História Proibido (Imagine Kim Taehyung) - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Taehyung
Visualizações 205
Palavras 1.143
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Escolar, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Hi amores,

boa leitura.



⚠Por favor, se não gosta do que escrevo não me ataque com comentários de ódio. Críticas construtivas fazem o escritor crescer, e não comentários de ódio ⚠

Capítulo 8 - Cuidar de você.


Fanfic / Fanfiction Proibido (Imagine Kim Taehyung) - Capítulo 8 - Cuidar de você.

Taehyung on


 Acordei com o sol incomodando meus olhos, me virei abrindo os mesmos e vi Ana dormindo ao meu lado. Em seu rosto havia uma expressão calma, parecia um anjo. Todas as vezes que à vejo tenho imensa vontade de dizê-la o quanto a amo, o quanto ela é linda... Mas não posso. Eu tenho medo de estragar a amizade dela com minha irmã e tenho medo do que Jen pode fazer com ela. Jen me traiu e foi embora com outro, porém sua possessão vai falar mais alto assim que me ver feliz com ela. 

Acordei de meus pensamentos e saí da cama, fui ao banheiro e fiz minhas necessidades. Desci as escadas e preparei um café da manha para Ana, que ainda dormia.

 Estava quase terminando os waffles quando a mesma desceu as escadas coçando os olhinhos e fazendo um biquinho lindo que me deu vontade de morder!

 Bom dia – falou sorrindo fraco com o rostinho corado 

 Bom dia – falei e sorri – Está com fome? – perguntei

 Sim – sorriu – Quem diria, Kim Taehyung na minha casa fazendo café da manhã! – falou rindo

 Coisas legais acontecem com com pessoas boas, baby – falei desligando a frigideira colocando os waffles num prato

 Caminhei até a mesa colocando os waffles, café, leite, morangos e bolo. Ana sentou e se serviu fazendo uma careta 

 O que foi? – perguntei preocupado

 Hum... – riu – Está gostoso. – falou e eu sorri 

 Que bom, coma tudo! – falei

 Sim senhor – sorriu e eu a observei comendo, o amor é estranho as vezes, como alguém pode ser tão linda comendo?



 (…)



 Após o café limpamos a cozinha juntos, Ana parecia estar de bom humor. Sorria e gargalhava constantemente. O sorriso dela é contagiante, eu não consigo parar de sorrir ao lado dela, e é a primeira vez que me sinto feliz assim. Estava sentado no sofá enquanto Ana tinha ido buscar um refrigerante, liguei a tv e passei alguns canais 

Ana estava vindo em minha direção e acabou tropeçando no tapete felpudo da sala caindo com o rosto próximo ao meu membro, seus joelhos foram direto ao chão e ela gemeu de dor. Aigo! 

 Está tudo bem? – perguntei a ajudando a levantar

 Está – sentou ao meu lado – Obrigada, e me desculpe – falou tímida 

Continuamos vendo tv e conversando, a fiz parar de pensar naquilo e ela pareceu se soltar. Ria e brincava comigo como se fôssemos melhores amigos. Eu estava fazendo cossegas na menina quando o controle caiu, nós dois nos abaixamos para pegar e nossas mãos se tocaram. Suas mãos pequenas seguraram meus dedos com intuito de pegar o controle, nos olhamos por instantes e não consegui me segurar. A puxei devagar pela nuca e selei nossos lábios, o gosto do refrigerante ainda estava em sua boca. Nosso ósculo era calmo e depositei todo meu desejo, acariciei sua nuca enquanto a beijava e cada vez mais a sentia se entregar para mim. Separamos o beijo por falta de ar, dando selinhos nos lábios macios e carnudinhos da menina a minha frente. Ela abaixou a cabeça sorrindo e eu a abracei 

 Desculpe, não consegui me conter... – falei baixo 

 Tudo bem, não tem problema – falou



 (…)



 O que vai querer pro almoço? – perguntou levantado do sofá

 Que tal irmos almoçar fora? – sorri 

 Hum... Pode ser – falou sorrindo – E depois vamos para sua casa

 Ok pequena – falei e levantei 


 (…) 


 Entramos no restaurante e logo fizemos nossos pedidos, conversávamos sobre tudo quando tive o desprazer de ver Jen com o moleque de ontem no mesmo restaurante

 Aff, ninguém merece – falei bufando

 O que foi? – perguntou e eu apontei com a cabeça para onde Jen estava – Ah sim, acho que ela ta sentindo sua falta – falou

 Por quê? – perguntei 

 Porque ela está vindo pra cá – falou e eu olhei na direção de onde ela vinha

 E ai Taehyung, já arrumou alguém pra comer? – Jen perguntou com aquela voz irritante

 Cala a boca! – falei – Você não pode falar dela assim sendo uma vadia! – falei 

 Vadia que sabe muito bem te satisfazer, não acredito que se rebaixou tanto ficando com essa daí! – falou apontando pra Ana

 Já chega! – Ana falou e se levantou saindo do restaurante 

 Ana! – a chamei mas fui ignorado – Você! – falei me virando pra Jen – Você é uma idiota se acha que algum dia eu também te amei, eu só te usei garota! Você é fútil, burra e infantil. Tomara que esse babaca te faça sofrer bastante! Agora, com licença. Vou atrás da mulher que amo de verdade – falei e saí atrás de Ana

 A mesma estava do lado de fora, seus olhos estavam cheios d'água e meu coração se apertou. A abracei forte e ela chorou em meu peito

 Nunca mais – falei a separando de mim para olhá-la nos olhos – Nunca mais ninguém te fará nenhum mal! Tudo o que ela disse foi pra chamar atenção, ok? – falei acariciando seu rosto

 Ok – falou baixo e sorriu fraco 

Vamos? – falei e ela acentiu, segurei sua mão e fomos caminhando para minha casa já que ficava perto. Fomos conversando pelo caminho e, de novo consegui fazer minha garota sorrir. Meu coração se aqueceu novamente quando a vi sorrir pra mim 


(…)



 Chegamos em casa e as meninas logo a puxaram dizendo que tinham que "contar os babados" , ri indo para o meu quarto deixando Ana com as meninas na sala



 Taehyung off



 Ana on


 Sentei no sofá com as meninas e logo as mesmas começaram a fofocar sobre a festa. Em menos de dez minutos fiquei sabendo que Jun Hee e Namjoon se pegaram a festa toda e Joy "dormiu" com Jeon. Ri dos micos que alguns bêbados passaram e olhei as fotos que elas tiraram na festa 

 Ja volto gente, vou pegar um refri. Alguém quer? – Joy falou se levantando  

Eu quero! – Jun Hee falou e Joy acentiu indo para a cozinha 

 Ana – Jun Hee me chamou – Conta tudo!

 Bom, basicamente achamos ele num barzinho e o levei pra minha casa. Cuidei e dei comida a ele e coloquei ele pra dormir – falei – So tem um porém 

Qual? – perguntou 

 Hoje de manhã ele me beijou – falei – E a Jen nos "atacou" no restaurante 

 Como assim "atacou"?– falou 

Expliquei tudo pra ela e ela ficou com raiva da Jen, normal.

 Hum, você e o Taehyung né... – falou – Já está na hora de contar pra Joy que você gosta do irmão dela né

 O QUÊ? – Joy entrou na sala gritando – Você gosta do Tae? – perguntou pra mim 

 Jjoy, eeu... – tentei falar 

AAAAAAAAAAA QUE LINDO MINHA CUNHADAAAAAA – gritou e Jun Hee caiu na gargalhada

 Joy!!! – a chamei – Você não ta brava? – perguntei

 Claro que não!!! Eu sempre torci pra você entrar pra família – falou pulando em cima de mim – Bem vinda cunhada 

 Não estamos juntos, Joy – falei – Eu só gosto dele 

 Mesmo assim, já shippo!!!! – falou e caímos na risada, continuando a conversa e nossas fofocas 




 (...) 






Notas Finais


Taehyung apaixonado?...


espero que gostem, ate a próxima (๑´•  .̫ •ू`๑)

desculpem qualquer erro


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...