História Problem Girl! - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Malhação
Tags Isabella Santoni, Rafael Vitti
Exibições 31
Palavras 872
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oi pessoas! desculpa a demora imprevistos acontecem né? em fim..espero que gostem.

Capítulo 6 - 6


Isabella.

Mais um dia havia passado e eu continuava na casa dos Vitti. Não tinha tido muitos problemas,ao contrário do que imaginei estava até legal ficar aqui. Seu João era boa pessoa,e a esposa dele não me incomodava, apesar de não me dirigir a palavra a não ser pra me cumprimentar. Só o filho esquisito deles que não me deixava em paz. Não queria ser mal educada,mas ele era insistente,sempre me convidando pra fazer as coisas,sendo gentil e tentando me agradar. tinha a impressão que se aceitasse o que ele me oferecia sua mãe me expulsaria no mesmo momento, já que pra ela como a mesma já disse inúmeras vezes ele era o filhinho da mamãe.

-Boa noite meninos! querem ir ao jantar da empresa comigo e com o João ? –disse Valéria chegando do trabalho,eu,Guilherme e Rafael estávamos vendo um filme qualquer que passava na TV.

-Boa noite.-respondi.

-De jeito nenhum,obrigado.-disse Gui rindo e voltando a olhar pra TV.

-Ah mas por que??

-Por que é chato?-Rafael encarou a mãe.

-Ah meu filho não é..

-Aah claro, é muito divertido um jantar de negócios.-revirou os olhos.-eu não vou.

-Ok! vocês que sabem..então se virem pra comer.-deu as costas brava e subiu as escadas para o andar de cima.

-UHULL!!- os meninos gritaram e comemoram com uma dança estranha.-A casa é nossa!

-Vocês são bobos.-dei risada.

-Por que? -perguntou Rafael.

-A casa não é nossa,eles voltam em algumas horas.

-Você disse certo pequena aprendiz em algumas horas.. enquanto isso é nossa.-disse Gui piscando pra mim,apenas revirei os olhos e voltei a ver a TV.

Não demorou muito e João também chegou e foi se arrumar para o jantar,deixando bem claro que não estava nem um pouco afim de ir,ia apenas para acompanhar a esposa. Eles saíram e os meninos me encararam.

-O que foi??

-Você tem uma missão.

-Tenho ?

-Tem né rafa?

-Tem.-sorriu.

-Qual?

-Prometer nos ajudar e não contar nada do que acontecer aqui.-disse Guilherme segurando o riso.

-Tá que seja. o que vão fazer?

-Primeiro ir ao mercado.-disse rafa.

-Vocês tem dinheiro?

-Não,mas os pais dele sim e sabemos onde fica.

-Hum..

Os meninos saíram pela casa fuçando todo e qualquer lugar que sabiam onde os pais de Rafael guardavam dinheiro,tinham achado até que uma boa quantia,nos trocamos e pegamos o carro de Rafael para ir ao mercado,compramos varias porcarias pra comer e também cerveja.Voltamos e pedimos uma pizza,colocamos tudo no chão da sala. comíamos e bebíamos enquanto víamos um seriado criminal na TV.

-Cerveja é uma droga! por que as pessoas bebem isso? tem um gosto horrível.-reclamou Guilherme.

-Você nunca bebeu cerveja antes?-perguntei surpresa.

-Você conhece meus pais?-perguntou.

-Não.

-Então..mas respondendo sua pergunta não.

-Hum..

-Você também não gostou Rafael pode dizer que eu sei.

-Eu não disse nada.-respondeu.

-Mas não gostou,só não quer falar nada por que quer se aparecer pra ela.

-Pra mim por que?

-Ué ele quer estar a sua altura.-disse como se fosse óbvio.

-Cala boca Guilherme!-gritou Rafael.

-Que altura posso saber??

-Você sabe do que to falando, não seja lerda Isabella! Rafael é afim de você e se acha nerd demais pra você que até já foi presa.-respondeu Guilherme rindo,quando vi Rafael já havia pulando em cima dele e os dois se atracavam no chão trocando ofensas das mais diversas.

-Hey parem!!-gritei,mas eles não pareciam me ouvir,corri até a cozinha e enchi uma jarra com água.-Parem seus idiotas!!-joguei a água em cima deles que se afastaram confusos.

-Que merda é essa?

-O que foi isso?

-Vocês pareciam dois cachorros brigando e é assim que se separa briga de cachorros.-respondi rindo.

-Que otária.-Guilherme se levantou e saiu pela porta chateado.-Eu vou embora.-gritou.

-Desculpa.-Rafael respondeu rindo.-Ele não te acha otária. só disse isso por que ta de cabeça quente.-se levantou colocando a mão no lábio que havia cortado.

-Me deixa ver isso.-fui até ele.-cortou um pouco,tem algodão?

-No banheiro.

-Ok.-fui ao banheiro e logo voltei com o algodão.-Senta ai.-indiquei a cadeira,ele se sentou de frente pra mim,coloquei de vagar o algodão sobre seu lábio.

-Me sinto um idiota.

-Por que?

-Por tudo,era pra ser legal essa noite..não era pra nada disso ter acontecido se não fosse pelo idiota do Guilherme.

-Tudo bem,estou acostumada com brigas.-respondi sorrindo.

-Aé?

-Sim..meu irmão brigava muito.

-Hum..eu nunca briguei, essa foi a primeira vez.

-Sério?

-Sim..claro que eu e Guilherme brigávamos quando éramos moleques, mas não assim de socos como foi hoje.

-Hum..acho que você acabou com ele.

-Sério?-disse surpreso.

-Sim,o canto do olho dele tava sangrando pelo que vi e você só cortou o lábio.

-Legal.-disse empolgado.

-Legal brigar com seu primo?

-Não! Claro que não. Mas percebi que se precisar sei me defender.

-Por que você ia precisar se defender?

-Não sei..talvez precise.

-Era verdade?

-O que?

-Você é afim de mim?

-Não!!-gritou.

-Não? Hum.. achei que sim.-respondi surpresa.

-Não quer d-dizer.-gaguejou.-eu sou..-encarou o chão.

Sorri e não respondi nada. coloquei pressão com o algodão no seu lábio e escutei ele reclamando. Depois disso limpamos a bagunça que nós fizemos. E voltamos a assistir, via Rafael me olhando a todo momento acho que ele esperava uma resposta. Mas não tinha nada a dizer,eu não sentia nada por ele,só não entendia por que tinha ficado feliz com sua confissão.


Notas Finais


E ai curtiram? estaria Guilherme com ciúmes de Rafael? e Isabella se não é afim do Rafael por que motivo ficou feliz com a confissão dele? o que vocês acham? comentem,quero saber!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...