História Prisoner - Capítulo 68


Escrita por: ~

Postado
Categorias ASTRO, Bangtan Boys (BTS), Black Pink
Tags Astro, Blackpink, Bts, Vkook
Exibições 40
Palavras 1.032
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Festa, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


ai dels
preparem-se pro meu textão nas notas finais

POVs?oi?de quem?

Capítulo 68 - Blood,Sweat and Tears


Fanfic / Fanfiction Prisoner - Capítulo 68 - Blood,Sweat and Tears

3 anos depois

Depois de tudo aqui,cá estou eu de terno indo para um casamento bem importante.Taehyung e Jungkook finalmente vão se casar.Passei um tempo na casa dos meus tios em Daegu depois daquilo acontecer,foi bom para eu poder repensar a minha vida.
Estacionei o carro no qual eu estava em frente ao local.Era um grande sítio um pouco afastado da pequena cidade litorânea.
Mesmo sendo o casamento dos meus amigos,não são eles que eu realmente quero ver.Tem uma pessoa em especial que eu não vejo a muito tempo,a minha salvação.
Desci do carro ajeitando o paletó e olhei para aquele portão de madeira todo enfeitado com flores.O mesmo se abriu e meu coração acelerou.Eu nem acredito que mesmo depois de tanto tempo,ainda continuássemos nos tratando da mesma forma.
-Eunwoo!-ele correu até mim me abraçando com força.
-Oi,Binnie-falei sorrindo e retribui o abraço de primeira,como eu estava sentindo falta daquele abraço.
-Vamos,vamos entrar-falou e olhou para a pessoa parada ao meu lado.
Bom,essa pessoa não é uma qualquer.É o cara que me tirou da minha loucura,me ajudou a esquecer o medo que tinha de Yusuke,mesmo ele tendo sido preso depois de toda aquela história,finalmente tive coragem de denuncia-lo.Não é o primeiro,mas meu segundo amor.Lee JuHo,que foi meu psicólogo por muito tempo lá em Daegu.Hoje moramos juntos em Seul num apartamento muito agradável.
Lá dentro do sítio,pude observar tudo.A grama era tão verde,as flores brancas perfeitamente colocadas no gazebo,que seria o altar,era tudo tão simples,mas tão lindo.
Quando vi MoonBin se aproximar de Yoongi e eles se abraçarem,sorri tão abertamente quanto quando o vi.Eu fico tão feliz pelo meu Binnie.
Cumprimentei as meninas e os outros meninos.SanHa e Hyeon chegaram a pouco tempo de uma viagem que faziam pela Europa,Jennie e Hoseok ficaram noivos semana passada e Namjoon e Lisa,depois do casamento,iriam se mudar para Busan.A melhor parte foi quando descobri que Jin e JiSoo também estavam noivos e que iam ter um filho daqui alguns meses.MJ e Jinwoo acabaram juntos também,coisa que eu nunca esperei.Rosé e Jimin eram o casal mais meloso que já vi,mas também um dos mais bonitos.
Sentei com JuHo em uma mesa mais ao centro,entre as outras mesas.Observando tudo ali,percebi o quanto todos amadurecemos e superamos tudo.Eu achei que tudo acabariam a três anos atrás,quando eu tive aquela tentava falha de ser livre.Ainda bem que foi falha.Eu descobri que não era daquele jeito que eu conquistaria minha liberdade.É de outro jeito,um jeito inexplicável.Mas agora sim eu me sinto livre,como uma borboleta.

Taehyung

Eu nunca tinha ficado tão nervoso assim na minha vida.Nunca vi Jungkook de terno.
Faltava menos de dez minutos para eu subir no altar,parecia que eu ia desmaiar de tanta ansiedade.Parei em frente ao espelho e me olhei de arrumado daquele jeito.Lembrei do dia da formatura do Jungkook,quando ele me pediu bebida no vestiário.A gente era muito idiota.Ri sozinho e dei uma última ajeitada no meu cabelo.Minha mãe veio,juntamente a alguns tios meus.Meu pai?Bom,ele traiu a minha mãe e ela o jogou para fora de casa,mas eu não o odeio.Não julgo aquela mente imatura,muito menos guardo rancor.Onde quer que esteja,eu vou continuar ignorando a existência dele.Me aceita quem quiser,se não aceitar eu só desejo distância.
Namjoon me levaria ao altar,eu escolhi ele pra isso por ter cuidado de mim quando fui parar naquela república.Ele foi o melhor e único colega de quarto que eu tive.Foi como um pai para mim.
Escutei batidas na porta e falei um "entra".
-Pronto,Tae?-era Jin.
Assenti fui para o lado de fora do quarto dessa casinha do sítio.Eu realmente fiz uma boa escolha em fazer meu casamento aqui.Namjoon estava do lado do Jin,aquele terno ficou perfeito nele.O mais velho me deu boa sorte e correu para fora da casa.Entrelaçou seu braço ao meu e me encarou.Era tanta emoção,eu já queria chorar.
-Vamos-falei com a voz fraca,mas por dentro eu queira gritar de felicidade.
Ao sair daquela pequena casa,demos de frente com as cadeiras posicionaras três de cada lado em fileiras,deixando um espaço para eu passar junto ao Namjoon no meio.O caminho do altar.
Respirei fundo e começamos a andar.Todas as cadeiras estavam ocupadas.O olhar orgulhoso da minha mai me dava mais um motivo para ficar emocionado.Minha família inteira parecia estar orgulhosa.Meus olhos estavam cheios de lágrimas.
Enquanto andava lentamente com o braço entrelaçado ao do meu amigo,atrás vinha Rosé como dama de honra,que,modéstia parte,estava maravilhosa.Deslizei meu olhar para cima do altar.Céus,eu nunca vi o meu Kookie tão bonito.Aquele sorriso,eu não estava mais aguentando,minhas lágrimas já queriam escapar.JiSoo,Jennie e Lisa eram as madrinhas e Jin,Jimin e Hosoek os padrinhos.
Namjoon me deixou em cima do altar e parou ao meu lado,um pouco mais atrás.Os pais de Jungkook estavam atrás dele,orgulhosos também.Ele me olhava de um jeito que me queimava por dentro,isso era tão bom.
-Você está lindo,TaeTae-sussurrou enquanto o padre começava a cerimônia.
-Você também,Kookie-sorri de canto.
Depois daquele repetidos "eu aceito",o irmão dele trouxe as alianças.Nelas tinham "하루만" lapidado no ouro.Foi caro?Foi,mas valeu a pena.Ele colocou a aliança no meu dedo.Nossas mãos tremiam.Quando coloquei a aliança no dedo dele,minha respiração chegou a ficar mais descompassada ainda.
Finalmente pude escutar a tão esperada frase:
-Já pode beijar o noivo.
Meu coração chegou a falhar uma batida com tamanha ansiedade.Jungkook me puxou pela cintura me tascando um beijo de surpresa,eu nem tive tempo para preparar meu coração.Escutei as pessoas aplaudirem e assobiarem ao fundo,isso é muita emoção para mim.Me permiti deixar uma lágrima escapar,mesmo beijando ele,eu já não aguentava mais segurar.
De mãos dadas,descemos do gazebo.A cerimônia era de longe a melhor parte,mas eu queria mesmo era a festa e,bem,a lua de mel.Íamos passar duas semanas na Indonésia,numa casa linda que os pais da Lisa nos emprestaram.
Em toda a minha vida eu nunca imaginei que ficaria tão feliz assim,que meus amigos ficariam tão felizes quanto eu.
De tudo que eu passei,dos ruins aos piores momentos,eu sei que valeu a pena.

E é com sangue,suor e lágrimas que se conquista a liberdade
A borboleta transformou os espinhos das flores em outras pétalas
Finalmente tempestade turbulenta acabou
Historias totalmente desconectas se transformaram em belos jardins,tão floridos quando unidos
Assim funciona o efeito borboleta,caminhos que se cruzam e se separam apenas num bater de asas


Notas Finais


meu kokoro
socorro
viu,Eunwoo n morreu
n tenho coragem de matar ele
nem fodendo

agr lá vem textão hehehe

ok,blz
qnd eu postei o primeiro capítulo dessa fic,achei que não ia dar em nada,que ngm iria ler
hj eu fico impressionada com esse tanto de gente
eu nunca esperei mais de 2 favoritos
e agr eu tenho quase 90
eu lembro qnd mandava os capítulos pelo whats pra Rafaella(_NoMoreDreams_)
ficava perguntando se devia postar essa fic,até ela começar a me obrigar por n soltar logo adjkgskajgr
Rafa,mozona,se n fosse vc eu n teria chegado aq,obg msm<3te amo<3
outra pessoinha q ajudou muito foi a Lari(LariVkookie)
se n fosse por vc comentar aqlas bíblias,eu teria ficado mt desmotivada
amo vc tb amore<3
e tem uma coisa q eu n sei se vcs perceberam(devem ter percebido),é q todos os problemas que eu coloquei nessa fic são problemas que existem na vida real
como homofobia,preconceito,estupro,violência doméstica,abuso,auto-mutilação,depressão,suicidio,etc
eu fiz isso pra deixar tipo uma msg,sabe?
td por causa de uma frase q meu tio disse da ultima vez q eu fui la antes de ele morrer
q foi: "esses problemas são só problemas e com ajuda dá pra superar"
e meu tio já passou por muita coisa parecida,como o preconceito por q ele tinha hidro-cefalia
mas,realmente,com ajuda da pra superar td
e foi com ajuda q eu to aq
agr eu to com 6 370 views e 87 favoritos
se eu n tivesse ajuda com a motivação q eu recebi
acho q essa fic teria sido deletada antes de chegar no décimo capitulo
então eu só tenho o q agradecer aq
achei q o texto ia ficar maior,mas eu n tenho palavras pra falar q q eu to sentindo agr,então só pensa numa pessoa tendo um ataque
e o nome 'Prisoner' pq,como eu tb já escutei essa frase antes, "somos prisioneiros do nosso vício" (aq a palavra vício pode ir pro lado ruim ou pro bom,ou seja,os problemas e os momentos bons,tendeu?)

obg de coração msm<3<3
bjss e até a minha próxima fanfic<3<3<3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...