História Projeto Inacabado - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Mirai Nikki
Personagens Personagens Originais
Tags Diário Do Futuro, Invensões, Inventor, Mirai Nikki, Mistério, Romance
Exibições 3
Palavras 1.154
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oi gente!!!
Mais um capítulo pra vocês!!!
Meu primeiro capítulo com mais de mil palavras!!!
Beijinhos e boa leitura <3

Capítulo 5 - Como Fugir?


-Ha há há ha - depois disso a estranha riu um pouco e depois ficou séria novamente.- Sou seu pior pesadelo menininha!- A estranha fala isso e avança para tentar captura-la.

-Mas não é mesmo!- Diz Sara enquanto impede a garota de cabelos esverdeados de avançar derrubando-a.- Vamos fugir.- Ela sussurra para seus amigos.

A estranha estava tentando se levantar, mas estava meio tonta, mas isso não a impediria de cumprir sua missão, então se levantou já preparada para brigar e dar uns bons socos naquela garotinha.

-CORRAM!!!!- Gritou Sara e Matt e Caterine se prepararam para correr, mas Rodrigo não conseguia deixar a menina de olhos verdes ali, sozinha.

-Não vou fugir, vou te ajudar!- dizia o menino de cabelos grisalhos para seus amigos.

-Tem razão, mas alguém tem que cuidar da Caterine.- dizia Matt, tentando parecer calmo.- Então vá com Caterine que eu fico aqui com a Sara!

-Promete que nada vai acontecer com vo... -Caterine não consegui terminar a frase, pois foi interrompida pela estranha.

-O momento está muito bonito e tal, mas agora o tempo de vocês acabou!- diz a estranha e avança em Sara que se defende e troca golpes com ela.

-Vão!- diz Matt- Prometo que nada vai acontecer conosco- disse isso depois deu um sorriso forçado.

Rodrigo pegou Caterine pelo braço e saíram correndo. Na sala, a briga continuava, estava muito difícil para Sara e Matt. Sara estava bastante cansada e já tinha levado vários socos, mas não desistiria, como eu disse, ela não mede esforços para defender seus amigos ou a si mesma. Matt que estava tentando bater pelo menos uma vez na garota de olhos violetas, que parecia se divertir ao vê-lo tentando acerta-la, leva um soco no estômago da estranha, que já estava achando chato desviar dele. Nesse momento, Sara estava fervendo de raiva por dentro, despertou seu lado psicopata e partiu pra cima da garota de cabelos verdes, com toda a força que tinha.

-Parece que agora vai ser divertido! HA HA HA HA -Ria a estranha enquanto pulava pela janela. - Já está chato bater em vocês, vou mudar um pouquinho as coisas.- diz passando pelos dois indo procurar os outros dois que tinham fugido.

Rodrigo já tinha mandado uma mensagem para Matt, dizendo em que sala estavam, quando Matt viu, puxou Sara pela mão em direção à sala que Caterine e Rodrigo estavam escondidos. Enquanto corriam, olhavam seus diários do futuro para ver se nada os impediria de chegar na tal sala e o que eles fariam após encontrar seus amigos.

-Finalmente chegamos.- Falou Matt entrando na sala.

-Tá certo. Agora que já nos encontramos, temos que fugir, se não ela vai nos encontrar em cinco minutos.- Fala Rodrigo olhando em seu diário do futuro.

-Tá bem, pra onde vamos?- Pergunta Sara.

-Me sigam!- diz Rodrigo e sai correndo, e os outros seguem ele logo atrás. Em uma hora, Rodrigo virou em um corredor entro na sala dos professores, e os outro iam passar reto pela porta. - Venham, aqui!- O menino de olhos vermelhos puxou eles para dentro da sala.

-Ai! - diz Caterine, que sem querer, acabou caindo em cima de Rodrigo, com isso ela ficou vermelha e se levantou rápido.

-Você está bem?- Pergunta Rodrigo.

-Si-sim, tu-tudo bem. -Responde ela ainda vermelha.

-Então, conte a eles o que você descobriu.- diz Rodrigo

-Eu lembrei que a garota que nos atacou é uma terrorista. Mas, ela lida mais é com sequestros e usa bombas e dinamites.- Conta Caterine calma.

-Agora complicou. Por que ela está atrás de nós? Alguém sabe?- Pergunta Matt curioso.

-Não.- disseram Sara e Caterine ao mesmo tempo.

-Eu acho que ela está aqui por causa dos Diários do Futuro.- diz Rodrigo, que já havia pensado nisso.

Enquanto isso, no pátio da escola:

-Matt, Sara e Rodrigo! É melhor vocês aparecerem! Todos que estão no prédio são meus reféns! - gritava a terrorista, ela trancou todos dentro da escola.- Eu tenho explosivos com sensor de movimento nos corredores!

Dentro da sala dos professores:

-Ouviram, não é?- Disse Caterine- Não podemos fugir!

-Nós não, mas você pode, você não é uma usuário de diário do futuro, não é?- diz Sara

-Espera um pouco, se ela sair daqui, as salas vão explodir, ela provavelmente será pega como refém também e será colocada contra nós, então, ela sair sozinha esta fora de questão.- Diz Rodrigo, mostrando suas habilidades.

-Como eu posso ajudar então?- ela pergunta, mas é ignorada, todos estavam pensando em como escapar.

-Olhem seus diários!- Sussurra Rodrigo.

-Ok. - Sara e Matt concordaram pegando seus celulares.

Os celulares previam que se eles saíssem da sala e andassem em frente, iriam se capturados por seus colegas, que estavam com medo de morrer, então eles mudaram a direção que estava escrita no diário (por exemplo se esta escrito direita, eles apagaram e escreveram esquerda). Nos diários, agora estavam escritos que os colegas desta direção iriam ajudar eles, como viram que a terrorista havia desativado as bombas, eles começaram a correr.

-Decidiram aparecer então.- dizia um alunos que estava junto de um grupo.

-É. - dizia Matt confuso na frente de todos.

- Peguem ele!- diz o aluno, seu grupo tinha uns 10 estudantes e o quarteto não conseguiu impedir isso, eles foram pegos.

'Então quer dizer que tem pequenas falhas no projeto, bem que o pai do Matt disse que ainda estava na fase de experiências. Tenho que admitir, eu vacilei com todo mundo. Mas agora não é hora para ficar se lamentando, vou consertar tudo armando um plano para todos fugirem" pensou Rodrigo e logo colocou a cabeça para pensar em um de seus planos infaliveis.

Levaram Matt para o pátio e deixaram seus amigos em uma sala. Matt estava tendo uma conversinha com a terrorista, que de vez em quando, dava um soco na cara do garoto.

-Temos que sair daqui!- dizia Caterine já irritada dentro daquela sala. - Vocês não são amigos dele, não é? - ela falava para os professores e alunos que estavam na sala.- Mas pelo visto não tem coração, eu sei que estão com medo de morrer, mas entregar um garoto que não fez nada de mal pra ninguém, eu acho isso covardia, o medo esta consumindo tanto vocês que já estão começando a ficar cegos e fazendo qualquer coisa para viver...- A garota discursava, até que levou um soco se um colega.

-Não te conheço muito bem, mas sei que se você não conhecesse ele, faria a mesma coisa que a gente, pois ele não significaria nada para você!- dizia esse colega.

No pátio, no meio da conversa a terrorista torturava Matt psicologicamente.Sara já não aguentava ouvir e ver aquilo, então saiu porta a fora, causando várias explosões pela escola, causando várias mortes, mas não ligava, ela já estava em seu modo psicopata, então já não via nada como uma pessoa normal, ela só queria salvar o seu amado Matt.

Continua...


Notas Finais


Obrigada por ler queridinho/queridinha, espero que tenha gostado!
Se gostou, comente e se não gostou, me diga em que eu posso melhorar.
Obrigada...

Beijinhos de luz


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...