História Procura-se empregada! - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Yoonmin
Exibições 207
Palavras 1.184
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 14 - Confusões


         Dias atrás...

Para alcançar o amor
    Vontade deves ter
    Ou o seu objectivo
    Não iras obter
   Se lhe deres tomar isto
   tu seras nos olhos dele visto.
   O coração teras em suas mãos
  E para sempre juntos estarão.

Mas atenção: não deixes que em outro ele toque ou de ti ele não mais gostara.

    

0000000000000000000000



    Jimin simplismente adormeçeu em seu escritório, não se sentia cansado mas adormeçeu.
   Jungkook saiu de lá sorrindo vitórioso, com a chávena em mão, jogou a mesma no caixote de lixo e foi para sua casa sem tirar o sorriso do rosto.




0000000000000000000000







   Jimin acordou já ao anoitecer e a primeira coisa que pensou foi  em Jeon Jungkook.
     Se levantou apressado, pegou seu celular fazendo varias ligações indo para sua casa.

    Ja eram 21h quando o celular de Kook toca, olha para tela e ve a foto de Jimin,

    Rapidamente atendeu.

    –Kook você pode vir até minha casa agora?–

    –claro, mas oque aconteceu?–

    apenas venha

    –ok–

Kook se vestiu e pegou um taxi indo ate a casa de Jimin

    Ao chegar la, abriu a porta e ficou com uma expressão admirada.
   tudo estava iluminado com luz de velas e uma luz fraca vinda de cima. o chão todo cheio de petalas, haviam algumas pessoas ali não deviam passar de 10, porém seus olhos se prenderam em Jimin que estava parado no cimo das escadas, havia um tapete vermelho da porta até as escadas, kook caminhou por ele indo na diração de Jimin, que fez o mesmo, se encontraram em meio ao caminho e Jimin se ajoelhou diante dele tirando uma caixinha preta de dentro do bolço a abrindo revelando um belo anel.

     –Jeon Jungkook, diante dos nossos amigos mais proximo eu gostaria de saber se você quer ser meu noivo e futuro marido?– perguntou Jimin sorrindo.

     –se eu soubesse que oque ele queria me contar era isso eu não teria ficado tão empolgado– susurou Taehyung para Hoseok que concordou.

     –claro que eu aceito– respondeu Jungkook deixando lagrimas cairem, não sabia que o efeito seria tão rapido e eficaz.

    Jimin colocou o anél no dedo anelar direito de Jungkook e se levantou lhe dando um beijo. Todos aplaudiram sorrindo e desejando felicidades.

     Teve uma pequena festa porém bem animada, claro né, com Hoseok e Taehyung lá.
   







0000000000000000000000




        Uma semana depois...

   Já se passava uma semana, uma semana em que Yoongi ficava apenas enfiado no quarto, sem comer direito,  apenas ficava lá, chorando se lamentando, pensado em como pode ser tão idiota ao ponto de se deixar levar por aquela conversa.

    Chega!!! Não se lamentaria mais, recontruiria a morralha que Jimin Havia destruido mil vezes mais forte.

     Se levantou indo ao banheiro fazer sua ingiene, não sabia que dia erra.
   Caminhou até a sala vendo sua mãe servir o pequeno almoço a sua irmã.

     –bom dia família–

     –bom dia Yoongie– as duas responderam demonstrando sua felicidade por ve-lo melhor elas e Jin faziam de tudo para anima-lo mas nada resultava.

      –que dia é hojé?– perguntou se sentando.

      –segunda, porque?–a mãe lhe entregou o bolo acabado de fazer.

     –por nada–

  Assim que acabaram de comer, Yoongi pegou sua irmã e foi deixa-la a escola.
  Ao voltar Yoongi parou na mesma banca de jornal e comprou um para ver se teria a mesma sorte ou azar. De encontrar um emprego, não voltaria aquela casa para ver Jimin se agarar em todos cantos com seu noivo, e ainda mais, ter que limpar toda a sujeira.

  Pegou no jornal e foi até uma praça se sentando e começou a ver os anúncios de emprego, como sempre nada que o favorecesse.

     –oi Yoongi –

  Yoongi levantou os olhos para ver quem era e assim que confirmou voltou sua atenção ao jornal.

     – procurando emprego? Tem vaga de arrumadeira em minha casa, mas tem que vestir uniforme de empregada–

         –curto e sexy– falou Taehyung se aproximando de Hoseok.

        – tudo nele fica sexy, você não viu ele de uniforme na casa do Jimin?–

    –espera, era ele a empregada gostosa da cada de Jimin?– Taehyung falou olhando as pernas de Yoongi que estavam cobertas pela calça comprida.

      –ouvi meu nome?– Yoongi que até agora estava olhando o jornal ignorando aquela conversa idiota, ao ouvir aquela voz que conhecia tão bem levantou os olhos e viu Jimin parado ao lado de Taehyung que lhe entregou um copo descartável que pela embalagem deduziu ser café.

    –Yoongi?– Jimin falou se aproximando do banco.

  Yoongi se levantou pronto para ir embora mas seu braços foi segurado por Jimin.

    –podem nos deixar a sos?– Taehyung e Hoseok prontamente sairam

     –oque você quer?–

    –explicações!–

   Yoongi soltou uma risada nasal – que tipo de explicações? Você ficou noivo e eu decidi deixar os pombinhos em paz, simples né?–

      –não é esse tipo de exploção eu...– o celular de Jimin tocou e ele deixou o copo no banco para poder atender sem soltar Yoongi.

     –aló–
 
    –amor onde você esta? A reunião vai começar sendo, que é você quem vai dirigir apresentando o projeto, você não deve se atrazar

     –ok, estou aqui na praça perto da empresa, segura as coisas ai para mim, ja estou vindo –

    –oque eu não faço por você, apenas se apresse

    – ok, tchão beijos

   –tchão e te amo–

    Jimin desligou o celular e voltou a encarar Yoongi que apesar de não ter ouvido a a conversa do outro lado da linha já fazia ideia de quem era.

      –me solta–

      –não, precisamos conversar–

     –eu não quero!–

     –você não tem escolha–

    –sobre oque você quer conversar? Sobre como vai o noivado? Os preparativos para o casamento? Ou melhor, sobre como eu sofri depois de você ter me ilulido e ficar noivo da pessoa que eu mais odeio–

  –Yoongi eu sin...–

–cala a boca, cala essa sua maldita boca pois você não sente nada, você não tem nem um pingo de sentimento nessa pedra que você chama de coração e...– Jimin puxou Yoongi tomando seus labios, como naquela parte da praça não havia quase ninguem, Jimin não recuou poré, Yoongi o empurou se afastando mas Jimin ainda segurava seu braço.

    
     – não volte nunca mais a me beijar com essa sua boca mentirosa e ch...–

     –Yoongi me deixa eu te explicar por favor, eu sei o que fiz com você e sei que te magoei mas nem eu entendo, eu juro que derepende me vi pedindo Jungkook para ser meu noivo e...– o celular de Jimin tocou mais uma vez e Jimin atendeu apenas dizendo "estou chegando" e o desligou devolvendo no bolço.

     –eu preciso falar com você, eu quero esclarecer tudo isso ao seu lado, podemos falar mais tarde?–

      Yoongi suspirou limpando as lagrimas –tá, onde?–

     Jimin não pode esconder o sorriso – depois eu te digo, agora tenho que ir– celou a testa de Yoongi que apenas fechou os olhos sentindo aqueles labios maçios em sua pele.

     Jimin segurou o rosto de Yoongi e o olhou vendo ele assenar com a cabeça.
Jimin foi embora deixando Yoongi mais confuso doque já estava, porém se quisesse saber o porque de Jimin agir daquel forma, teria de se encontrar com ele.




     



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...