História Protector - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Saga Crepúsculo
Personagens Alice Cullen, Bella Swan, Billy Black, Charlie Swan, Edward Cullen, Emmett Cullen, Esme Cullen, Jacob Black, Jasper Hale, Renesmee Cullen, Rosalie Hale, Seth Clearwater
Tags Amanhecer, Bella, Crepusculo, Cullen, Edward, Jacob, Lobisomem, Renesmee, Vampiro
Exibições 25
Palavras 1.173
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Espero que gostem! :3
Beijocas.

Capítulo 3 - A festa (Parte 2)


Fanfic / Fanfiction Protector - Capítulo 3 - A festa (Parte 2)

 

POV RENESMEE

 

Era uma sensação incrível, todos juntos rindo, comendo - quase todos - e conversando. Aquela era a minha família! 

Os garotos de La Push não paravam de comer, aliás a mesa estava reforçada justamente por causa deles, com pães e molhos, dois porcos assados recheados, caldos, bifes de hambúrgueres, várias garrafas de refrigerante e um bolo de merengue com morango - o meu preferido -. 

Billy e Charlie estavam sentados conversando junto com meu pai e Sam Uley, podia ouvir que falavam da escola que havia pegado fogo. 

— Quer que eu pegue algo pra você? — sussurrou jake no meu ouvido, me fazendo arrepiar de repente. 

— Ahm, estou bem — disse sem graça, rindo. — Pensando bem acho que vou tomar algo... 

Fui até a mesa e peguei um copo, Jake pegou a garrafa na minha frente e a abriu, colocando pra mim e pra ele. Sorri de supetão, o encarando e logo me voltando para a mesa. Nos servimos, peguei um prato com duas fatias do porco recheado com vagem e conservas, um pão e um bife junto com um potinho de molho verde, já Jake pegou tudo o que tinha e uma tigela a mais de caldo. Eu já havia me acostumado com o seu apetite, achava até bom vê-lo comer. 

Fomos para fora, sentamos na escadaria da entrada. Já estava a noite e era bem mais sossegado para comer do que lá dentro, com todos. Só eu e Jake, comendo e rindo, lembrando das piadas toscas de Jared ou os casos inacabados de amor do nem tão jovem Seth. 

— Quer dar uma volta na clareira? — propôs Jake após um longo suspiro. 

— Aguenta correr depois dessa comida toda? — perguntei surpresa e ao mesmo tempo cansada por comer tanto. 

— Ainda duvida? — se levantou e logo parou, fez cara feia e se sentou novamente. — Espera um segundo...

Ri baixinho e baixei os olhos, tentando disfarçar o meu sorriso bobo que não se desmanchava de jeito nenhum do meu rosto. Estava ansiosa pelos próximos dias, como seriam. E estar com Jake finalmente era muito bom... Ele chegou mais perto, sentando-se bem do meu lado, colado à mim, então o abracei posando meu rosto no seu peito. 

— Estou tão feliz em estar de volta — disse suspirando depois de um longo silêncio em seus braços.

— Estou feliz em ter você de volta, Ness — disse com a voz macia. — Eu nunca mais vou deixar você escapar de mim... Eu não aguentaria te ver partir de novo.

— Não vou — disse com a boca seca, assim que ouvi o que dizia e como devia ter se sentido ao me ver partir por quase um ano. — Não saio daqui — ergui meu rosto e o encarei de baixo pra cima, ele baixou os olhos e me encarou, sorrindo por fim e me dando um beijinho na ponta do nariz me fazendo sentir uma onda de calor e doçura.  

Não demorou muito até voltarmos para a festa, fiquei um pouco com Leah e Rachel, logo depois fui até meu avô Charlie, me sentei com ele e Bill. Ficamos conversando por horas, sobre diversos assuntos. Jake, Seth, Mamãe e papai haviam se juntado a conversa. No final da festa, não estava tão lotado assim, a maioria do pessoal da reserva havia ido embora e só tínhamos nós além de toda a minha família Cullen, menos Rose e Esme, que estavam na cozinha. 

— Como foi Nessie, sua experiência no Brasil? — Perguntou Billy.

— Foi ótima — disse respirando fundo, percebendo que todos olhavam pra mim curiosos. — É bem diferente daqui. Lá não existe neve, muito menos baseball... — Encarei Charlie, ele fez careta. — Enquanto eu estudava de manhã, trabalhava o resto da tarde e o início da noite em um Quiosque de beira de praia...

— Quiosque? — repetiu Seth.

— Como se fossem pequenos restaurantes praianos — tentei explicar chegando o mais próximo do que seria. Continuei assim que a maioria consentiu entendendo. — Eu... Dividia o apartamento com mais duas pessoas. Garotas — completei. — Ahm, bem...

— O Cristo Redentor é tão grandioso quanto dizem? — Perguntou Sue.

— É deslumbrante — assim que ela disse, me lembrei da madrugada que decidi escalar o cristo e me sentar em um de seus ombros. Aquela linda vista... Droga.

Encarei papai de supetão, ele me encarava de volta com as sobrancelhas arqueadas e balançando a cabeça levemente em tom descontente. Sorri sem graça pedindo desculpas em pensamento.

A noite foi longa, todos os homens presentes resolveram falar de baseball então quando dei por mim todas as mulheres incluindo a mim, estavam na cozinha.

— Sempre que chamamos um desses cachorros pra comer aqui em casa termina em um furacão — comentou Rosalie limpando a bancada da pia.

— Eu gosto — disse Esme com um sorriso doce. — É tão bom de se ver, são tão alegres — deu de ombros, feliz.

Eu estava sentada em um dos bancos, os cotovelos sobre a bancada lateral. Comia uma bandeja de poucos pães que haviam sobrado mergulhados em um copinho de molho verde.

 — Você não está cansada, querida? — perguntou Bella, sentando-se no banquinho ao meu lado.

Fiz que não com a cabeça e assim que terminei de comer, sussurrei: — Só quero estar com vocês.

Tia Alice, Tia Rose, Vó Esme e Mamãe me encararam com a mesma espécie de sorriso. Bella me abraçou, Esme posou sua mão sobre a minha e assim que mamãe terminou de me abraçar foi a vez de tia Rose e Alice juntas me abraçarem.

— Sentimos saudade — disse Alice em um sorriso.

— Muita — completou Rose.

— Muito mesmo — complementou ainda mais Esme.

Olhei pra mamãe, ela deu de ombros.

— Elas disseram tudo — riu baixinho e me deu um beijo na testa, logo pegando em meu colar em forma de coração, há anos em meu pescoço sem tirar para nada. — Para sempre!

Sorria confortada, olhando para todas elas e logo vendo Jake chegar e encostar-se à parede.

— Que cena fofa — disse caçoando, admirando a cena de todas abraçadas na cozinha.

— Tinha que ser ele pra estragar — disse Rose, se afastando. Jake sorriu mais abertamente, afinal sempre adorou implicar com Rose.

— Acabaram com o baseball? — perguntou Bella.

— Charlie já está indo...

— Já? — me levantei repentinamente, indo até a sala.

Charlie e Sue, empurrando a cadeira de rodas de Bill, iam até a porta principal, parando assim que me viram chegar.

— Já estão indo embora?

— São 1 da madrugada, Ness. Eu tenho que ir, achei que já tinha ido dormir com sua mãe — apontou para o andar de cima e logo me abraçou, acariciando meu cabelo de leve. O encarava chateada de ir embora, mas entendia que tinha trabalho amanhã bem cedo.

— Mãe, Pai... Eu posso acompanhar o vô, a Sue e o Billy até em casa?

— Querida... — mamãe sussurrou.

— Já está tarde, quem vai te trazer de volta? — completou papai.

No mesmo instante encarei Jake e ergui as sobrancelhas, afim dele me ajudar a convencê-los. Ele entendeu o recado.

— Eu levo e trago a Nessie, não se preocupem.

Depois disso eles não relutaram tanto quanto eu pensei. Sorri para Jake e logo para Charlie, saindo logo atrás deles.

— Eu volto logo — sussurrei antes de sair.


Notas Finais


Será que ela volta logo mesmo? :p Próximo cap mais de Jakeness


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...