História Provocations - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Got7
Personagens BamBam, Jackson, JB, J-hope, Jinyoung, Mark, V, Youngjae, Yugyeom
Tags Amizade, Amor, Got7, Jackyugbam, Jj Project, Markjae, Provocações
Visualizações 36
Palavras 2.458
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Ahhhh! Eu fiquei sem net praticamente o dia todo, aí como eu não tinha muito o que fazer, eu resolvir escrever. E pá, saiu isso aqui. Nem sei se está bom, mas eu até gostei do resultado.

Eu espero que vocês gostem.

Beijinhos.

Capítulo 2 - Provocações 2


Fanfic / Fanfiction Provocations - Capítulo 2 - Provocações 2

Mark se jogou em sua cama e passou a mão pelo rosto, na tentativa de secar o suor que escorria por seu rosto. Ele tinha tido mais um sonho e mais uma vez ir ao banheiro tinha sido sua única opção.

O americano ainda se perguntava como ele tinha chegado nesse limite. Ele ainda tentava entender como que ele tinha chegado nessa situação. Querer tanto alguém, ao ponto de sonhar com a determinada pessoa e ainda acordar excitado.

"Isso é amor, atração ou paixão?" se perguntou Mark.

O americano se virou, ficando de lado e logo depois ele escutou a porta sendo aberta. Assim que se virou e olhou na direção da porta, pode ver Youngjae entrando. Ele estava usando apenas uma blusa, algo por baixo e segurava seu travesseiro.

Mark franziu o cenho e suspirou. Ele tinha acabado de perceber que seria uma noite bem longa.

"O que faz aqui Youngjae?" perguntou Mark se sentando na cama e encarando seu dongsaeng.

"Posso dormir com você? Está chovendo e eu tenho medo de trovões." falou Youngjae e Mark passou mais uma vez sua mão por seu rosto.

Youngjae mordia o lábio inferior e tentava não achar graça na reação de Mark. O americano o encarou e balançou a cabeça concordando .

Youngjae correu até a cama do mais velho e entrou entrou embaixo das cobertas.

"Obrigado hyung." falou Youngjae se encolhendo todo embaixo das cobertas.

Ele se aproximou um pouco e ficou bem próximo de Mark. Ele o olhou, mas não podia ver muito o seu rosto, as luzes já estavam apagadas.

Desde do dia que YoungJae lhe pagou um boquete, a relação dos dois nunca mais foi a mesma. Mark evitava Choi o quanto podia.

"Hyung?" chamou Youngjae e Mark deu uma suspiro pra provar que estava acordado. "Porque você se afastou de mim? Eu te fiz algo?"

Mark suspirou derrotado e sorriu de lado, mesmo que YoungJae não pudesse ver.

"Não, você não me fez nada." sussurrou Mark e Youngjae sorriu.

O americano se aproximou de Youngjae, o virou de costa pra si e em seguida o abraçou. Choi foi pego de surpresa, mais não se afastou. Ele tava gostando do carinho que estava recebendo no cabelo.

"Me desculpe!" pediu Mark e Youngjae assentiu com os olhos fechados.

Mark ficou por um longo tempo alisando o cabelo do mais novo. Ele só parou quando escutou um ronco baixo vindo de Youngjae. Ele acabou sorrindo.

Tuan nunca iria admitir em voz alta, só que ele sabia que YoungJae mexia com o seu coração.

☪️〰️

☪️〰️

☪️〰️

☪️〰️

☪️〰️

☪️〰️

Youngjae vestiu apenas uma blusa de Yugyeom e colocou uma cueca box simples. Ajeitou seu cabelo e em seguida caminhou até o quarto já tão bem conhecido por si. Assim que entrou sem bater, pode ver Mark sentado, mexendo no celular.

"O que é markjae?" perguntou Mark do nada, fazendo Youngjae se assustar.

"E a junção dos nossos nomes." falou Youngjae simples.

Ele se sentou ao lado do americano e deitou em seu ombro. Mark franziu o cenho em confusão, mais acabou sorrindo.

"Você sabia que markson é o couple mais shippado do got7?" falou Mark e ele escutou Youngjae bufar.

"Eu não gosto de markson!"

"E eu não gosto de 2jae!" soltou Mark meio que no automático.

Youngjae se sentou e encarou o americano. Tuan não pensou muito bem antes de falar. Só que o sorriso que estava no rosto do mais novo, compensou tudo.

"Você não gosta de 2jae?" perguntou Youngjae e Mark negou com cara de nojo.

"As pessoas deviam shippar markjae, não acha?" falou Mark e youngjae assentiu.

"Acho. Markjae é tão lindo." falou Youngjae e Mark riu

"Pena que não é real."

"Não é real porque um certo alguém e lerdo é frouxo demais." falou Youngjae e Mark o encarou perplexo.

"Ae?"

Mark se aproximou e puxou o mais novo, logo depois o jogando na cama. Youngjae encarava Mark de olhos arregalados.

"Eu gosto de você de verdade, eu só não queria que fosse algo passageiro." falou Mark deixando um beijo na testa do mais novo.

"O que nós temos não é passageiro Mark-hyung, não se preocupa." falou Youngjae passando seus braços pelo pescoço de Mark.

"Tem certeza?" quis confirmar Mark e Youngjae riu assentindo.

"Tenho e será que agora você pode me beijar?"

"Com prazer." sussurrou Mark se aproximando e juntando seus lábios aos de Youngjae.

O beijo era lento, sem pressa. Eles tinham todo tempo do mundo. Mark percorria a boca de Youngjae como se seu mundo dependesse disso. Não é que ele estava correndo de Choi, era só que ele não se sentia pronto para assumir que sentia algo pelo mais novo.

"Uau..." sussurrou Youngjae e Mark riu.

"Nós temos que sair hoje, né?" perguntou Youngjae e Mark assentiu.

"Sim, infelizmente."

"Eu não quero ir..." falou o mais novo e Mark riu do bico que se formou em seus lábios.

"Levanta e vai se trocar, daqui a pouco o Jaebum bate aqui." falou Mark.

E não demorou muito para um certo líder bater com força na porta e grita: Vai se arrumar. Youngjae desatou a rir.

"Vai se arrumar, mais tarde a gente se ver." falou Mark.

Choi se aproximou e deixou um singelo beijo nos lábios do americano.

"Até mais tarde."

〰️☪️

〰️☪️

〰️☪️

〰️☪

️〰️☪️

Eles teriam uma premiação pra ir e mesmo  o contra a vontade de alguns, eles se arrumaram e foram. Seus sorrisos por verem diversas Igot7 lá, era lindo. Todas gritando e tirando fotos. Era lindo.

"Eu amo as Ahgases!" sussurrou Jackson sorrindo e dando o braço pra Youngjae, que riu.

Eles entraram e tudo correu como planejado. Eles ganharam e se apresentaram no fim. Estava tudo indo muito bem. Só que algo sempre tem que dar errado.

Youngjae estava conversando com Jinyoung, quando olhou pelo ombro do mais velho e viu Mark de assunto com Taehyung. Não, Choi não estava com ciúmes, imagina. Pelo menos foi isso que ele tentou se convencer.

Seu rosto foi ficando vermelho e a raiva estava começando a falar mais alto do que o normal. Jinyoung percebeu que algo estava errado com com seu dongsaeng e seguiu seu olhar. O Coreano sorriu e encarou Youngjae.

"Eles são amigos." sussurrou Jinyoung e Youngjae assentiu.

"Amigos? Hyung, eu não sou o único com ciúmes. Olha pro Hoseok." sussurrou Youngjae e Jinyoung o olhou discretamente..

O rosto de Hoseok estava mais vermelho que o de Youngjae. E foi aí que Choi teve uma ideia.

"Acho que mais um pouco de provocação não faz mal a ninguém." falou Youngjae e Jinyoung negou com a cabeça, mas era tarde demais. Choi já estava indo em direção a Hoseok.

"Oi oppa.." falou Youngjae e Hoseok o olhou espantado.

"O Mark está de muito assunto com o Taehyung." falou Youngjae sorrindo lindamente.

"Eu percebi." falou Hoseok sério.

"Quer dar o troco?" perguntou Youngjae e Hoseok franziu o cenho em confusão.

Só que aí ele se ligou no que o Youngjae estava falando.

"Claro, provações são comigo mesmo." falou Hoseok.

Jung pegou na mão de Youngjae e foram os dois pra perto do DJ que estava lá. Estavam servindo alguma bebidas, nada de novo. Os dois se empolgaram e quando Youngjae percebeu  Jackson e Namjoon já tinham se juntando a eles e bagunça ficou completa.

Choi e Wang pularam, dançaram, zoaram e aprontaram muito. Jung e o líder Kim, não estavam diferentes. O efeito do álcool já se fazia presente e quando Youngjae percebeu, ele já estava dançando abraçado com Hoseok. Dois sol juntos, nada de novo.

Jaebum percebeu que Jackson e Youngjae já estavam mais do que alterados e resolveu intervir, só que Jinyoung sendo uma verdadeira naja, o impediu. Ele apenas sussurrou no ouvido do líder: não atrapalhe o plano do meu filho. Caso você atrapalhe, se prepare pra ficar sem um monte de benefícios. Jaebum apenas se afastou e fingiu que não estava vendo nada.

Youngjae não estava completamente bêbado, ele sabia o que estava fazendo, ele sabia perfeitamente que Mark o mataria, mas ele não estava ligando muito pra isso.

A festa continuou e as coisas ainda não estavam saindo do controle, ainda. Só que Mark e Taehyung perceberam a aglomeração que se formou perto do DJ e resolveram ir lá. Quando Mark viu o que estava acontecendo ele arregalou os olhos.

"YOUNGJAE!" gritou Mark.

Youngjae e Hoseok estavam dançando como se não ouves de amanhã. Seus corpos juntos, ambos suados, as mãos de ambos passeavam por seus corpos. As pessoas em volta estavam adorando aquilo. E Nanjoom e Jackson não estavam diferentes.

Mark se aproximou e puxou Youngjae, que se assustou e seu sorriso sumiu quando ele viu Tuan na sua frente.

"Oi Tua hyung." falou Youngjae e Mark revirou os olhos.

Aquele não era o momento de zoar com nome do americano.

"O que você pensa que está fazendo?" perguntou Mark segurando Youngjae firmemente pelo pulso.

"Dançando ué. Você me deixou de lado, eu tinha que procurar alguém pra dançar comigo." falou Youngjae finalmente se soltando do aperto de Mark.

"Youngjae, me -"

"Enfiar a sua desculpa no rabo."

Youngjae saiu da festa da premiação e quando deu por si, já estava no carro que o levaria pra casa. Ele se sentou no banco da frente, só pra não ter que ver ninguém.

"Cadê os outros?" perguntou o motorista.

"Não sei, não quero saber e tenho muita raiva de quem sabe." respondeu Youngjae sério e ele escutou a porta do carro se aberta.

"Não seja uma pessoa ranzinza." falou Jinyoung abrindo a porta do banco da frente e se sentado ao lado de Youngjae.

"Oi hyung." sussurrou Youngjae, deitando no ombro de Jinyoung e fechando os olhos.

"Alguém quer me explicar o que aconteceu?" perguntou Jaebum um pouco alterado.

"Nada hyung, se acalma." pediu Yugyeom se segurando pra não rir.

“Se acalmar uma ova, eu vi você com o Nanjoom senhor Jackson, tu tá fudido.” falou Bambam sério e Jackson suspirou derrotado.

"Vamos logo moço, antes que a coisa fique pior." pediu Jinyoung, enquanto fazia carinho nos cabelos de Youngjae.

Youngjae ficou o caminho todo de olhos fechados e assim que a vã parou em frente a casa deles, ele saiu correndo do veículo e vomitou no meio da rua. Jackson vendo o amigo vomitar, acabou seguindo o mesmo caminho.

"Isso é nojento." falou Bambam.

"Jae, você tá bem?" perguntou Mark colocando a mão nas costas do mais novo.

"Eu pareço bem pra você Mark Tuan? Tira a mão de mim." falou Youngjae e Mark se afastou.

Assim que os dois seres vomitantes, pararam de colocar seus órgãos pelo boca, os sete entraram e Youngjae foi direto pro banheiro. Ele tomou um longo banho e ficou um tempo embaixo do chuveiro chorando, embora ele não soubesse pelo que exatamente ele estava chorando.

Assim que saiu, ele viu Mark parado em frente a porta do banheiro segurando uma caneca de café. Youngjae suspirou derrotado e aceitou o café. Em seguida, Tuan o pegou pela mão e o levou direto para seu quarto. Choi não quis debater, afinal ele também não estava certo.

Os dois se sentaram na cama de Mark, um de frente pro outro. Youngjae estavam bem distraído tomando seu café.

"Eu não queria te deixar de lado. Só que o Taehyung e meu amigo, foi bom ver ele." falou Mark brincando com seus dedos.

"Eu não queria dançar com o Hoseok, mas ele foi uma pessoa bem legal e me aturou a noite toda." falou Youngjae e Mark riu.

"Taehyung estava morrendo de ciúmes, com certeza ele vai matar o Hoseok." falou Mark e Youngjae riu.

"Foi bem legal, essa noite. Tirando a parte que você me deixou de lado e foi ficar com o seu "melhor amigo."" falou Youngjae dando bastante ênfase no fim da frase.

"O senhor é muito ciumento e adora provocar." falou Mark e Youngjae deu de ombros.

"Provocações e meu segundo nome."

Mark mordeu o lábio inferior e ficou de joelhos na cama, se aproximado de Choi, que acabou deixando a caneca de café de lado e foi recuando até a cabeceira da cama. 

"Ver você dançando com o Hoseok daquele jeito, me deixou excitado, sabia?" sussurrou Mark perto do ouvido de Youngjae.

Choi não soube bem como reagir, ele simplesmente fechou os olhos quando sentiu os lábios macios de Mark passando por seus pescoço.

"Você é muito gostoso." sussurrou Mark chupando o lóbulo da orelha do Coreano.

Mark foi passando os beijos por seu pescoço e sugou a área sensível, fazendo Youngjae gemer involuntariamente.

"A vontade que eu tenho de te foder e grande."

Mark deixou mais uma marca no pescoço do mais novo e os gemidos baixos de Youngjae eram músicas para seus ouvidos. Ele deitou o mais novo na cama e tirou sua blusa lentamente.

Mark selou seus lábios ao de Youngjae e o beijo dessa vez tinha amor, eles só não perceberam isso.

Youngjae tirou a blusa que Mark estava usando e o americano voltou a beijá-lo. Só que o beijo se tornou um pouco intenso, mordidas eram deixadas e gemidos eram ouvidos.

Tuan voltou a atacar o pescoço de Choi e diversas marcas já tinham sido deixadas e não iria demorar para ficarem roxas. Ele tirou a blusa do mais novo, e foi descendo os beijos até os mamilos de Youngjae, onde ele parou e chupou, até ficarem sensíveis.

Beijos molhados eram deixados pelo corpo de Youngjae e o mais novo estava amando as sensações que estava sentindo. Mark deixou um beijo na virilha de Choi e logo depois pegou em seu membro, fazendo uma leve masturbação.

Quando a boca de Mark recebeu o membro de Youngjae, o Coreano gemeu alto. Tuan ia até onde conseguia e sua mão fazia o resto do trabalho. Ele chupava a fenda por onde já saia o pré  gozo e colocava em sua boca de novo. Seus dentes passavam de leve, fazendo Youngjae gemer ainda mais alto.

Tuan percebeu que YoungJae já estava perto e por isso ele parou o boquete, fazendo o mais novo reclama. Ele levou dois dedos até a boca de Youngjae e o mesmo chupou até ficar bem lubrificado. Em seguida, Mark levou até a entrada de Choi, que se contorceu um pouco.

Mark se aproximou e o beijou de leve, fazendo. Youngjae relaxar. Tuan logo colocou o segundo e depois o terceiro. Não demorou muito para Choi estar rebolando em busca de mais contato.

Mark tirou o restante das roupas que eles ainda usavam e voltou a beijar Youngjae. Enquanto o beijava, ele foi entrando lentamente em Choi, que prendeu o membro do mais velho dentro de si, fazendo ele gemer.

"Só relaxa, tá." falou Youngjae beijando o rosto todo de Youngjae, que acabou rindo.

Mark começou a se movimentar devagar. Ele pegou nas duas mãos de Youngjae e as segurou acima de sua cabeça e ele o olhava nos olhos enquanto entrava e saia. Os dois estavam presos em uma bolha, só existiam eles ali. Seus olhares presos um no outro, gemidos, suor escorrendo e nada mais ao redor importava.

O primeiro a se desfazer foi Youngjae, que acabou gemendo alto de mais. Logo depois, Mark veio, sussurrando o nome do mais novo, que acabou sorrindo sem graça.

"Eu te amo Mark!" falou Youngjae e seu rosto assumiu uma coloração avermelhada.

Mark sorriu abertamente, mostrando seus dentinhos fofos e deixou um beijo na testa do mais novo.

"Eu também te amo sunshine e por favor, sem provocações. Nunca mais." pediu Mark e Youngjae riu.

"Sem provocações."


Notas Finais


Até meus nenens.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...