História Promessas. - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun
Tags Baekhyun, Tentativadesuspense, Terror
Exibições 22
Palavras 540
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Drabble, Drama (Tragédia), Famí­lia, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Fiz essa drabble rapidinho, não tá tão assustadora, mas queria compartilhar então...
Boa leitura <3

Capítulo 1 - Capítulo Único.


Já havia perdido a conta de quantos dias estava naquele tormento. Talvez fosse uma semana ou um mês.

Arrependia-se a cada segundo por ter se mudado para aquela casa. Não deveria ter abandonado tudo, seus amigos, sua família, seu namorado, ou melhor; ex-namorado.

Segurava com todas as forças a manta que envolvia seu corpo, como se o tecido fosse uma barreira, algo que sabia ser inútil para aquela coisa.

Ouviu novamente o barulho de uma cadeira arrastando no andar debaixo e começou a chorar copiosamente ao perceber que algo subia as escadas. Era um medo misturado com cansaço.

“Antes fosse alguém, realmente.” - Pensou.

O assobio começou a ecoar por todo o corredor de fora e, por debaixo da fresta da porta, Baekhyun percebeu que algo estava em pé, em frente à ela.

Sobressaltou-se com o barulho repentino da queda dos quadros da parede de seu quarto. A luz do abajur, que estava em cima do criado-mudo, apagou e posteriormente caiu sobre o chão. Levantou-se da cama e foi até a janela, ao mesmo tempo que ouviu a maçaneta de sua porta sendo girada várias vezes.

Tentou, com as mãos trêmulas, abrir o trinco da janela. As lágrimas escorriam por sua face, transtornado, ou até mesmo desesperado.

Ao conseguir destravar o trinco, levantou a janela rapidamente, mas percebeu que tudo tinha sido em vão ao ouvir o barulho irritante da porta, enquanto a mesma abria-se vagarosamente. Apertou o parapeito da janela com as mãos e prendeu inconscientemente sua respiração ao ouvir passos vindo em sua direção.

- Querendo fugir, Baekhyun? - A voz que parecia não ser apenas uma, e sim, milhares, pronunciou-se perto de seu ouvido.

- Me deixa em paz! - Gritou, não conseguindo mais controlar os soluços involuntários que emitia.

- Por quê? Assim não teria graça. - A risada demoníaca ecoou, parecendo estar satisfeita com a situação.

Não deveria ter compadecido-se pela situação da família vizinha. Deveria ter ignorado, simplesmente ter fingindo que nada ocorria. A ideia de abrigar a família que consistia em uma mãe e duas filhas nunca deveria ter passado pela sua cabeça.

Elas estavam sendo perturbadas por um espírito demoníaco, o que ele tinha na cabeça? Nada iria se resolver com elas saindo da casa, afinal o foco do demônio eram elas e não o imóvel. Entretanto, naquele momento, o foco do demônio que possuía o corpo da mulher era Baekhyun.

- Onde estão as crianças? - Indagou com a voz trêmula.

- Você sabe onde elas estão, Baekhyun, mas se quiser confirmar, é só ir lá embaixo. Você não sabe como o olhar do desespero me anima.  

Apertou os olhos tentando não imaginar a cena que ocorrera no andar inferior, onde jaziam os corpos de duas crianças falecidas.

- Se eu não resistir, você vai parar? Não quero que mais pessoas sofram.

- Claro que vou, é uma promessa, Byun.

E Baekhyun nada pode fazer ao sentir a dor imensurável que era ao ter cada um de seus ossos se quebrando. O sufoco dominava-o e ele sabia que já não tinha mais volta. Pelo menos, para Baekhyun, ele impedira que aquele demônio agisse novamente, afinal o outro prometera.

Baekhyun mal sabia que o hobby dos seres infernais eram de quebrarem promessas.


Notas Finais


Foi muito ruim? Quase não tem terror no SS e muito menos sem yaoi e no puro mesmo auhsuhauhsuahs
Não entrei muito a fundo na trama da família, pq ia ser desnecessário.
Espero que tenham gostado dessa tentativa - falha - de terror barra suspense :3
Twitter: @imgabis
Beijos e até a próxima <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...