História Promise? - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Stranger Things
Personagens Chefe Hopper, Dustin, Eleven (Onze), Jonathan Byers, Joyce Byers, Karen Wheeler, Lucas, Mike Wheeler, Nancy Wheeler, Personagens Originais, Steve Harrington, Will Byers
Exibições 89
Palavras 1.229
Terminada Sim
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Aventura, Fantasia, Ficção
Avisos: Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Um capítulo agora, e outro à noite, por que eu sou muito legal

Capítulo 7 - Recomeço


Fanfic / Fanfiction Promise? - Capítulo 7 - Recomeço

-atrás de mim?- Max perguntou- gente, vocês estão me assustando, é só um jogo

-não é... só um jogo- El disse com o nariz sangrando

-El, não faça esforços- Mike pediu

-ela está tentando fechar o portal enquanto ele tenta abrir- Will disse com uma voz grossa e alterada

-Will, como você sabe?- Lucas perguntou

-eu não entendia... mas agora eu sei... ele está me usando como se quisesse que eu fosse com ele... eu não quero ir...ele quer algo com a Max... Por que sabe que eu me importo com ela...

-El não vai deixar você ir- Dustin disse

-cuidem dela... é a única arma que temos contra ele... ele a teme- Will disse e rapidamente ficou branco, as luzes piscaram e se apagaram, Will caiu no chão

-o que caralhos tá acontecendo?- Max perguntou assustada

-Max... se você quiser realmente ser nossa amiga, fique, mas essa vai ser uma das histórias mais estranhas que você vai escutar- Lucas disse se ajoelhando ao lado de Will e observando uma larva que saía de sua boca.

Dustin mata a larva com uma faca de cozinha, El limpa o sangue que saía de seu nariz no banheiro, fazia muito tempo que ela não usava os poderes, Mike e Lucas tentavam acordar Will e Max só observava àquilo, tentando se convencer de que aquilo era só um sonho.

-o...que aconteceu?- Will acorda assustado

-acho que é hora de contar sobre o ano passado para a Max- Mike diz.

Eles pedem para que Max se sente no sofá, e juram que tudo o que eles falarão é verdade, mesmo não parecendo.

-tudo começou com Dungeons and Dragons...- Mike disse

-eu tirei um 7... o Demogorgon me pegou, no jogo- Will disse.

Depois de contar toda a história pra ela, sem ocultar nada, eles concluíram

-provavelmente os demônios do jogo estão ligados aos demônios dos mundos paralelos, e a cada derrota no jogo, algo ruim pode acontecer- Lucas disse

-vocês só podem estar brincando- Max disse - essa garota ai tem poderes? Vocês estão escutando o que vocês estão dizendo? Eu não sou nenhuma idiota pra acreditar nessa história de vocês- Max se levantou e foi em direção a porta, indo embora, mas El girou a chave

-Sente...aqui...- El fez com que q cadeira fosse até o lado dela, e assustada a garota se sentou.

-acredita?-Mike perguntou

-sim...- a menina diz sem tirar os olhos do sangue que escorria do nariz de El.

Depois de um tempo conversando, eles chegaram a conclusão de que Will não poderia ficar sozinho, e iriam avisar Joyce disso, Dustin levaria Will para casa e conversaria com Joyce, Lucas acompanharia Max até sua casa  ja que eram vizinhos.

Mike e El subiram as escadas e foram até a cozinha onde a mãe de Mike fazia o jantar

-Crianças, arrumem a mesa pra mim, eu vou servir o jantar- Karen pediu

Mike colocou 6 pratos, 6 copos e 6 talheres em cima da mesa, e foi arrumando devagar enquanto El o observava.

Depois que ele arrumou 2 Lugares, ela pareceu compreender e começou a arrumar também, ele ria do jeito dela, toda atrapalhada fazendo as coisas pela primeira vez.

Ted Wheeler chegou com a pequena Holly no colo e a colocou na cadeira, a garota deu um pequeno sorriso a El, pegou sua colher cor de rosa e começou a bater com ela na mesa.

Kate chegou com o bolo de carne, e então todos se serviram.

-Mike, já sabe como vamos fazer seu aniversário?- Ted perguntou

-ainda temos um mês, pai- Mike não dava muita importância para aniversários, na verdade nunca deu- ainda tem o aniversário do Dustin e do Lucas antes, semana que vem é o do Dustin, me preocupo mais com o presente dele do que com meu aniversário

"Até por que ganhei meu presente"

O garoto pensava enquanto olhava para El que comia de um jeito engraçado

-Está gostando da comida Jane?- Karen pergunta

-eu?... sim, muito boa- ela deu um sorriso fechado por ainda mastigar

-Michael, eu e sua mãe estávamos realmente querendo falar com você sobre o aniversário, demonstre algum interesse- Ted fala calmo, mas por dentro já se irritava, ele nunca falava com o filho e quando falava ele não o respondia

-eu não quero festa, eu quero que me deixem ficar em casa brincando com meus amigos e é isso- o garoto dizia aquilo calmamente, mostrando que festa não era a melhor coisa para ele.

-okay Michael, você venceu, fique ai desperdiçando sua infância trancado no porão com seus amigos jogando esse jogo- o pai de Mike nao se demonstrava nada contente com aquilo

-vou sim, por que isso que me faz feliz, mas pelo que parece o que me faz feliz não importa pra você não é mesmo?- Mike se levantou, pegou a mão de El e a puxou escada acima, mesmo irritado ele não a deixaria sozinha.

Ele chegou em seu antigo quarto, trancando a porta em seguida, El se sentou na cama com a boca meio suja de molho, ele tinha vontade de rir ao vê-la naquele estado, suja de comida, então limpou sua boca com as pontas dos dedos e depois passou na calça.

-Mike...?

-o que foi El?

-o que é anive...?

-aniversário? Ah, é quando você comemora o Dia que você nasceu, eu nasci há 15 anos atrás, então vou fazer 15 anos, entende?

Ela balançou a cabeça em afirmação mas ainda parecia confusa.

-eu faço aniversário?

-claro, todo mundo faz- ele sorriu

-quando?

-não sei...

-quantos anos eu tenho?

-eu também não sei...

Ela estava aborrecida com as respostas de Mike, e ele percebeu isso, mas não gostava de vê-la desse jeito

-você pode fazer aniversário quando você quiser, El... que tal dia 11?

Ela afirmou com a cabeça

-do mês 11 também?

Ela só afirmou, mesmo nem sabendo o que significava.

-então falta pouco, estamos no mês 9...

Alguns segundos de silêncio permaneceram no quarto, até que alguém tenta entrar no quarto

-Mike? - a Voz de Karen é escutada do outro lado- nós vamos dormir, boa noite.

-boa noite mãe- Mike disse olhando para a porta- El?- ele sussurra olhando pra ela- posso te mostrar um lugar?

-sim

-faça silêncio...- ele a pega pela mão e vai até a porta em passos leves, destrancando a mesma sem fazer quase nenhum ruído, a casa estava escura, o que deixava El com medo, e ela apertava mais forte a mão de Mike.

Ele abre a porta da frente e sai,  ainda de mãos dadas com ela

-onde vamos?- ela pergunta aflita

-surpresa...

Ele solta devagar a mão dela e pega no guidao da bicicleta que provavelmente acabara de voltar do mecânico, já que era o motivo de ele estar indo com Will e Jonathan para a escola.

Ela subiu no carona da bicicleta, apoiando suas mãos na cintura dele, o fazendo ter uma sensação de felicidade inexplicável, era um misto de saudade e vontade de tê-la cada vez mais perto, algo que ele nunca tinha sentido antes, era como se, se ela chegasse um pouco mais perto eles se tornariam um só.

Então ele começou a pedalar, com um sorriso no rosto, e conforme ele pedalava, ela o abraçava por trás, provavelmente temendo cair, o que o causava ainda mais felicidade, ele estava praticamente gargalhando, imaginando o quão engraçada aquela cena devia estar.


Notas Finais


O próximo capítulo sai as 8 hs no Horário da minha cidade, 9 hs no horário de SP


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...