História Procurando o amor - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Kai, Kris Wu, Lay, Lu Han, Sehun, Suho, Tao, Xiumin
Tags Baekhyun, Chanyeol, Chen, Kai, Kris, Kyungsoo, Lay, Luhan, Lumin, Sehun, Suho, Tao, Xiuhan, Xiumin
Exibições 168
Palavras 2.421
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Lemon, Romance e Novela, Violência, Yaoi
Avisos: Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


*_* Mais um capítulo, espero que gostem...<3

Capítulo 4 - O amor do Luhan...


Fanfic / Fanfiction Procurando o amor - Capítulo 4 - O amor do Luhan...


-  O que disse?  -  Perguntei confuso achando ter ouvido algo errado.

-  Me leve até esse seu amigo, preciso vê-lo.

-  Mas, o que você está dizendo é loucura.

-  Isso chama-se coincidência, e loucura é você me dizer que um homem está esperando o filho do meu irmão.

-  Como vou saber que você é mesmo irmão do Luhan?

-  Não tenho como lhe provar agora, mas se você quiser deixar o seu amigo morrer dando a luz a uma criança em um prostíbulo é você quem sabe.

-  Tudo bem, eu lhe levo até ele.

  Fui até a porta e a abri lentamente, olhei para os lados do corredor verificando se não tinha ninguém e o puxei rapidamente em direção a escada para não corremos o risco de encontrar alguém no elevador. Assim que entramos no corredor escuro onde ficavam nossos quartos já podíamos ouvir os gritos de Minseok, abri a porta e puxei ele para dentro chamando a atenção de Baekhyun e D.O para o homem desconhecido que arregalou os olhos ao ver a barriga enorme de Minseok.

-  Eu não posso acreditar, realmente tem um bebê ai dentro?

-  Quem é esse, Suho?  -  Baek perguntou virando-se para mim, mas antes que eu respondesse ele mesmo tomou a frente.

-  Sou Yixing. Irmão do Luhan.  -  As suas palavras fizeram até mesmo Minseok o encarar enquanto gritava.

-  Você quer dizer irmão do homem que engravidou o Minseok?  -  D.O também estava surpreso assim como nós.

-  Certamente sim.  -  O vimos tirar o celular do bolso e mostrar algo para Minseok.  -  Foi esse homem que lhe engravidou?  -  Minseok afirmou com a cabeça e ele sorriu.  -  Então sim, sou irmão do Luhan e tio do bebê.

-  Como você chegou aqui?  -  Baek perguntou ainda parecendo confuso.

-  É um longa historia, conto depois que levar ele para o hospital.  -  Ele iria segurar Minseok nos braços, mas Baek o impediu.

-  O Chanyeol não vai deixar.  -  Baekhyun disse e logo sentiu Yixing se aproximar.

-  Ninguém me impede de fazer o que eu quero, e se esse garoto tem mesmo o meu sobrinho dentro dele ninguém vai me impedir de leva-lo ao hospital.  -  O vimos abrir o blazer que vestia e tirar duas armas de dentro do mesmo entregando para mim e para Baekhyun nos deixando intimidados.

-  O que eu faço com isso?  -  Perguntamos ao mesmo tempo.

-  Se não sabem usar vão aprender se precisar, um vai na frente me guiando até a saída e o outro atrás para me cobrir.

-  Entendi. D.O pegue as coisas do bebê.  -  Baek foi na frente e Yixing segurou Minseok nos braços o seguindo, e antes que eu fosse os cobrindo vi D.O pegar as coisas do bebê e encarar o falso médico que Chanyeol contratou com um sorriso sarcástico.

-  Viu esse homem? É melhor que não conte ao Chanyeol que nos viu sair com ele, se ele anda armado siginifica que não é um homem bonzinho, então se você abrir a boca tenha certeza de que ele vai atrás de você.  -  O falso medico assentiu nervoso e eu sorri saindo do quarto junto a D.O.

  Seguimos para o lado onde ficava a porta dos fundos e ao chegarmos notamos que estava trancada com varios cadeados.

-  Tenta ficar calmo, eu vou abrir isso e vou lhe levar ao hospital.  -  Yixing colocou Minseok no chão o pedindo pra ficar calmo para que não fossemos percebidos ali e foi até a porta, segurou o primeiro cadeado e fechou os olhos fazendo um certo esforço enquanto o puxava para baixo, e em menos de um minuto fez o mesmo com os outros os abrindo e nos deixando de olhos arregalados.

-  Como fez isso?  -  Perguntei admirado.

-  A vida que tenho não me permite ser fraco.  -  Foi tudo o que ele respondeu voltando a colocar Minseok em seus braços e saímos dali.  Ele nos levou até seu carro e entramos verificando se não tínhamos sido seguidos, Minseok foi colocado no banco de forma confortável e voltou a gritar fazendo Yixing dar partida no carro.

-  DÓI... DÓI MUITO.

-  Calma, vamos chegar rápido.  -  Yixing acelerou o carro ultrapassando alguns e nos deixando assustados, mas graças a sua pressa realmente chegamos rapidamente ao hospital.

  escondemos as armas em nossas calças e saímos do carro chamando um enfermeiro com uma maca, vimos Minseok ser colocado na mesma e o seguimos para dentro o hospital sendo obrigados a aguardar sentados do lado de fora da sala de cirurgia.

* * *

-  Como ele deve estar? Estão demorando demais a nos dar noticias.  -  Falei preocupado com a demora.

-  O QUE ESTÁ OLHANDO?  -  Baek gritou nervoso para D.O que encarava o volume nas suas calças chamando nossa atenção.

-  Isso está dentro das suas calças, como não dispara em seu...  -  Começamos a gargalhar com as palavras do pequeno D.O enquanto Baek revirava os olhos.

-  Está travada, não tem perigo.  -  Yixing respondeu sorrindo descretamente e me fazendo lembrar de sua presença ali.

-  Agora nós diz, você é mesmo irmão do Luhan?  -  Perguntei o vendo sentar-se ao meu lado.

-  Sim. Meu irmão é Xiao Luhan, nascemos na china e vinhemos para a coréia a trabalho.

-  Não sei não, é muita coincidência você aparecer exatamente no dia em que o Minseok está dando a luz ao filho dele.  -  Baekhyun cruzou os braços o encarando com o seu olhar intimidador.

-  É uma historia longa.

-  E onde está esse Luhan? Por que não liga para ele e avisa que seu filho está nascendo?  -  D.O perguntou e percebemos que Yixing ficou sério, e antes que respondesse ouvimos o médico nos chamar.

-  Quem está acompanhando o senhor Kim Minseok?

-  Nós.  -  Respondemos juntos nos levantando e indo até o medico.

-  Ele acabou de dar a luz a um menino lindo e saudável, ambos estão bem e em alguns minutos estão indo para um quarto e vocês poderam visita-los.

-  Obrigado.  -  Agradecemos e nos abraçamos animados.

-  Pronto, assim que saímos daqui entregamos essas suas coisas.  -  Baek falou encarando as próprias calças.

-  Se está se referindo as armas não precisa, nessa vida que vivem vão precisar mais que eu.

  Continuamos comemorando animados até Minseok ser transferido para o quarto e sermos liberados para visita-lo.

-  Eu não sei como agradecer.  -  Minseok segurou a mão de Yixing sorridente e um pouco sonolento por conta do cansaço.

-  Eu que agradeço. Sempre quis ter um sobrinho, mas nunca achei que teria já que o Luhan não se relaciona com mulheres e até um pouco antes de lhe ver eu não sabia que homens poderiam engravidar.

-  O Luhan... Vem me ver?  -  Minseok perguntou fazendo todos nós encarar Yixing esperando a resposta.

-  Agora ele infelizmente não pode, mas eu lhe explico isso quando chegarmos em sua casa.

-  Minha casa?  -  Minseok pareceu despertar de sua sonolência ao ouvir Yixing.

-  Sim, sua casa. Você deu a luz ao filho do Luhan, então tudo que é dele é seu e do bebê também, e eu sei que o Luhan não me perdoaria se eu permitisse que você voltasse para aquele lugar.

-  Eu acho que não entendi.

-  Assim que você e esse bebê receberem alta irei leva-los para sua nova casa, você e ele terão conforto, segurança e tudo o que precisarem.

  Minseok começou a chorar e todos nós fizemos o mesmo emocionados.

-  Você merece, Minseok.  -  Falei tentando controlar as minhas lágrimas.

-  Vocês também podem ir, a casa tem muitos quartos e o Luhan não negaria proteção aos amigos do pai de seu filho.

-  Sério?  -  D.O arregalou os olhos com um sorriso largo.

-  Não podemos.  -  Baek nos fez o encarar.  -  Se todos fugimos o Chanyeol irá nos encontrar e colocaremos a vida do Minseok e do bebê em risco, nós temos que voltar e assim evitamos que ele vá atrás do Minseok.

-  Não precisa ter medo, nós temos proteção máxima e muitos seguranças cobrindo toda a casa.

-  Nós agradecemos, Yixing. Mas o Baekhyun está certo.

-  NÃO, SUHO. EU NÃO VOU A LUGAR NENHUM SEM VOCÊS.

-  Você vai sim, proteja sua vida e a do bebê, assim você nos deixa feliz e nos dar a honra de sentir que estamos o protegendo sempre.  -  Era possível notar a emoção nas palavras de Baek.

-  É melhor irmos antes que o Chanyeol nos ache, quanto mais rapido saimos podemos passar no berçário e ver o bebê.  -  D.O enxugava as lagrimas.

-  Não, vocês não podem ir agora.

  Abraçamos Minseok e nos despedimos sem conseguir controlar nossa tristeza por ter que nos separar dele, mas estávamos felizes por estar o protegendo, e antes que pudéssemos sair senti Yixing me puxar para trás.

-  Isso não acabou ainda, você me deve uma noite.  -  Sussurrou em meu ouvido me fazendo sorrir de forma triste.

-  Infelizmente isso não vai acontecer, mas espero que você cuide do meu amigo.

-  Eu ainda vou lhe buscar, terei a noite que tenho por direito e depois lhe pedirei em casamento.

  Sorri emocionado e senti seus lábios em minha bochecha, me juntei a Baekhyun e D.O e saímos do quarto, e foi desse jeito que nos depedimos de Minseok indo até o berçário, olhamos um pouco para o bebê através do vidro e fomos embora segurando um na mão do outro nos preparando para o que viria quando voltassemos para aquele lugar sem o Minseok e a criança que Chanyeol venderia, mas o doloroso de tudo isso não seria saber o que passariamos nas mãos de Chanyeol, e sim nunca mais vermos Minseok ou o seu bebê crescendo, ou até mesmo ver o cavalheiro yixing que apareceu do nada e ajudou o nosso amigo, e que acabou me deixando apaixonado sem mesmo ter me tocado.

* * *

             *MINSEOK*

-  Não se preocupe, vamos tira-los de lá o mais rápido que imagina.  -  Yixing veio até mim e acariciou o meu cabelo.

-  O Chanyeol vai mata-los.  -  Eu não conseguia parar de chorar.

-  Não vai não, agora descanse que o seu bebê logo virá para o quarto e você precisará de forças para cuidar dele.

  E acabei adormecendo com as carícias de Yixing em meu cabelo.

* * *

  Assim que acordei notei que já tinham trazido o meu bebê para o quarto e Yixing estava o  admirando bobo, pedi para que ele o trouxesse até mim e foi impossível não chorar ao ver o quanto ele me lembrava a imagem daquele homem que só o vi por um noite.

-  Bom dia, senhor Kim Minseok. Está pronto para levar o seu bebê para casa?  -  O médico entrou no quarto sorridente e entregou para Yixing algumas receitas de vitamina que eu deveria tomar.

-  Ele está pronto sim.  -  Yixing falou me fazendo sorrir.

-  Você já está liberado para leva-lo, fique a vontade para trocar suas roupas e ir cuidar do seu bebê.

  Fui trocar minhas roupas e Yixing pegou as coisas do bebê, segurei meu filho nos braços e saímos do hospital indo até o carro dele, confesso que estava ansioso para ver Luhan e o apresentar nosso filho, mas também estava um pouco triste por lembrar dos meninos e estar longe deles nesse momento.

* * *

-  Chegamos.

  Olhei para a frente e vi um enorme portão, e na frente dele alguns seguranças liberando a entrada do carro, e assim que entramos os meus olhos se fixaram no tamanho da casa a frente e todo aquele jardim. Yixing estacionou o carro e abriu a porta para que eu saisse com o bebê, depois o segui adentrando a enorme casa.

-  Isso é um palácio?  -  Perguntei adimirado logo desviando minha atenção para os seguranças que adentraram a casa junto a nós.

-  Yixing, estávamos preocupados com a sua demora.

-  Eu estava bastante ocupado, Sehun.

-  E quem é esse?  -  O segurança perguntou enquanto me encarava de forma estranha.

-  Esse é o Minseok, o novo dono dessa casa.

-  O novo dono?  -  O segurança encarou Yixing assim como eu.

-  Sim, ele é o amor e quem deu a luz ao filho do Luhan.

-  Seja bem vindo, senhor Minseok.  -  Os seguranças fizeram uma reverência me deixando um pouco assustado, menos aquele que conversava com Yixing e me encarava de forma estranha.

-  Eu quero que vocês cuidem cada vez melhor da casa, e protejam Minseok e o filho dele do mesmo modo como protegiam o Luhan.

-  Sim, senhor.

-  Agora estão liberados.  -  Os seguranças se retiraram liberados por Yixing, menos aquele que continuava a me encarar.

-  O que quis dizer com filho do Luhan, Yixing?

-  Eu quis dizer que esse bebê é o filho do Luhan.

-  Mas o Luhan nunca se relacionou com uma mulher.

-  Como eu acabei de dizer o Minseok é o amor do Luhan, e juntos fizeram esse filho, mas agora não é hora para isso, Sehun. Volte ao trabalho com os outros.

-  Tudo bem.  -  Ele fez uma reverência para Yixing e me encarou mais uma vez antes de sair.

-  Amor do Luhan?  -  Perguntei deixando o olhar do segurança para mim de lado e vendo Yixing ficar sério.

-  Sim, você é o amor do Luhan.

-  Como eu posso ser o amor do Luhan se mal o conheço? Tive apenas uma noite com ele.

-  O Luhan me ligou depois da noite que teve com você, e me deixou claro de que estava perdidamente apaixonado por um prostituto.

-  Ele realmente disse isso?

-  Disse. Tudo o que ele me disse nessa ultima ligação foi que tinha encontrado o amor, que iria acertar umas contas pendentes e depois traria esse prostituto para casa e faria dele o seu amor. Ele parecia muito feliz e tinha um tom de voz alegre.

-  Ultima ligação?

-  Sim, essa foi a ultima vez que ouvi a voz do meu irmão.  -  Vi as lágrimas começarem a cair de seus olhos e comecei a me assustar.

-  Onde está o Luhan?

-  Eu não sei.  -  Nesse momento Yixing se entregou a lagrimas desesperadas.  -  Naquele dia o Luhan sumiu depois de dizer que tinha contas para acertar.

CONTINUA...


Notas Finais


*_* Então? Gostaram? Espero que sim, onde está o Luhan? Beijinhos e até breve...<3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...