História Proposta Aceita - Capítulo 20


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Dan Kato, Deidara, Fugaku Uchiha, Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Ino Yamanaka, Itachi Uchiha, Kakashi Hatake, Karin, Kizashi Haruno, Mebuki Haruno, Mikoto Uchiha, Naruto Uzumaki, Orochimaru, Personagens Originais, Sai, Sakura Haruno, Sasori, Sasuke Uchiha, Tsunade Senju
Tags Proposta Aceita
Visualizações 41
Palavras 2.507
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Artes Marciais, Hentai, Lírica, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Helow galerinha do meu core. Olha eu aqui de novo. Dessa vez com mais um capítulo de "Proposta Aceita" e bem digamos que o meu radar de tretas esta apitando, mas não se preocupem pq nao vai ser nesse cap e sim no próximo.

Me desculpe pelos erros e pela demora.

E agora mais cap.... Boa leitura e comentem o que acharam, bjs e até as notas finais

Capítulo 20 - PALAVRAS QUE AJUDAM


Fanfic / Fanfiction Proposta Aceita - Capítulo 20 - PALAVRAS QUE AJUDAM

Ficar em cima de uma cama toda hora estava começando a fazer a rosada perde a cabeça, ja fazia quase uma semana qui ela estava ali, e sua vida estava dando um tempo.

Primeiro por seus pais, que não podiam mais entrar para fazer visitas para a garota, pelo fato dela ter inplorado ao seu médico qui não queria vê-los, ele por sua vez não podia deixar a menina nervosa e muito menos irritada se não poderia piorar o caso.

Sem contar que tinha o fato de Sasuke, ela não queria vê-lo mais também queria. Estranho não? Era assim que o coração dela se encontrava.

Vários acontecimentos tinha se passado mais a rosada não tinha forças nem para continuar a saber, ver qui seus amigos estavam apoiando, Ino nem se fala ia todos os dias ao Hospital, contava como estava sendo chato ficar no apartamento sozinha, e qui estava ficando irritada por não continuar vendo suas séries pq a rosada estava no hospital, mas Sakura so ria e era isso que sua amiga queria.

Sakura pensava em tudo que estava acontecendo mais foi surpreendida por uma cabeleira negra.

- Dona… Mikoto? - Perguntou estranhando a aparição da mulher.

- Pq ninguém me disse qui você estava no hospital? - ela perguntou.

- Eu não sei - Falou tentando se sentar, colocando todas as forças nos braços, e conseguindo.

- Como você está? - perguntou.

- Estou bem - forçou um sorriso.

- Eu fiquei tão preocupada - Ela se sentou - Eu vim pq eu gosto muito de você e… - Ela fez uma pequena pausa - Eu queria falar sobre o casamento, pq você terminou com ele? Você não o ama mais?

Essa palavra fez vários pensamentos virem a mente da rosada.

Amor? isso era o que ela sentia? Mais ele não podia ter uma garota qui nem ao menos sabia de sua existência.

- Nós nos precipitamos - mordeu levemente os lábios - Então era melhor ser assim.

Como era complicado falar isso com a mãe do cara que seria seu futuro marido.

- Entendo - Ela segurou delicadamente a mãos da garota - Espero que isso não faça você se afastar de mim em..

Sakura assentiu dando um sorriso, a coversa rendeu e muito, a rosada viu na mulher a sua frente uma grande mãe, a maneira terna qui ela passava com as palavras e o jeito ela dava um sorriso e isso fazia sakura lembrar dos tempos que sua "mãe" a tratava assim.

~~~

Sasuke por sua vez estava do mesmo jeito, sua vontade era sair de sua sala e ir até aquele hospital de preferencia naquele quarto e dizer que não ia deixar a rosada terminar tudo so por causa do acidente.

O jeito qui Sasuke se encontrava era completamente inacreditável, a barba estava mal feita, as olheiras em baixo dos seus olhos mostravam duas bolsas roxas, sem falar em seus cabelos que estavam bagunçados e tinha crescido mais que o normal.

Quando sua secretaria entrou pela a porta e o avistou daquela forma despojada na poltrona atrás de sua mesa, estranhou principalmente por ser Karen que o conhecia muito bem.

A ruiva entrou e colocou o documento que carregava em sua mesa e percebeu qui ele nem percebeu sua presença.

- Sasuke? - ela o chamou, mas ele ainda não tinha a percebido - Sasuke - Ela o chamou de novo mais dessa vez ganhando sua atenção.

- Hum - foi a única coisa qui ele falou.

- Olha eu sei qui não devia me mete nisso, mas - Ela o olhou. - Eu e Sakura não nos damos bem mas eu sei quando a pessoa precisa de ajuda.

Ele apenas a olhou estranhando o rumo da conversa.

- Sakura teve um problema mais da pra perceber qui ela gosta muito de você - Ela focou seu olhar em suas mãos - E mesmo qui ela tenha terminado com você… você não precisa se afastar dela - Ela o olhou - Você é o único que pode ajudá-la.

Como ela sabia daquilo, era o que ele pensava.

- Como sabe disso? - Perguntou o moreno.

- Eu a visitei - Ela olhou sem graça - Posso nao me dar bem com ela mais isso ja é outro caso, e quando a vi percebi qui ela era a garota certa qui você procurava - a ruiva falou - Eu sempre tentei fazer você me notar desde a faculdade, mas, você nem me olhava, quando você conheceu ela seus olhos transmitia um brilho diferente - Ela deu um pequeno sorriso - E eu me dei conta qui vocês formavam um belo casal e quando vocês voltaram daquela viagem percebi qui vocês ja estavam sintonizados.

- Eu ainda não estou entendendo - ele dizia.

- O óbvio - Ela o olhou - Você a ama e tem que ir atrás dela pq se não você vai se arrepender, Eu te conheco desde o tempo da konan e você dizia gostar dela mais nada se compara, agora o seu sentimento pela a rosada é maior .

Estava parecendo que a ruiva a sua frente tinha sido abduzida e que fizeram lavagem cerebral, pois ela estava estranha.

- Eu não… - Ele foi interrompido pela a mesma.

- Não minta para você mesmo - Ela respirou fundo - Eu sempre te considerei meu melhor amigo apesar de ter sentimentos diferentes mas, eu sei qui você gosta dela - ela falou indo para a porta - E uma coisa qui você nunca fez foi desistir de alguma coisa e muito menos decepcionar alguém…. Então não comece me decepcionando, eu sei qui eu nem tenho o direito de te falar isso.

A garota saiu da sala e deixou um Sasuke completamente estranhado.

Karen nunca foi de falar essas coisas mais sabia que a garota tinha um coração mole e qualquer coisa fazia ela ver o lados das outras pessoas e se isso envolvesse ele, aí qui ela percebia mesmo.

Depois de pensar um pouco pediu para Karen encomendar flores de cerejeiras e alguns chocolates.

Quando deu a hora do almoço o moreno pegou suas coisas junto com o que tinha pedido para sua secretária e passou pela a porta parando na frente da ruiva.

- Passarei a tarde fora - Ele falou - e desmarque qualquer reunião qui tenha hoje - Ele deu um aceno com a cabeça e se virou mais parou e um pequeno sorriso surgiu, mas não se virou - Obrigado Karen, você é uma ótima amiga - Ele continuou a andar.

A garota por sua vez arregalou os olhos, Sasuke nunca foi de ser o tipo de cara que fala obrigado e muito menos quando alguém se metia na vida dele, como ela tinha feito na manhã daquele dia.

~~~

Depois da visita de Mikoto, Sakura se sentia melhor pelos afetos que a mais velha tinha lhe dado.

Mais a sua surpresa foi maior quando olhou para Sasuke ali.

- Sasuke ? O que faz aqui - a rosada perguntava ao vê-lo se sentar ao seu lado.

- Eu nada de mais - Ele pegou as flores e colocou no vaso que estava em cima de uma mesinha - Espero que goste.

- Eu adorei - Ela deu um sorriso - São lindas, obrigada.

Quando Sasuke viu aquele sorriso seu coração falhou, ele estava realmente gostando daquela irritante? Era o que ele se perguntava.

- Vão me matar mas… - Ele parou de falar e foi até a porta e olhou para ambus os lados e voltou entregando um bombom embalado em um papel roxo - Eu sei qui esses dias aqui, nao devem ter sido fácil, então….

Sakura por sua vez deu um grande sorriso e logo comeu o bombom, gemendo de tanto prazer quando sentiu o chocolate derreter em sua boca.

- Você é o melhor - Ela disse entregando o papel da embalagem.

Foi o tempo de Sasuke guarda o papel no bolso do palito e uma enfermeira entrar e trazer uma bandeija com uma comida.

- Olá Sakura - a mulher deu um sorriso - Aqui está seu almoço e espero que coma tudo.

A moça comprimento Sasuke e saiu.

- Sé você comer pra mim eu prometo fazer qualquer coisa - Ela disse dando um sorriso Largo.

- Eu passo - ele disse - Vamos la Sakura, você precisa comer.

- Mais isso nem é considerado comida - Ela disse e isso fez o garoto dar um sorriso .

- Se você comer eu te dou outro bombom - ele tirou outro de seu bolso - E então - Ela fez biquinho e cruzou os braços fazendo birra.

Sasuke pegou a colher e encheu colocando o que parecia ser uma sopa, levou a colher até a boca de Sakura a fazendo a abrir.

Depois de algum tempo ela havia quase terminado, a enfermeira viu a cena e sorriu.

- Vocês são lindos juntos - Isso fez o casal a sua frente ficar levemente corados.

- Nos…não… é - Sakura não conseguia dizer nada.

A mulher pegou a bandeija e saiu, e logo depois uma loira qui ela conhecia bem, adentrou o quarto.

- Olá Sakura, como está nessa manhã? - A médica olhou sua ficha.

- Estou bem, so um pouco entediada - falou.

- Isso é normal - Ela se virou para o moreno que até agora não falou nada - Olá, sou a doutora Tsunad.

- Muito prazer - ele deu um pequeno sorriso.

- Bom Sakura vamos para os exames? - Sakura balançou a cabeça negativamente. - Você precisa.

Depois que Sakura passou a ficar no hospital e passou a conhecer melhor a médica, adorou ela, a mulher era linda sem contar os cabelos e o corpo, parecia até um pouco com ela e isso tudo aconteceu pelo fato de seu médico tobirama ter viajado por motivos pessoais, qui foi descoberto pela a rosada quando passou a coversa com a médica.

- É melhor não descultir - Sasuke se pronunciou.

- Você vem comigo? - pediu.

Ele olhou para a medica e ela assentiu .

- Claro - ele aceitou.

O moreno viu o que Karen lhe disse, como ela estava precisando dele.

A tarde toda foi baseada em Sakura segurada em algumas barras se firmando e se concentrando, as vezes Sasuke a segurava de maneira carinhosa a ajudando a andar como se fosse uma criança aprendendo a andar.

Mas algumas vezes perdia o controle e quase caia, mas o moreno a segurava. Mas pela força que ela fez, a queda dela em cima dele não foi conseguida ser parada.

E isso lembrou os dois, do primeiro contato que ambos tinham tido pela primeira vez.

- Eu não consigo - Ela disse - Eu desisto.

Sasuke a segurou e a levantou colocando ela nas barras.

- Me coloca na cadeira Sasuke - ela pediu mas o moreno não deu importância .

- Você vai terminar o exame - Ele se afastou dela e cochichou algo para a médica.

- Alguém pode me tirar daqui - Tsunad olhou para o enfermeiro que estava ali e ele continuou parado.

Sasuke apareceu na frente da rosada afastado a cinco passos.

Quando a rosada olhou para o moreno e percebeu qui ele estava sem camisa, e so com a parte de baixo do palito, o que fez a garota morde os lábios ao se lembrar de ja ter tudo aquilo.

- Por favor Sasuke, me tira daqui - Ela pediu.

- Não - Ele disse ao pensar em algo e a olhar - Bem que me falaram e eu não quis acreditar, tsc.

Sakura por sua vez não entendeu.

- Acreditar em que? - perguntou.

- É que me falaram qui você não tinha força o suficiente para fazer esse simples exercício - ele debochou - Sem contar qui seus braços são bem fraquinhos - ele a oulhou - E não é atoa qui você não consegue se segurar, esta pesada, sem ofensas, as pessoas perdem peso no hospital mais você ganhou.

A raiva qui Sakura sentiu naquela hora era visivelmente notada, dava para perceber uma veia saltando de sua testa e seus punhos apertando a Barra, qualquer homem sabe qui chamar uma mulher de gorda é a mesma coisa de querer morrer

- Está me desafiando Uchiha ? - Perguntou.

- Longe de mim - ele balançou as mãos na frente do corpo - Afinal você não conseguiria.

Para calar a boca de Sasuke, Sakura fez uma força incrível e em menos de dois minutos ela ja estava a poucos metros do seu rosto.

Todos que viram, ficaram perplexos, como uma simples provocação fez ela se locomover de forma rápida e fácil o que os médicos não conseguiram fazer em uma semana ele fez em minutos.

- Boa garota - ele disse - segurou sua cintura e olhou no fundo daquelas órbitas verdes - Você cumprindo um desafio fica muito mais linda.

Ela deu um sorriso e continuou indo e voltando várias e várias vezes até seus braços cansarem, Sasuke continuou la até ela voltar ao quarto.

Depois de ter banhado e jantado, a rosada ja estava deitada.

- Obrigada por ter ficado - Ela agradeceu.

- Não se preocupe, Eu teria ficado mesmo qui não tivesse pedido - Ele debochou - Mas agora preciso ir.

Ele chegou perto dela, dando um beijo casto na bochecha da rosada que por um momento pensou que rolaria em outro lugar.

Ja era mais ou menos depois das 12:00 as estrelas brilhando no céu, a brisa da noite parecia relaxar qualquer um.

Mas seus pensamentos pararam na pessoa que ela nunca imaginou que iria visitar.

E as palavras da ruiva ecoavam por sua cabeça.

"Eu acho que te invejo" " Você tem amigos e eles te adoram" " Você consegue tudo " "mesmo qui você me odeie eu quero muito qui você volte a andar, e eu sei qui você consegue".

Karen havia deixado ela mexida com as palavras, até estranhou mais não conseguiu entender, o motivo dela ter ido e animado a rosada.

Sakura sem estar com sono se sentou na cama com dificuldades se apoiando no colchão, ao triscar os dedos no chão frio do hospital recebeu um choque, mas isso era um ótimo sinal, pois se seus dedos estava sentindo algo isso significava que as probabilidades de voltar a andar eram maiores.

Um sorriso imenso apareceu nos seus lábios e um vontade imensa de chorar, mas ela não queria criar expectativas para no final estar errada e sofrer uma grande decepção.

Concentrou toda atenção em seus pés e se levantou apoiou as mãos nas quinas da cama e começou a andar e por mais incrível que pareça ela não fazia força, suas pernas estavam leves e parecia até que nunca levou um acidente, que fez suas pernas pararem por um tempo.

Chegou até a mesinha que ficava perto da porta e pegou seu aparelho telefônico, ligou e quando se conectou a Internet viu várias mensagens no Whatsapp.

Voltou para a cama e mandou uma mensagem no grupo das amigas.

~ Ei suas vacas《Saky

~ Sakura mas como? 《Puca

~ A testuda voltou 《Porca

~ Testuda teu cu, porquinha《Saky

~ Kkkkk A Sakura voltou ja revoltada 《 Tema.

~ Falou o Furacão loiro ne 《 Saky

~ Quando você volta? 《 puca

~ Não sei, mas venham aqui amanhã ok, aproveita e trás seu irmão Tema 《 Saky

Depois da última mensagem no Whatsapp, Sakura desligou o celular e dormiu, com um belo e feliz sorriso.


Notas Finais


ENTÃO GALERA... ESTOU AQUI PARA DIZER APENAS 2 COISA

PRIMEIRA: AGRADEÇO DE CORAÇÃO MESMO, A TODOS OS COMENTÁRIOS E FAVORITOS

SEGUNDO: A MINHA OUTRA FIC ESTA NO CAP ANTERIOR E SE CHAMA "OS OPOSTOS SE ATRAEM" E É NARUHINA....

E SO ISSO MESMO HAHA, E ATÉ A PRÓXIMA....

PS: ESTOU PENSANDO EM FAZER UM GRUPO NO WHATS PARA FALAR DE VÁRIOS ASSUNTOS TIPO FIC, ANIMES E ATÉ MESMO JOGOS... QUEM TIVER AFIM E SO FALAR NOS COMENTÁRIOS

TCHAUUU BJS♡♡♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...