jimin e a mulher assentiu, saindo imediatamente do cômodo.

-- FILHA DA PUTA! -- Xingou Jimin, enquanto lançava suas coisas contra a parede de seu escritório, passando sua mão sobre seus cabelos, bagunçando-os.

-- Oquê está acontecendo, Jimin? -- Namjoon adentrou o local, com um semblante sério.

-- AQUELA VADIAZINHA! -- Berrou ele e Namjoon fez um gesto para que o mesmo se acalmasse.

-- Oquê aconteceu desta vez? -- Yoongi abriu a porta fazendo a seguinte pergunta. -- Controle sua fúria Jimin.

-- Eu vou achá-la. -- Murmurou Jimin e os dois reviraram os olhos.

-- Cara, não entendo porquê tem que ser justo ela, tem muitas putas aí que poderiam te satisfazer. -- Min reclamou debochado, e Jimin cerrou os punhos.

-- Ela é a única que pode me satisfazer, A ÚNICA! -- Bateu o punho cerrado sobre a mesa de vidro.

-- Ok cara, se acalme, talvez se irmos á uma casa noturna você poderá pelo menos relaxar. -- O Kim tentou amenizar a situação.

-- Com licença senhor Park... -- Jeongguk adentrou o cômodo trazendo com o mesmo uma bandeja onde se concentravam os cafés que Jimin havia pedido. -- Vim trazer-lhe o café.

-- Foi você, não foi? -- Park encarou Jungkook, que franziu o cenho. -- FOI VOCÊ QUE A LIBERTOU, NÃO FOI? -- Jungkook arregalou os olhos, tentando fingir.

-- D-Do quê está falando? Libertar quem? -- O mais novo franziu o cenho, e Park riu sarcástico.

-- A _____________, ONDE ELA ESTÁ?! -- Segurou o moreno pelo colarinho, o prensando contra a parede.

-- E-Eu não sei... -- Murmurou Jungkook e Jimin começou á apertar seu pescoço.

-- EU SEI QUE ERA PRÓXIMO DELA SEU IDIOTA, ME DIGA LOGO ONDE ELA ESTÁ! -- A paciência de Jungkook esgotou, e ele apertou a mão de Jimin, fazendo o mais velho a soltar com um movimento brusco. O mais novo riu sarcástico.

-- Não importa onde ela está, você nunca irá saber. -- Provocou e pôde ver a fúria nos olhos de Park, em seguida um soco foi atingido em seu rosto.

Continua...

LEIAM AS NOTAS FINAIS!


Notas Finais


Eeeentão Spirits? Gostaram?
Acho que no próximo vai ter treta, não sei ainda XD
Enfim, pedi para lerem as notas finais porquê vim aqui publicar minha Twoshort do Yoongi, chamada Stay High, vou colocar aqui o link do trailer e lá na descrição estará o link da fanfic, ok?
Trailer Stay High (Imagine Min Yoongi): https://www.youtube.com/watch?v=FtQeFgSiQ3s
Espero que gostem dessa nova fic, fiz om todo o amor e carinho pra vocês, e em seguida terá mais dessa minha coletânea de Oneshorts ou Twoshorts dos membros do BTS!
E aí Spirits, oquê acham que vai acontecer? Comentem aí, será que vai rolar treta? (Confesso, eu adoro) Não sejam tímidos, adoro ler os comentários de vocês!
Um beijo da Liah, até!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...