História Protection - Capítulo 22


Escrita por: ~

Postado
Categorias Demi Lovato
Personagens Dallas Lovato, Demi Lovato, Personagens Originais
Visualizações 97
Palavras 1.212
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Ficção, Luta, Orange, Policial, Romance e Novela, Suspense, Yuri
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Hey hey people I'm back!
Nem demorei tanto assim dessa vez.... ou demorei?

Capítulo 22 - Good day


- Bom dia cantora - falo afastando seu cabelo e beijando seu pescoço

- Bom dia meu amor - ela falou com voz de sono e se virou para me olhar

Ontem depois do maravilhoso banho que tivemos fomos para a sala onde Alex assistia televisão com cara de tédio, lanchamos, conversamos, rimos e Alex foi embora e resolvemos ir dormir, mas a verdade é que não dormimos aquela hora, começamos a nos beijar, os beijos ficaram quentes e intensos e transamos pela segunda vez no dia.

- O que você tem que fazer hoje? - perguntei calmamente a envolvendo em um abraço

- Hoje eu não tenho nada, é meu dia de folga, esqueceu? - ela perguntou e eu soltei um som nasal

É claro que eu não esqueci que hoje é o dia de folga dela, mas hoje é domingo e eu não trabalho aos domingos, hoje eu sou totalmente dela, sem trabalhos para atrapalhar a gente

- Não, eu só queria te ouvir falar que vai ficar aqui na cama comigo o dia inteiro hoje - falei e vi ela morder os lábios

- Você não vai trabalhar? - ela perguntou e eu neguei

Me ajeitei na cama a puxando para deitar em meu peito, me estiquei um pouco e peguei o controle da televisão, liguei a mesma enquanto acariciava o cabelo de Demi e ela passava as pontas dos dedos em minha barriga

- Você ainda sente dor? - ela falou se referindo a cicatriz que eu fiquei por entrar na frente da bala por ela

- As vezes incomoda mas não é nada demais - falei indiferente

- Dói ou incomoda quando você faz muito movimento ou faz força? - ela perguntou e eu tirei minha atenção da televisão para olhá-la

- Você quer saber se ta doendo por eu ter lhe dado prazer ontem? Não, não está doendo- falei calmamente e ela sorriu sem jeito - E eu to pronta para fazer tudo de novo se você quiser - falei por fim enrolando meus dedos em seu cabelo

- E eu vou adorar fazer tudo de novo - ela falou com um sorriso malicioso nos lábios

Minha vida com Demi era isso, eu nunca iria me cansar dela, de lhe proporcionar prazer, por colocar aquele sorriso lindo no rosto dela que eu tanto amo.

Escutamos fortes batidas na porta do quarto, só poderia ser uma pessoa, Alex.

Neguei com a cabeça e me levantei pegando um robe e vestindo, Demi se ajeitou na cama prendendo o lençol envolta de seu corpo e eu abri a porta

- Acorda vagabunda, levanta pra cuspir - ela falou em tom divertido e entrou no quarto e quando viu Demi ela parou de rir e me olhou como se pedisse desculpa - Ops, to sendo uma empata foda do caralho pra vocês né - ela falou recuando enquanto eu encostava minha cabeça na porta

- Relaxa Alex - falei desencostando da porta e encostando a mesma - O que te traz aqui a essa hora? - perguntei me sentando na cama e puxando Demi para deitar a cabeça em minha perna

- Hm ta de bom humor, pelo visto a noite foi boa - ela falou e Demi riu

- Maravilhosa, a melhor de todas, eu diria - falei e ela fez careta

- Me poupe dos detalhes sórdidos da sua vida sexual - ela falou e eu ri - Vim chamar vocês para tomarem café, topam? - ela perguntou e eu olhei pra Demi que deu de ombro

Resolvemos que iríamos e pedi para Alex se retirar do quarto para que eu e Demi pudéssemos nos arrumar, tranquei a porta. Tirei o robe e Demi ficou me olhando, fui até ela puxei o fino pano do lençol que a cobria e a peguei no colo fazendo a mesma rir

- Você vai me acostumar mal - ela falou quando eu a coloquei no chão, já no banheiro

- Vai dizer que não gosta? - perguntei e ela negou com a cabeça

- Eu amo - ela respondeu com um sorriso lindo no rosto

Tomamos banho, voltamos para o quarto e nos arrumamos, saímos do quarto e Alex estava aos beijos com Júlia, sua namorada, no meu sofá. Peguei uma almofada e taquei nas duas que quebraram o beijo para me olhar

- Não se comam no meu sofá suas fela da pota - falei passando por elas com a mão entrelaçada na de Demi

Saímos e fomos em um lugar que eu amo muito, isso mesmo, starbucks!

Tomamos café em meio a conversas, risos e brincadeiras, era bom ter as três ali comigo

Alex e Júlia chamaram a gente para sair com elas mas eu recusei, queria passar o dia com Demi hoje, como fomos no carro de Alex, ela deixou a gente na minha casa, nem subimos para o meu apartamento, fomos direto para o estacionamento, entramos no meu carro e seguimos direção a um lugar que creio eu que Demi não foi

- Aonde estamos indo? - Demi perguntou, sempre tão curiosa

- Vou te levar em um lugar que eu adoro, espero que goste - falei e ela assentiu

Demi ligou o rádio em uma estação qualquer, o clima estava agradável dentro do carro, as vezes falávamos alguma coisa e as vezes ficávamos em silêncio escutando música, Demi foi todo o trajeto com a mão na minha perna.

- Take me down into your paradise - cantarolei enquanto a música tocava e olhei rapidamente para Demi

- Don't be scared cause i'm your body type - ela continuou

- Com toda certeza - falei e ela me deu um tapa na perna - Olha que eu gosto que me bata ein - falei rindo

- Bom saber - ela falou praticamente me comendo com os olhos

Em poucos minutos chegamos ao lugar, era uma praia deserta, poucos sabiam da existência daquela praia por ser mais afastada do resto da cidade.

Saímos do carro, eu entrelacei minha mão na dela e fomos caminhando para a areia. Caminhamos um pouco pela areia com o vento batendo em nossos rostos, chegamos a um certo ponto e paramos e sentamos na areia e ficamos admirando a linda vista que tínhamos.

Demi estava sentada entre as minhas pernas encostada em mim que estava apoiando as mãos na areia atrás de mim. Demi pegou seu celular e tirou uma foto da nossa vista onde aparecia nossas pernas

- Como você descobriu esse lugar amor? - ela perguntou se ajeitando para me olhar

- Eu vinha muito aqui quando pequena, meu avô me trazia para brincar quando passava as férias na casa dele, como a praia era pouco movimentada eu podia ficar a vontade, hoje é quase que deserta, venho aqui as vezes para pensar - falei e ela beijou meus lábios

- Eu te amo muito - ela falou e voltou a ficar encostada em mim

Ficamos um tempo ali e resolvemos ir embora pois já estava na hora do almoço, entramos no carro e eu segui direção a cidade

- Amor, onde a gente ta indo? Esse não é o caminho da sua casa - ela falou

- Estamos indo almoçar no melhor restaurante de Los Angeles - falei e ela ficou me encarando

- Isso é sério? - ela perguntou e eu ri

- Não, estamos indo onde existe uma das melhores comidas mas não é um restaurante - falei

- Aonde?

- A casa da minha avó - respondi

- Laura! - ela me repreendeu e eu encolhi os braços


Notas Finais


Então... laurazita levando demi para conhecer os avós hmm interessante quero só ver como vai ser lá....

Love y'all


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...