História Promise - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias 5 Seconds Of Summer, Evan Peters
Personagens Ashton Irwin, Calum Hood, Evan Peters, Luke Hemmings, Michael Clifford, Personagens Originais
Tags Cashton
Exibições 6
Palavras 1.237
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Misticismo, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Olá :)
Gostaria de pedir a opinião de vocês.
Preciso saber se querem que continuo com essa fanfic ou não rsrs
Qlqr coisa só comentar.
Bjs

Capítulo 6 - V


- Holly ? – Luke chamou algumas vezes até ela finalmente acordar.

- O que foi ? – perguntou com os olhos semiabertos.

- Eu acabei de acordar e vi uma mensagem de Calum no meu celular. – o tom de voz do loiro a preocupou.

Holly sentou-se na cama e o loiro aproximou-se ficando ao seu lado. Ele pegou o celular e abriu na mensagem.

- Estou no hospital com o Ashton. Charlotte não está bem.

- Charlotte é da equipe do Evan não é ?

- É. – o loiro suspirou. – Ele mandou outra mensagem um pouco depois dizendo que Evan e Dylan estavam desaparecidos e que se soubéssemos deles para avisar imediatamente.

- Desaparecidos ? – Holly elevou o tom de voz.

- Sim, mas depois ele enviou outra mensagem dizendo que tinham sido encontrados.

- Luke. – ela falou com a mão no peito. – Tem mais alguma coisa ?

- Ele disse que Charlotte ficará na UTI do hospital e que o Dylan passou por uma cirurgia na perna, mas já estava a caminho da academia.

- Vamos na enfermaria vê-lo então !

- Vamos, mas melhor você se trocar né ?

Holly colocou o uniforme rapidamente e correu com Luke até o prédio. Seguiram rápido até a enfermaria onde se identificaram e puderam entrar. Uma enfermeira os acompanhou até o leito de Dylan e puxou a cortina para que os dois pudessem vê-lo.

O rapaz estava deitado. Sua perna direita estava engessada, e um monitor indicava sua frequência cardíaca e respiratória. Ao lado dele, sentando em uma cadeira e acariciando seu braço, Evan sorriu.

- Como ele está ? – Holly perguntou e Evan se levantou.

- Vai ficar bem.

- O que houve com vocês ? – Luke perguntou.

- Eu vou explicar lá fora. Ele precisa descansar. – disse fechando a cortina e deixando Dylan sozinho.

Evan acompanhou os dois até o lado de fora. Explicou que sofreram um atentado, precisaram apoiar a policia, e Charlotte se arriscou indo atrás dos traficantes sozinha em uma moto. Eles foram atrás, mas acabaram sendo alvejados, a moto caiu e Dylan fraturou a perna.

- Eu não podia ir atrás deles e deixa-lo sozinho. E eu fiquei sabendo de Charlotte só quando chegamos ao hospital. Ao menos ela ainda está viva.

- Você está bem ? Desculpa acabei nem perguntando.

- Estou. – ele sorriu. – Só alguns arranhões.

Holly o abraçou de repente e ele retribuiu.

- Achei que a regra era sem contatos físicos.

- Cala a boca. – ela sorriu e ele espelhou.

Luke pigarreou chamando a atenção dos dois e Calum também apareceu por ali. Cumprimentou o grupo e falou mais sobre Charlotte.

- Dylan está descansando mas também ficará bem.

- Torço por isso. – Calum respondeu. – E você saiu praticamente ileso não é ?

- Sim, ainda bem. – Evan sorriu e Hood apenas continuou encarando-o. – A propósito, agora que minha equipe vai ficar se recuperando, eu estarei disponível para reforçar alguma outra.

- Não estou precisando de reforços.

- Sua equipe é nova e precisa de alguém experiente. Eu vou obedecer suas ordens, capitão Hood.

- Nem pense nisso Evan.

- Calum, sejamos profissionais. – ele abriu os braços. – Eu não quero tirar seu comando ou algo assim.

- Não quero trabalhar com você e você sabe muito bem os meus motivos. – Hood apontou elevando o tom de voz.

- Cal. – Ashton chamou se aproximando. – Eu acho que seria importante para sua equipe...

- Ashton, não faça isso comigo.

- Está tudo muito estressante, eu não quero discutir isso agora. Vou para minha sala, e espero que você pense bem. – Irwin falou seguindo para o elevador.

- Espera, eu vou com você. – Hood seguiu atrás e Evan ficou com os outros dois.

- Por favor, Cal. – Irwin falou encostando-se no elevador. – Já disse que não estou bem hoje.

- Eu entendo Ashton, mas não posso ter Evan a minha equipe, você sabe que não me dou bem com ele e isso é um absurdo.

- Seus problemas com ele são apenas pessoais e sei lá se podem ser chamados assim. Isso é uma academia, sua equipe é inexperiente, não aguento mais perder pessoas. – Irwin respondeu seguido de um longo silencio. – Desculpe Calum, mas eu disse que não estava bem.

- Tem razão. Eu também não quero mais perder ninguém. – respondeu encarando o chão. – Mas qualquer coisa ele sai.

- Como você preferir. Você sabe que eu faço qualquer coisa que você pedir. – Irwin respondeu abrindo a porta de seu quarto. – Vou descansar agora. Que entrar ?

- Eu... – Calum respirou e encarou o loiro e seu semblante desgastado. – Você quer que eu fique Ash ? – perguntou.

- Está mais que óbvio não é ? – respondeu rindo e Calum fez o mesmo, entrando no quarto.

 

- Sério, o Ashton vai convence-lo. – Peters falou pegando suas coisas e colocando numa mochila.

- Ou o Calum vai convencer o Ashton. – Holly respondeu.

- Não, o Ashton tem mais poder. – Evan sorriu. – E o Calum faz tudo que ele quer, a verdade é essa.

- Por que vocês brigam tanto ? – Holly perguntou.

- Digamos que ele me odeia. Eu não tenho nada contra ele, mas ele me detesta.

- E por que ele te odiaria Evan ? – ela perguntou novamente e ele apenas ficou em silencio.

- O fato é que Calum ainda está muito triste. – Luke falou desviando do assunto.

- Triste ?

- Sim, ele passou por momentos difíceis ano passado. Na verdade a equipe de Calum estava investigando o caso Clifford. Foi aí que você cruzou o caminho deles. Mas o que você não sabe ainda é que eles planejavam um atentado na pose do vereador Daryl e foi a equipe do Calum que desarmou tudo, mas isso custou muito caro. – Evan revelou. – Ele perdeu a irmã e um de seus melhores amigos.

- Calum perdeu a irmã ?

- Sim. O totem de Mali era um cavalo. Ela era uma criatura doce, ajudava sempre que podia. Ela voltou para ajudar Roy mas não conseguiu mais sair do galpão. Quando os bombeiros chegaram já não havia mais nada que pudesse ser feito. Calum acompanhou o velório e depois disso sumiu. Ficou uma semana sem aparecer e quando voltou tinha uma tatuagem com o nome dela e de uma ferradura. O caso dele com Ashton também deu uma esfriada e ele ficou ainda mais ranzinza.

- Eu não podia imaginar que tudo isso tinha acontecido. Ele deve sofrer bastante ainda. – ela falou ainda assimilando tudo que ouviu.

- Sim, e por isso eu tento não provoca-lo tanto. Só pedi para entrar na equipe por que eu realmente acho que vocês precisam de mim. Ainda são muito novos e não quero que nada aconteça aos dois.

- Como se você fosse muito elho não é Evan ? Senhor experiência. – Holly riu.

- Você acha que tenho quantos anos ?

- 25 ? – ela chutou e ele riu.

- Quase, mas já passei dessa fase.

- 27 ? – Luke entrou no jogo.

- Um pouco mais.

- A para, você não tem mais de 27 Evan. – Holly cruzou os braços.

- 29 até onde eu sei é maior que 27. – ele sorriu.

- Você tem dez anos a mais que eu ? – ela perguntou.

- Isso é um problema ?

- Não, eu só.. sei lá, não parece.

- Melhor assim. – ele riu e pegou a mochila. – Vamos que quero conhecer meu novo quarto. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...