História Prostitution × NamJin - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jin, Rap Monster
Tags Boate, Desaparecimento, Dinheiro, Luxo, Namjin, Ódio, Prostituição, Sexo, Violencia, Yaoi
Exibições 64
Palavras 1.356
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Lemon, Romance e Novela, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


não revisei por motivos de tempo, deixem suas opiniões, bye bye 💙

Capítulo 4 - Net


<<Kim SeokJin>>

entrei em umas portas juntos da menina, depois de olhar o local, ah; como se chama isso mesmo?; eu só sei que elas se maqueiam e se trocam aqui. Yuna foi a primeira a sair, na verdade ela foi chamada no quarto 6, e assim foi seguido das outras meninas, ficou apenas eu com um enorme frio na barriga, eu estou nervoso, isso não é para mim, na verdade não é para ninguém, ser obrigado a transar com outras pessoas contra a sua vontade, isso é tão errado, sujo e o principal  de tudo triste, triste estar nessa vida de prostituição, ter que entrar nela para poder ajudar a família ou manter os seus luxos, ou sequestrados como eu e obrigados.

Yoshina: SeokJin, quarto 10, anda! o cliente espera por você. Garoto de ouro, as pessoas fazem fila e estão pagando enormes quantias por apenas uma noite. então não me decepcione!

Ela estava puxando o meu braço enquanto dizia essas palavras, vadia desgraçada, espero que queime no fogo do inferno, não só ela como todos que frenquenta esse lugar e traí suas mulheres que tanto o ama e fazeria de tudo por eles, que mesmo sabendo que seu lugar não é na cozinha, fica lá, sem dizer nada e gastando o seu tempo preparando algo para o agradar e ele colocar aquele sorriso no rosto e ela acreditar naquele sorriso, oh! só de pensar nisso me machuca o coração! Se a maior parte que frenquenta aqui são casados, sim, eles são. quem vê deve se perguntar, por que? bem, a resposta é simples. Quando um homem se cansa do prazer sexual com o seu o sua parceira ele vai em busca de outra pessoa que possa lhe proporcionar o que a outra pessoa não lhe oferece, bem, se eu tenho uma "fila" de clientes querendo o "meu programa" é por que a sua parceira não libera o que chamamos de Ânus, mas é melhor falar nádegas por que é uma coisa menos ignorante se podemos dizer.

eu parei na frente daquela porta branca em um corredor extremamente vermelho, bati na porta e escutei uma voz falando que eu podia entrar e  assim eu fiz, entrei. Quando eu fechei a porta ele, sei lá qual é o seu nome me pegou pela cintura e me virou para um beijo, que nojo, eu tive que retribuir, quando ele parou eu agradeci aos céus.  o quarto era luxuoso, não como o que eu estava antes. Era branco com uma iluminação extremamente forte e clara, mas tinha ajuste de luz se a pessoa quiser um clima romântico, mas quem vêm a um cabaré para uma noite romântica? só se for uma pessoa muito carente a procura de um pouco de amor, mas se a pessoa quer amor verdadeiro procura uma namorada por que amor de prostituta, não é amor é sexo, o amor delas é sexo.

Ele me jogou naquela cama e subiu beijos em mim, e depois parando no meu pescoço e dando um chupão no mesmo, eu gemi um pouco de dor, parecia que eu estava colocando um aspirador de pó em cima da pele, isso machuca. Eu vou ter que entrar no papel e seguir como a yuna disse, Gemer sem sentir prazer; ser totalmente sexy -isso eu consigo, sou natural-; agradar o cliente; fazer tudo que ele pedir, não importa o que. esse tal cliente que eu estou no quarto, não é nada carinhoso, ele acha que sou um boneco sexual, está enganado, sou como ele, um ser humano que também sente dor. Eu não gosto de ficar falando  o que aconteceu aqui, mas eu só posso declarar que estou com a minha bunda doendo, eu contei quantos entraram e saíram por essas portas foram 40 pessoas, homens de 20 a 30 anos, com aparências mirabolantes belas, por que pessoas assim procura prostitutas? eu preciso de um descanso, e de um banho de dois anos e também um aparelho para apagar minha memória por que eu e Namjoon fizemos uma promessa que perderiamos as nossas virgindade juntos, eu com ele e ele comigo, parece que o destino muda ne. Eu e as meninas voltamos para casa, elas me falaram que não voltam com a yoshina, assim fica mais fácil delas falarem mal dela e dizer o quanto faturaram já que depois do sexo eles dão tipo uma "gorjeta" pelo bom serviço, eu contei o quanto receni de cada um e deu mil e setecentos, mais o  cachê que eu vou receber por estar sendo obrigado a isso,  vai ser uma puta grana, mas eu não preciso então eu entrego a Yuna, eu descobri que a sua mãe tem problemas de saúde e ela entrou nisso para poder ajudar a pagar os remédios e os médicos, então eu dou tudo para ela, minha mãe é advogada e meu pai empresário, então eu não preciso me preocupar com dinheiro, posso estar sendo um pouco nariz empinado, mas eu odeio isso, morar em uma casa totalmente esnobe, com pais extremamente orgulhosos e que querer qu seu filho siga o que eles querem, eles devem nem sentir a minha falta, o trabalho é mais importante, não importa o quanto que eu fale que eles vão se importar se eu sair a noite e não voltar no outro dia, mas se eles descobrirem que estou me servindo de puta, isso daria um processo muito grande.

Yuna: jin, pare de viajar no mundo da lua e sai logo dessa van!

SeokJin: já estou saindo!

Sai da van e fui pro quarto tomar um banho, muito repugnante o que eu passei hoje, parecia não ter fim, era um após o outro. Tomei um banho e coloquei uma calça jeans e uma blusa branca e desci as escadas, indo em direção a cozinha. baek MaRi estava se preparando para cozinhar, ela estava meio atrapalhada com algunas coisas então me ofereci para ajudar e ela nem pensou duas vezes e ja foi direto me puxando. Eu pedi para que ela relaxa-se um pouco, se para mim já foi ruim e cheio, imagina para ela que se mantinha uma expressão cansada. Fiz a janta e coloquei em cima da mesa, as meninas chegaram pasando a língua nos lábios e respirando forte.

Yuna: Quem foi o ser de deus, que fez essa comida? o cheiro me atraiu!

Baek MaRi : foi o SeokJin, eu também estou impressionada como ele fez isso tudo tão rápido!

SeokJin: como os meus pais trabalhavam muito e nunca tinha tempo em casa, eu paguei a mais as domésticas para me deixarem cozinhar com elas, e acabei aprendendo várias coisas, eu gosto de cozinhar!

Sunhi: Você é rico garoto?

SeokJin: Meus pais são, eu não!

Sunhi: Mas você é filho deles então, sim, você é rico. Mora aonde?

SeokJin: south Inodera gold! (n/a: desculpe a falta de criatividade)

Baek MaRi foi a primeira a comer, nem esperou a gente, acho que ela é a que mais come no grupo. Ela começou a tossir quando eu disse o nome do local, e começou a se abanar, ta morrendo.

Yuna: da água para ela gente!

Sunhi levantou e pegou água e deu para Baek, ela bebeu rapidamente e tossiu mais forte em seguida, fiquei com o coração na mão agora.

Yuna: Come devagar, ridícula!

Baek MaRi: Esse Lugar é só de gente esnobe, já tive um cliente lá!

SeokJin: Eu não sou assim!

Baek MaRi: você não, bobo! mas as pessoas lá me olhavam de um jeito que  parecia um saco de dinheiro sem dono, eu fui toda compartadinha!

Yuna: Você é a unica que se veste comportada aqui, mãe de todas!

Todas riram em seguida, jantamos e eu fui lavar louça, mas baek meio que implorou para ela lavar já que não fez a janta, mas pedi novamente para descansar, na verdade eu estava com medo dela quebrar os pratos.

Yoshiana chegou e já veio me chamando na sua sala, fiquei um pouco receoso, mas entrei. A unica coisa boa da conversa foi eu poder voltar a estudar, uma coisa que eu nunca pensei em dizer é sentir falta de estudar.

   



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...