História Projeto: como conquistar o Luhan - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Kai, Lay, Lu Han, Sehun, Suho, Xiumin
Tags Chanbaek, Comedia, Hunhan, Kaisoo, Mensagens, Suchen, Suchenlay
Exibições 477
Palavras 765
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Comédia, Escolar, Fluffy, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oeee pessoas <3
Resolvi postar esse capítulo(que fiz agora) hoje por motivos de: não poderei postar amanhã( e era para ele sair amanhã :/)
Melhor pra vcs, non?
Boa leitura :)

Capítulo 5 - O outro lado da moeda


Sabe aquela hora que tem dois anjinhos em seu ombro, que nem pica-pau, um do bem e um do mal? Pois, isso está a acontecer com a minha pessoa.

O anjinho do bem está berrando em meu ouvido para não falar com o Kyung, vá que ele jogue uma praga em mim por ter atrapalhado a sua leitura!

O do mal está dizendo que sim, além de me matar o que mais ele pode fazer?

Como a morte chegará uma hora ou outra, não será muito problemático se ela chegar adiantada.

- Olá Kyung – Sorri meigamente, se é que essa palavra existe, e me sentei ao seu lado. Obviamente fiz um sinal com a mão para o Jongin se afastar.

Eu preciso de um favor do D.O.

- O que você quer, Sehun? – Perguntou friamente enquanto fechava o livro e deixava dentro um dedo para marcar a página.

- Nossa – Levei as mãos ao coração – quem vê assim pensa que eu só sei pedir favor.

- Essa pessoa obviamente não vai precisar usar óculos – Rebateu.

Por isso que é ruim falar com macumbeiros, na maioria das vezes eles querem te matar. Estou com medo da arma da minha morte ser o livro que ele está segurando.

- Não que eu seja um pidão – Sorri de lado – só queria uma ajuda sua com cerimonias de galo preto, vodka e tals

- Sabia – Ele revirou os olhos – Não trabalho com macumba

-Ah, só faz por diversão?

- Eu deveria te matar – Ele semicerrou os olhos, o que fez meus pelos eriçarem – mas eu gosto de magia. O que você quer?

Arregalei os olhos – Devido ao meu espanto dele ter aceitado muito rápido. Rápido até demais

- Apenas – Apontei para o Luhan que estava passando com o Baekhyun – o Luzinho para mim. Ele é lindo né?

- Lindo é o meu Kai – Ele disse e novamente revirou os olhos – aí é só estereótipo de pessoa bonita

- OLHA SÓ, NÃO FALA ASSIM DAQUELE DEUS! EU É QUE VOU TE MATAR – Gritei sem medir as consequências. Socorro Jesus.

Recebi apenas um “faça silencio” da bibliotecária e um Kyungsoo rindo – Rindo não, me fazendo ouvir o último som antes de ir para o céu.

- Passo na sua casa a tarde, ok? – Ele disse e se levantou – o Kai deve tá me esperando

Assenti com a cabeça e me levantei o mais rápido que pude para sair daquele local. Ver tantos livros dispostos em prateleiras me dava arrepios até mesmo na pontinha dos pelos.

xxx

Depois de infinitas aulas e um breve intervalo, chegou a hora de ir para casa e esperar o Soo.

Como o meu coração estava? Apenas sentindo que iria parar de falar caso saísse de minha boca alguma palavra errada.

Apenas peguei um terço que fica na cabeceira da cama e enrolei aos meus braços (como se fosse uma pulseira) e pedi para a minha mãe visitar alguma amiga. Mal sabe a coitada que o demônio vai entrar em sua residência.

Ouvi o som da campainha e supus que fosse o Kyung e – graças a minha intuição – eu estava certo, o terço já estava em meu braço.

- Boa tarde – Eu disse sorrindo.

- Oi – Respondeu secamente – vamos começar logo com isso? Eu tenho um encontro com o Kai daqui a duas horas

Revirei meus olhos, não dá para pedir favor a ele.

- Ok

Depois de um bom tempo pensando onde montaríamos nosso plano de macumba, resolvemos que o sótão da minha casa seria um bom lugar para guardar as coisas diabólicas do Soo.

- Você tem certeza que quer que o Luhan se apaixone por você? Não é melhor você tentar conquista-lo? – Ele perguntou enquanto tirava um caderninho preto de sua mochila - Ele nunca vai me notar – Eu disse

- Você tem certeza disso?

- O que está tentando insinuar?

- Não responda com outra pergunta – Ele deu um leve tapa em minha cabeça.

- Eu não sei se tenho certeza

- Olha Sehun, quem não arrisca não petisca – Fiquei sem entender e ele percebeu – apenas tente, nem sempre usar magia negra é bom

Dizendo isso, ele saiu do sótão e me deixou plantado com o seu caderno nas mãos. Quando eu abri, lá estava escrito.

“Você é uma pessoa incrível, você não precisa jogar macumba para alguém gostar de você. Essa pessoa seria muito burra se não percebesse o quão legal você consegue ser

Apenas seja você mesmo,

Kyungsoo”

 

Agora eu conheci o outro lado do Kyung, o lado amigável. Vai ver ele está certo, vai ver eu consigo conquistar o Lu.


Notas Finais


Desculpinha por não ter botado nenhuma magia negra com galo preto e tals, a ideia de um Satansoo fofo veio do nada. Espero que vcs tenham gostado <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...