História Promessa - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton
Tags Dinah, Lauren, Laurinah
Exibições 38
Palavras 1.608
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Ficção, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Mais um hoje...

Capítulo 6 - Allycat



Pov: Dinah
        Sabe aquele momento que você fica estática sem se mecher o muito menos respirar eu estava deste jeito olhando para a pessoa a minha frente, que continha seus olhos arregalados mais do que o normal, pera os olhos dela na verdade nem era tão arregalado assim, mais enfim ela parece muito assustada logico que era pra estar né Dinah ela tá vendo uma possível morta na sua frente, e com esse meu pensamento eu comecei a ri chamando a atenção da Lauren que virou pra mim e falou.
-Deixa de ser retardada Dinah- falou
-Tenho culpa não Tiger são meus pensamentos que não para quieto- falei e ela gargalhou.
-Hello, eu tô vendo uma pessoa morta aqui- falou Ally levantando a mão.
-Tecnicamente você está certa Ally- falou Lauren.
-Isso é coisa da minha cabeça só pode- falou andando para trás e murmurando para si mesma o que ela via era coisa da sua cabeça deu vontade de ria mais eu me contive por que não seria legal ri da sua amiga, ou seria?
-Ally isso não é da sua cabeça- falou Lauren se aproximando dela.
-Não chegue perto de mim- falou Ally levantando a mão, foi ai que eu vi que a Lauren tinha se magoado com a fala da Ally.
-Ally por...-
-Eu já falei pra não chegar perto- falou e do olho da Lauren podia se ver uma lagrima escorrendo.
-Lauren Não...- mais foi tarde ela tinha sumido na nossa frente, sabe se pra onde ela foi.
-Ally é a Lauren isso não é da sua cabeça- falei
-Ela tá morta Dinah põe isso na sua cabeça- falou e agora foi a minha vez de me magoar.
-ELA NÃO ESTÁ MORTA, E NUNCA ESTEVE- gritei pra ela.
-Dinha por favor tente entender, ela se foi- falou
-NÃO TENTE ENTENDER VOCÊ, ela voltou por mim...por mim- falei já chorando tudo que eu mais quero agora e senti o abraço da Lauren onde ela tá?
-Dinah...- 
-Chega Ally, ela ganhou uma segunda chance e voltou por mim- falei a cortando e foi ai que eu desmonronei .
-Dinah...
-Me deixa sozinha Ally- falei
-Eu acredito, pode parecer estranho eu sei mais eu acredito que ela está "viva"- foi tudo que ela disse e saiu pela porta. Fui para a cama e me deitei em posição fetal, por favor Lauren eu preciso de você, onde você está por favor apareça não me deixe sozinha de novo por favor, pedi em pensamento ainda chorando muito, eu sei que ela precisa de um tempo e vou respeitar isso.
(...)
Eu acordei sentindo um carinho na minha cabeça levantei com tudo achando que era a Lauren mais eu me enganei, mais era a Mani não que eu tivesse gostado que ela está aqui mais achei que era a Tiger mais estou vendo que ela sumiu depois do ocorrido no quarto.
-Oi DJ- falou Mani carinhosamente para mim.
-Oi Mani- falei a olhando.
-A Ally me falou para te fazer companhia e disse que você tava mal, ela não me disse o por que- falou para mim me puxando para um abraço. Tenho que agradecer a Ally por não contar para as meninas mesmo depois de tudo, a Lauren quer fazer isso ela mesmo.
-Coisas de gravida Mani não se preocupe- falei levantando o rosto, foi quando nossos rostos ficaram um próximo do outro tipo muito proximo. Eu sei pode parecer meio que desesperador mais não pensei duas vezes em puxar seu rosto para que minha boca colasse na dela.
Eu não beijava a muito tempo por culpa dessa morena a minha frente, não que eu tivesse a culpando de algo mais é que sempre quando eu ia ficar com alguém a imagem dela vinha a minha mente e eu não conseguia ficar com ninguém, a muito tempo eu já tinha descoberto que eu era apaixonada por ela, ela sabia?claro que não e a coragem de dizer para ela.
Voltando ao beijo, o gosto da boca dela era coisa de outro mundo apesar que era só um encostar de labios, foi quando eu criei coragem e aprofundei o beijo sentindo a melhor senssação do mundo as borboletas no estomogo e tudo mais um pouco.
-Dinah Meu Deus o que foi isso?- perguntou depois que nós duas tinhamos nos separado para tomar um ar depois do beijo.
-Um beijo ué- falei ainda de olhos fechados tentando guardar para sempre em minha memoria esse beijo, eu podia estar sensivelmente abalada mais foi o melhor beijo que eu dei e recebi em toda minha vida.
-Eu sei que é um beijo idiota eu estou perguntando o por que te ter me beijado- falou. Foi ai que a ficha caiu, ela não tinha gostado e agora ela ia me odiar e não querer ser mais minha amiga, é Dinah pior decisão da sua vida foi ter beijado sua amiga e companheira de banda.
-Desculpe Mani eu ...- falei abrindo os olhos para encara-la.
-Dinah calma respira- falou me olhando.
-Desculpe mesmo Mani, olha isso não irá mais acontecer eu juro, e olha se você não quiser ser mais a minha amiga eu entendo, por que ter sido beijada pela sua amiga e ainda por cima companheira de banda não deve ser legal, ou é legal? não sei mais me descul...- fui interrompida por outro beijo e olha que dessa vez não foi eu que beijei, depois de segundo ela se afastou e riu.
-Você fala de mais, e viaja de mais em si mesma- falou e eu ouvi uma gargalhada que eu conheço muito bem nem precisei olhar para o lado para saber quem estava me espionando sério essa garota só aparece do nada e fica espionando os outros e de novo ouvi ela gargalhar.
-Ei, eu não tava te espionando- falou contrariada, "hum até parece" pensei.
-É serio eu passei aqui só pra ver como você está, e me deparei com o beijo das duas e posso falar que beijo até me excitei aqui- falou se abanando mais que desgraçada, pensei e peguei um travesseiro que estava a minha frente taquei nela que claramente lhe atravessou e para me irritar mais ainda ela olhou ele atrás dela.
-Quase Bear mais um puco e você me acerta- falou e gargalhou "Idiota" pensei.
-Tudo bem Dinah?- perguntou Mani pra mim e olhou o travesseiro no chão.
-Ele tava me atrapalhando- falei.
-Atrapalhando em que?- perguntou confusa.
-Nisso- falei e deitei em cima dela a fazendo deitar na cama com eu em cima dela e comecei a beija-la eu espero que você não esteja mais aqui Lauren.
-Eca não quero vê sexo ao vivo mesmo apesar que pode ser interessante- falou consigo mesma, levantei a mão e mostrei o dedo do meio para ela que riu desapareceu pronto agora vou ter meu momento a sós com morena em baixo de mim aqui.
(...)
Pov: Lauren
Fui vê como a Dinah estava mais eu apareci e vi que ela estava muito bem obrigada, meu Deus que beijo foi aquele das duas e quase que eu presencio um sexo ao vivo meu deus apesar que não seria de todo ruim, Dinah não perde tempo, agora estou eu aqui andando sem rumo pelo corredor do hotel onde as meninas estavam mais já estava no tédio, quando eu vi a Ally entrando no seu quarto com os olhos vermelhos será que ela está bem, a segui e entrei no seu quarto e a vi deitada de bruço em sua cama e fungando.
-Pode aparecer Lauren eu sei que você está ai- falou e eu apareci ela pode ter me magoado mais sempre vou proteger ela do que for.
-Está tudo bem Ally?- perguntei chegando mais próxima da cama e sentando na mesma e começando a fazer carinho na Pequena garota a minha frente.
-Está tudo uma merda Laur- falou.
-Não diga isso Ally- falei deitando e a puxando para que eu pudesse abraça-la.
-Eu descobri que Troy me traia, magoei você por não ter acreditado que você estava aqui, e ainda magoei a Dinah por ter te magoado- falou chorando em minha blusa, já que eu tinha tirado a jaqueta e ficado só com a blusa.
-Ei pequena não fica assim, Troy não te merecia Ok? e você pode ter me magoado mais já passou, é normal não acreditar que a pessoa que você enterrou junto com suas amigas esteja aqui e a Dinah pode ter certeza que você não a magoou, e olha que neste exato momento ela está se pegando com a Mani no quarto, quase que eu via sexo eca- falei fazendo  Ally gargalhar.
-Só você mesmo Laur, e sempre soube que aquelas duas se gostavam- falou se encolhendo mais em meu corpo.
-A GENTE sempre soube né?- falei frisando o a gente.
-Sim a GENTE- falou abrindo a boca com sono, provavelmente minha culpa pois eu estava fazendo carinho em sua cabeça.
-Senti falta dos seus carinhos Laur- falou.
-Eu senti falta de vocês Allycat- falei, mesmo que estava acompanhando as meninas em seu show eu sentia falta delas não poder conversar ou muito menos brincar com elas me partia o coração.
-Agora você está aqui, eu não contei para as outras sobre você- falou fechando os olhos e me apertando mais em seu corpo.
-Obrigado por isso Allycat eu quero contar para elas- falei.
-Tenho medo de dormir e não te vê mais- falou.
-Eu sempre vou estar perto de você Ally, e dorme tranquila eu estarei aqui quando você acordar- falei ainda fazendo carinho nela.
-Promete?- me perguntou.
-Eu prometo Allycat- falei e vi que ela tinha se entregado ao sono- Eu Prometo pequena.


Notas Finais


Desculpem os erros...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...