História Professor Substituto! - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Got7
Personagens JB, Personagens Originais, Youngjae
Tags 2jae, Romance, Youngjae
Exibições 230
Palavras 876
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Escolar, Esporte, Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


OI gente!

Espero que gostem do capítulo de hoje.

Boa Leitura.

Capítulo 12 - Medo!


Medo!

 

Outro tapa! Mais forte muito forte me fez cair no chão, bato a cabeça em uma das carteiras, sinto o mundo girar levo minha mão a minha testa e vejo sangue em minha mão.

Ele pega no meu braço apertando com força. E me empurra novamente contra parede me encolho um pouco.

— Porque esse joguinho em... — Ele pega no meu queixo me fazendo olha-lo. — Eu vi o seu beijo com o In Jaebum, vamos lá eu sou melhor do que ele.

— Não, não é. — Cuspo na cara dele, não pega exatamente no seu rosto. Sua expressão é de pura raiva. — Me deixa sair. — Eu vou gritar.

Outro tapa! Três seguidos.

— Grita! — Ele solta uma gargalhada e logo fica sério. — Grita bem alto. Ninguém vai te ouvir, eu quero brincar muito com você... Jae.

— Me solta! Eu vou contar pra todo mundo o que... — Paro de falar com o Bin com sua mão em meu pescoço. — Por favor. — Digo já deixando lágrimas molharem meu rosto.

— Você é o culpado por isso, foi você que ficou me provocando por um longo tempo. — Ele beija e deixa chupões pelo meu pescoço. — Isso é culpa sua. — Sussurra e continua.

Sinto-me paralisado com suas palavras!

Minha culpa? Eu provoquei isso?

Ele toma meus lábios de forma bruta mordendo me fazendo sentir um gosto metálico de sangue na boca, fecho meus olhos me encolhendo, ele aperta minha cintura e... Abro meus olhos ao sentir um impulso, vejo o Hyun Bin caído no chão.

— Hy-Hyung? — Jaebum me olha com preocupação e raiva.

— Jae você está bem? — Ele toca meu rosto faço cara de dor com seu toque no corte em minha testa, sua expressão e de extrema raiva.

— Quem você pensa que é pra tocar em mim? — Bin pergunta de pé.

Jaebum se vira pra ele, sem dizer nada lhe acerta com o soco no rosto segurando a gola da camisa do Hyun acerta outra e o mesmo cai no chão, colocando a mão em sua boca que sangra.

Inclinado Jaebum pega novamente na gola da camisa do Hyun e soca novamente seu rosto.

— Quem você pensa que é pra encostar, no Jae. Se tocar nele de novo eu vou acabar com você.

Observo tudo ainda encostado na parede não consigo me mover.

— Você acha que é o único que ele fez sexo, está engando. — Outro soco. — Acha que eu tenho medo de um professorzinho como você?

Jaebum ri? Suas expressões são tão desconhecidas pra mim, parece outra pessoa.

— Não foi isso que eu perguntei. — Jaebum o levanta segurando pela gola de sua camisa branca que agora tem algumas gotas de sangue e o joga contra algumas carteiras, Bin geme de dor. — Você acha que eu tenho medo de você? — Ele anda até o Hyun com um sorriso no rosto em passos lentos. — Você é desprezível, acha mesmo que eu tenho medo de alguém como você que se acha por ser considerado um bom professor?

— Eu sou melhor que você que só está ocupando um cargo de alguém. Fique longe de mim eu posso fazer você ser demitido.

— Sabe o que posso fazer com você? Eu posso destruir a sua vida, não se engane achando que me conhece eu não sou só um professorzinho como você diz, você não sabe o que eu já fiz antes de chegar aqui.

Eu não o estou reconhecendo, todas essas palavras, não parece o meu Hyung, o Hyun Bin já está cheio de hematomas, mas ele ainda está o machucando, acho que já deu.

 

JAEBUM ON

— Sabe o que posso fazer com você? Eu posso destruir a sua vida, não se engane achando que me conhece eu não sou só um professorzinho como você diz, você não sabe o que eu já fiz antes de chegar aqui.

Digo e o soco mais algumas vezes.

Ele já está ferido o suficiente pra nunca mais nem olhar pro Jae, mas quando me lembro de que esse verme o tocava que ele o machucou meu sangue ferve.

— Por favor... — Ele tenta falar.

— Eu vou repetir de novo. Se você encosta no Youngjae... No meu Jae eu vou acabar com você uma surra vai ser o menor dos seus problemas.

Deixo ele se levantar, cambaleando, cheio de hematomas.

— Você vai me pagar por isso. — O ignoro. — E o seu Jae. — Ele diz em tom de deboche, acho que ele quer morrer.

Dou dois socos nesse desgraçado, que da passos pra trás. Minha raiva só aumenta.

Seguro firme sua camisa e ergo meu punho pra da outro soco, mas meu braço é segurado.

— Hyung... — Soa tão baixo quase inaudível.

Sinto tanta raiva que acabo ignorando e puxando meu braço com força suficiente pra da o soco na cara do Hyun e derrubar o Jae?

Me amaldiçoo por isso.

 — Jae? — Me abaixo com pressa, tento toca-lo mais ele se encolhe me olhando com um olhar assustado? — Jae?

Nenhuma palavra! Antes que ele diga algo seu corpo se inclina para o lado seus olhos se fecham aos poucos, o amparo.

Olho ao redor e aquele idiota não está mais, nem mesmo vi quando ele saiu. Pego Jae nos braços ando até o meu carro.

Eu fiz de novo, ele vai ficar com medo de mim? Ele nem sabe que eu poderia fazer pior!


Notas Finais


Oi gente, então o que acharam do capítulo?

Obrigado por ler.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...