História Proposta indecente - Capítulo 48


Escrita por: ~

Postado
Categorias Henrique & Juliano
Personagens Henrique, Juliano, Personagens Originais
Tags Catarina, Família Tavares, Henrique, Juliano, Lucas Lucco, Mohana, Thiago Brava
Exibições 224
Palavras 1.511
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Mistério, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Cross-dresser, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


E ai goxxxxtosonas...tdb?
Bora aos trabalhos...
Bejim

Capítulo 48 - Bonito...que bonito heim!!!


Fanfic / Fanfiction Proposta indecente - Capítulo 48 - Bonito...que bonito heim!!!

Olho fixamente para Alice, tentando disfarçar a bebedeira. 
- Fala o que cê fez de errado?. - Alice pergunta paciente.
- Nada...- A encaro. - ....ainda. - Digo sorrindo.
- Isso tem alguma coisa a ver com você conversar com o Cris? - Alice pergunta rindo.
- Bora gata. - Gusttavo  nos interrompe.- ...precisamos ir agora, se não eu não dou conta...to até torto de tanto que bebi. - Ele diz, nos fazendo rir. 
- Ah não Amorzinho...vamos ficar, tanto tempo que não converso com a Cacau, poxa. - Alice fala, dengosa. 
- Como assim?, voces se falam todos os dias..,o dia todo nesse celular. 
- Vai amiga, depois te conto tudo!. - Digo abraçando-a. - Tchau Guh. - Falo, abraçando-o rapidamente.
- Juízo ai hein, criança. 
- Pode deixar.

Agora era Andressa e eu, isso se ela não estivesse pior que eu!, largada em uma poltrona aos risos com Thiago. 
Entro no banheiro, disfarçadamente, olhando para os lados. Me deparo com Cristiano encostado na pia de mármore , me olhando com um sorriso estampado em  lábios rosados.
-Demorei?.
- Dois minutos atrasa...vai ter que fazer valer esses dois minutos perdidos. - Ele diz, enquanto me aproximo.
- Hummm.. e como farei isso. - Pergunto, estacando em sua frente, olhando fixamente em seus olhos escuros.
- Assim... - Sinto as mãos firmes de Cristiano me puxarem para si, me fazendo sentir seu perfume amadeirado. 
Abro um sorriso largo, assistindo-o fazer o mesmo. 
- Voce é linda. - ele diz, colocando alguns fios de cabelo em meus ombros para trás. 
- E você é doidinho...e precisa de óculos. - Digo, sem retirar o sorriso de meus lábios.
Suas mãos contornam meu pescoço, trazendo mais para perto. Sentindo seu hálito quente em minha pele sensível, que se arrepiava em fração de segundos. Nossos lábios se tocam e logo em seguida sinto sua língua macia a tocar a minha, fazendo meu coração se acelerar. Sua mão macia a alisar minha nuca de uma forma sensual, enquanto a outra percorria lentamente um caminho até minha cintura. O beijo doce e calmo, cada vez mais se acelerava. 
- Posso passar?. - Alguém pede, nos interrompendo.
Ainda de olhos fechados, sigo de costas, com Cristiano me guiando para fora, ainda com seus lábios colados aos meus. Minhas costas se debatem contra a parede, me fazendo relaxar mais, passados os braços por seu pescoço. 
Minha boca curiosa, percorria de seus lábios até seu pescoço, sugando-o suavemente, enquanto seus lábios mordiscavam lóbulo da orelha, causando um arrepio intenso. Nos afastamos lentamente, olhando nos olhos.
- Queria te ver amanhã...posso?.

 

                                                                                   ~~ ♡♡♡ ~~

Saio pisando fino, olhando para o lado, enquanto limpo os lábios.
- Peguei no flagra. - Sinto duas mãos firmes, a me puxar. 
- Thiago.- Digo brava. - ...Quer me matar do coração.
- Safadinha!. - Ele diz, rindo. 
-O que?. - Pergunto descaradamente, me fazendo de boba.
- Não mete essa comigo Mafalda!... eu vi o Irineu saindo por esse mesmo caminho. 
- Oxi, deixe de ser besta Brutos! - Digo, sentindo minhas bochechas queimarem.
- Cacau.- Thiago dia rindo. - .. Que feio... que feio... mentindo pra mim! - Thiago fala aos risos, me fazendo rir junto. - Logo pra mim, porra.
- Para zézão... 
 

                                                                            ~~ ♡♡♡ ~~

UMA SEMANA DEPOIS ♡♡♡

- Você está tão linda!. - Bia fala animada, arrumando a barra de meu vestido branco rendado, de mangas caídas.
- Parece uma princesa. - Alice diz, ajeitando a pequena flor branca entre minha trança espinha de peixe. 
- Poderia ser tudo verdade. - Andressa fala, sorridente.
- Parem com isso...logo vocês apoiando esse circo todo!. - Digo irritada. -...não vejo a hora de sair dessa droga de vestido branco. 
Meu celular apita, me fazendo pular para alcança-lo no criado mudo. 
 

 " WHATS APP ON...

CRIS: Quero te ver antes que você desça aquelas escadas e acabe com a minha vida. 
CACAU: Kkkkk não seja dramático...
É tudo fake, você bem sabe;
CRIS: Não importa, tinha que se vestir assim para mim! :'(

Queria te ver
CACAU: Ô judieira!.
amanhã ok?.. 

CRIS: Promete
CACAU: Claro que sim!

WHATS APP OFF"

-

- Babe menos Cacau. - Alice fala relando em meu queixo. 
- Esse lance escondido de vocês esta ficando arriscado. - Bia fala, colocando uma pulseira de berloques em seu pulso.
- Ele é um doce!...- Digo sorridente. - Mas não vejo a hora de acabar com tudo isso, não aguento mais encontros e conversas escondidas!. 
- E você e o Henrique?. - Andressa pergunta.
- O que tem?. - Pergunto, fazendo-me de desentendida
-... Como voces andam?.
- Bom... estamos bem!, mas ele tem se encontrado com Vanessa, mas por algum motivo não me conta. 
- Já parou para pensar que ele esteja evitando o assunto por medo?.
- Medo?. - Pergunto confusa.
- É...Medo!... medo de te encarar...medo de te confrontar ...de te perder de vez!. 
- Mas que besteira Lih...- Digo, balançada.
- Fugir é mais fácil... voce bem sabe disso. 
-Não insinue bobeiras...não estou apaixonada por ninguém. 
- Sério?. - Alice me encara. -...então por que essa raiva toda?...porque sabe que o fim disso tudo se aproxima á cada dia que passa. Que tera que partir e deixar seu posto para outra mulher. É mais fácil se fazer de durona e tocar a bola para frente...tentar acreditar em sua própria mentira. 
Engulo seco, tentando desfazer o nó em minha garganta...as palavras de Alice feriam como faca afiada...
Ajeito a última flor, soltando um suspiro forte...
- Continue assim...mas não vai funcionar, até porque não funcionou até agora, funcionou?.
- Aonde voce quer chegar Alice?. - Grito.
- Gente, agora não é o melhor momento para essa discussão! - Andressa fala, nos interrompendo.
- Agora deixe ela falar!, Ela também bem sabe, que Henrique ama outra. - Me irrito. - ..que essa presepada toda aqui é por ela. - Digo, agitando a barra longa do vestido. -... eu sou apenas o caminho!. 
Alice se aproxima me encarando.
- Amiga...
- Deixe assim como está Lih...se mexer féde mais!.
 

 

 

                                                                      ~~ ♡♡♡ ~~

- Ela logo desce. - Thiago fala rindo. -...mas a cavalona está ali...doida. - Ele diz apontando para Vanessa que conversava alegremente com algumas pessoas.
- Elas estão descendo...- Alguém grita, me fazendo olhar para trás, notando o brilho nos olhos de Cristiano. Sigo seus olhos, chegando até as escadas, aonde Catarina descia trajando um belo vestido branco com renda, deixando seus ombros delicados desnudos, a ajeitar a trança cumprida escura com pequenas flores brancas que caiam como uma delicada cascata até o fim da trança. Seus grandes olhos verdes e brilhantes, olhavam curiosos tudo ao redor, parando sob mim, com um sorriso largo nos lábios. Meu coração se acelera, sinto uma onda fria dominar meu corpo, enquanto minhas pernas estremessiam.

                                                 ~~ ♡♡♡ ~~

- Você está linda. - Digo, abraçando-a, sentindo seu doce perfume. 
- Você também esta lindo...obrigado. - Ela diz seca. 
- O que foi aconteceu algo?. - Pergunto curioso.
- Nada importante!...- Ela diz percorrendo os olhos ao redor do espaço lotado. -...ela veio?.
- Quem?. - pergunto confuso, ainda fixado em seus olhos brilhantes.
- Sua cavalona!. Achei já.

                                                              ~~ ♡♡♡ ~~

Respiro fundo, abrindo a pequena caixa aveludada, revelando o par de alianças douradas.
Encaro Catarina que mantinha um sorriso falso, porém convincente, em seus lábios, enquanto todos assistiam atentamente. 
Coloco a aliança em seu anelar direito, ouvindo os murmurios alegres, e enquanto assisto Catarina fazer o mesmo em minha mão, sentia uma ótima sensação desconhecida. Minha vontade era de agarra-lá , subir as escadas e ama-lá até o amanhecer, parando apenas quando estivessemos exaustos e te-la dormindo tranquilamente em meus braços. 
O barulho de palmas me trazem a realidade, e vejo Vanessa aproximar-se, aplaudindo, chamando a atenção de todos.
- Palmas...- Ela ri. -...batam palmas pessoal. Afinal o casalzinho merece!
Catarina assistia a cena com uma expressão de desgosto estampada em seu rosto.
- Eu quero fazer um brinde. -Vanessa sorri, pegando uma taça na bandeja que o garçom servia. - Primeiramente ao noivo... que convivi há poucos mais de cinco anos. Você me surpreendeu Ricely tavares - ela diz sorrindo. - E claro a noiva. 
Engulo seco, sabendo que se saindo de Vanessa, não sairia coisa boa!
- ...aaaaah, a noiva...Catarina alguma coisa!. - Ela ri. - Vocês não sabem, mas Catarina tem visão...é ambiciosa... Entrou nessa por dinheiro. Uma jogada bem pensada de Henrique para me reconquistar... uma nova namorada apaixonada...quem sabe daria certo!. Por quanto voce se vendeu Catarina?... provavelmente uma micharia. - Ela ri. -...algumas roupas e sapatos de marca...cuidados de salão... Devemos aplaudi-lá pessoal... ela trocou seu corpo por alguns cheques com quatro...cinco zeros seguidos... - Ela aplaude. - ...se esfregando com meu ex, por alguns trocados. Realmente, voce merece um brinde, não é qualquer uma que se vende assim!...

                                                         ~~ ♡♡♡ ~~

Ouço as palavras de Vanessa, me contendo para não pular em seu pescoço e esfregar sua cara no chão, fazendo-a engolir cada palavra que saia de sua boca imunda...
-... uma verdadeira prostituta...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...