História Property of Joker - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Batman, Esquadrão Suicida
Personagens Bruce Wayne (Batman), Coringa (Jack Napier), Harleen Frances Quinzel / Harley Quinn (Arlequina), Oswald Chesterfield Cobblepot (Pinguim)
Tags Batman, Harley, Jared Leto, Joker, Margot Robbie
Exibições 598
Palavras 1.952
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Um dos meus capítulos favoritos ❤ cometem :3

Capítulo 2 - Two- quero te proteger


Fanfic / Fanfiction Property of Joker - Capítulo 2 - Two- quero te proteger

P.o.v Harleen

Ja havia se passado um mês que Mr.j era meu paciente e ja estamos mais próximos que amigos de muitos anos,ele havia me contado sobre sua infância e seus medos,porque de sua aparência e porque odiava o Batman,ele realmente era uma pessoa conturbada mas acho que qualquer um que tivesse passado pelo que ele passou estaria assim,pai drogado que batia na mãe e a mãe que sempre tentava proteger seu filho,ver a mãe sendo esfaqueada na sua frente e ter as bochechas cortadas,ser jogada em um tanque de ácidos que causou sua pele branca e cabelos verdes..so de pensar nisso eu ja ficava conturbada e com extrema raiva do morcego,todos achavam que ele era um grande herói justiceiro,que tipo de herói faz isso com um homem inocente ?.
Estava sentada em minha sala no asilo quando olho no relógio e vejo que era hora da minha sessão matinal com Mr.j então sorrio,pego minha prancheta é vou até a área de segurança máxima e caminho ate sua cela,estava realizando minhas consultas com ele em sua cela por conta que havia chegado novos pacientes e os outros médicos precisavam utilizar a sala levando em conta que minhas seções com ele eram geralmente bem demoradas. Sou tirada dos meus pensamentos quando entro na cela é o vejo de costas pra mim desenhando na parede,coloco minhas coisas na mesa é o olho.

-Bom dia Mr.j tenho boas notícias -falo empolgada-

-Me conta quais são minha doce Harley -fala ainda de costas para mim-

-Eu conversei com o Sr. Arkham e ele permitiu que se junte aos outro para o almoço no refeitório e também permitiu que eu te leve em um passeio pelo jardim uma vez por semana -sorrio-

-Obrigada minha Sweet,porém lamento dizer que Não ficarei por muito tempo aqui -ele se vira para mim e caminha até minha direção,ele estava algemado o que me incomodava porque transmitia uma sensação de que eu não confiava nele,mas eu confiava..admito que ate demais-

-Como assim ? -olho ele confusa-

-Eu vou fugir -abre aquele sorriso metálico que eu tanto gostava-

-Mas..mas..-estava totalmente sem palavras e até triste por pensar que não o veria mais todos os dias-

ele se aproxima de mim e se abaixa um pouco pra ficar da minha altura ja que eu estava sentada,ele passa a mão delicadamente por meu rosto.

-Vai ficar tudo bem,não precisa ficar triste Sweet,logo logo você vai estar em meus braços -!então ele começa e se aproximar cada vez mais enquanto olhava meus olhos,ele chega tão próximo que consigo sentir sua respiração até que nossos lábios se tocam em inicio de um beijo suave e delicado que me fazia sentir cada músculo do meu corpo desejar aquele homem,o que fazia eu ter certeza de que o amava mesmo sabendo que era errado eu sentia aquilo por aquele homem,então sinto o beijo ser separado,ele me olhava nos olhos como se quisesse me transmitir segurança e eu sorri em retribuição,vi o sorriso dele se formar-

-Quero que me faça um favor Sweet e muito importante que faça tudo que eu te falar agora -ele me olhava nos olhos e eu assenti prestando atenção- quero que saia daqui,fale para os Guardas que eu estava agitado e não foi possível realizar a seção de hoje é quero que vá para seu apartamento e não volte mais aqui hoje é nem amanhã,logo você vai saber o motivo disso tudo,mais agora faça o que mandei -ele se levanta e beijar minha testa-

Me levanto pego minha prancheta é saiu de sua cela,falo aos guardas que ele estava muito agitado para a seção,vou ate minha sala pego minha bolsa é vou para meu apartamento e fico la como Mr.j havia mandado,eu sabia que ele so queria meu bem então resolvi obedecer a ele,ja era 23:40 da noite então fui para minha cama me deitei e dormir rapidamente por conta do cansaço. Acordo no meio da noite como de costume e sinto um peso sobre meu corpo então abro os olhos e vejo braços fortes me envolvendo,fiquei confusa na hora porem quando abri os olhos vejo os braços fortes tatuados de Mr.j me abraçando, pensei em virar para ver se era real aquilo tudo porem antes de conseguir fazer qualquer movimento caiu no sono. Acordo no outro dia com o telefone tocando rapidamente me lembro de ter a impressão de sentir braços de um certo homem de cabelos verdes e dentes metálicos me envolvendo então olho para o meu lado e vejo que em cima do travesseiro que ficava do meu lado havia uma carta de baralho com um recado.

-ja estava com saudade minha Sweet
                                        -Mr.j

Sorrio e volto a realidade quando escuto o telefone tocar novamente,corro rapidamente para atender.

-alô ?
-Dr. Quinzel e do asilo arkham,estamos ligando para avisar que seu paciente o Joker fugiu essa madrugada e recitou seu escritório, ele pode estar atrás de você Doutora
-obrigada por avisar 

Desligo o telefone na hora e sinto meu sangue gelar ele havia fugido ouço a campainha tocar, caminho ate a porta em paços cuidadosos e abro a porta e não vejo ninguém,deixo a porta aberta e vou até a curva do corredor para verificar se havia alguém la, volto para o apartamento e fecho a porta e fico paralisada ao ouvir uma gargalhada atrás de mim.

-Sentiu minha falta Sweet ? -antes de poder ter qualquer reação sinto uma ardência em meu pescoço como se uma agulha tivesse entrado la injetando um líquido,sinto meu corpo amolecer e ele me pegar no seu colo-

- Vai ficar tudo bem...Eu prometo

Essa foi a ultima coisa que pude ouvir antes de tudo apagar....

P.o.v Joker

Havia mandado minha doce Harley sair daquele lugar horrível e ir embora , ela pareceu confusa mas sei que ela obedeceu eu sinto que ela confia em mim e que sabe que eu quero seu bem , não queria que ela visse o que estaria prestes a acontecer ali. Não havia muito tempo que tinha tido comunicação com um de meus capangas mais fieis ,Rocco , ele era meu braço direito e sempre fazia tudo nos conformes , ele era o único homem que realmente prestava no meio daquele bando de incompetentes que eu chamo de capangas , havia lhe mandado carregar todas as armas e explosivos porque eu queria sair daquele lugar horrível , mandei ele esperar próximo aos portões e ao meu sinal ele iria invadir com os outros e me tirar desse inferno mandando tudo pelos ares em seguida , soltei uma gargalhada com meus pensamentos sombrios.  Já eram 23:50 da noite , os guardas ja haviam se recolhido e os corredores estavam vazios e a hora de realizar meu plano. Arrasto a mesa que ficava encostada no canto e enfio a mão em um buraco que havia feito na primeira vez que vim para cá , puxei o fio vermelho com força o fazendo estourar e a energia do local cair abrindo todas as celas , sabia que a essa altura todos os presos ja estavam correndo como louco para sair daquele inferno. Não demora nem um minuto para mim começar a o ouvir o barulho dos tiros disparados pelas minhas amadas armas , sorrio e me sento na cadeira esperando , vejo Rocco aparecer la com minhas roupas , joias e minha pistola dourada.

-Bom menino -dou gargalhadas e pego minhas coisas- vá armas os explosivos enquanto me arrumo...AGORA!

-Sim chefe -ele sai me deixando sozinho-

Eu coloco uma calça preta junto a uma camisa social vinho com os três primeiros botões abertos , coloco minha arma na cintura os sapatos e minhas joias típicas e douradas. Saiu caminhando ate a sala da minha Sweet , entro e começo a fuçar em tudo até que acho o que realmente me interessava...seu endereço. Abro uma gaveta aleatória e la acho uma foto dela vestida de doutora...ela era tão linda , uma boa menina , dobro a foto e guardo no meu bolso é vou caminhando ate a saída enquanto atiro nos guardas sem ao menos olhar para eles , vejo que todos meus capangas ja estavam me esperando nos carros então como toque final escrevo nas paredes com o sangue dos guardas " Joker Was Here" dou gargalhadas. Saiu para fora e entro em minha tão amada Lamborguini roxa e dirijo em alta velocidade para fora dos portões , assim que tomo uma certa distância aperto o botão vermelho do meu controle que acionada os explosivos ativados por Rocco , olho aquele lugar ir para os ares e dou gargalhadas. Mando meus capangas trazerem minha encomenda e eles me entregam uma pequena maleta preta , os mando ir para o coviu e aviso que so iria voltar amanha pôr que tinha assuntos pendentes a resolver , entro novamente no meu carro e abro a maleta vendo uma pequena seringa de sedativo , coloco no bolso da minha calça e sigo até o apartamento de minha Sweet. Entro e passo pelo porteiro que não ousou trocar uma palavra comigo so ficou lá tremendo , entro no elevador e paro no décimo quarto andar , saiu do elevador e caminho ate o apartamento n°57.

Verifico se a porta estava trancada e pra minha surpresa estava , abro a mesma com um grampo e entro fechando a mesma devagar , caminho até o quarto e la encontro minha doce Harley , dormindo como um anjo então me sento na beirada da cama e fico a observando por um tempo ela era linda e delicada como uma princesa, começo a acariciar seu rosto levemente para não acorda-la até que sinto meus olhos começarem a pesar , retiro minha camisa e me deito atrás dela e abraçando por trás juntando nossos corpos , fecho meus olhos e logo adormeço. Acordo no outro dia antes dela para me verificar que tudo seja realizado conforme o plano , visto minha camisa e tiro uma calça de baralho do bolso e deixo um recado pra ela , deixo a carta em cima do travesseiro e vou saindo do apartamento , quando ia fechar a porta vi o telefone tocar e então fechei a porta.

-Com certeza os cretinos de arkham -sussurro para mim mesmo e escuto sua voz vim de dentro do apartamento e depois parar de falar essa era a hora de agi-

Toco a campainha e fico ao lado da porta encostado na parede sabia que ela nem iria olhar para la , era o lugar mais óbvio então ela não iria prestar atenção por conta do nervosismo , ela abre a porta e como de previsto não notou minha presença. Ela foi ate a curva do corredor que facilitou minha entrada , entro e fico atrás da porta e logo em seguida ela entra atrás e fecha a porta , dou uma gargalhada e tiro a seringa do bolso injetando nela o sedativo a pego no colo e levo ate meu carro e a coloco deitada no banco de trás , entro e dirijo até minha mansão que eu preferia chamar de coviu. Quando chego a pego no colo e entro na casa e subo direto pro meu quarto com ela nos meus braços , entro no quarto e a deito na cama.

-Você só vai acordar daqui uns dois dias Sweet -a cubro já que o ambiente era gelado e me sento ao seu lado a observando dormir serenamente- você esta mexendo comigo Harley , você esta despertando amor dentro de mim...o coringa não sente amor por ninguém -fico a observando dormir por mais alguns minutos-

Me levanto e saiu do quarto fechando a porta e indo pro meu escritório aonde tomo uma generosa dose e whisky.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...