História PS: Ainda amo você - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Ashley Benson, Chandler Riggs
Personagens Ashley Benson, Chandler Riggs, Personagens Originais
Exibições 23
Palavras 814
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Crossover, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 6 - The Kiss


Fanfic / Fanfiction PS: Ainda amo você - Capítulo 6 - The Kiss

 

Faz exatas duas semanas que minha namorada não comparece as aulas, já tentei ligar pra a mesma e ela sempre diz que seu irmão está horrivelmente doente, e como seus pais passam 90% do tempo no trabalho, é ela quem precisa  ficar com o irmão. Eu realmente preciso me preocupar, ela é minha namorada! Posso não demostrar tanto carinho quanto ela, mas mesmo assim eu ainda gosto da mesma. Muitas coisas aconteceram essa semana, entre elas...

Meu afastamento com Isabelly mais uma vez. Enid e ela brigaram, por um motivo desconhecido por mim, e eu acabei ficando ao lado da Enid nessa briga. Por mais que parece errado, e que eu deveria ter ajudado Isabelly, querendo ou não eu sou amigo de Enid a bem mais tempo. Desde o jardim de infância. Não faria sentido se eu não acreditasse no que ela me contou. 

Troye voltou a Atlanta com os pais, foi bom revê-lo novamente depois de tanto tempo. Ele trouxe uma gripe muito forte com ele, aconselhei que fosse tratar logo mas o mesmo não me escutou como o esperado.

Encontrei com Daryl mais uma vez, e tive a chance de conversar com ele por algum tempo na fila de um supermercado. Realmente, ele é bem mais doido do que no meu sonho.

Eu achei o Glenn, aconteceu do jeito mais obvio possível, ele quem veio entregar uma pizza na minha casa. Acreditem se eu disser que ele é muito, muito atrapalhado. 

Paul é o novo policial na delegacia do meu pai, e eu definitivamente não gostei de saber disso. Prevejo muitas coisas ruins por virem.

****

Tirei os fones dos meus ouvidos, e balancei a cabeça e meus ombros, em uma tentativa de relaxar. O professor de matemática explicava alguma coisa para a turma, e eu realmente precisava prestar a atenção. Mas não aconteceu. Minha cabeça doía, e o sono me puxava. Eu estava exausto.

Senti uma bolinha de papel acertar minha cabeça, mas ignorei, e continuaram, e eu continuei ignorando.

-Senhor. Montgomey, poderia pedir para os meninos pararem? Não consigo prestar a atenção se esses babacas não calarem a boca. - eu não olhei, mas sabia que era Lauren quem havia falado. E isso me fez sorrir.

- Cala a boca, Jauregui. - um deles falou. 

Foi como se eu tivesse previsto ela se levantando e saindo no tapa com um daqueles meninos. Por sorte o professor interviu a tempo, e os mandou sentarem e ficarem calados. A sala ficou uma bagunça, todos começaram a falar ao mesmo tempo. No meio de tudo estava Isabelly que desenhava em seu caderno, ignorando todos a sua volta. Como eu.

- Desculpe senhor. Montgomery, eu preciso sair... - disse ela, rapidamente se levantando, e saindo da sala.

- Idiota! - resmungou Enid atrás de mim. Neguei com a cabeça, e fiquei calado.

****

- Nãããããão... - fez a turma, depois que foi anunciado um trabalho em trios.

- Vou ditar os trios. - disse o professor, ignorando a todos. - Ally, Thomas e Enid. - olhei para os mesmos, e pude ver que fecharam a cara. - Ron, Isabelly, e Carl.

Arregalei os olhos. Nos três protestamos, e fomos ignorados novamente. Isso nunca daria certo, eu, Ron, e Isabelly nunca conseguiríamos fazer um trabalho juntos. Paciência é uma coisa que eu não tenho com a aproximação dos dois, durante esses dias. Ele roubou o meu lugar!

- Não vou fazer o trabalho com eles! - indaguei. - Posso trocar de lugar com a Ally?!

- Não, você vai fazer com eles. Chega de conversa, é isso e pronto. - falou o professor, e eu calei a boca com a cara amarrada.

Algum tempo depois, o sinal bateu e eu peguei minhas coisas, em seguida voando para fora da sala. Sai apressado da escola, e fui detido por uma voz gritando meu nome. Ou melhor, duas. Virei-me com os calcanhares e me deparei com Isabelly... e Enid, vindo na minha direção.

- Vamos? - perguntou Enid. Havia me esquecido que ela iria em minha casa hoje.

- Precisamos conversar. - foi a vez de Isabelly.

- Ahm... Não, não precisamos.

- Sim, precisamos. Você querendo ou não, temos um trabalho a fazer, então você para com essa birra idiota e me ajuda!

- Depois vocês conversam, vem Carl. - Enid tentou me puxar.

- Carl, venha. - Isabelly disse, agora parecendo enraivada.

- Deixa ele, tem coisas mais importantes que esse trabalho idiota.

- Aham, oque vão fazer? Jogar bolinha de gude? - perguntou debochada. 

Pude sentir que a mão de Enid que segurava a minha esquentou, olhei para a mesma e ela estava vermelha, como se fosse explodir. Lá bem mais uma briga.

- Não... - franzi meu cenho ao ver um sorriso fraco surgir no rosto de Enid. - Isso. - e então senti que ela agarrou seu pescoço, e colidiu nossos lábios.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...