História Problemas: a história de uma emo - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Exibições 13
Palavras 922
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela, Violência

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Aqui vai mais um capítulo de "Problemas: a história de uma emo"

Capítulo 6 - Problemas, não só eu os tenho


Anteriormente:

Thiago- Me perdoa?

Luany- Perdôo...

Doutor- Luany, você já pode ver sua mãe.

Luany- Que bom!... Meu amigo também pode entrar?

Doutor- Pode, mas lembrando que é para lavar bem as mãos...

Luany- Tá...

Doutor- Luany, depois eu gostaria, de conversar com você.

Luany- Tá... Sobre?

Doutor- Você vai saber... (Vai embora).

Luany(pensando)- Que estranho...

Thiago- Então... Eu sou seu amigo?!

Luany- Hã?

Thiago- Você disse pra o doutor que eu sou seu amigo!

Luany- Há...

Thiago- Mesmo depois de dizer que a amizade era uma ilusão!

Luany- Ai! Tá! Não precisa jogar na minha cara.

Thiago- Calma, eu não queria te aborrecer!

Luany- Hm.. Vamos logo, se não acaba o horário de visita e a gente não fala com a minha mãe.

Depois de lavar bem as mãos, entramos para o quarto da minha mãe.

Luany- Oi mãe! (Diz entrando).

Mary- Oi querida! Hm... E quem é esse rapaz?!

Thiago- Oi senhora, eu sou o Thiago, amigo da sua filha.

Mary- Querida! Por que não disse que tinha um amigo novo?

Luany- Hm... Sei lá.

Mary- Mas filha...

Thiago- Não se preocupe senhora, sou amigo da sua filha à pouco tempo.

Mary- Não precisa me chamar de senhora, me chama de Mary.

Thiago- Tudo bem então Mary, afinal, acho que você é muito jovem pra ser chamada de senhora!

Mary- Hm... Que cavalheiro!

Thiago- Obrigado!

Luany- Que babaquices. (Diz sentada numa cadeira, olhando para o telhado expressando tédio).

Mary- Filha!

Thiago- Há há! Liga não Mary, ela é assim mas é uma ótima amiga.

Mary- Hm... Bom saber! Ai! Filha, eu gostei muito que você encontrou um bom amigo! 

Luany- Se você soubesse que ele bebe... (Resmunga).

Mary- Disse algo filha?

Luany- Não! Nada!

Mary- Hm... Senta nesa cadeira que está mais perto querida!

Luany- OK.

Luany se levanta de sua cadeira e vai para a mais próxima da mãe.

Luany- Melhor?

Mary- Muito melhor!

Depois de um tempo, uma enfermeira chega e diz que o horário de visitas tinha acabado, então Thiago e eu saímos da sala.

Thiago- Eu gostei da sua mãe, ela é simpática!

Luany- Pois é! Diferente do meu pai.

Thiago- Por que, o que tem você e seu pai?

Luany- Nós nos odiamos. Ele me odeia por ter nascido, e eu o odeio por nunca ter dado a minha mãe o que ela precisava, e o odeio ainda mais por ter a deixado logo nesse momento difícil...

Thiago- Foi mal... Eu não deveria ter perguntado... (Resmunga- é parecido comigo e minha mãe).

Luany- Por que? Tem Problemas com sua mãe?

Thiago- V-você me ouviu???

Luany- Sim, acho que de tanto tempo calada, as pessoas aprendem à ouvir, e a observar...

Thiago- Hm...

Doutor- Luany! A nossa conversa!

Luany- Há... Sim... Me espera lá fora?

Thiago- Espero, até mais.

Luany- Até.

Thiago fica na recepção enquanto eu converso com o doutor.

Doutor- Então Luany, é sobre a sua mãe, o tumor piorou de situação, e...

Luany- Eu devo me preparar para o pior.

Doutor- Isso...

Luany- OK... Eu devia saber que esse dia iria chegar a qualquer momento (fiz cabisbaixa).

Doutor- Era só isso...

Luany- Não tem problema. Até amanhã.

Doutor- até amanhã.

Luany se direciona até a recepção onde está Thiago.

Thiago- Vamos Luany?!

Luany- Vamos... (Diz cabisbaixa).

Eles vão para fora do hospital, mas Thiago acha aquilo tudo muito estranho.

Thiago- Você está bem?

Luany- Eu nunca estive...

Thiago- Olha, pode contar comigo para o que precisar! 

Diz colocando a mão no meu queixo e o levantando até que meu olhar se encontra com o dele, droga! Ele está fazendo aquilo de novo, mas não me importo, com aquela situação em que se encontrava minha mãe não podia começar a pensar em coisas estranhas, mas parece que ele percebeu que aquelas palavras não me animaram muito, então de repente algo estranho aconce... Ele me puxa e me abraça, meu coração deu um salto de novo, era quante, eu nunca tinha sentido tamanho conforto antes.

Thiago- Não fica assim tá?! (Diz se separando de mim e colocando minha franja para trás de minha orelha).

Luany- T-tá... 

Thiago- Tá ficando tarde, quer que eu te acompanhe?

Luany- N-não...

Thiago- Tá... Me dá seu número?

Luany- Pra que?

Thiago- Pra ligar ué!

Luany- Tá!

Dou meu número de telefone

Thiago- Tchau!

Luany- Tchau...

Nos separamos e fomos para nossas casas...

_-Na Casa de Luany-_

Amélia- Oi linda! Como foi seu dia?!

Luany- Como todos outros... Bem, um pouco mais, animado... Não! Cansativo.

Amélia- Bom, pelo menos houve algo diferente não é?!

Luany- É... Até que sim.

Amélia- Você não quer uma pipoca de microondas? Eu comprei!

Luany- Hm... Talvez mais tarde.

Amélia- OK.

Luany- Eu... Vou pro meu quarto.

Amélia- Está bem linda!

Passo para meu quarto (e ela continua me chamando de linda ). Eu só queria saber como é a vida do Thiago...

Flash back on

Thiago(Resmunga)- é parecido comigo e minha mãe).

Flash back off

Por que será que ele disse aquilo?

_-Na Casa de Thiago-_

Thiago- Oi pai!

Pedro(pai de Thiago)- Oi filho! Demorou!

Thiago- Estava com uma amiga.

Padro- Haaaa sim.

Pietra(mãe de Thiago)- Mas vai saber o que esse aí tava fazendo com a menina!

Thiago- *suspira*

Pedro- "Esse aí" Pietra, É nosso filho!

Thiago- Deixa pra lá pai!

Pietra- Pois é pai deixa pra lá!

Pedro- Pietra você está agindo como uma criança!

Thiago corre para o quarto!

Pedro- Olha o que você fez!

Pietra- Você que mima esse marmanjo!

Padro- Marmanjo era o Leandro! E não o Thiago!

Pietra- Não fique culpando quem já se foi!

Pedro- Não fique culpando a quem não tem culpa!

Pietra- Claro que tem culpa!

_-No Quarto de Thiago-_

Thiago está chorando... Ele pega uma lata e bebe um gole, mas...

Flash back on

Luany- Isso faz mal sabia!

Luany- Você não pode dar alchool para um menor!

Luany- A amizade é uma ilusão!

Flash back off

Thiago atira a lata contra a parede... Pega o celular e liga para...

Ligação on

Thiago- Luany! Snif!

Luany- Thiago? Tá tudo bem?

Thiago- Não... Acha que tem algum problema eu dormir na sua casa hoje, aqui tá meio, snif! Desconfortável!

Luany- Não tem problema, aqui tem quarto de hóspedes.

Thiago- Que bom! Obrigado!

Luany- De nada.

Ligação off

_-Na Casa de Luany-_

Luany- O que será que aconteceu?!


Notas Finais


Aqui foi mais um capítulo! Espero que gostem😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...