História Problems... - Capítulo 11


Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Jikook, Namjin, Vhope, Yaoi
Exibições 183
Palavras 2.227
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Hello Hello delicinhas do meu kokoro. 💕
Voltamos com mais um capítulo pra vocês.
E vamos continuar com as tretas malignas nesse lindo cap.
Boa leitura amores.

Capítulo 11 - Jin


Fanfic / Fanfiction Problems... - Capítulo 11 - Jin

*POV Jin*   

Ouvimos alguns gritos vindo de outro lado da imensa sala da Dawon. Olhei para o meu lado e vi que Jimin e Jungkook não estavam ali.      

Olhei para Namjoon e parece que ele me entendeu apenas com a troca de olhares.   

Os meninos se meteram em encrenca…   

Corri para onde os gritos estavam vindo e me deparei com Kook socando Yoongi.   

Namjoon segurou Jungkook e eu puxei Suga.   

_ Posso saber o que está acontecendo aqui? _ gritei e percebi que a festa inteira se calou.   

_ Eu não sei Jin. O Jungkook começou a me bater do nada e… _ Suga começou a explicar.   

_ Não se faça de santo Yoongi. _ Jungkook gritava tentando se soltar de Namjoon. _ Você sabe muito bem o que fez.   

_ O que aconteceu? _ perguntei novamente e Kook se acalmou.   

Ele parou de se debater e lágrimas começaram a cair de seus olhos.   

_ Ele estava beijando a Yoko. _ Jeon falou e eu olhei automaticamente para aquela garota desprezível.   

_ E o que você tem a ver com isso? _ Suga perguntou confuso.   

_ A Yoko é namorada dele Yoongi. _ Jimin respondeu olhando para a garota.   

_ Jungkook, eu juro, eu não sabia que ela era sua namorada. Se eu soubesse eu nunca ficaria com ela… _ Yoongi tentou se explicar mas Jimin o interrompeu.   

_ É claro que não sabia. Essa… vadia mentiu para você Yoongi e ainda traiu o Jungkook… _ Jimin gritou.   

_ Olha a boca Jimin… _ eu disse e Jimin se calou.   

_ Como você pode fazer isso comigo Yoko? Logo eu que te amava tanto…   

_ Kook eu errei, você tem que me perdoar. _ ela falou com os olhos marejados.   

_ Te perdoar? _ Jungkook perguntou. _ Você me traiu… Depois de tudo o que eu fiz por você, e eu ainda tenho que te perdoar?   

_ Amor, eu te amo. _ ela disse já com as bochechas molhadas.   

_ Pena que eu não sinto mais o mesmo por você. _ Jungkook disse e Yoko chorou ainda mais.   

_ Você ficou com o Yoongi, mesmo depois de eu ter dito que gostava dele. _ Dawon disse chorando um pouco. _ Você era minha melhor amiga…   

_ Eu gostaria de dar um tapa nessa sua cara… _ Jimin disse com raiva. _ Mas eu não posso.   

_ Tudo bem Jimin. _ Dawon disse fitando Yoko. _ Eu faço isso por você…      

Dawon bateu no rosto de Yoko com toda a força que tinha. A marca vermelha e os dedos da irmã de Hoseok ficaram marcados bem na bochecha de Yoko.   

_ Vai embora daqui… _ Dawon disse rispidamente e Yoko a obedeceu.    

_ A festa acabou? _ Tae perguntou abraçando Hope.   

_ Não Tae, ela está só começando. _ Dawon sorriu. _ Vamos esquecer o que acabou de acontecer e festejar. Afinal, ainda é meu aniversário.   

A maioria gritou de alegria, menos nós do Bangtan, é claro.

*******     

No jardim da casa de Dawon eu podia sentir o vento frio e bom em meu rosto. Aquela era a única parte da casa que estava em completo silêncio, e isso era algo que eu precisava.   

Eu queria pensar, refletir em tudo que estava acontecendo. Nos meus problemas.   

As estrelas pareciam que estavam mais brilhantes. A lua maior e mais bonita do que de costume.   

Fechei meus olhos por um momento imaginando o quanto seria incrível se fôssemos só nós ali no mundo. Eu, as estrelas e a linda lua. Onde a cada sonho bom se tornasse realidade e que nada e nem ninguém iria atrapalhar minha felicidade.   

Mas então, a imagem de Namjoon veio em minha mente. E eu pensei: Será que eu seria feliz sem o Namjoon?   

Minha resposta foi rápida… não.   Eu poderia ter as estrelas mais brilhantes e que nunca se apagariam. Mas eu sentiria falta de seu sorriso que iluminava minha vida.   Poderia ter a maior e mais linda lua. Porém, eu trocaria essa lua só para ter um simples abraço de Namjoon, o abraço que me confortava e me animava a cada segundo.   

Minha vida nunca seria perfeita sem ele. Sem o Namjoon. Porque por mais que eu tentasse negar, eu amava o Namjoon de todas as formas possíveis. E por mais que o tempo passasse, eu sabia que ele sempre estaria lá no meu coração.   

_ Jin? _ escutei aquela voz que eu tanto gostava de ouvir.   

Abri meus olhos e vi o rosto de Namjoon sorrindo e com os lindos olhos brilhantes.   

_ Oi Joonie… _ eu ri e ele também.   

_ O que está fazendo deitado na grama? _ ele perguntou rindo ainda mais. _ A flor do nosso grupo é o Hoseok.   

_ Disso eu sei muito bem. _ respondi rindo. _ É bom ficar aqui, é geladinho.   

_ Posso ficar aqui com você? _ ele perguntou e eu assenti.   

Namjoon se deitou ao meu lado e pela primeira vez ali naquele jardim eu quis olhar para outro lugar que não era o céu, olhava para o Namjoon.   

_ Você tem razão é geladinha. _ ele disse e rimos. _ Agora me diz, o que você estava pensando?   

_ Quer mesmo saber? _ o olhei e ele sorriu.   

_ Se eu não quisesse não estaria perguntando. _ Namjoon falou e ri.   

_ Estava pensando em você. _ voltei a olhar para o céu e ele fez o mesmo.   

Eu queria dizer o que sentia, mas não sabia como.   

Eu me levantei, mas continuei sentado na grama olhando para a grande piscina que tinha em nossa frente.   

Namjoon se sentou ao meu lado assim que levantei. Ele me olhava enquanto eu estava perdido em meus pensamentos.   

A luz da lua iluminava aquele rosto tão lindo e perfeito que eu tanto admirava.   

De repente me virei para ele, puxando a gola de seu casaco,  juntando nossos lábios por longos segundos.   

Nosso beijo foi único. Foi realmente incrível. Eu nunca esqueceria aquele momento que toquei os lábios da pessoa que eu mais amava.   

A cada segundo daquele beijo eu me sentia cada vez mais apaixonado por ele e mais necessitado de sua boca.   

Eu queria ficar assim para sempre com ele. Se eu pudesse parar no tempo eu pararia sem hesitar. Em todo o momento daquele beijo eu sentia que precisava do amor de Namjoon.   

_ Eu te amo. _ Namjoon disse com nossas testas ainda coladas e lágrimas começaram a descer desenfreadamente por meu rosto. _ Jin, o que aconteceu? _ perguntou um tanto assustado segurando meu rosto e eu chorei ainda mais.   

_ Eu quero tanto ficar com você Namjoon, é o que eu mais quero na minha vida, mas eu não posso.   

_ E por que não?   

_ Porque isso é errado.   

_ Não é errado se nós dois nos amamos.   

_ Namjoon, eu não… _ disse apoiando minha cabeça em seu ombro. _ Eu te amo muito, mais do que tudo, mas realmente não posso fazer isso.   

_ Quando você vai parar com isso? Não vê que eu só posso ser feliz se for ao seu lado? Jin, entenda, por favor. _  disse rapidamente, um pouco alterado.   

_  Me desculpe. Eu queria muito mesmo. Mas não posso. _ disse levantando minha cabeça para o olhar.   

_ Eu só queria que você entendesse, mas você é muito burro mesmo. _ respondeu-me se levantando e saindo do jardim.   

Logo que ele passou pela porta a fechando, mais lágrimas caíram sobre meu rosto. 

Me deitei no chão novamente com as mãos sobre o rosto, e encolhi-me ali. 

 *******   

Entrei na casa indo rapidamente ao encontro de Jungkook. 

Eu precisava saber como ele estava, depois de tudo o que aconteceu com Yoko ele deveria estar péssimo.   

Vi Jungkook sentado no sofá sério de braços cruzados. Sentei ao seu lado e ele me olhou.   

_ Kook… _ falei e ele me abraçou fortemente. _ Quer ir pra casa?   

_ Quero. _ ele assentiu assim que nos separamos. 

Eu me levantei e logo depois Jeon fez o mesmo.   

Chegamos até Yoongi, Jimin, Tae e Hoseok, que por sinal também não estavam com uma cara muito boa.   

_ Vamos gente? Já está tarde… _ comecei a falar e todos concordaram mesmo antes de eu terminar a minha fala.   

_ Dawon! _ Hope a chamou e ela veio correndo. _ Obrigado por tudo e desculpe pela…   

_ Não precisa se desculpar Hobi, eu só quero esquecer aquilo. _ ela disse e Hoseok a abraçou. 

_ Eu te amo irmão, obrigada por ter vindo.   

Hoseok deu um beijo na testa de Dawon e todos nós nos despedimos da mesma e a agradecemos.   

Estávamos entrando no carro quando Jimin me lembrou.      

_ Jin, aonde está o Namjoon? _ Jimin perguntou e eu dei um leve tapa em meu rosto.   

_ Vocês podem ir na frente. Eu e o Namjoon podemos ir depois. _ falei e Jimin assentiu.   

Olhei em todos os lugares da casa, e nem um sinal do Namjoon. 

Então fui até a cozinha.   

E lá estava ele. 

Sua cabeça estava em cima de seus braços sobre a mesa e eu ri ao ver aquela cena.   

Eu sentei ao seu lado e comecei a mexer em seus lindos cabelos platinados.   

_ Joonie… _ coloquei minha cabeça em seu ombro e o chamei perto de sua orelha. _ Temos que ir embora.   

_ Vai embora Jin por favor . _ ele disse baixo. _ Você disse que não pode ficar comigo. Então me deixe aqui.   

_ Joonie, por favor olhe para mim… _ peguei seu rosto o fazendo olhar para mim. _ Você está muito bêbedo.   

_ Você está lindo. _ Namjoon falou rapidamente e eu ri.   

_ Eu sempre estou. _ falei e coloquei um de seus braços em volta do meu pescoço.   

_ Jin, me beija? _ Namjoon falou e eu me assustei.   

_ O que? Namjoon, eu não…   

_ Você é um idiota mesmo. _ pude vê-lo revirando os olhos.   

_ Eu não sou um… eu não vou me estressar com você. _ me levantei tentando fazer Namjoon andar junto comigo.   

_ Você tem razão. _ ele disse enquanto caminhávamos até a saída.   

_ Eu sempre tenho razão. _ dei de ombros e sorri.   

_ Você não é um idiota.   

_ É, eu sei disso…   

_ Você é muito pior que isso. _ ele falou e eu me espantei.   

_ Pare de falar bobagens…   

_ Você só se preocupa com o pensamento dos outros, nunca na sua felicidade, na nossa felicidade pra ser mais específico. É tão preocupado com o que vão pensar de nós dois, mas não se preocupa com quem importa realmente. _ ele dizia e apesar da imensa vontade de jogá-lo no chão eu não o fiz, apenas continuei andando e o ignorando. _ Às vezes eu me pergunto o porquê de eu ter me apaixonado por você. Você não merece o meu amor.   

_ Cala a boca Namjoon…   

_ Está vendo? Você tem medo de ouvir o que as pessoas pensam sobre você. Você se acha perfeito, mas na verdade você não é nem metade disso.   

Ouvir aquilo do Namjoon doeu muito. Meu olhos começaram a derramar lágrimas de maneira fraca.   

_ E mesmo com todos os defeitos do mundo que eu sei que você tem… eu fui capaz de te amar mais do que qualquer coisa. _ Namjoon disse e eu parei de andar junto com ele. Já havíamos chegado em frente ao apartamento. _ É uma pena que você não seja capaz de sentir o mesmo por mim.    

_ Joonie, eu já disse que te amo… O que mais você quer que eu faça?   

_ Que largue essa idéia de que nos amarmos é errado. Não estamos roubando e nem matando ninguém. Estamos apenas tentando ser felizes. Felicidade é algo que eu quero ter, mas é impossível sem você. Só quero que você prove que me ama, assim como já provei várias vezes para você.   

Entramos no apartamento e não vimos mais ninguém. Todos deviam estar dormindo. 

Levei Namjoon até o nosso quarto e o deitei sobre a cama.   

Ele segurou minha cintura e eu permaneci ali, em cima dele. Nossos rostos estavam perto demais um do outro. 

Meus lábios ansiavam pelo os de Namjoon. Eu queria sentir a sua boca novamente colada a minha, sentir o prazer dela.   

Cheguei mais perto dele e o beijei mais uma vez. O beijo se aprofundava mais a cada momento e eu senti uma enorme vontade de tirar a roupa de Namjoon.   

Comecei a puxar sua camiseta e a tirei de seu corpo. Passei minhas mãos por seu abdômen enquanto voltei a beijá-lo.   

Até que parei para pensar que eu estava me aproveitando do Namjoon. Ele estava bêbado, não se lembraria de nada no outro dia.   

Separei nossas bocas por um segundo e respirei fundo. Saí de cima dele e o cobri com seu cobertor.

Me virei e fui em direção a minha cama.   

_ Jin… _ ouvi a sua voz um pouco sonolenta e o olhei.   

_ O que foi senhor bêbado? _ sorri.   

_ Dorme comigo. _ ele disse e eu assenti.   

Me deitei ao lado dele e o mesmo me abraçou.   

Sei que Namjoon estava bêbado, mas de uma coisa ele tinha razão. Eu deveria provar, não só para ele, mas para todos que eu o amo. E eu faria isso. 

*******               


Notas Finais


E aí, o que vocês acharam?
Coloquem as suas opiniões nos comentários porque vamos ler e responder todos.

Não se preocupem, pois ainda vamos terminar de responder os comentários do capítulo passado. Perdão, é porque não tivemos tempo.

Sobre o trailer:

Muito obrigada por todos os comentários que tivemos. Adoramos todas as músicas, e nós as anotamos.
Vamos começar a trabalhar no vídeo logo.

Foi isso meus amores.
Espero que tenham gostado.
Até o próximo, e beijinhos.

~Sam_B3ar e SeokjinTrevoso ❤💙💚💛💜


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...