História Prisoner - Suga BTS - Capítulo 54


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin, Jin, Suga
Tags Bangtan Boys, Bts, Kim Seokjin, Lia Young, Min Yoongi, Park Jimin
Exibições 2.119
Palavras 1.637
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Ecchi, Festa, Harem, Hentai, Luta, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Hello!

Bom, passando aqui rapidinho apenas pra postar esse capítulo, então tenham uma boa leitura. :3

Ah! E muito obrigada pelos 1900+ favoritos! Sério mesmo gente, muito obrigada! :3

Capítulo 54 - Parecem


[Park Jimin On]

- Ela não vai vir Seokjin! – brando e o mesmo sorri de maneira sarcástica. – Yoongi não vai deixar que ela saia daquela mansão de maneira alguma!

- Tem certeza?

O tom dele me fez engolir seco e ouvindo-o dar uma risada alta, ergui o rosto. Pelas minhas contas mais que mal feitas, deviam-se fazer praticamente um dia desde que tinham conseguido me pegar no estacionamento de minha empresa.

- Por que acha que ela virá? – questiono e Seokjin tomba um pouco a cabeça para o lado. Então tomando impulso, desencosta-se da parede a qual outra estava e caminhando de maneira lenta pela pequena sala, me encara.

- Lia é uma mulher bastante interessante de procurar se entender, Jimin. – começa e eu franzo as sobrancelhas ao sentir uma leve dor de cabeça. – Ela é transparente. Podemos saber o que ela é capaz de fazer apenas pela entonação de voz, e pelo que eu ouvi quando falei sobre você, é. Ela virá.

- Yoongi não irá deixar! – repito e ele ri baixo.

- Yoongi deve estar ocupado o suficiente com uma distração, no mínimo, insignificante para mim. – dá de ombros. – E bem... A garota virá, não importa de qual maneira, mas ela virá. Lia é o tipo de pessoa que faz tudo pelas pessoas que se importam, e como ela já bem sabe, eu estou tanto com a “família” dela, como também estou com você. Três pontos exatos do triângulo.

Rio soprado e jogando minha cabeça para trás, encaro o teto do local em que eu não fazia a mínima ideia de onde estava. Eu não estava preocupado comigo muito menos com Marcus nem Eun Hee; Lia era a minha preocupação. Se ela realmente vier Seokjin irá fazer algo que com certeza não será bom.

Nestas últimas semanas eu tentei ao máximo não pensar em qualquer coisa relacionada a ela, mas foi algo mais que impossível. Mesmo sabendo que ela nunca poderia ser minha, não parava de pensar em um futuro em que nós dois estivéssemos juntos. Cliché pensar este tipo de coisa, mas era a verdade. Tentei me manter longe e resolver as coisas sem precisar ir até onde ela divide o teto com Yoongi, e pude quase me ver a beira de enlouquecer. Ela parecia ser um tipo de droga para mim, mesmo que eu fosse morto por ela, eu morreria feliz.

- Não acredito que você queira “vender” Lia para alguém – me pronuncio e volto a olhar para Seokjin que arqueou uma sobrancelha. – Você disse para Alexis que a queria para ser vendida, mas eu não acredito em nada.

- Garoto esperto.

- Então para que a quer?

- Sabe o real motivo de Amélia, a mãe de Lia, ter-se casado com Marcus ou o porquê dele ter se juntado a mim a tempos atrás? – arqueio uma sobrancelha e Seokjin ri divertido. – Pelo visto não. O que acha de ouvir uma boa história Park Jimin?

- Vá em frente – dou de ombros e puxando uma cadeira que não estava muito longe de mim, Seokjin sentou à minha frente e apoiou um cotovelo sobre o joelho.

- Alan Morgan foi um grande homem, além de ser um bom empresário era bastante influente no mundo do crime. Embora, não fosse ligado diretamente a tudo aquilo. Ele conheceu a doce Amélia quando a mesma começou a trabalhar em sua casa. Neste tempo Alan já era casado com Elizabeth, a mãe de Alexis. Alan e Amélia se envolveram e depois de um certo tempo ela se viu grávida de Lia. – ri e passa uma mão pelos cabelos. Franzo as sobrancelhas tentando entender como diabos ele sabia de tudo aquilo... – Alan ia sim se divorciar da mulher com quem era casado para viver com Amélia, mas quando ela soube as terríveis coisas que ele fazia, não conseguiu mais sequer olhar na cara dele. Alan tentou diversas vezes reaproximar-se dela, mas tudo foi em vão. Alan soube da gravidez de Amélia, mas ela nunca quis que ele a assumisse; “não queria um bandido como pai de sua filha.” E foi neste tempo que Marcus apareceu!

- Como sabe de tudo isso?

- Marcus já era completamente apaixonado por Amélia e a mesma também o conhecia a tempos. – prossegue ao ignorar minha pergunta, bufo irritado. – Então aceitando a gravidez dela, Marcus e Amélia se casaram e “fugiram” de Alan. Mas... Digamos, que fugir de Alan Morgan é algo quase impossível. Marcus e Amélia tiveram que se esconder muito bem por vários meses, mas Alan sempre soube para onde eles iam, cada passo que davam. Ele era um grande calculista. Logo depois que Lia nasceu, Alexis também. Anos se passaram e ambas as garotas sofreram com os pais que tinham. – dá de ombros. – Lia sofria com todas as surras que passou a levar depois que sua mãe morreu, e Alexis com o duro e rígido tratamento que levava tanto por Alan quanto sua própria mãe. Quando Alan morreu, Alexis recebeu metade da herança dele, mas ao contrário do que eu pensei, ela não tinha ficado com tudo.

- Ele deixou também para Lia. – deduzo e Seokjin assente com um enorme sorriso estranho.

- Exato! De alguma maneira Alan conseguiu fazer isso e deixou sua herança dividida entre as duas filhas. Mas, não é bem assim que as coisas são.

- O que quer dizer com isso? – arqueio uma sobrancelha e Seokjin recosta-se a cadeira com uma expressão frustrada.

- A herança que Alan deixou para Lia e Alexis nunca foi dele! Aquela era apenas a que a esposa dele possuía. A herança de Alan é muito maior do que qualquer um possa pensar... Ele deixou absolutamente tudo para Lia.

O encarei perplexo com o que ouvi e piscando algumas vezes tentei assimilar tudo da melhor maneira possível, mas as coisas estavam confusas demais em minha cabeça.

- Alan Morgan deixou tudo preparado para que apenas Lia pudesse recorrer a todo o dinheiro que a pertence. Ela é a única dona da imensa fortuna que o pertenceu.

- Então é para isso que você a quer – balbucio e ele assente, sorrindo de maneira sarcástica.

- Bingo! Preciso de Lia para poder ter todo esse dinheiro, sem ela é como ter a fechadura certa para a chave errada.

- Mas onde Marcus e Eun Hee entram em tudo isso? – solto e ele cruza os braços.

- Marcus e Eun Hee sabem de tudo isso garoto. – esbugalho os olhos e Seokjin assente. – Isso mesmo. Este tempo inteiro eles sempre souberam de tudo e os engaram. Marcus conheceu Eun Hee quando ainda estava casado com Amélia... Foi Eun Hee que mandou matar Alan! Aquela mulher consegue ser mais esperta que qualquer um de nós... Ou não! – faz um gesto com uma das mãos. – Eu consegui “doma-la” por um certo tempo, mas ela ousou se rebelar contra mim e eu tive que tomar as rédeas da situação. Marcus é o “pai” de Lia diante a lei e se algo acontecesse com ela obviamente todo o dinheiro que a pertence iria para ele, e também para Eun Hee já que eles são casados – dá de ombros. – Eles planejavam matá-la. Mas quando eu passei a caça-los eles viram que tinham a grande chance de perderem a garota sem ao menos ter o que queriam.

- Então eles a deixaram conosco e inventaram toda aquela história. – digo perplexo e outra vez Seokjin assente com um sorriso no rosto. – Mas por que?

- Não há mais por que se preocupar com eles dois. Eu não aceito traições e eles me traíram quando não resolveram me entregar a garota a meses atrás. Então eles começaram a tentar fugir de mim e confesso que eu já podia ter acabado com tudo isso a muito tempo atrás, mas não teria graça! – balança a cabeça e passa uma mão pelos cabelos. – Marcus e Eun Hee acham que possuem o controle da situação, mas eles não passam de pobres carneirinhos em um imenso pasto. Eu comando toda a situação, eu decido que entra ou sai deste jogo o qual vocês estão. Não eles! E quando viram que eu já estava perto o bastante de mata-los, eles pediram ajuda para todos vocês. Tolos! Atrasaram-me, mas isso também não foi algo com o que eu me importei, de qualquer maneira eu sempre consigo o que eu quero. E o que eu quero está a caminho... Sem dúvidas alguma está. Lia vai se entregar para poupar sua vida e a dos “pais”. Como eu já disse antes: uma perfeita mártir.

- Então tudo o que fizemos foi em vão...! – falo e Seokjin dá de ombros.

- Ainda possui dúvidas?

Solto um palavrão e completamente frustrado com toda a situação, mexo-me a cadeira a qual estava preso desde que fui preso. Eles tinham conseguido nos enganar de maneira mais minuciosa possível e pela primeira vez eu estava concordando com Seokjin, Marcus e Eun Hee tinham que ser mortos! Não só pela mentira, mas também por que planejavam matar Lia apenas para ter o dinheiro que é do verdadeiro pai dela... Bando de filhos da puta!

Acordei de meus pensamentos assim que ouvi o barulho da porta ser aberta e esbugalhando os olhos, vejo Seokjin levantar-se de sua cadeira e ficar de pé. Um homem que reconheci ser o mesmo que tinha me trazido para cá, caiu no chão e arqueando uma sobrancelha, vi uma silhueta surgir logo atrás dele.

Então esboçando um sorriso sarcástico e acenando de maneira debochada, Alexis lançou um olhar tanto para mim quanto para Seokjin. Alexis limpou a pequena adaga que tinha em mãos em sua blusa branca, sujando-a de sangue.

- Aaaaah merda! Lembrei que essa é minha blusa preferida! – resmunga e eu tombo um pouco a cabeça para o lado a observo melhor. – Oh! Olá Seokjin, sentiu minha falta docinho?

[Park Jimin Off]


Notas Finais


Bye bye!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...