História Prisoner - Capítulo 44


Escrita por: ~

Postado
Categorias ASTRO, Bangtan Boys (BTS), Black Pink
Tags Astro, Blackpink, Bts, Vkook
Exibições 58
Palavras 1.156
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Festa, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


tá,esse ficou comprido
era pra ser mais curto
mas minha ideia era grande demais

Capítulo 44 - Reflection - temp.2


Fanfic / Fanfiction Prisoner - Capítulo 44 - Reflection - temp.2

Yoongi já sabia sua data de volta,seria no dia seguinte.Depois de arrumar suas coisas,colocou uma roupa e esperou a noite cair para sair.Seu hotel ficava em um bairro horrível,era o pior e mais perigoso bairro de Seul.Mas esse era o único lugar em que ninguém procuraria se viessem atrás,seu único esconderijo.Colocou um casaco,pois estava frio e arrumou seus cabelos,que agora estavam morenos.
Foi para um bar a algumas quadras dali.Ao entrar,sentou no banco em frente ao balcão.Uma garota mais ou menos da mesma idade,cabelo pintado de loiro com as pontas roxas,piercing no lábio e cara de tristeza pura o atendeu.
-O que deseja?-perguntou seca,era claro que estava totalmente insatisfeita com a sua vida,era perceptível só pelo olhar da menina.
-Quero seis doses da bebida mais forte que você tiver-queria afogar seus problemas com a bebida.
A garota se virou,pegou meia dúzia de copos pequenos ,os encheu de praticamente álcool puro e colocou em cima do balcão em frente à ele.Yoongi virou um atrás do outro,sem nem dar tempo de sentir o gosto direito.Depois de muitas doses,ficou completamente embriagado,sem consciência do que falava.Acabou se confessando para a garota atrás do balcão,contou todos os seus problemas,e ela escutou paciente.
Já era de madrugada e Yoongi tinha que voltar a pé para o hotel.Largou qualquer quantia de dinheiro em cima da mesa,se levantou e começou a andar cambaleando para fora do bar.
Andava tropeçando nos próprios pés,caído abraçado a postes e trombando em paredes.Sem perceber,estava com o celular e carteira na mão,dando um convite a qualquer um que quisesse pegar de surpresa.
Foi jogado por alguém de súbito contra a parede.De início não viu direito por conta da tontura,mas ao recuperar relativamente a visão,se deparou com um cara alto,não muito magro e forte.Ele usava uma máscara preta que cobria seu nariz e boca.Segurou na gola de Yoongi com uma mão e com a outra tentou puxar o celular e carteira da mão dele.Segurou com força seus pertences,estava sem noção do que fazia.O bandido não estava armado.
-É melhor largar ou eu vou apelar-a voz abafada pela máscara do homem deixou Yoongi com raiva.
O álcool não ajudava,estava prestes a fazer uma burrada.
-Me larga-falou o moreno segurando a gola do cara.
-Tá pensando que é quem?-deu uma joelhada no abdômen de Yoongi,que se abaixou rápido cobrindo a barriga,sentiu todos os seus órgãos se espremerem com a dor.
O homem o levantou,segurou em seu pescoço e seu um soco na sua maçã do rosto deixando um corte.Yoongi estava incapaz de agir,tudo por causa da embriaguez e da dor que sentia no seu estômago,que se revirava.Levou outro soco,na boca,sangue escorreu da mesma.O homem pegou os pertences do moreno e saiu correndo.Escorregou pela parede e caiu sentado no chão.Percebeu com dificuldade estar em uma parte coberta da entrada de uma loja.Se deitou no chão,vendo pontinhos pretos cobrirem sua visão algumas vezes,sumindo e voltando.Acabou por dormir ali mesmo,estava tão cansado,bêbado e machucado que não teve condições de se mover.
Enquanto ainda era de tarde,Lisa saiu para caminhar pela cidade.Estava com a cabeça cheia.Hae,seu ex,havia aparecido bêbado algumas vezes a uns dias atrás na porta da casa dela e de suas amigas e ficou vandalizando,pichando as paredes externas e a própria porta.Teriam que pintar por cima do estrago.Estava de saco cheio do garoto a perturbando.Parou em uma sorveteria,estava bem vazia.Sentou em uma mesa e ficou olhando pelo vidro a rua,os carros passando e se distraiu por completo.
-Lisa?-olhou para a voz que lhe chamava e era Namjoon.
-Ah,oi-sorriu-Senta aí.
-O que faz aqui sozinha?
-Tentando me livrar do meu ex-revirou os olhos-Aquele filho da puta não me deixa em paz,nem por mensagem.
-Hae?
-Ele mesmo-tinha nojo de falar o nome dele.
Ficou um breve silêncio,os dois ficaram se encarando sem assunto.Até Namjoon quebrar-lo:
-Quer sorvete?-falou já tirando a carteira do bolso-Eu pago.
-Não precisa,deixa que eu pago o meu-ficou sem graça.
-Hm,não estou vendo uma carteira aí-realmente Lisa estava sem dinheiro ali.
-Tá,pode pagar,mas só dessa vez-riu e o garoto foi buscar o sorvete.
Os dois andavam bem amigos ultimamente,criaram bastante afinidade um pelo outro.
-Lalisa-olhou para quem vinha em sua direção e quis morrer,era justamente quem não queria ver.
-Que porra você quer,Hae?-foi curta e grossa.
-Se você for uma opção-levantou o rosto dela segurando em seu queixo,
-Não toca em mim-se afastou rápido.
-O que foi,gracinha?-sentou em seu lado,a deixando presa entre o vidro,a mesa e ele.
-Hae,sai daqui-já estava começando a ficar assustada.
-Ah,Lisa...Não seja assim...-passou a mão em sua coxa e apertou,causando um arrepio nela,mas não de prazer,era de medo.
-Me larga-não tinha coragem de levantar a voz,mas continuava a tentar confronta-lo.
-Ou o que?-riu debochando e apertou mais a coxa dela.
-Me larga!-o empurrou.
-O que acha que essa fazendo,garota?!-segurou os dois braços de Lisa,apertando de forma bruta,a machucando.
-Larga ela!-Namjoon colocou os dois sorvetes em cima da mesa e puxou Hae com tudo contra o chão.
-Quem você pensa que é?-o garoto levantou e começou a bater de frente com Namjoon.
-Quem você pensa que é?Pra ficar tratando uma mulher desse jeito?-segurou nos braços dele,do mesmo jeito que o mesmo tinha feito com Lisa,que estava assustada apenas observado-Experimenta tocar nela de novo!
-E quem é você pra me bater?-deu um empurrão nele-Que cavalheiro,defendendo a namoradinha!
-Fecha essa boca,seu imbecil-virou um soco no rosto de Hae,que quase caiu.
Dois começaram a se socar,empurrar,tudo no meio da sorveteria.O vendedor acabou apartando a briga,pois Lisa,mesmo tendo tentado,foi falho.
Namjoon acabou com um corte no canto da boca e outro na testa.Hae,felizmente para os dois,terminou um caco,ficou cheio de hematomas enormes não só no rosto,como no corpo todo.
Lisa levou Namjoon para a sua casa,apenas Rosé estava lá.O arrastou até o banheiro e disse que ia limpar seus machucados.Namjoon insistiu que não era nada,mas acabou se rendendo e deixou que a menina cuidasse dele.
-Isso vai doer um pouco-passou um pano com água no pequeno corte na testa dele,que reclamou da dor com um "ai" e se afastou rápido-Desculpa,mas eu preciso limpar isso,Nam.Tá horrível.
Ele riu e encarou ela,enquanto passava o pano de leve na ferida.Estava impressionado com o quão protetora e cuidadosa ela estava sendo.Lisa pegou a outra ponta do pano,a molhou e começou a limpar o canto da boca dele.Acabou se distraindo,diminuindo a mínima força com que limpava o machucado,sendo mais lenta e encarando a boca do garoto a sua frente,a primeira coisa que passou em sua cabeça foi beija-lo.Namjoon percebeu e abriu um sorriso fraco.Lisa abaixou a cabeça envergonhada e colocou o pano em cima da mesa.
-Ahm...você...quer alguma coisa?-perguntou ela,ainda corada trocando o assunto.
-Não-ainda encarava ela,com um sorriso fraco no rosto-Obrigado por cuidar de mim.
-D-de nada...-ficava cada vez mais vermelha com o jeito que ele a olhava-Obrigada por me defender.
MoonBin dormia novamente abraçado com Eunwoo.Eram praticamente todas as noites ele falando dormindo coisas do tipo "eu te amo,Binnie","eu gosto de você,"eu te quero".MoonBin se sentia mal por isso,pois não sentia a mesma coisa,não por ele.


Notas Finais


dscp qqr erro
é q eu tava tão nervosa,era tanta treta e ainda por cima a pessoinha q eu gosto n gosta de mim
tá foda
comentem pls<3<3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...