História Professor mandão - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Once Upon a Time
Personagens Capitão Killian "Gancho" Jones, David Nolan (Príncipe Encantado), Emma Swan, Henry Mills, Mary Margaret Blanchard (Branca de Neve), Regina Mills (Rainha Malvada), Robin Hood, Ruby (Chapeuzinho Vermelho), Xerife Graham Humbert (Caçador), Zelena (Bruxa Má do Oeste)
Tags Captain Swan, Colifer, Colin, Hot, Jen, Muito Hot
Visualizações 104
Palavras 2.613
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Ficção, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Boa leitura pessoass :) A capa são as imagens que um enviou para o outro...

Capítulo 4 - Fuckbook


Fanfic / Fanfiction Professor mandão - Capítulo 4 - Fuckbook

Gatinha assanhada03: Oi

 [08:03 PM]

Paugrosso34: Oi
[08:05 PM]

Gatinha assanhada03: Gostei do seu perfil. Tem muitos paus nele... São seus? 
[08:05 PM]

Paugrosso34: Sim, vou dar uma olhada no seu perfil também...
[08:06 PM]

Gatinha assanhada03: Não sei usar muito bem o Fuckbook, não tem nada de mais. 
[08:06 PM]

Paugrosso34: Há, vamos conversar um pouco, se rolar vamos direto para a webcam.
[08:06 PM]

Gatinha assanhada03: Tá legal... Sobre o que quer conversar? 
[08:06 PM]

Paugrosso34: Bom, estava procurando uma maneira de me aliviar... Tem algumas fotos?
[08:06 PM]

Gatinha assanhada03: Nossa, que sorte a sua, estou só de calcinha... 
[08:07 PM]

Paugrosso34: Eu queria ver seus peitos...
[08:07 PM]

Gatinha assanhada03: Tudo bem, vou mandar uma foto.
[08:07 PM]

Imagem recebida

[08:16 PM]

Paugrosso34: Gatinha vamos lá, quero ver seus mamilos... Eu sei que você pode fazer melhor.
[08:18 PM]

Gatinha assanhada03: Há... Me manda alguma coisa aí eu penso... 
[08:18 PM]

Paugrosso34: Tudo bem
[08:18 PM]

Imagem enviada

[08:30 PM]

Gatinha assanhada03: Uau... 
[08:32 PM]

Paugrosso34: E olha que nem estou duro, me ajuda nisso?
[08:32 PM]

Gatinha assanhada03: Vou tirar uma foto dos meus peitos, mas depois quero uma do seu pau.
[08:32 PM]

Paugrosso34: Ok.
Não acredito que você me deixou na mão... Vou ter que procurar outra gatinha
[08:45 PM]

Paugrosso34: Realmente fiquei chateado. Vc me deixou na vontade de ver seus mamilos, isso não é justo! 
[09:05 PM]

Gatinha assanhada03: Desculpa, estava usando o vibrador com suas fotos de perfil. 
[09:10 PM]

Paugrosso34: Vai me mandar? 
[09:11 PM]

Gatinha assanhada03: Não. 
[09:11 PM]

Paugrosso34: Há, tudo bem, tchau.
[09:11 PM]

Gatinha assanhada03: Espera. Olha só vou falar a verdade. Eu nunca fiz isso entende? Estou começando agora nesse lance de me masturbar usando um aplicativo.
[09:12 PM]

Paugrosso34: Quantos anos você tem gatinha?
[09:12 PM]

Gatinha assanhada03: Menos de 18 :/
[09:12 PM]

Paugrosso34: Olha só, posso te dar algumas dicas de como se faz pra deixar bem gostoso.
[09:12 PM]

Gatinha assanhada03: Como?
[09:13 PM]

Paugrosso34: Movimenta seu clitóris devagarinho... Passa o dedo pela sua entrada sem penetrar. 
[09:13 PM]

Gatinha assanhada03: E depois?
[09:13 PM]

Paugrosso34: Depois você aperta seus mamilos e enfia um dedo da sua bucetinha. Quando você sentir ela bem molhada, pega o vibrador e enfia devagar 
[09:13 PM]

Gatinha assanhada03: Eu menti, não tenho um vibrador.
[09:15 PM]

Paugrosso34: Pode usar dois dedos, garanto que fica bem gostoso também.
[09:18 PM]

Gatinha assanhada03: Pode deixar, vou seguir tudo isso e ver do que vai dar.
[09:18 PM]

(...)

A garota do Fuckbook não deu conta de animar meu amigão, tive que ver um pouco de pornô e me aliviar com uma boneca inflável até a Srta. De Ravin chegar.

— Com licença – a loira entra e fecha a porta atrás de si – cheguei muito cedo?

— Claro que não linda, estava esperando por você já faz tempo – sorrio e me aproximo dela a vendo tirar um roupão fino de cetim.

— Eu já estou nua, então podemos ir logo com isso... Tenho aula para preparar.

Pego ela no colo e sinto seus pés pressionarem minha bunda por suas pernas estarem entrelaçadas na minha cintura. A encosto na parede e suas mãos ágeis coloca meu membro pra fora. Ela morde o lábio e esfrega a cabeça do meu pau no seu clitóris com força deixando um gemido baixo sair. Não me seguro vendo aquela boquinha entre aberta sem minha língua, a enfio com tudo mordendo-a na ponta. Essa mulher é muito gostosinha, mas sua pressa corta todo o clima. Ela é bruta de mais, só pensa em sua própria satisfação e não na do parceiro. Sinceramente mulheres assim não merecem ter algum contato sexual comigo, pois poderiam me fazer gemer, me enlouquecer, me fazer querer por mais, mas não. Elas só pensam nelas. 
Sou obrigado a senti-la penetrar meu membro dentro da sua bucetinha e não sentir nada. Estou duro, mas ao entrar em contato com sua intimidade meu pênis não sente. É como me aprofundar em um buraco negro.

— Já gozou? – ela pergunta assim que acaba de derramar seu líquido branco sobre meu membro.

— Já – minto.

— Ótimo. Até amanhã – Emilie beija meus lábios e pega seu roupão saindo do quarto.

— Ótimo! – digo olhando para o meu membro.

(...)

Gatinha assanhada03: Você está aí?
[11:00 PM]

Paugrosso34: Sim. Estou aqui pensando em qual posição irei usar minha boneca inflável já que minha visita não deu conta
[11:03 PM]

Gatinha assanhada03: Sinto muito por você, é que eu fiz aquilo que você disse e foi bom, mas eu não gozei, tentei umas três vezes, mas não foi...
[11:03 PM]

Paugrosso34: Acho que você precisa de um homem gatinha.
[11:03 PM]

Gatinha assanhada03: É... Mas e você? Gostaria de tentar te ajudar, sabe, retribuir o favor.
[11:04 PM]

Paugrosso34: Me manda um vídeo seu brincando com sua amiguinha?
[11:05 PM]

Gatinha assanhada03: Kkkk, desculpa, mas não. Tenho vergonha do meu corpo. 
[11:05 PM]

Paugrosso34: Não precisa ter pela foto que eu vi seu corpo deve ser lindo.
[11:05 PM]

Gatinha assanhada03: Por que você não vê algum vídeo pornô?
[11:06 PM]

Paugrosso34: Porque fiquei com vontade de ver você.
[11:06 PM]

Gatinha assanhada03: Ata.
[11:06 PM]

Paugrosso34: Sabe algo que seria interessante e faz tempo que não faço?
[11:07 PM]

Gatinha assanhada03: O que? Desculpa eu estava ocupada.
[12:00 AM]

Paugrosso34: Tudo bem. Sexo por telefone. Que tal eu te ligar aí você fala alguma sacanagem...
[12:01 AM]

Gatinha assanhada03: Nao acho uma boa ideia dar meu número para um estranho.
[12:01 AM]

Paugrosso34: Você já está falando com um estranho.
[12:02 AM]

Gatinha assanhada03: Mas o site mantém meu sigilo. Se eu der meu número vai lá saber o que você pode fazer.
[12:02 AM]

Paugrosso34: Por favor? Depois você pode mudar de número se achar melhor sei lá, mas por favor? Não custa nada ajudar um estranho a gozar, quero ouvir sua voz.
[12:02 AM]

Gatinha assanhada03: Não faça eu me arrepender...
[12:03 AM]

Paugrosso34: Eu quem deveria dizer isso para você. Agora passa logo seu número
[12:03 AM]

Clico em ligar. Depois de alguns segundos ela atende.

— Oi

Sorrio e mordo o lábio chutando para o chão a boneca inflável que estava perto dos meus pés.

— Oi gatinha

Escuto sua respiração do outro lado da linha, mas ela não diz nada.

— O que você está usando? – indago.

— E-Eu estou usando uma calcinha pequena e uma camiseta da Minnie.

Solto um riso. 
A voz dela é tão fina e doce. Essa garota deve ter uns quinze anos.

— Quantos anos você tem? Preciso que você seja sincera comigo.

— Eu tenho dezessete.

— Sério?

— Sério.

— Você sabe quantos anos eu tenho?

— Uns vinte e cinco?

Dou risada.

— Trinta e sete.

— O QUÊ? Meu Deus desculpa, eu achei que você fosse mais jovem, nossa... Eu sinto muito por te por nessa furada. Você deve querer uma mulher mais velha, com mais expe...

A corto.

— Na verdade eu fiquei bem interessado em você.

— Em mim?

— Sim, mas pelas minhas contas sou vinte anos mais velho do que você. Se fosse algo pessoalmente eu nunca faria, mas como estamos em uma ligação... Fala alguma sacanagem.

Ela fica em silêncio. Acho que está pensando se deve ou não continuar.

— Que tipo de coisa posso dizer?

— Qualquer coisa... Começa a se masturbar e vai me dando detalhes. Vamos fazer isso juntos.

Envolvo a mão em volta do meu membro e começo a acaricia-lo.

— Eu estou pressionando meu clitóris com dois dedos. Estou fazendo círculos.

— Tá molhadinha?

— Ainda não.

— Cospe na sua mão e leva na sua bucetinha. Esfrega seu clitóris com força e passa o seu dedinho na entrada.

— Hm... Estou fazendo, mas o celular atrapalha.

— Coloca do seu lado no viva voz ou pega um fone.

— Tudo bem.

Cuspo na minha mão e passo na cabeça do meu pau gemendo.

— Pronto. Agora está mais gostoso... Hm...

— Pode gemer a vontade, quero ouvir. 
 

Annnnnn... Ai, tá muito gostoso.

— Enfia um dedo ai dentro e imagina meu pau. Começa a estocar com força.

Hmmmm, aaannn, que pau gostoso.

Aumento a velocidade com a minha mão.

— Aperta essa tetinha gostosa e puxa o seu mamilo com vontade.

AAAAAA.

— Isso gatinha, senta gostoso.

Fecho os olhos ouvindo seu gemido. A imagino quicando em cima do meu pau.

— Que pau grosso, ele me preenche completamente.

Troco o celular de ouvido, pois meu punho estava doendo devido a força. Começo a apertar meu membro passando o polegar na cabecinha.

— Haaaa gatinha, acho que vou gozar meu leitinho dentro de você.

— Quero muito sentir... Hmmm... Seu leitinho dentro de mim.

— Você tá toda molhadinha?

— Muito molhadinha. Agora estou chupando meu dedo e enfiando dois de uma vez dentro da minha bucetinha.

— Há que delícia, mete com força tá?

— Estou metendo com força... Haannn.

Ficamos cerca de uma hora apenas escutando os gemidos um do outro. 
Ela goza primeiro e continua gemendo para que eu possa ter o meu orgasmo. 
Nunca achei que teria um ótimo orgasmo por telefone. Estou aliviado. Foi uma experiência tão gostosa e divertida, porém não se compara ao verdadeiro sexo. Gostaria muito de sentir o corpinho quente daquela gatinha em cima do meu. Gostaria muito.

 

O sol bate com força no meu lindo rosto. Coloco as mãos nos olhos e me levanto da cama indo para o banheiro.
Minha primeira aula é logo cedo, no segundo ano. AQUELE segundo ano.
Hoje não vou aturar aquela mal criada enchendo meu saco. Uma só besteira que saia da sua boca referida a mim, irei fazê-la dar no mínimo vinte voltas na quadra.

Visto minha bermuda e uma regata deixando meus braços musculosos — mas nem tanto — a mostra. Pego meu apito e vou para a quadra dando de cara com as adolescentes mais gostosas que já vi na minha vida. Sim, aqueles shortinhos, aqueles tops transparentes, aqueles seios... Agora eu sei porque sou professor de educação física.

— Oi professor – Rebecca acena.

— Oi. A turma toda está aqui?

— Falta a Jennifer – Sean diz.

— Claro que falta a Jennifer – reviro os olhos e vejo o olhar malicioso e surpreso dos alunos atrás de mim – o que foi? – me viro e vejo ela.

Não posso ficar louco por essa mal criada. Não posso. Ela fez de propósito garanto. No fundo ela deve estar doida para que eu a foda, tenho certeza. 
A loira está usando uma calcinha box, pois short aquilo não era nem em Amsterdã nem em lugar nenhum. Um top apertado moldando seus seios. Eu consigo ver a marca dos seus mamilos.

— A aula não vai começar?

— Você não era do tipo que não corria atrás de uma bola?

— Tenho outra escolha?

— Sem atrasos – volto a olhar para o pessoal – garotas vôlei, garotos futebol.

— Quero jogar futebol – Lenna, uma garota esportiva e masculina.

— Se junte ao time – aponto para os garotos.

Obviamente escolho orientar as garotas no vôlei. Elas já devem estar acostumadas a jogar, pois tudo ocorreu bem, só tive que marcar os pontos. Quase pirei com as abaixadas da Morrison tão perto. Ela provoca. Que garota atrevida. Vai dar trabalho.

— Tempo da primeira aula, podem bater um papo e descansarem.

Sean vai até Jennifer com aquele sorriso de quem quer algo. Sei exatamente o que ele quer. Ela.

— Jennifer, vamos sair no sábado? Pode ser pra uma pizzaria, uma balada...

— Não estou afim Maguire.

— Vai por favor.

— Eu sei o que você quer, e eu não quero.

— Só um beijo? Um só?

— Um só e me deixa paz.

Ele a puxa pela cintura e lasca um beijo na garota. Pelo visto ela gosta, pois passa as mãos por seu cabelo o puxando mais para sua boca. Ele por outro lado deve estar achando que vão transar ali mesmo, pois pega na sua bunda com vontade e ainda passa a mão entre o vão parecendo que vai enfiar o dedo lá dentro do rabo dela.

— OPA, OPA, OPA, PODEM PARAR. ISSO NÃO VIROU UM MOTEL!

— Foi mal professor – Sean diz assim que larga os lábios dela – nos vemos depois – o vejo piscar e voltar para o seu grupinho.

— Que horror – ela diz ao olhar para mim.

— Horror? Não era a minha boca que estava sendo engolida pela do bonitão ali.

— Você só está com inveja.

— Fala sério! – solto um riso e me aproximo dela – aposto que você gostaria muito de eu estar no lugar dele.

— Eu tenho nojo de você. Nojo.

— O que? Não vem se fazendo de difícil para o meu lado. Você não tem chance comigo... Até porque não aguentaria.

— O que?

— O que você acha? – pego no meu pau e o ergo – isso aqui dentro de você faria um estrago.

Ela olha para os meus olhos e vejo que os seus enchem de água. Sua respiração fica ofegante e ela começa a gritar e se abaixa protegendo o corpo com as mãos na cabeça.
Os alunos correm até ela e se abaixando para ver se ela estava bem. Me afasto assustado.

— O que você fez com ela? – Rebecca pergunta.

— Nada. Eu não fiz nada.

— O que você disse?

— Eu não disse nada. Leva ela para a enfermaria.

— Ela não precisa ir para a enfermaria, ela precisa ir para o quarto.

— Leve, leve.

(...)

Depois que a aula acabou fui para o meu quarto tomar um banho para esfriar a cabeça. Aquela garota é maluca. Eu nem toquei nela. Ela mereceu aquelas palavras, mereceu mesmo.

— Será que devo pedir desculpas? – digo para eu mesmo. – mas eu não fiz nada de mais não é? Mas preciso limpar minha barra, vou pedir desculpas – desligo o chuveiro e pego a toalha me enrolando na mesma.

Talvez ela não me deixe entrar. Talvez ela não esteja mais lá. Mesmo assim preciso ir ver como aquela maluca mal criada está. Termino de me vestir e saio do quarto indo para o dela. Eu já havia visto ela entrar lá algumas vezes então simplesmente gravei o número. Bato na porta e ela mesma abre. Está vestindo um roupão e seu cabelo está preso em um rabo de cavalo.

— O que você quer? Sai daqui.

— Eu vim pedir desculpas.

— Não quero as suas desculpas idiota, sai daqui.

Entro mesmo ela não querendo. Fecho a porta e coloco as mãos no bolso.

— Desculpe por ter dito aquilo. Sou seu professor e não um cara que quer te comer. Também não sou um pedófilo.

— Não foi o que pareceu.

— Eu fiquei irritado pelo modo que você falou comigo. Na verdade, desde o começo. Por que você age assim comigo?

— Eu ajo assim com todos.

— Você não age assim com o professor de natação.

— Eu não disse qual todos.

— Então fala.

— Não. Você já pediu desculpa. Eu não aceitei, agora sai. Você não pode entrar no quarto de uma aluna assim

— Uma aluna não pode usar uma calcinha na aula de educação física e muito menos se pegar com um garoto.

— Eu...

— Você foi bem vulgar. Parecia que estava usando aquilo exatamente para me deixar louco.

— Você ficou louco? Em que sentido?

— Você está brincando?

— Não.

— Uma garota em uma calcinha... Deixa um cara louco.

— Não era uma calcinha e a intenção não foi essa. Eu queria te deixar bravo. Queria que me expulsasse da aula.

— Por que?

— Porque não quero ficar perto de você, e enquanto eu estiver fazendo isso, quero te perturbar.

— E por que você quer me perturbar?

— Por que você olha para nós como ele olhava, você falou comigo como ele falou... Com o mesmo olhar safado, com o mesmo tom de voz, fazendo o mesmo gesto nojento. Eu tenho nojo de você. – ela estava chorando e eu nao estava entendendo nada.

— Ele quem?

— Meu pai – ela para de olhar para o chão e olha para mim. Meu coração gela.

 


Notas Finais


Espero que tenham gostado (^^) e para quem prefere ler pelo Wattpad o link esta aqui embaixo, xoxo!

https://embed.wattpad.com/story/116667244


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...