História Promise - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO, Kris Wu, Lu Han, SHINee
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Jinki Lee (Onew), Jonghyun Kim, Kai, KiBum "Key" Kim, Kris Wu, Lay, Lu Han, Minho Choi, Sehun, Suho, Taemin Lee, Tao, Xiumin
Tags 2min, Abo, Baeksoo, Bakhan, Chanhun, Hando, Jongkey, Kaiyeol, Onho, Ontae, Sekai, Sulay, Taoris, Xiuchen
Exibições 428
Palavras 1.008
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Famí­lia, Fantasia, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Álcool, Cross-dresser, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 11 - Promessa


Sehun On

Estava sentado na sala daquela casa esperando Chanyeol ou Jongin acordarem, mas quem eu vi foi Luhan.

-Bom dia príncipe.

-Bom dia Luhan, tudo bem? Você parece cansado.

-Sim, eu só dormi um pouco mal. Vou fazer o café. -Ele foi para a cozinha e resolvi seguir, sentei em uma das cadeiras ali, logo Baekhyun e Kyungsoo também acordaram e foram cumprimentar Luhan, meu irmão sempre sendo um pouco mais atirado.

-Luhan...que cheiro de ômega é esse? -Baek questionou. -Você está se encontrando com algum ômega?

-Não Baek e eu já te falei sobre essas desconfianças. -Ele reclamou, eu entendia bem com era isso, nenhum alfa gosta que desconfiem de si.

-Eu sei...mas que droga Han, eu sou assim, eu tenho medo de perder as pessoas que gosto, isso não deveria ser crime ou errado. -Baekhyun reclamou e percebi Luhan se arrependeu do que disse, Baek veio para o meu lado e sentou no meu colo escondendo o rosto, ele sempre fazia isso quando queria chorar, o segurei passando a mão por suas costas e olhei Luhan em um pedido mudo que ele se desculpasse, felizmente ele entendeu e se abaixou na minha frente.

-Baekkie, me desculpa ter sido rude, alfas são assim meu pequeno, eu sinto muito. Eu vou tentar melhorar está bem? Eu só não dormi bem hoje amor.

-T-tá... -Baek resmungou ainda me abraçando. -Por que?

-É o Nini, ele entrou no primeiro cio de madrugada, eu fiquei preocupado com meu irmãozinho a noite toda, a casa cheia de alfas...não que eu esteja dizendo que vocês iriam se descontrolar, mas nunca se sabe.

-Ah...desculpe.

-Ele realmente está no cio?

-Sim, omma está lá com ele, eu me sinto um inútil por não poder ajudar.

-Hannie, não é sua culpa, você também não gostaria que ele tentasse te ajudar durante um rut.

-Eu sei. Eu gostaria de saber o que você quer com meu irmão príncipe, sei que vocês já se beijaram e o pedido de vocês. -O encarei, não sabia que ele tinha notado alguma coisa ou que Jongin tinha falado.

-V-vocês já sabem?

-Meus appas não, mas Jongin não esconde nada de mim. Sabe, isso vale para vocês também. -Ele apontou para Kyung e Baek. -Não precisam ter ciúmes de mim com ele, sei que Jongin é muito amoroso e pode parecer que faz de propósito, mas ele é muito inocente.

-Eu sei, mas amor...ninguém é tão inocente que não possa realmente fazer algo.

-Ele é, Nini veio me perguntar se era certo beijar os dois, se ele pareceria oferecido ou se poderia ser morto por beijar o príncipe. -Abri a boca surpreso. -Ontem ele fugiu para minha cama, sendo tão inocente ele disse que estava passando mal, me descreveu os sintomas e perguntou se estava morrendo, então eu tive que explicar tudo que ele precisava saber sobre um cio.

-Ele não sabia? Seus ommas nunca falaram? -Kyungsoo se manifestou.

-Não, eu o expliquei, só não poderia ficar junto com ele quando chegasse, mas voltando ao assunto...o que vocês querem realmente com ele? Mesmo sendo príncipe, isso não lhe dá o direito de agir como quiser e acho que sabe disso, não vai brincar com meu irmão.

-E nem quero, eu me apaixonei por ele assim como Channie, nós o queremos de verdade, queremos nos casar e formar uma família, entendemos que ele ainda é muito novo e vamos esperar o tempo necessário para isso.

-Obrigado por ter sido sincero. -Terminamos o café e depois que todos acordaram voltamos para o palácio, Chanyeol estava quieto por algum motivo.

-O que foi meu amor?

-Só estou preocupado.

-Com...?

-Sehun...o reino, ele tem pressionado ainda mais, eu fui na última reunião, infelizmente nós não temos mais tempo algum, eles querem nosso casamento em no máximo 3 meses ou então irão anular nosso casamento e te casar com a filha do rei do norte. Você sabe que o aniversário do Rei Yixing está chegando, como tal, os reis estarão aqui e seria melhor apresentar nosso ômega, aquela princesa é muito atirada e infelizmente você não pode ficar a mandando para longe sem um motivo.

-MAS QUE PORRA. -Gritei e ouvi os ômegas choramingarem. -Desculpa.

-Filho, nós queríamos muito te ajudar, mas infelizmente até eu que sou rei não posso fazer nada, e o pior é que os appas do Chanyeol estarão aqui também. -Appa Junmyeon sempre tentava de tudo para nos deixar mais confortáveis, mas nem tudo ele poderia ajudar.

-Como? -Chan resmungou. -Eles não me disseram nada.

-Acho que eles esperam surpreender para saber se você tem um ômega. -Appa disse e eu resmunguei.

Seria como estar indo a um ninho de cobras, todos querendo nosso trono, nosso reino e era uma coisa que eu tinha que defender de qualquer jeito, não tinha saída.

Entrei no palácio sem dizer mais nada e fui para o quarto, tirei a roupa e deitei, era muita coisa em minha cabeça e o fato de Jongin ser ainda muito novo podia causar mais discórdia.

-Hunnie...

-Eu vou ter que fazer isso, Jongin...eu não sei se ele vai aceitar, mas tenho medo de descobrir que ele prefere abrir mão de nós dois, ele é novo demais para se envolver em política.

-Eu sei, mas podemos pensar nisso depois do cio dele, vamos esperar por isso e ir com calma, o reino que se exploda por enquanto...faltam duas semanas para a festa, temos um pouco mais.

-Se eu tiver que me separar, eu abdico do trono, não vou me casar com alguém que odeio, eu não quero e sei que Jongdae vai ser um rei maravilhoso.

Alfas também tinham medo, perder tudo o que conquistou ou perder a família eram as coisas mais assustadoras do mundo, eu não saberia lidar com algo assim, eu não queria e não poderia. Eu e Chanyeol tínhamos uma vida juntos, nos amamos desde crianças, não estava pronto para abrir mão da minha felicidade, nem por um reino, poderia soar egoísta, mas era minha vida.

Reino nenhum iria tirar isso de mim, é uma promessa.

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...