História Proposal - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Bts, Jimin, Namjin, Taegi, Vsuga
Exibições 170
Palavras 2.513
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Att duplo kk

Boa leitura!!

Capítulo 10 - Not everything is so bad!



  Yoongi continuou a agir normalmente; como se não tivesse visto nada. Não ignorou Taehyung ou algo parecido. Tratou o loiro como sempre tratou. Não queria mais confusão.

  Esqueceu o beijo de Hyolin e Taehyung. Talvez fosse apenas um engano. Tae não beijaria sua própria prima ainda mais na frente de Jimin. E Yoongi percebeu os olhares de Hyolin para com Taehyung.

  Além disso o moreno sabia que não podia fica triste por aquilo. O que ele estava fazendo também era algo errado. Estava enganando muitas pessoas. Pessoas essas que já se tornaram tão importante para si.

  Iria se mágoa quando fosse embora? Sim, iria. Mas também magoaria todos daquela casa por esta mentindo ser Hyun. Aquilo não era certo. Nunca seria.

  Tentou esquecer essas coisas e se concentrou em coisas mais importante, como "seus" filhos.

  Ele tinha que se concentrar na adoção de JungKook e em Jimin. Eles dois sim precisam de atenção - principalmente Jimin. Ele precisa de carinho e atenção, não era nada fácil ter um pai como Hyun. Ah não era mesmo.

  Ainda mais quando seu pai é um puto de um safado. Que tem mais de milhões de amantes pelo mundo. Talvez seja exagero mas por favor, onde Yoongi ia tinha algum amante de Hyun.

  Não era nada fácil ser seu irmão.

  Para piorar tudo, recebeu uma ligação de um tal de "Kai", alegando está com saudades e que precisava urgentemente encontra-lo. Que queria muito vê-lo, toca-lo, beija-lo e fude-lo.

  Yoongi não sabia do que diabos aquele ser estava falando então apenas desligou. Só bastava mais um amante do seu irmão para estragar ainda mais sua vida.

  Se jogou na longa cama que tinha em seu quarto e suspirou. Queria muito ir dormir com Taehyung mas seria um pouco estranho, não seria?

  Fez bico ao ouvir o celular o seu irmão tocando novamente. Só faltava ser mais uma vez Kai ou Chanyeol que não parava de liga para si.

  Viu o nome Taeyeon e franziu as sobrancelhas. Seria mais uma das amantes de seu irmão? Mas porque Yoongi sentia que era só uma amiga e nada mais?

  - Ah não... - Suspirou atendendo o celular - Alo?

  - Porque não me disse que já tinha chegado em seu viado? - A voz do outro lado era brincalhona.

  - Hein?

  - Não venha com esse "Hein" pra cima de mim. Porque não veio visita sua melhor amiga em? Não fala mais com os pobres, é isso?

  - Menina se acalme. Não entendi nem uma vírgula do que tu disse. - Yoongi gargalhou.

  - Oshi... Tu está bem?

  - Tô bem.

  O moreno já estava cansado de tanto "Esta tudo bem?". Essas pessoas só sabiam pergunta isso. Não era possível.

  - Hm... Sei.

  Ouvi um silêncio incomodo e Yoongi pensou em desliga. Até que ficou aliviado por não ser uma das amantes de Hyun e sim uma amiga. O que deixou o moreno surpreso.

  - TEU VIADO SAFADO DO CARALHO.

  Yoongi arregalou os olhos e afastou o celular de seu ouvido. De quem diabos era aquela voz que gritava feito louca?

  - ME DEVOLVE ESSA PORRA TIFFANY. SUA...

  - SUA O QUE EM?

  - GOSTOSA DO CARALHO.

  O moreno começou a rir da briga das duas. Elas pareciam pessoas divertidas e legais de se conviver. Mesmo nãos sabendo quem eram, Yoongi já tinha gostado delas.

  - Hyun seu maldito. Amanhã eu vou aí. Preciso te conta alguns bagulhos. - A tal Tiffany falou animada deixando Yoongi confuso.

  - Ok? - perguntou sem sabe o que falar.

  - Agora tenho que desligar. Sabe como é né? A Taeyeon tá me provocando demais hoje.

  O moreno corou um pouco com o comentário e assentiu mesmo que as duas não pudesse ver.

  - Tchau lindo!

  Yoongi suspirou. Hyun deveria pelo menos conta que ele tinha duas melhores amigas. Ou que tinha milhões de amantes. Ou que tinha um marido. Ou que tinha um filho. Ou que era odiado por Deus e o mundo.

  Eram vários motivos para querer matar ainda mais seu irmão.




               (...)




  No dia seguinte Yoongi já acordou e já foi pro andar de baixo. Nunca acordou com tanta fome como naquele momento. Precisava de pelo menos uns trinta mãos para matar um por cento de sua fome. E olhe lá.

  Encontrou SunHee sentada comendo um pedaço de bolo de chocolate e se sentou com ela depois de fala um breve "Bom dia".

  - O Senhor vai come isso tudo? - a mulher riu com o tamanho do pedaço de bolo que seu patrão colocou no prato e pegou uma xícara para o mesmo.

  - Vou e ainda quero mais. Acordei com uma fome de leão hoje. Obrigado! - diz pegando a xícara com o café da mão alheia e bebendo um gole.

  Os dois conversam sobre coisas que SunHee nunca pensou que conversaria com Hyun. Tudo está muito animado até a mulher toca no assunto que Yoongi menos queria ouvir: Hyolin.

  - Parece que ela está pensando em vim morar aqui, Senhor. Taehyung disse que não era um boa idéia depois do que aconteceu e...

  SunHee parou ao perceber do que estava falando. Tae pediu para que ela não contasse nada para Hyun. Mas o moreno parecia tão pra baixo. Talvez o animasse um pouco.

  - Mas eles são primos não? Seria uma boa. - Yoongi mentiu tentando não comenta o quanto odeia Hyolin.

  - É, eu sei Hyun. - a mulher diz suspirando. - Mas aconteceram algumas coisas ontem. E o senhor Taehyung achou melhor não deixa-la mora aqui. Além disso o senhor, Hyun, também é dono dessa casa.

  Mesmo não demonstrando, Yoongi ficou feliz em sabe que Tae não aceitou aquela infeliz em sua casa. Porque com toda certeza não aguentaria nem um segundo na companhia de alguém tão falsa.

  - Bom dia! - a voz de Tae passou pelos ouvido do moreno que se arrepiou por inteiro corando um pouco.

  - Bom dia senhor. - SunHee se levantou assustando Yoongi. - Vai querer algo de especial para o café da manhã?

  - Na verdade eu vou come esse bolo que parece delicioso. - Tae se sentou ao lado do marido. - E terei um tempo para conversa com Hyun.

  - Sim, senhor. Vou deixa-los a sós. Com licença.

  O mais novo engoliu em seco e se afastou um pouco de Tae. Não que ele esteja com raiva de ontem, ele ano estava. Ainda achava que foi um engano. Mas ter Taehyung muito perto lhe causava "coisas".

  - Agora pode me explica porque diabos não foi ontem? Eu fiquei esperando feito idiota.

  O moreno ouviu a voz rouca do marido e fez bico. Ele não tinha culpa se sentiu ciumes. Ou tinha? Senti ciumes é algo normal né?

  - Eu não quis mais. - Mentiu fazendo Tae arqueia as sobrancelhas.

  - Não quis mais? Hyun... - Taehyung riu - Foi você que falou que estava "louuuco" para ir ao parque e agora diz que não quis mais ir? Qual é seu problema?

  - Affs garoto. Me ame menos. Eu num quis mais. Tão difícil de entender? - Yoongi olhou para o loiro ainda com bico nos lábios.

  - Vindo de você? Sim, é difícil. - Tae revirou os olhos.

  - Vou, tipo, ignora esse seu comentário desnecessário e continuar comendo. Porque eu tô com fome. - O moreno devorou mais um pedaço de bolo e Taehyung riu.

  - Já não está magro, e ainda come assim. - Taehyung provocou fazendo o mais novo quase engasga com o bolo.

  - Você me chamou de gordo ou só foi impressão minha? - Yoongi parou de come e olhou sério para Tae.

  Já não bastava ter vários amantes do seu irmão lhe enchendo o saco, agora teria que aguenta seu "Marido" lhe chamando de gordo.

  - Impressão sua.

  - Olha seu... seu... - Yoongi parou pensando em algo que definisse o loiro. - Seu linguiça.

  - Senhor... Eita! - SunHee entra na cozinha com alguns papéis em mãos e cora enquanto Taehyung gargalhava feito louco.

  O moreno gargalhou também. Não acreditava que tinha dito aquilo logo para Tae. Mas tinha que admitir que foi muito engraçado a cara que SunHee fez ao entra na cozinha e ouvir aquilo.

  - O Senhores não podem dizer algo tão... tão impróprio numa casa onde há crianças. - a cozinheira puxa a orelha de cada um.

  - Aí Sunny... Isso dói sabia? - Yoongi reclamou.

  - Eu fiz pra isso mesmo. - SunHee deu de ombros e o moreno a olha indignado.

  - Relaxa "Sunny". Você sabe que o Hyun gosta de uma linguiça. - Taehyung falou fazendo a mulher cora mais ainda.

  - Eu gosto do seu cu, ridículo. - Yoongi disse batendo no braço do marido. - Que comentário sem graça, Taehyung.

  - Não era pra ter graça. - Tae deu de ombros irritando ainda mais o mais novo.

  - SunHee... - Yoongi de virou para a mulher que arqueou uma das sobrancelhas. - Me dá uma faca?

  - Para quer senhor? - SunHee perguntou desconfiada.

  - Quero mata meu marido. De quiser ajudar. - O moreno disse com um olhar mortal. - Depois podemos come-los.

  - Tô junto com você senhor. Quando vamos mata-lo? - a mulher deixou os papéis na mesa e se sentou ao lado do patrão.

  - Que tal amanhã?

  - Pode ser e...

  - Ei, não hajam como se eu não estivesse aqui. E não falem que vai mata a pessoa na frente dela né?

  - Ok. Vamos pro meu quarto Sunny. - Yoongi se levantou sendo segurado por Tae.

  - Haha! Muito engraçado Hyun. - o loiro disse revirando os olhos.

  Mesmo não demonstrando tinha medo que Hyun desse um de louco - o que ele já era -, e realmente quisesse o mata. Do marido podia espera qualquer coisa.

  - Estamos brincando Senhor Taehyung. - SunHee riu. - Olha... Aqui está uns papéis que Nina achou lá na sala.

  Taehyung pegou os papéis e começou a ler-los. Parecia que não era tão importante já que Tae se levantou, amassou os papéis, jogou  o lixo e se sentou novamente.

  - O que era? - Perguntou Yoongi curioso.

  - Eram papéis antigos da empresa. - Respondeu o loiro.

  - Falando na empresa... - o moreno parou ao vê SunHee se levantar. - Aonde vai?

  - Vou deixa-los a sós novamente ue. -  a mulher falou como se fosse óbvio fazendo os dois homens revirarem os olhos.

  - Senta essa bunda gostosa aí mulher. Isso não é tão importante. - O moreno falou puxando a mulher para se senta novamente e Taehyung fez uma careta.

  - Tá querendo dizer que a nossa empresa não é importante? - Perguntou o loiro se fingindo de sério.

  - Eu? Longe de mim Taetae.

  SunHee riu com aquilo e começou a conversa com seus patrões. Pela primeira vez se sentiu bem naquela casa. Podia ser assim para sempre, que ela não ligaria.




                 (...)




  - Eu vi tá. - A menininha falou deitando na cama do irmão.

  Hyun teve que colocar - mais uma vez - sua "irmã" pra dormir. Já que sua suposta mãe - infelizmente - não tinha chegado. E isso irritou o moreno de uma forma inexplicável.

  Ele tinha achado - só tinha - que a mulher iria passa apenas a noite e não um dia no hospital. O que lá tanto fazia lá? Será que estava dando o cu? Era uma opção.

  - Viu o que criatura? - Perguntou o moreno deitado junto com a menina.

  Yui tinha implorado para dormir com o irmão. Claro que Hyun disse não mas a infeliz ficou perguntando até ele dizer um "Sim" a contra gosto.

  - Você e o Hobi ao beijos lá na sala. Estavam quase se comendo. Eu vi as mãozinhas bobas em - Yui falou e Hyun arregalou os olhos.

  - Com quem você aprendeu isso menina?

  - Com quem será que aprendi não é mesmo? - A menina revirou os olhos.

  O mais velho riu. Se ele era puto, seu irmão era o puto chefe. Porque que pessoa ensina a irmã de apenas cinco anos aquelas coisas? Min Yoongi.

  - Vamos dormir, vai criança. - Hyun diz se cobrindo e apagando a luz.

  - Sou mais adulta que você. - Yui falou passando os bracinhos por volta da cintura alheia. - Boa noite, Suga.

  Mesmo a menina não podendo ver, Hyun tinha um sorriso tímido nos lábios e suas bochechas estavam levemente coradas. Nunca achou que seria tão bom dormir com uma criança.

  - Boa noite, Yui!




                (...)




  Yoongi ficou conversando com Taehyung e SunHee praticamente a manhã toda. Vezes ou outra ele e o loiro trocavam algumas provocações. Ou SunHee lhe davam broncas mas nada de mais.

  O moreno tinha que admitir que foi muito legal fica na companhia de Taehyung e de SunHee. Eles eram pessoas incríveis. E principalmente trabalhadoras.

  Descobriu até que SunHee era casada com uns dos empregados daquela casa. Mas que ele deveria está trabalhando naquele momento.

  Também descobriu que Taehyung era uns dos fotografos mais procurados pelo mundo. E fazia já viajou praticamente o mundo todo.

  Como não tinha nada de bom pra fala da sua vida, apenas ficou ali ouvindo e as vezes dava alguns comentários.

  Depois do longo café da manhã se perguntou sobre Jimin. Será que o pequeno já tinha acordado ou ainda dormia? Até foi no quarto para sabe mas a caminha estava vazia sem sinal de Jimin.

  Só ficou sabendo que ele estava brincando com Jin, depois que procurou a criança pela casa inteira já desesperado.

  Se jogou no sofá e suspirou. Taehyung já tinha ido trabalha e agora não tinha mais ninguém pra conversa já que SunHee inventou de ir fazer o almoço. Claro que era preciso mas ele queria conversa um pouco.

  Ouviu a companhia e foi atender. Mesmo tendo empregados para isso, Yoongi achava meio injusto as outras pessoas pararem o que estavam fazendo para ir atender a porta quando você mesmo pode fazer.

  Viu duas lindas garotas e franziu as sobrancelhas. Quem diabos eram aquelas? Seria amantes de Hyun?

  O moreno foi pego de surpresa quando as duas o abraçou com tanta força que parecia que iam quebra todos os ossos de Yoongi.

  - Hyun seu viado safado do meu coração. Eu senti Saudades sabia?

  O moreno conhecia aquela voz. Era a tal de Tiffany que ele tinha falado na noite anterior. Tinha esquecido que ela combinaram de vim visita-lo.

  - Vai dizer nada estrume? - Taeyeon perguntou entrando na casa sem ao menos se convidada.

  - Eu... - o mais velho ficou sem sabe o que falar. Nem ao menos conhecia aquelas duas.

  Taeyeon revirou os olhos e puxou sua namorada e Yoongi para o quarto de Hyun. Iria fazer um desfile. Mesmo que seu amigo diga não, ele participaria. Ah se participaria.

  - Um desfile? - Yoongi perguntou pegando suas roupas, que Taeyeon jogava no chão, e colocando em cima da cama.

  - Sim, não aceito um não como resposta.

  Yoongi sorriu sem graça. Aquilo não ia da certo. Já previa seu futuro.


Notas Finais


Taehyung e Yoongi se dando bem.

Taeyeon e Tiffany sendo melhores amigas de Hyun (Eu shippo muito Taeny.. Não sei vocês)

Hyun começando a gosta de crianças.



Bom...

Espero que tenham gostado e desculpe qualquer erro!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...