História Private Crime - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Deidara, Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hidan, Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Itachi Uchiha, Nagato, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Sai, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha, Shikamaru Nara, Temari, TenTen Mitsashi
Exibições 23
Palavras 1.637
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Festa, Hentai, Policial, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Canibalismo, Drogas, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 3 - Não disse que podia tocar


A semana passou corrida, mas graça a Deus é sábado e posso passar o dia inteiro na minha caminha confortável. Bem foi o que eu pensei.

Eram 10h da manha quando meu celular  começa a tocar insistentemente. Tatei o criado mudo a procura do aparelho que encontrei após derrubar quase tudo que havia ali em cima.

- alo - disse sonolenta.

- bom dia pucca. - disse uma voz bem animada do outro lado.

- quem é? - perguntei esfregando os olhos.

- Ino. Lembra?

- ah claro. Algum problema Ino? - disse colocando no autofalante e me dirigindo ao banheiro para lavar o rosto.

- nenhum, só queria saber se você vai a festa hoje a noite.

- é acho que vou aparecer sim. - respondi secando o rosto e voltando pro quarto.

- ah então, você tem planos pra essa tarde?

- não que eu me lembre. - disse abrindo o quarda roupa - por que?

- bom as garotas vão vir aqui para mim casa para se arrumar e eu achei que seria legal você conhecer o resto da equipe. Quer ir com a gente no shopping e depois vir para CA?...Tenten...?

Nessa mesma hora um bolo de roupas caiu sobre mim e eu me fui junto pro chão. Aff, sério que ela me chamou cedo pra um programa de menininhas?

- eu adoraria Ino, mas é que...

- ótimo. Nós vamos almoçar no shopping, passo ai em uma hora. Tchau pucca.

Alguém pode por favor voltar nos primeiros capítulos e me mostrar em qual parte eu dei intimidade para ele me chamar de pucca?

Em pleno sábado de manhã, eu tinha outros planos como dormir e comer. Mas OK Tenten, você consegue, vamos manter as aparências. Você é uma garota legal e divertida, isso, boa garota.

Tomei um banho rápido e me vesti. Um vestidinho cinza claro liso com um cardigan longo, preto com florzinhas discretas e é claro, meus all stars.

Fiz dois coques no meu cabelo como de costume, deixando alguns fios soltos. Passei rímel e gloss e desci para tomar um suco...suco o caralho, meu estômago não parava de roncar, estava morrendo de fome e não é hoje que vou ser fitness tomando suquinho natural e maçã, pelo amor até parece que alguém vive disso. O bagulho aqui é ogro mesmo. Tratei logo de fazer um café bem forte, um mega sanduíche lotado de beacon e é claro, um bolinho ana maria.

Assim que chegamos ao shopping haviam duas meninas a nossa espera, uma de cabelos rosados e a outra de olhos pérolados. huuum, outra Hyuuga.

- bom dia meninas. Garotas essa é a Tenten Mitsashi, pucca, essas são Sakura Haruno e Hinata Hyuuga.

- prazer - elas disseram juntas.

- prazer. Você é irmã do Neji por acaso?

- não. - disse tímida - somos primos.

Ino passou a tarde toda nos arrastando para dentro de todas as lojas atrás de uma roupa. Eu sinceramente já não aguentava mais. Todas ali tinham comprado uma roupa para usarem e eu dei graças a Deus já que poderíamos ir embora.

- sua vez Tenten - disse Sakura.

- que?

- vamos achar algo pra você. - disse Ino.

- não precisa, já tenho bastante roupa.

- nada disso, vamos la, vi um vestido lindo daqui.

E assim, a loira e suas amigas me arrastaram para mais seis lojas antes de eu finalmente resolver levar um. 

Ino insistiu para eu ir para a casa dela juntos com as garotas, mas eu disse que tinha algumas coisas para resolver antes da festa. Ela concordou desanimada e disse que estaria me esperando as 20h.

Entrei no meu apartamento e joguei as compras em cima do sofá. Sinceramente, por que eu estava indo nessa festa mesmo? Nenhum motivo, seja qual fosse, me convencia totalmente já que eu deixei de dormir e comer sossegada vendo alguma série na TV.

Me estiquei para ver o relógio da cozinha, eram cinco da tarde. Dava tempo de fazer uma boquinha, já que eu não como mada desde o almoço com as garotas.

E com fazer uma boquinha eu quero dizer descongelar uma pizza grande de calabresa e muito queijo e claro, fritar muitas batatas fritas com beacon. Tudo isso junto de um litro de refrigerante. To avisando, mulheres como eu não sobrevivem com comidinha leve.

Assim que estava tudo pronto, abri o sofá cama da salá, ajeitei tudo e procurei alguma série para ver.

Fazia uns 15min que eu já tinha terminado de devorar tudo, quando olhei no relógio, eram quase sete horas e eu tinha que começar a me arrumar.

Recolhi tudo e lavei a louça. Subi para o meu quarto e coloquei umas musiquinnhas enquanto tomava meu banho e me arrumava.

É, faz um bom tempo que eu não fico parecendo... Uma menininha. Eu estava usando um vestido preto tomara que caia justo em cima e ficava mais soltinho na saia que era cheia de babados. Calcei um salto prata e senhor eu vou cair daqui. Fiz cachos leves em meus cabelos que iam um pouco abaixo dos meus seios e fiz um delineado marcado, escurecendo um pouco o canto externo do olho e caprichei no rímel. Passei um batom marrom claro matte e desci para esperar a loira.

A boate estava lotada. Havia tanta gente ali que eu ficava zonza, não que eu não estivesse acostumada, mas fazia tempo que não ia em uma.

As amigas da Ino foram muito legais comigo. Nos sentamos em uma mesa ao fundo e decidimos rachar a conta da bebida.

A festa estava bem animada, até o sr ignorante chegar. Ele me olhou e fez sinal para eu ir até lá. Olhei para as garotas e elas estavam bêbadas, não iam sentir minha falta.

Caminhei sem pressa até ele que estava se sentando em um banquinho no bar.

- então resolveu vir? - perguntei me sentando ao seu lado.

- tentei falar com você. Mas não me atendeu.

- ai que dó do Hyuuga. - disse fazendo biquinho.

- então eu olhei as fitas e no início não achei nada, mas eu pensei...

- pelo amor, hoje é sábado, você me atormentou a semana inteira. Se diverte um pouco.

- não tenho tempo pra isso Mitsashi.

- OK. Mas se vai ficar falando de trabalho. Vamos ao menos beber um pouco, o que acha?

- tudo bem então.

Pedi uma garrafa de vodca ao barmen e ele me entregou junto com dois copos.

Neji tagarelou por meia hora sobre trabalho. Na verdade os últimos dez minutos era por causa da bebida mesmo. 

- hey Neji já chega.

- o que?

- vamos dançar um pouco?

- qual é, eu to aqui a trabalho.

- eu sei, você é um homem bem dedicado. Gosto disso - disse passando os dedos pelo abdômen dele. - mas sabe, poderia relaxar um pouco, só uma dança, o que acha?

- olha Tenten...eu não sou muito chegado nisso e acho que...- tentou dizer enrolando a língua.

- ah Neji vai. Uma dancinha só, não tira pedaço. Quem sabe a gente não se conhece melhor. - disse já o puxando para a pista de dança.

Neji parecia meio deslocado, desnorteado. Não sabia se era porquê ele não sabia dança ou por causa da bebida. Começamos dançando uma música agitada e eu simplesmente seguia o ritmo e depois eu virei de costas para ele rebolando enquanto minha bunda roçava no membro dele que já estava bem saliente.

Ele colocou suas mãos na minha cintura. Eu me virei de frente pra ele e dei um sorriso de canto mordiscando o lóbulo da sua orelha em seguida.

-eu não disse que podia tocar Hyuuga.

- eu disse que você podia?

Dei um sorriso de canto. Olhei sobre o ombro dele e pude ver Deixara entrar na boate, ele me viu com o Neji e piscou pra mim. Aleluia, alguém divertido por aqui. 

Pedi para Neji pegar mais bebida e ele foi igual um cachorrinho. Fui rebolando até Deidara que deu um risinho baixo.

- sabe que não precisa disso pra me imprecionar. -disse começando a dançar comigo.

- eu sei. Mas quis ver como era. Então, gostou do meu rebolado?

- mais gostosa impossível. O que o Hyuuga achou?

- não andei assim até ele. Quer que eu tente agora? - brinquei.

- não andou, mas ficou se esfregando nele. 

- está com ciúmes Deidara?

- não. Só cuidando se está fazendo direito seu trabalho.

- não vê que sou uma profissional.

- conta outra. Então. Ta dando certo?

-só vou saber amanhã.

- que tal um beijo de boa noite?

- cai fora Deidara. - respondi rindo.

- bom, o Hyuuga está vindo. Boa noite gata. - disse me dando um beijo no pescoço.

Ele saiu e eu respirei fundo antes de ver o Hyuuga chegando. Ele parou na minha frente e pareceu que ia dizer alguma coisa, mas decidiu ficar quieto enquanto observava o loiro sair pela porta.

- eu vou pra casa Tenten. Nos vemos segunda.

- espera Neji...- disse manhosa. - me levar pra casa?

- por que não vai com a Ino?

- ela ta bêbada e ta se divertindo. Não quero estragar.

- - e não acha que eu esteja?

- que isso. Você é forte, não é alguns copinhos que te derrubam não?

- por que está assim comigo?

- não combinamos de tentar recomeçar? Mas se não gosta posso continuar implicando com você.

- OK então. Vamos?

- claro.

Entramos no carro dele e seguimos em silêncio até em casa.

Assim que chegamos ele suspirou jogando a cabeça pra trás. Dei uma risada e ele me olhou confuso.

- o que foi?

- nada. Só você com essa cara cansada.

- muito trabalho. Bom está em casa Mitsashi.

- obrigada pela noite Hyuuga. Eu adorei. - disse dando um beijo em sua bochecha.

Sai do carro e corri para dentro do meu apartament. Estava frio. Tirei a roupa e tomei um banho rápido. Vesti um pijama e ferrei no sono.

Neji povo on:

Cheguei em casa e tomei uma ducha de água fria. Aquela garota é maluca e me deixa totalmente confuso.

Afinal quem era o loiro? Pareciam bem íntimos. Ah que se dane. Não tenho nada haver com a vida dela.

Troquei de roupa e fui dormir, mas por algum motivo... Não consegui assim tão fácil.







Notas Finais


Espero que tenham gostado. E alguém da um oi ai pelo amor, pq acho que to escrevendo pras moscas mortas no meu quintal.
E as garotas sabem pra quem é essa indireta.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...