História Proposta indecente - Capítulo 49


Escrita por: ~

Postado
Categorias Henrique & Juliano
Personagens Henrique, Juliano, Personagens Originais
Tags Catarina, Família Tavares, Henrique, Juliano, Lucas Lucco, Mohana, Thiago Brava
Exibições 194
Palavras 519
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Mistério, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Cross-dresser, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Abooooooooooores da minha vida!, comé qui ceis tão?
Agora vamos falar de coisa boa?.....
Vcs já conhecem a nova tekpix? kkkkkkkkkkkkkkk #taparei :*

Vamos aos trabalhos pq Cacau não é bagunça não...e o capítulo esta CAUSANTE!...

Capítulo 49 - Você não sabe com quem tá se metendo...veeeeeem


Fanfic / Fanfiction Proposta indecente - Capítulo 49 - Você não sabe com quem tá se metendo...veeeeeem

-...qual é a sensação Catarina...nos conte..- Ela ri debochada. - Se deitar todos os dias com um homem apaixonado por outra!. Os cifrões valeram a pena?. 
-  Já chega Vanessa. - Henrique fala, irritado. 
- Já chega?. - Ela o encara.- Estou apenas começando. Engraçado voce defender a noivinha sonsa...- Vanessa me olha de cima a baixo, com expressão de arrogancia. -...depois de estar passando todas as noites comigo. - Ela pausa, soltando um riso alto logo em seguida. -.... Uau..- Ela me encara. - ...além de tudo, tomou um belo pares de chifres. Catarina... - ela diz lentamente num tom divertido. - ...Como é ser a garotinha de programa de Henrique?...você é bem mais baixar do que eu imaginava. 
Olho ao redor, notando os olhares surpresos e a expressão de constrangimento estampada no rosto de Henrique...que permanecia imóvel, sem dizer uma  palavra enquanto Vanessa me ofendia.
-...você é bem mais puta, não é mesmo?. - Ela diz, erguendo a taça no ar. - ...um brinde aos noivos. - Vanessa fala, seguido de um londo gole na taça do champanhe.
- Obrigada. - Me aproximo lentamente, pegando a taça da mão de Andressa, que assistia a cena boquiaberta. -... não poderia imaginar outras palavras vindo de você.. - Arqueio a sobrancelha. -...baixa...hipócrita...esnobe e claro...- Sorrio. -... ridiculamente mal acostumada por Henrique!..que te convenceu a acreditar que o mundo gira ao teu redor. - Sorrio mais, erguendo a taça. - Brindemos a falta de seu senso do ridículo... - A encaro, aproximando-me mais,tranquilamente. - ...seu show já chegou ao fim?. - Pergunto, colocando a taça sob a mesa de canto. Ficando cara a cara com Vanessa, ouvindo os sussurros abafados. 
- O brinde esta finalizado. - Ela diz satisfeita, com um largo sorriso em seus lábios vermelhos. 
- Que ótimo. -  Olho para Henrique e abro um grande sorriso de satisfação.
Me virando novamente para Vanessa. -...pois agora poderemos oficializar o noivado com o" grand finale"... -Digo, me aproximando mais, o suficiente para que conseguisse sentir seu hálito quente. 
Vanessa ri alto, jogando a cabeça para trás. - E qual seria?. 
- Voce verá... - Agarro em seus cabelos loiros, arrastando-a para o canto da sala, chacoalhando com movimentos de vai e vem, enquanto ela puxa meu vestido pelo decote. 
-...e aqui esta... - Grito, passando as unhas em seu rosto vermelho. -...seu...- A afasto, empurrando-a para trás, ainda agarrada em seus cabelos. -.."grand finale". - Falo, arrastando-a até grande fonte de chocolate, esfregando seu rosto, sob a cascata que caia lentamente. 
Afundo seu rosto, deixando com que o chocolate melecasse sua cabaça inteira, chegando a nuca. Vanessa segura em meus cabelos, puxando com força, fazendo-me inclinar. Me afasto, desprendendo-me de seus dedos, arrastando-a para o meio da sala, ela me puxa, me fazendo cair ajoelhada, trazendo-a junto comigo, esmurrando meu ombro.
-...vagabunda. - ela grita. 
- Somos...as duas...- Digo, esfregando ferozmente seu rosto sob o tapete azul. - a diferença...- Sinto mãos firmes me puxando, enquanto um grupo de rapazes agarra Vanessa.  -...é que voce é ainda mais do que eu. - Grito, sendo arrastada para longe da multidão. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...